Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

19854510_c5T8r.jpg

 

* Negócio de João Mário estará prestes a ruir, o que não será necessariamente mau, se o jogador não permanecer contrariado em Alvalade, ou se esta sua permanência se revelar fundamental à conquista de títulos.

 

Março de 2015, Estados Unidos

 

A General Electric encontrava-se novamente perante o abismo, após a grande crise de 2008. O outrora poderoso grupo (que chegou a ter uma cotação de 280 Biliões de Dólares em Bolsa) avaliava-se neste momento pouco mais de 30 Biliões de USD, fruto de uma desastrosa política financeira de sobrevalorização de activos sobre os quais não detinha suporte (cash flow) suficiente para os manter. Na ocasião, uma das maiores Holdings gestoras de participações norte-americana – a JP Morgan – procurava desbloquear um cativo patrimonial de 33 Biliões de USD à GE (que detinha património imobiliário um pouco por todo o mundo avaliado em cerca de 10 de Biliões de USD). Sem sucesso.

 

Para ultrapassar o impasse, eis que surge então um novo grupo de Private Equity, que com uma “pequena” equipa de 98 gestores, 4 semanas de trabalho e um Leverage Buyout (quando se adquire a participação pela compra de dívida), delibera a cisão total dos “activos tóxicos” da GE, possibilitando o grupo industrial concentrar-se exclusivamente na sua recuperação financeira. O resultado? Aumento de 11% em Bolsa com o fecho de ano a alcançar 17,3 Biliões em lucro (contra 27 Biliões negativos do ano anterior).

 

"This type of business provides us with deep insight into the market, letting it put more capital to work.”

Uma fonte da GE, ao Wall Street Journal

 

Agosto de 2015, Lisboa

 

Proveniente de Inglaterra, chega a Alvalade uma proposta de aquisição do passe de Carrillo por valores a rondar os 50% do montante descrito pela cláusula compensatória desportiva entre o atleta e o clube. O Sporting rejeita a proposta, considerando a aposta no jogador fundamental às suas aspirações imediatas – eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. A equipa inglesa e o atleta são porém informados que a partir o 26 de Agosto – após o jogo da segunda mão com a equipa de Moscovo, haverá abertura a diálogo. O Sporting tinha eliminado recentemente SL Benfica no jogo a contar para a Supertaça, e todas as expectativas estavam elevadas para uma época de sucesso desportivo e financeiro.

 

O primeiro jogo com o CSKA corre de feição. Carrillo tem uma das melhores exibições, estando presente nos dois golos do Sporting. A astúcia de Bruno de Carvalho no adiar do negócio estava “alinhada com as estrelas”. Dias mais tarde, perante a nossa eliminação, chega-nos uma segunda proposta por valores bem mais baixos dos que apresentados anteriormente. O Sporting rejeita a proposta, oferece um novo contrato ao jogador (elevando para o dobro a cláusula de rescisão) oferecendo metade do vencimento líquido descrito na proposta do clube inglês. O resultado? A história que todos conhecemos.

 

“If it's good only appears the proposal of Leicester, that colossus of world football? When I was young I also believed in Santa Claus, but then I stopped believing."

Bruno de Carvalho, 2015

 

Uma reflexão

 

Deverá imperar alguma ponderação nesta política de sobrevalorização de activos e posição negocial de “off-business” a que a que se está a sujeitar o Sporting, afim de evitar graves riscos a médio/longo prazo pelo inflacionamento do impacto salarial. Entre o Sporting não querer vender ou os clubes não quererem comprar ao Sporting, poderá existir uma falta de razoabilidade que iniba o aparecimento de mais propostas por um jogador nosso, partindo do princípio que as maiores verbas a circular nesta industria são efectivamente as transacções entre clubes. Esta posição do Clube poderia ter feito bastante sentido há alguns anos atrás, quando emergiam os Fundos ou se contratavam “Hulk’s” por 60 Milhões. Hoje, devemos considerar a criação de relações entre clubes e Cash-Flow imediato como uma solução para os próximos 10 anos, afim de se garantir estabilidade desportiva no clube (e financeira obviamente), que a falta de soluções de receitas próprias não nos permite manter. Não se trata do Sporting ter de aceitar qualquer proposta que nos ofereçam por um activo, mas do facto de estarmos a negociar com apenas um clube que na realidade não tem capacidades financeiras para alcançar o que o Sporting pretende.

 

Outra face deste modelo de gestão é a observável dificuldade em valorizar jogadores de segunda linha para o mercado primário – à excepção dos campeões europeus – algo em que o nosso treinador terá sido bem sucedido no passado. Poderão Gelson, Matheus e Semedo valorizar tanto quanto João Mário ou William, por exemplo? Dois caminhos nos podem assistir: a opção entre esta política de marchand de obras de arte, ou o aproveitamento reconhecido das aptidões de Jorge Jesus em formar, valorizar, ganhar e vender.

 

publicado às 13:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


50 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 23.08.2016 às 14:37

Caro Drake,

Você deu o exemplo da GE, mas essa situação tem de ser comparada ao Verão de 2013, altura em que BdC fez o acordo de reestruturação financeira..... portanto está feito!

Segundo ponto, fala da questão Carrillo como se o facto de BdC ter adiado a venda do jogador, esse facto ilibasse o jogador e empresário da falta de hombridade em todo este processo.... ou o Drake está a insinuar que um jogador que assina pelo benfica como o Carrillo assinou, é um atleta que respeitou a instituição Sporting Clube de Portugal? não confundamos as coisas.... os interesses para o Carrillo ir para o benfica são muito claros e muito bem definidos!

Em relação à forma de negociação dos nossos activos, admito e concordo que por vezes BdC estica a corda, levando as negociações a posições de extremas, mas é exactamente neste ponto que eu considero ser a mais valia de BdC.... é por ele ser assim, intransigente, que todos os jogadores do nosso plantel têm clausulas elevadas; que vendemos o Bruma e o Ilori por valores consideráveis; que assinámos um contrato fabuloso com a NOS; etc, etc. É precisamente este traço na personalidade de BdC (que tem igualmente o efeito contrário) é o grande obreiro na recuperação desportiva do Sporting... porque não ser intransigente a negociar leva à apatia e à desconsideração que todos os agentes desportivos sempre tiveram pelo Sporting.... era basicamente o clube dos coitadinhos!
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 16:15

Temos de entender que quando se sujeitou o jogador Carrillo – entre outros – à tal devassa da vida privada que aconteceu ainda em período de Godinho Lopes, ou quando se lhe prometeu algo que mais tarde se resolveu não cumprir, é legítimo então entender que algo poderá realmente correr mal. Consigo seria diferente?

Temos obviamente posições diferentes sobre este assunto. "Este traço de personalidade" que você verifica, foi o mesmo traço de personalidade que faliu o grupo GE.

Provavelmente foi o mesmo traço de personalidade que faliu todas as empresas de Bruno de Carvalho.

Mas você continua a acreditar...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 23.08.2016 às 16:38

Drake,

O plano de reestruturação da GE foi muito semelhante ao Sporting.... passou por reduzir custos e despedir pessoal .... portanto BdC tomou actos de gestão semelhantes à GE... veja lá, a vergonha!!!

Quanto ao Carrillo, eu não tenho que me comparar a um jogador de futebol que ganha Milhões por ano.... eu pelo contrário, gasto centenas de euros todos os anos com o Sporting!
O que eu tenho de questionar é o seguinte: que consideração tenho eu de ter perante um jogador que esteve a ser formado pelo nosso clube durante anos (já que quando chegou mal sabia fazer um passe), e que devido a vinganças de empresários/fundos a uma mudança de paradigma no futebol português, se associa a essa luta contra BdC? o que é que o Carrillo ganhou com esta história toda?

Sinceramente o Carrillo foi o mais sacrificado, porque ficou 1 ano sem competir, deixou de ser convocado para a Selecção e falhou a Copa América, e agora tem de recuperar toda a confiança e ritmo perdido.... mas o empresário é que ganhou com isto tudo! Mas não falem, nem escrevam sobre quem ganhou muito com esta história toda, que pode ser que apareça outro Zé Turbo desta vida...

Isto é apenas as represálias do dito "sistema", à entrada em cena de BdC no paradigma do controlo do poder do futebol português.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 16:55

Schmeichel, a GE não foi reestruturada, mas sim comprada parte de grupo pela Blackstone: venderam-se os activos não-possíveis de manter. Se quer comparar com o caso do Sporting, terá de entender que no nosso Clube aconteceu exactamente o inverso – o Sporting continua a não realizar verbas para sustentar as suas despesas mas mantêm todos os activos intactos no plantel. Basicamente no nosso caso o "agente de execução" é que está a pagar os ordenados aos nossos jogadores...

Os traços de personalidade deste Presidente já faliram outras empresas. Duvido que o "agente de execução" – colocados pela Banca – alguma vez tenha permitido a Bruno de Carvalho negociar sozinho o que quer que fosse.

É que no mínimo já conta com duas falências no curriculum vitae...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 23.08.2016 às 17:22

Nunca é correcto comparar directamente um clube de futebol a uma empresa, os objectivos de cada uma são distintos.... o objectivo primário de um clube não pode ser apenas o lucro, ao contrário das empresas!
Mais uma nota.... você chama reestruturação na GE, mas o que foi feito foi apenas despedir milhares de pessoas!

Quando você diz que "...o Sporting continua a não realizar verbas para sustentar as suas despesas mas mantêm todos os activos intactos no plantel."
Isto não é verdade.... pois não foi isso que foi feito em 2013, na altura vendemos vários jogadores!
A situação actual do Sporting não é de falência, logo não tem de vender ao desbarato.... aliás veremos se o meu feeling não terá razão... João Mário vai ser oficializada a venda no dia seguinte ao jogo com o porto! Veremos...
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 18:55

Schmeichel,

O Sporting é hoje uma SAD cotada em bolsa, algo que deveria ser considerado um motivo de orgulho por todo o sportinguista, pois foi um clube pioneiro em Portugal nesse âmbito. Por muito que se procure esconder tal facto, foi o modelo que permitiu a profissionalização e que favoreceu os dois campeonatos ganhos após o longo jejum.

Sendo que se trata de uma SAD e não de uma mera colectividade desportiva, o Sporting tem de ser avaliado e conduzido como uma empresa. Se não considerarmos o lucro tão importante como o vencer, um dia só existirá prejuízo e perder. Em Março de 2016 os Capitais Próprios do Sporting são de 10 Milhões de Euros negativos, não esquecer...

- se o objectivo de um clube não é o lucro, tal pressupõe que seja normal/indiferente os clubes darem prejuízo?

- se o Sporting não está em falência, porque tinha em Março um Capital Próprio de 10 Milhões negativos?

De facto o seu feeling sobre João Mário poderá até vir a ser uma realidade, tal como é visível que o Sporting não está a vender ao desbarato. Na realidade, negócios são uma coisa rara em Alvalade nestes dias, à exceção daqueles que nos batem à porta (NOS e empréstimos esforçados de excedentários).
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 23.08.2016 às 19:46

Drake,

Tema muito interessante! Esclareço a minha posição:

1- defendo que o Sporting seja uma SAD, porque atraiu investimento privado, apesar de notar que os 2 maiores clubes do mundo não são SAD, o Real Madrid e o Barcelona.

2- o objectivo primário da SAD do Sporting, de um pais ou de uma qualquer instituição social não é o lucro, mas sim a sustentabilidade financeira.... situação bem diferente do objectivo prioritário de uma qualquer empresa que é o lucro. Em termos comparativos, nenhuma empresa estaria no activo com 300M de divida e facturar cerca de 1/6 desse valor, logo respondendo à sua questão, todos os clubes portugueses estão falidos.... uns mais, outros menos!

3- quando digo que o objectivo primário não é o lucro, isso não significa que não seja um dos objectivos.... porque quanto maior o lucro, melhores serão as condições de sustentabilidade financeira, logo mais próximo de investimentos na equipa e de títulos. Agora importa distinguir a busca do lucro como objectivo principal, que não é o que move os principais investidores no Sporting, já que esses são os sócios e adeptos do Sporting Clube de Portugal.... no fundo quem consome a marca Sporting, e sem eles a SAD Sporting não vale nada!
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 20:13

Schmeichel, poderíamos incluir nesta interessante discussão clubes como o Manchester United (detido por capital privado) que ultrapassa mesmo as receitas comerciais do Real Madrid, ou mesmo o Bayern Munique (detido pelos sócios), cujo acordo com a Allianz permitiu um adiantamento de 15 anos no que respeita ao pagamento do próprio estádio.

Aceito quando coloca o objectivo financeiro dos clubes no patamar da sustentabilidade e não do lucro. Porém podemos observar que essa era a mesma posição de há 30 anos atrás, antes de surgirem os primeiros indícios que este desporto se tornaria uma industria global.

Tenho uma posição liberal sobre o Sporting que reconheço poder ser sujeita a algum desacordo alheio: promovo uma maior rotatividade financeira, maior fluxo de entradas e saídas, assim como o abandono de conservadorismo económico. Observar os activos de modo racional, sem emotivizar a permanência dos mesmos como símbolos de um clube. Utilizar a formação como o maior método de financiamento, procurando desenvolver sinergias comerciais para levar (e elevar) o Sporting além fronteiras. Se dependesse de mim, o Sporting competia numa Premier League europeia – se assim os destinos do futebol fossem traçados.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 14:51

Falta a parte que o Sporting NÃO recusou a proposta do Leicester.

Custa muito, quando se escreve sobre o clube, falar de factos e não inverdades?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 14:55

Quer dizer com isso, então, que o Sporting aceitou a oferta do Leicester ?

Tem provas, à parte de rumores noticiosos ?
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 15:10

As declarações do presidente, via tv, não desmentidas pelo empresário, não chegam?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 15:16

Quais declarações ?
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 15:26

Declarações e comunicado oficial do clube.

Está tudo à distância de um clique.


“Nesta altura, o agente do jogador apresenta uma proposta que reúne a condição atrás expressa e que viabiliza a transferência do jogador para um clube inglês e a Sporting SAD aceita-a”, refere o Sporting, acrescentando que “o negócio foi abortado devido ao facto de que é o próprio jogador que, paradoxalmente, afirma recusar a oferta que o seu próprio agente lhe apresentara”.


Este é o link da notícia:

https://www.publico.pt/desporto/noticia/sporting-suspende-andre-carrillo-e-abre-processo-disciplinar-1709975

Onde se transcreve parte do comunicado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 15:35

Esse famoso comunicado para justificar a suspensão !...

Quando um acredita no que desejar, mas é claro BcD entra em contradição face às declarações na TV, nomeadamente na que já citei do programa Prolongamento.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 15:51

Não contradiz nada. Pelo contrário. Aliás, esta questão já foi discutida neste blog:

http://camaroteleonino.blogs.sapo.pt/football-leaks-revela-acordo-sobre-1674967

Mas registo que a posição oficial do Sporting e declarações do seu presidente carecem de prova, ao contrário de extrapolações subjetivas que omitem a tal posição do clube.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 16:09

Não atire areia para os olhos que é perder tempo, o seu, e especialmente o meu.

Não estou aqui para defender Carrillo, mas uma coisa é certa; o caso no seu todo é uma ambiguidade clássica.

Mas, como sempre, para alguns, BdC é um negociador impecável e foi essa a sua postura com Carrillo desde o primeiro dia !?!

Ficamos assim.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 17:11

Viu-me dizer que BdC é ou não um negociador impecável? Não.

Referi a posição oficial do clube NÃO desmentida pelo empresário, numa operação que custou 10M ao Benfica e 4M em salários.

E que, já agora, vai mostrando na Luz o seu profissionalismo e comprometimento colectivo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 18:39

Portanto, uma vez que o empresário não desmentiu corresponde à verdade. Vou tomar nota disto para futura referência.

Mas quem é que está preocupado com o actual estado do Carrillo ?... Mas digo-lhe uma coisa - e é-me cem por cento indiferente se concorda ou não - mesmo nas circunstâncias conhecidas, se ele tivesse sido utilizado até ao final da época, a jogar ao nível que ele estava então, teríamos sido campeões. Esta é a minha absoluta convicção !!!

Teria saído a custo zero na mesma, mas o título era nosso. Aprendi por experiência própria há muitos anos que ao tomar medidas contra um jogador, nunca se deve fazer o que acabará por punir a nós próprios.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 19:26

Não. Tomo um comunicado oficial do clube e afirmações do presidente do Sporting como verdadeiras. São essas as referências futuras com que ficar.

O Sporting não sei se fez ou não tudo para manter Carrillo. Sei que acabou por lhe oferecer condições astronómicas que certamente o jogador não fez por merecer ao longo dos 4 anos do clube.

Sei também que fui um dos poucos, quando era assobiado por metade do estádio e a generalidade dos adeptos o queria correr a pontapé, a defender as suas potencialidades e não fiz dele um super craque apenas a partir do momento que se soube que iria sair, como muitos fizeram.

Obviamente que fez falta. Mas também sei que JM ocupou a sua posição e provavelmente vai sair por valores que irão pulverizar a maior venda de sempre do clube.
Sem imagem de perfil

De Guilherme Rosado a 24.08.2016 às 07:40

Rui desculpe-me, mas acredita realmente que o Sporting teria sido campeão com Carrillo? É também acredita que em janeiro, com contrato assinado com o Benfica, continuaria a jogar no Sporting? Absurdo, não seria possível, os sócios e adeptos não permitiriam. SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.08.2016 às 11:14

Meu caro,

Carrillo não assinou nada com o Benfica em Janeiro. Quanto muito tinha um pré-acordo.

O Sporting perdeu o título por dois pontos. Acredito que ele a jogar ao nível que estava valeria esses dois pontos. O atleta, não obstante as circunstâncias, tinha todo o interesse em mostrar o seu melhor.

Os sócios e adeptos não têm palavras nestas questões e, na realidade, só querem ver resultados.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 16:32

Lion73, quem não aceitou a proposta foi o Sporting. Não faz sentido nenhum o agente trazer uma proposta ao clube – com o conhecimento do atleta – para que o próprio jogador a rejeite mais tarde.

Por outro lado, previno-lhe que de futuro pondere as suas palavras no que toca a comentários seus nos textos que escrevo, afim de não assistir a uma total edição dos mesmos. Guarde os seus links e recortes de jornais para outras conversas que não os textos que escrevo, assim como a constante utilização da expressão "inverdades", numa tentativa clara (e mal sucedida) de descredibilizar os autores deste Blog.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 23.08.2016 às 16:42

Não é verdade que o Sporting tenha recusado o Leicester. Ponto.

Que não faz sentido o que o empresário fez, já o tinha dito o Sporting.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 15:22

Que eu saiba, esta foi a única declaração de BdC na TV sobre a proposta do Leicester, que, aliás, é referida no post:

"A proposta do Leiscester foi a única que me deixaram ter. Os agentes e fundos conseguem parar propostas. O Carrillo é bom ou não ? Se é bom só aparece a proposta do Leiscester, esse colosso do futebol mundial ? Confirmo (os 12 milhões). Só após os clubes acordarem entre si, é que o clube comprador pode falar com o jogador. A proposta vem do agente e é claro que ele não falou com o jogador. Eu quando era miúdo acreditava no Pai Natal mas deixei de acreditar."

A inferência clara é que o Sporting não aceitou a proposta do Leicester. Se tiver provas em contrário, convido-o a apresentá-las.
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 23.08.2016 às 18:01

Foi diversas vezes referido que o Sporting aceitou a proposta do Leicester e que o jogador a recusou.

Agora parece que temos que dar por verdade uma versão dos factos nunca contada pelos seus intervenientes e por falsa uma verdade afirmada pelos intervenientes e nunca desmentida.

E esta, hein?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 18:41

Leu os outros comentários ou estava a dormir ?... É que vem com os mesmos argumentos que estão aqui a serem debatidos há horas !
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 19:02

Diogo, é graças à política de silêncio que o SLB remeteu o jogador Carrillo no que respeita ao tema "Sporting", que apenas uma das versões se mantém pública.

Tal como não fará sentido para mim usufruir do Camarote para prejudicar o meu próprio Clube, usando "inverdades" nos meus argumentos...
Sem imagem de perfil

De HY a 23.08.2016 às 14:55

Não sei se o negócio do JM está prestes a ruir. Sei que a imprensa italiana hoje dizia que o Inter deve vender o Jovtevic ou o outro jogador cujo nome não retive para ter dinheiro disponível para comprar o JM. O presidente do Iunter falava também da necessidade de cumprir o fair-play financeiro. Dois aspectos sobre os quais o Sporting tem pouco influência....
Sem imagem de perfil

De Eulevezinho a 23.08.2016 às 15:07

Neste negócio, não vejo responsabilidade do Sporting. Pediu e "vendeu". O Clube comprador é que não poderá avançar devido a outras questões. Se a venda não for concluída, vejo motivo para o jogador ficar aborrecido pessoalmente mas ao ficar no Sporting deve continuar a dar tudo.

Sobre o Leicester, na altura creio ter lido um comunicado em que o Sporting afirma ter aceite a proposta. Mas não posso dar 100% de certeza.

SL
Sem imagem de perfil

De J. a 23.08.2016 às 15:46

Tenho a impressão de que o destino do Carrillo ficou traçado quando fomos buscar JJ ao Benfica.
LFV não iria deixar passar esta afronta e iria tentar responder da mesma moeda. Até Janeiro foram apenas tácticas para ir passando tempo com o final que todos conhecemos.
Nem Carrillo iria renovar, nem iria sair para qualquer outro clube dando dinheiro ao Sporting....veremos como lhe sairá a jogada!

Depois, acho que o negócio João Mário ficou tremido depois da UEFA ter-se pronunciado sobre que mesmo nos moldes de empréstimo com compra obrigatória, o Inter ficaria na mesma em risco de não cumprir o Fair Play Financeiro.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 16:12

A UEFA ainda nunca se pronunciou sobre o caso. Foi noticiado que poderia intervir em relação à questão do fair-play financeiro, mas que eu tenha conhecimento não existe qualquer tomada de posição oficial do organismo.
Sem imagem de perfil

De J. a 23.08.2016 às 16:25

Foi falado nao só no caso do Joao Mário como até de outros jogadores...Gabigol acho eu.
Situação até referida pelo próprio director desportivo Javier Zanetti:
"http://www.tsf.pt/desporto/interior/esta-dificil-fair-play-financeiro-pode-travar-ida-de-joao-mario-para-o-inter-5349958.html"


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 16:31

Já se publicou um post aqui sobre as declarações de Zanetti, que não é a UEFA, nem o TSF pode citar o organismo directamente porque este não se pronunciou.

E... para que fique bem informado, a discussão em torno da possível intervenção da UEFA centra-se no cenário do suposto empréstimo por 10 milhões que o organismo poderá interpretar como uma habilidade para contornar a questão do fair-play financeiro.
Sem imagem de perfil

De MG a 23.08.2016 às 17:41

A UEFA deu a entender que fazer aquilo que o Inter se propõe fazer, empréstimo por uma soma avultada e posterior compra obrigatória, é uma forma de contornar o FPF, pelo que se reserva o direito de a considerar para o FPF, independentemente da forma de pagamento.

Ver:
http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2016/08/19/uefa-pode-impedir-o-emprestimo-de-joao-mario

http://www.zerozero.pt/news.php?id=179583

http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/uefa-avisa-inter-emprestimo-de-joao-mario-nao-serve-para-contornar-fair-play-financeiro.html
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 18:33

Agradeço que não apresente links de sites e jornais. A fazer isso, devia ter dado o da própria UEFA a indicar o que as notícias inferem mas não confirmam.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 23.08.2016 às 16:57

Drake Wilson faz neste texto uma reflexão assente em premissas objectivas, com o rigor a que nos habituou. Procurando não trair o seu pensamento, sintetizaria a base da sua análise desta forma simplificada: Não se pode querer transformar prata em ouro. Mais tarde ou mais cedo perde-se o valor da própria prata. Os exemplos que dá são claros, assertivos e indesmentíveis.
O esticar da corda, até ao absurdo, deu que no que deu, no caso Carrilho. O Sporting não recebeu um tostão e teve durante uma época um activo, inactivo. Se o valor da potencial transferência eram x milhões, foram esses que subtraiu aos cofres do clube a que preside. E não perceber que o valor de mercado do atleta atingiu o máximo, tendo em consideração a oferta do comprador, é deitar fora o menino com a água do banho. E extrapolando um pouco a essência da análise de DW, considero que, para quem foi tão lesto a disparar contra os seus antecessores, como maus negociadores, e cujos actos foram lesivos para as finanças do clube, não está nada mal.
Não sabemos como terminará a venda de João Mário. Até pode ser que se consiga uma saída airosa. Oxalá, para bem do Sporting. Mas se assim não for e o negócio não se concretizar, é pertinente perguntar a quem atribuir a responsabilidade. Um bom negociador é aquele cuja visão do mercado lhe permite saber até onde pode ir, de acordo com as suas leis, e decidir no momento certo. Como diz o ditado "o mesmo cavalo não passa à nossa porta duas vezes. Se não o montarmos talvez não tenhamos a mesma oportunidade".
E para aqueles indefectíveis que incensam todos os actos do Presidente, por mais absurdos que sejam, apetece perguntar: se a venda de activos, fundamental para a estabilidade do clube, não se verificar por teimosia negocial de BdC , este não comete dolo?
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 18:10

Boa tarde estimado Nação Valente.

Acautelando por vezes a profundidade da análise – afim de não se avaliar estas considerações como críticas "baratas" – será necessário todos nós procedermos ao exercício do julgamento pelo conhecimento, pela experiência...

Não podemos desequilibrar a análise do futebol como industria, recolhendo sempre os louros das decisões tão emotivas como comuns que frequentemente estão presentes no Futebol, como paixão.

Dar-se às pessoas aquilo que elas gostam de ouvir não pode por si só ser o suficiente para se avaliar todo um trajeto como positivo. Uma sua expressão que concordo totalmente – "um bom negociador é aquele cuja visão do mercado lhe permite saber até onde pode ir" – define de facto a sensibilidade que será necessária ao gestor para ser bem sucedido.

Tudo isto porque na realidade o objecto do totalitarismo a que assistimos no Clube é a antítese de qualquer modelo eficaz de governação/gestão. Mais a mais, com as manchas no curriculum que são reconhecidas, como terei referido e é do conhecimento público.
Sem imagem de perfil

De HY a 23.08.2016 às 22:16

Caro DW, nota-se nos seus escritos a sua preparação numa certa área ligada à gestão e à economia empresarial, até pela gala que faz em apresentar conceitos nesses domínios (frequentemente em inglês, língua de estudo ou actividade profissional, suponho) e no rigor com que supostamente os utiliza (supostamente, porque sou ignorante na matéria para poder julgar desse rigor). Já noutros domínios me parece menos preciso. Poderia explicar o que entende pelo "objecto do totalitarismo a que assistimos no clube"?
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 23:23

Se substituirmos os termos que utilizou por outras palavras – "gala" por "vaidade" ou "supostamente" por "suspeitosamente" – depreendo que a minha escrita ou posicionamento lhe despertem alguma desconfiança. Estará no seu direito julgar o anonimato do meu nome, tal como o treinador Manuel José fez em relação a José Mourinho quando o qualificou de "Tarzan".

Existe um sentimento a descoberto em todos nós que nos leva por vezes a desconsiderar (por vezes mais do que questionar) quando algo/alguém diferente surge, com novos conceitos ou novas expressões. Confesso-lhe que me esforço por colocar em prática uma linguagem acessível, tal como apenas releio o que escrevo para corrigir erros ortográficos; o meu exclusivo interesse será gerar junto dos Leitores um espaço à opinião sobre os temas que escrevo, estando ao dispor dos mesmos para clarificar termos que sejam mais ou menos familiares. Acredito que tal levará à elevação do conhecimento, aptidão e introspecção de análise, nunca a algum género de presunção da minha parte – o meu contributo é demasiado pequeno perante a dimensão da devoção dos meus colegas no Camarote.

"Objecto de totalitarismo" é exactamente o inverso daquilo que represento no Camarote: sou apenas mais um para contribuir ao serviço da causa Sporting, na medida daquilo que os meus conhecimentos me permitem.
Sem imagem de perfil

De HY a 24.08.2016 às 11:01

Caro DW, qualquer "desconfiança" da minha apenas resultaria da minha ignorância na matéria. Confesso, isso sim, que considero não ser a via da redenção tão simples como os seus escritos por vezes parecem indicar e ter dúvidas sobre até onde nos levaria seguir as suas teses. O mundo do futebol é certamente muito distante do das empresas normais...mas creio que contributos como o seu são altamente positivos.

Já quando entra noutros domínios, movido pela sua evidente animosidade ao nosso actual presidente, creio que a paixão se sobrepõe à racionalidade, o que também é normal. Pessoalmente, reconheço muitos defeitos ao actual presidente, mas tendo a preocupar-me mais com os factos do que com as personalidades. Por isso o questionei sobre em que sentido usa o termo"totalitarismo" aplicado à vida do nosso clube. Nessa matéria, tenho a presunção de ter alguns conhecimentos...e não considero que o povo leonino esteja sob um jugo semelhante ao povo norte-coreano, como por vezes aqui se escreve. Já li muito aqui sobre manobras inqualificáveis do BdC para se eternizar no poder, mas a verdade é que, aplicando os critérios da melhor análise na matéria, quanto a factos, pouco aponta nesse sentido.

Já agora, recordando uma velha discussão: o passado empresarial do homem, que refere várias vezes para justificar o seu cepticismo sobre a sua (dele, BdC) capacidade para gerir bem o clube, é assim tão diferente do de outros dirigentes de clubes cujos resultados (provavelmente, não os métodos) são tão elogiados?
Sem imagem de perfil

De smoker a 23.08.2016 às 18:15

Finalmente!!
Finalmente temos a nação sportinguista a discutir que os seus jogadores se valorizam e qual o seu valor.
Há muito que isto não acontecia. Os jogadores vinham e iam quase sem se darmos conta. Agora já discutimos se o modelo de gestão é o mais adequado a potenciação dos valores que os jogadores podem vir a atingir. Grande passo que já foi dado!! Já se reconhece que no Sporting “Dois caminhos nos podem assistir: a opção entre esta política de marchand de obras de arte, ou o aproveitamento reconhecido das aptidões de Jorge Jesus em formar, valorizar, ganhar e vender”. Caro DW há mais caminhos e estes ainda não serão os melhores, ainda temos o caminho das pedras para percorrer, mas lá chegaremos com este presidente, ou com outro que o siga, porque já nunca mais será possível regressar ao passado que nenhum de nós quer repetido.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 19:09

Mesmo que o seu comentário conduza alguma ironia, é um facto o que refere.

Não deixando por um lado de agradecer naturalmente à comissão formalizada por Sobrinho, Novo Banco e BCP. E com alguma ironia, ao SLB por nos ter entregue Jesus de bandeja.

Duvido que existam mais estrelas no céu.
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 23.08.2016 às 18:46

Meu caro Drake isso é golpe baixo cada vez que se trás o assunto Carrillo ,

quanto mais tempo passa mais confuso fica esse assunto porque com o tempo se vão esquecendo os pormonores, por isso melhor simplificar e nao complicar ,

ninguem empurrou o Carrillo para fora do clube , todos queriam que o Carrillo continuasse no Sporting e quando digo todos comento adeptos em geral do clube, equipa tecnica e Direçao do clube , aproximou-se o timing de renovaçâo do jogador e o Sporting nao pode ir a correr oferecer á primeira fortunas a todos os seus atletas a que pretende que renovem .

Entretanto dá-se o terramoto JJ da saída do Benfica para o Sporting de forma directa o que colocou o clube da Luz em estado de sítio , por vingança montaram uma estratégia de nos ferir tirando-nos o nosso melhor jogador aproveitando a facto de ele ainda nao ter renovado , fizeram bandeira da sua aquisição e atiraram aos olhos do agente do jogador com numeros upa upa avançando de imediato com um bom valor para os seus bolsos calçando o jogador . Apartir daí tudo passou a ser jogo do agente, com o Carrillo bem ensinado de como devería agir com o Sporting para este o manter o mais tempo possível em competividade , mas depressa o Sporting percebeu que estava a ser toureado e arrumou o assunto .

Faltam pormonores á história ? O caro Drake tem conhecimento desses eventuais pormonores que possam completar toda essa novela? Não tem e nao sabe ? Então nao podemos afirmar o que quer que seja e muito menos entrar em acusações.

Na minha opinião Carrillo pode ter arruinado a sua carreira ou no mínimo deu um grande passo atrás, porque estava super lançado nas apostas do JJ que lhe deu destaque na equipa e deixou-se ir na cantiga da ganância do seu agente (que entretanto já recebeu o dele) e agora está ali despejado com o futuro muito incerto e ja começa a perder espaço na paciência dos adeptos do seu novo clube que só o usaram para nos ferir e ao mesmo tempo privarem-nos do seu contributo na equipa numa época que muito provávelmente seríamos campeões com ele.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 19:24

Caro Julius, vou-lhe dizer algumas coisas que sei sobre este assunto:

- No mandato anterior, Carrillo e outros jogadores do Sporting foram sujeitos a uma coação por parte de elementos directivos, sob formato de invasão de privacidade.

- Neste mandato, o "assunto" veio à baila de novo, já com as baterias apontadas exclusivamente a Carrillo.

- Dois dias antes do jogo para a Supertaça, o Sporting recebe a primeira proposta. As negociações sobre a mesma são adiadas para 26/27 de Agosto, após o segundo jogo com o CSKA.

- Dias antes do segundo jogo, algo surge: Jefferson tem uma suposta lesão e não joga a segunda mão, tal como Carrillo que teria feito uma boa exibição, não aparenta estar em campo em Moscovo.

- Após o jogo, surge uma nova proposta por valores mais baixos, o Sporting recusa. Apresenta uma proposta de renovação a Carrillo e este não aceita.

- Jesus acabado de chegar a uma estrutura que se revelava amadora, tenta convencer Carrillo, sem sucesso. Jefferson começa a ser encostado, primeiro por Jonathan e mais tarde pelas contratações de Zeegellar e B.César.
Sem imagem de perfil

De HY a 23.08.2016 às 22:18

Contratar jogadores melhores do que os que estão, ou pelo menos capazes de competir pelo lugar é "encostar" os que já lá estavam? E eu que pensava ser o ideal ninguém ter a certeza de ser titular e ser obrigado a trabalhar sempre mais para garantir esse lugar...
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 22:54

Claramente que não entendeu porque introduzi Jefferson neste assunto.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 23.08.2016 às 22:59

Drake Wilson,

Estou um bocado cansado desta história do Carrillo e após ler 1000000 comentários sobre a mesma, vou eu agora dizer-lhe algumas coisas que sei sobre o assunto:

- Foi feita uma proposta de renovação quando Leonardo Jardim saiu e entrou Marco Silva. Essa proposta foi rejeitada;
- No Janeiro seguinte o SCP voltou a fazer uma nova proposta melhorada, rejeitada também com a desculpa de não ser a altura ideal para falar sobre isso e para voltar a fazer a proposta no final da época;
- Entrou JJ. Fez-se nova proposta ainda melhor que a anterior. O agente e o jogador estiveram 2 meses a engonhar e a não dar resposta;
- Começou o campeonato e Carrillo jogava e mostrava qualidade. Voltou-se a falar da renovação. Entretanto chegou a proposta do Leicester que o SCP ponderou aceitar pois não conseguia que o jogador assinasse a renovação;
- Tentou-se até 31 de Agosto renovar com o jogador e foi sempre rejeitado. Aí perceberam que o jogador estava "calçado" por outro clube e que só estava a fazer o SCP perder tempo;
- Entretanto o jogador e o seu agente já "calçados" pelo SLB (na altura ainda não se sabia que clube era) rejeitaram a proposta do Leicester embora os números fossem atrativos. Mas ir para o SLB era mais prestigiante pois o Leicester era um clube que não estava na champions e que não tinha nome nenhum;
- Em Janeiro passado foi anunciado que ele iria assinar pelo SLB;

Quer acredite ou não, estes são factos.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 23:27

"Reflexão ao posicionamento negocial do Sporting" é o título deste texto, e não "Quem sabe mais sobre Carrillo".
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 23:41

Mike,

O post não é meu nem a tua pergunta me foi dirigida, mas permite-me dizer o seguinte, com o respeito que me mereces:

Pretendes passar a mensagem que tens conhecimento de causa com este resumo que publicaste, mas não tens.

E mais não digo porque não merece a pena. Compreenderás onde pretendo chegar.

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 24.08.2016 às 07:51

Rui,

Podes comentar perfeitamente à vontade o que eu escrevo em qualquer post.
Gostaria então, que me dissesses, quais dos pontos que falei são mentira ou, se quiseres, menos verdadeiros.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo