Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_770x433$2017_01_22_22_18_15_1212055.jpg

«Espero que o voto dos sportinguistas seja no Sporting e pensando no futuro do Sporting, acima de tudo. O que serão os próximos quatro anos com a actual liderança – e acho que as pessoas já perceberam o que pode ser – e o que serão os próximos quatro anos connosco. É verdade que tenho sido criticado por algumas pessoas que se calhar não gostam tanto, mas há muitas outras que têm manifestado apoio. Vou contar com todos os sportinguistas. Eu noto que há um cada vez maior desgosto com o que está a passar-se no Sporting, um cada vez maior afastamento da linha orientadora desta Direcção e as pessoas estão a virar-se para nós. Estão a conhecer-nos ainda agora…

A Comissão de Honra, de facto, deixa-me extremamente preocupado. Acima de tudo com nomes de pessoas ligadas àquilo que nós, sportinguistas, não gostámos no passado e, refiro-me, em concreto, a José Maria Ricciardi. Uma pessoa que foi identificada pelo actual mandatário de Bruno de Carvalho como sendo o rosto, digamos assim, do projecto Roquette e que foi a pessoa que foi escolhendo presidentes, até treinadores e jogadores, sendo que o sistema está agora completamente instalado, mais uma vez, à volta de Bruno de Carvalho.
 
Ainda estamos todos à espera de saber quem foi o tal investidor dos 18 milhões que entrou recentemente no Sporting. Há aqui uma grande falta de transparência.
 
Quero um treinador ganhador, que saiba lidar com os jovens. Tinha a expectativa que, com Jorge Jesus bem enquadrado, poderíamos trabalhar juntos, mas ainda este fim de semana vimos mais uma vez que seria extremamente complicado. Queremos uma liderança pedagógica e não egocêntrica. É preciso limpar a cabeça destes jogadores e voltar a motivá-los.
 
Temos uma lista de três treinadores - um português, um europeu e outro argentino - mas só falarei disso quando estiver tudo fechado.
 
Sou a antítese de Bruno de Carvalho. Sou um líder que trabalha em equipa e que acredita na qualidade das pessoas que me rodeiam. Quero uma equipa a jogar à Sporting, raçuda e com uma simbiose perfeita entre jovens e jogadores com maturidade e qualidade inquestionável, para se poder voltar a conquistar o campeonato. O clube precisa de estar bem representado nos órgãos de decisão do futebol nacional, em vez de passar o tempo a queixar-se deste e daquele».
 
O candidato Pedro Madeira Rodrigues em entrevista à Antena 1. A pergunta do título do post é minha, dado que não tinha conhecimento do acima referido recém-investidor dos 18 milhões.
 

publicado às 09:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


60 comentários

Sem imagem de perfil

De PSG a 07.02.2017 às 11:37

Uma Sociedade Anónima, não é anónima, logo enquanto investidor é conhecida, tem esta designação pela simple razão de que os seus acionistas são potencialmente desconhecidos porque podem ser na ordem dos milhares, naturalmente se estivermos a falar em apenas 2 ou 3 acabam por nem anónimos ser.
Sem imagem de perfil

De Diogo a 07.02.2017 às 12:11

Caro PSG,

Na realidade, uma sociedade anónima é uma sociedade anónima. A identidade dos acionistas é conhecida pela própria SAD (pela emissão dos respetivos títulos) e pela Mesa da Assembleia-Geral, que deverá fazer a Lista de Presenças da AG e conferir a legitimidade dos acionistas presentes.

Por regra, estando presente (porque pode não estar), aí é possível para os demais acionistas da SAD tomar conhecimento, por via do dito representante, da identidade do acionista.

Mas a informação sobre quem é acionista nunca é pública.

Em contraponto, uma sociedade por quotas pode ter 100.000 sócios, mas todos são obrigatoriamente de conhecimento público (por via do Registo Comercial).

SL
Sem imagem de perfil

De PSG a 07.02.2017 às 15:22

Atenção que SAD e SA não é bem a mesma coisa.
Sem imagem de perfil

De Diogo a 07.02.2017 às 16:29

A natureza jurídica de uma SAD ou de uma SA é rigorosamente a mesma.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo