Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quem tem Bruno Fernandes

Rui Gomes, em 11.02.19

 

hqdefault_live.jpg

 

Reconhece-se que não é fácil jogar futebol no recinto de Santa Maria da Feira e ainda mais difícil perante um adversário excessivamente agressivo e faltoso - seis cartões amarelos no jogo, mas ainda ficaram alguns mais por mostrar -, mas o Sporting tem de arranjar mais e melhores argumentos para ultrapassar equipas deste nível e, em simultâneo, evitar o futebol medíocre a que assistimos, nomeadamente nos primeiros 45 minutos.

 

O Sporting alinhou de início com Renan; Ristovski, Coates, Ilori e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Diaby, Acuña e Bas Dost.

 

Suplentes: Salin, Abdu Conté, Bruno Gaspar, Doumbia, Francisco Geraldes, Raphinha e Luiz Phellype.

 

img_770x443$2019_02_10_08_54_26_1503720.jpg

 

Confrontado com a óbvia necessidade de uma maior rotatitividade do plantel, esperava que Marcel Keizer efectuasse uma ou duas alterações, mas salvo dar continuidade à titularidade de Borja, nada mudou. Diaby no 'onze' no lugar de Raphinha, apenas isso.

 

No entanto, no segundo período, e com os três pontos praticamente garantidos, Bruno Fernandes, Wendel e por fim Diaby, tiveram a oportunidade de descansar um pouco as pernas que já tinham pedalado uns bons quilómetros na partida. Neste processo, viu-se Francisco Geraldes regressar ao relvado de "leão ao peito", após um longa ausência.

 

A defesa leonina sente imenso a falta de Mathieu. O experiente central francês é quase tão importante como o uruguaio Sebastián Coates, e Tiago Ilori, sem ser desastroso, ainda não convence. Borja não deslumbra, mas registou mais uma exibição com nota positiva. Do outro lado, Ristovski, faz-nos esquecer Bruno Gaspar.

 

download (1).jpg

 

Bas Dost não marcou nesta partida, mas trabalhou muito e invariavelmente bem, até no sector defensivo. Foi marcado impediosamente e frequentemente em falta pelo adversário, mas faltou maior verticalidade no que à baliza do Feirense diz respeito.

 

Deixando o melhor para o fim, acredito mesmo que quem tem um jogador excepcional como Bruno Fernandes na equipa tem quase tudo. O melhor leão no relvado, com a sua usual carga pesada de trabalho e dois golos de encher os olhos, os seus nono e décimo da Liga NOS e o vigésimo da época. Sublinha a minha opinião que estamos perante o melhor jogador do campeonato português.

 

O Sporting foi mais uma vez socorrido pelo VAR, no golo anulado ao Feirense. Confesso que fiquei com algumas dúvidas sobre o mérito da decisão, mas uma coisa é certa; mesmo havendo alguma interferência em Renan, ele tem de ser muito mais agressivo na bola em cruzamentos e pontapés de canto. Curioso, este guarda-redes brasileiro; tem a capacidade de cometer erros grosseiros e fazer defesas espectaculares no mesmo jogo.

 

download.jpg

 

Ainda falando da arbitragem, se há alguma causa para debater o referido golo, também há para o segundo cartão amarelo que Manuel Mota perdoou a Vítor Bruno, aos 30', por uma entrada duríssima sobre Bas Dost. Isto, e mais dois ou três cartões amarelos que ficaram por mostrar.

 

Com este resultado, o Sporting não se aproximou do SC Braga e Benfica, dado que ambos venceram os seus jogos, (ouvi dizer que o clube da Luz ganhou por falta de comparência do Nacional), apenas reduziu a distância para o FC Porto para nove pontos.

 

publicado às 03:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


169 comentários

Sem imagem de perfil

De GreenHill a 11.02.2019 às 19:14

A dúvida do Schmeichel é legítima.

A bola é cabeceada pelo jogador do Feirense, vai ao corpo do Renan, salta no relvado fora da linha de baliza, bate no rabo de outro jogador do Feirense e só assim é que vai para a baliza. Ora este segundo jogador do Feirense está em fora de jogo na altura do cabeceamento, está adiantado à bola e a qualquer jogador do Sporting.

Portanto este lance para mim tem duas irregularidades:
1.ª O jogador do feirense estorva na pequena área a acção do GR. Tanto assim é que o Renan até lhe dá um empurrão para tentar chegar à bola. As regras dizem que o Gr não pode ser estorvado na sua acção.
2.ª A questão do fora de jogo. É o rabo do jogador em fora de jogo que coloca a bola dentro da baliza.

Por isso, sim, o VAR chamou o árbitro e bem para analisar o lance que é duvidoso, sem dúvida, mas que parece mais ilegal do que legal e portanto bem invalidado. Já não consigo compreender a falta sem cartão sobre Bruno Fernandes (Ilori por muito menos levou amarelo na luz) e a falta sobre o Bas Dost na área assinalada ao contrário. É verdade que o Dost acaba a cair em cima do Gr e a estorvar a sua assim, mas está a ser completamente placado. Que o árbitro não veja (estava do lado oposto) compreendo, que o VAR não reveja o lance é que não compreendo..


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2019 às 20:01

Qual cabeceamento?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2019 às 20:04

P.S.: Estive mesmo agora a rever o lance pela décima vez e confirmei mais uma vez que não há cabeceamento nenhum, anulando, portanto, a tese do fora de jogo.

Dois jogadores do Feirense saltam e ambos falham a bola.
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 11.02.2019 às 22:08

Há dois pares de jogadores a saltar à bola antes de chegar ao renan. Parece-me que o primeiro toca a bola de raspão e a desvia mas posso ter visto mal.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2019 às 22:17

Desculpe, mas os dois saltam e nenhum toca na bola.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2019 às 22:20

P.S.: Acho que podemos concordar que Renan reagiu muito mal, indiferente do resto.
Sem imagem de perfil

De antonio a 11.02.2019 às 20:44

Não há cabeceamento nenhum. E essa regra da pequena área está muito mal aplicada a este caso.

É por estas e por outras que o áudio do VAR devia ser público, mas transparência é coisa que não se quer.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2019 às 21:36

Um adepto ferrenho do clube da Luz a evocar transparência. A ironia do século!!!
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 11.02.2019 às 22:16

Está mal explicada porque lhe dá jeito? Então fazemos assim, no próximo jogo num canto contra o benfica o adversário decide plantar 4 jogadores à volta do svilar dispostos em quadrado. Marca-se o canto e o svilar quer fazer-se ao lance e não pode porque está entalado entre 4 jogadores. É estorvado ou não?? Admita até que os jogadores adversários nem se mexem fizeram apenas um quadrado e nem se mexeram, mas tb não saíram do sítio e não permitiram que o svilar se pudesse fazer ao lance. E dá golo. É ou não golo? É que se vamos pela justificação que o jogador não se mexe dá azo a no futuro os jogadores trabalharem a melhor forma de impedir o GR de jogar a bola...
Sem imagem de perfil

De antonio a 11.02.2019 às 23:02

A mim não me dá jeito nenhum, mas se o Benfica sofresse um golo exatamente igual eu aceitaria.
Apenas procurava ajudá-lo a compreender por que motivo foi mal anulado. Parece-me um lance facílimo de ajuizar.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo