Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quem é afinal o maior 'pirata' ?

Rui Gomes, em 16.09.18

 

Tudo isto, no futebol português, já foi longe de mais. Vivemos a fase-pirata.
 

img_240x200$2015_10_26_19_11_45_1006496_im_6358148

Luís Filipe Vieira e a SAD do Benfica fizeram tudo para não deixar cair o seu assessor jurídico, Paulo Gonçalves, que era na Luz , na denominada ‘estrutura’, uma das figuras com maior poder.

 

Em 12 anos, Paulo Gonçalves aconselhou, ratificou, aprovou, reprovou, orientou e influenciou milhares de decisões.


A certa altura do referido longo perído de doze anos, a influência de Paulo Gonçalves foi vista como positiva pela restante estrutura. Muitos consideravam-no mesmo como ‘a’ estrutura, não apenas por dominar os mecanismos de transferências, os regulamentos e o direito desportivo, mas fundamentalmente por conhecer, de Norte a Sul, alguns dos principais protagonistas do futebol em Portugal.

 

O ‘homem invisível’ – o ‘homem invisível’ que só se tornava visível (na invisibilidade) quando era estritamente necessário. O ‘campeão’ para além do futebol das quatro linhas – e essa apreciação nem sequer deve conter, na totalidade, uma valoração negativa… Ele sabia, ele conhecia, ele influenciava e vivia no perímetro principal da decisão, entre Domingos Soares de Oliveira e Luís Filipe Vieira. Com afecto(s) mas principalmente com toneladas de ‘pragmatismo’.

 

Simplesmente Paulo Gonçalves exagerou e passou das marcas.

 

A conhecida acusação, por maiores críticas que possa merecer do ‘gabinete de crise’ do Benfica, contém pormenores do modus operandi benfiquista que, face à gravidade, não poderiam continuar a ser ignorados.

Fica claro que, no limite da defesa de Paulo Gonçalves (vide comunicados), ou caía o assessor jurídico da Benfica SAD ou a Benfica SAD era arrastada, mais depressa, com ele, aumentando o risco da queda de Vieira e do ‘vieirismo’.

Luís Filipe Vieira e quem está acossado (para já) no ‘e-toupeira’ – toda a administração da SAD – sabem que tinham de tentar abrir o pára-quedas, numa manobra muito próxima de uma ejecção num avião em chamas. Já se gastaram todos os extintores e, apesar de todas as declarações de que não há fogo e (alguns) bombeiros (benfiquistas) são pirómanos, este acordo relativo à saída concertada de Paulo Gonçalves demonstra a convicção de que foi preciso accionar o plano de emergência para ejectar aqueles que querem perdurar como sobreviventes e se possível, até, como heróis.

 

A Benfica SAD, como pessoa colectiva, sabe que não pode ignorar as consequências das alíneas a) e b) do ponto 2 do artigo 11 do Código Penal. Pode ter violado os "deveres de vigilância" ou "controlo que lhes incumbem". Porque Paulo Gonçalves agiu "sob a autoridade" da Benfica SAD e, se a saída da Luz pode facilitar a defesa jurídica do Benfica, a verdade é que a Benfica SAD continua a ter um grande problema para resolver, depois de requerer a fase de instrução e o debate instrutório que se lhe vai seguir, no sentido de o juiz decidir se a arguida deve ser submetida, ou não, a julgamento. A Benfica SAD está acusada de um crime de corrupção activa, um crime de oferta ou recebimento indevido de vantagem (com pena acessória prevista em diploma) e 28 crimes de falsidade informática.

Acabou, portanto, o ‘faz-de-conta’. O Benfica levou longe de mais a ideia pretensamente soberana de que Paulo Gonçalves actuava por sua conta e risco. Paulo Gonçalves foi longe de mais mas o Benfica também.

 

Rui Santos, jornal Record

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 16.09.2018 às 14:16

O Rui Santos está enganado. Não se tem passado nada do que ele diz. A Slb-Sad é vítima em todo este processo pois a sua correspondência (inexistente) foi violada por um criminoso terrível, um tal Pinto (não confundir com o papa do Porto) que já deve figurar no top 10 dos mais procurados pelo FBI.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo