Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




diretorscp.jpg

No dia em que a equipa de futsal do Sporting foi considerada a melhor da década para a UEFA, Miguel Albuquerque, director-geral para as modalidades do Clube, aproveitou a presença no ‘Sporting Grande Jornal’ deste domingo, programa transmitido pela Sporting TV, para lembrar a importância deste feito e, depois disso, fazer um balanço do ano de 2019:

Ao longo destes anos, fomos desenvolvendo um trabalho sério que tinha como grande objectivo colocar o Sporting CP no topo da Europa do futsal. Fizemo-lo com todas as adversidades que nos foram colocadas, mas a verdade é que nunca perdemos o foco no nosso grande objectivo: ganhar a UEFA Futsal Champions League. Mais tarde ou mais cedo, todos sabíamos que este dia acabaria por chegar. (…) Esta é uma distinção muito importante para o Sporting CP, para o futsal nacional e para o desporto em Portugal.

É um ano único. São sete conquistas europeias. Não sei se há algum clube no mundo que se possa gabar de um feito destes. Temos que ter orgulho no que conquistámos e no que fazemos. Sete títulos europeus em apenas um ano é algo inesquecível.

Apesar disso, não podemos esquecer que nem só de coisas positivas foi feito o ano. Não conquistámos nenhum título nacional quando na época anterior tínhamos conseguido quatro. Foi uma mudança de paradigma grande e não podemos esquecer que, já este ano, falhámos o acesso à final four da UEFA Futsal Champions League. Tínhamos mais do que a obrigação de marcar presença nessa fase. Ainda assim, temos de olhar para as coisas boas e más que fizemos para perceber que há muito a melhorar e tanta coisa boa que ainda pode acontecer.

Em cinco modalidades de pavilhão, três lideram os seus campeonatos e duas estão na vice-liderança, a apenas um ponto do primeiro lugar. Todas as outras modalidades, como o atletismo, continuam competitivas. O judo, por exemplo, continua a conquistar títulos e a natação, há duas semanas, conseguiu os melhores resultados de sempre nos campeonatos nacionais. Ou seja, as modalidades verdes e brancas continuam fortes. O Sporting é isto mesmo e queremos manter esta vitalidade. Ainda assim, isso só pode ser alicerçado numa coisa: títulos.

Que o Sporting continue na ribalta do desporto nacional, que continue a ser competitivo em todas as modalidades, que encontre o seu equilíbrio e que continue a dar tantas alegrias como tem dado aos Sócios, não só nestas modalidades, mas também no futebol”.

publicado às 05:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds