Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Recordar é viver

Rui Gomes, em 02.05.20

publicado às 13:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 02.05.2020 às 15:55

Recordo-me do Benfica ter ganho os dois jogos ao Sporting, e mesmo assim ficar a 2 pontos. O Benfica perdeu o campeonato em casa com o Setubal
Setúbal que acabou em 3º, salvo erro, depois de liderar durante quase meio campeonato.

Foi mais uma das vezes que o Sporting impediu o Tetra ao Benfica.

Acho que foi nesta época que o Yazalde ganhou a Bota de Ouro, e fez o recorde de golos numa época. E que morreu um jogador do FCP em campo, curiosamente com o Setubal.
Sem imagem de perfil

De RCL a 02.05.2020 às 16:59

Pavão , grande jogador.
Sem imagem de perfil

De António Vieira a 02.05.2020 às 16:15

Eu vi este jogo no Barreiro, e há aqui um pormenor que não posso de deixar de mencionar...É que os soldados da G.N.R. antes do 25 de Abril de 1974 ficavam virados para a assistência e aqui nota-se que estão virados para o campo de jogo...
Sem imagem de perfil

De Perry a 02.05.2020 às 17:19

Eu vi este jogo ao vivo, tinha 15 anos, estava com o meu falecido pai e um grupo de amigos, no fim do jogo, houve invasão de campo e eu fiquei com um bocadinho da camisola do Dé do tamanho de uma palma da mão, pois as camisolas foram rasgadas em mil pedaços. Dé por curiosidade só jogou duas épocas no clube, mas era um jogador fenomenal, foi uma pena João Rocha, não ter dinheiro para segurar os melhores jogadores, pois alguns se foram embora. Dé teria feito história no Sporting e no futebol português, por curiosidade penso que ainda não se falou aqui dele
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.05.2020 às 17:28

Está em linha para sair amanhã.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 02.05.2020 às 21:33

Dé não foi uma questão de dinheiro mas sim de amor , não conseguiu estar muito tempo sem a sua amada e fugiu para o Brasil e ja não mais voltou , eram outros tempos em que as fugas ainda eram possíveis.

Dé era um craque dos pes a cabeça com todo o ADN do futebol brasileiro desse tempo , era um jogador de seleção.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo