Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

19854510_c5T8r.jpg

 

* Negócio de João Mário estará prestes a ruir, o que não será necessariamente mau, se o jogador não permanecer contrariado em Alvalade, ou se esta sua permanência se revelar fundamental à conquista de títulos.

 

Março de 2015, Estados Unidos

 

A General Electric encontrava-se novamente perante o abismo, após a grande crise de 2008. O outrora poderoso grupo (que chegou a ter uma cotação de 280 Biliões de Dólares em Bolsa) avaliava-se neste momento pouco mais de 30 Biliões de USD, fruto de uma desastrosa política financeira de sobrevalorização de activos sobre os quais não detinha suporte (cash flow) suficiente para os manter. Na ocasião, uma das maiores Holdings gestoras de participações norte-americana – a JP Morgan – procurava desbloquear um cativo patrimonial de 33 Biliões de USD à GE (que detinha património imobiliário um pouco por todo o mundo avaliado em cerca de 10 de Biliões de USD). Sem sucesso.

 

Para ultrapassar o impasse, eis que surge então um novo grupo de Private Equity, que com uma “pequena” equipa de 98 gestores, 4 semanas de trabalho e um Leverage Buyout (quando se adquire a participação pela compra de dívida), delibera a cisão total dos “activos tóxicos” da GE, possibilitando o grupo industrial concentrar-se exclusivamente na sua recuperação financeira. O resultado? Aumento de 11% em Bolsa com o fecho de ano a alcançar 17,3 Biliões em lucro (contra 27 Biliões negativos do ano anterior).

 

"This type of business provides us with deep insight into the market, letting it put more capital to work.”

Uma fonte da GE, ao Wall Street Journal

 

Agosto de 2015, Lisboa

 

Proveniente de Inglaterra, chega a Alvalade uma proposta de aquisição do passe de Carrillo por valores a rondar os 50% do montante descrito pela cláusula compensatória desportiva entre o atleta e o clube. O Sporting rejeita a proposta, considerando a aposta no jogador fundamental às suas aspirações imediatas – eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. A equipa inglesa e o atleta são porém informados que a partir o 26 de Agosto – após o jogo da segunda mão com a equipa de Moscovo, haverá abertura a diálogo. O Sporting tinha eliminado recentemente SL Benfica no jogo a contar para a Supertaça, e todas as expectativas estavam elevadas para uma época de sucesso desportivo e financeiro.

 

O primeiro jogo com o CSKA corre de feição. Carrillo tem uma das melhores exibições, estando presente nos dois golos do Sporting. A astúcia de Bruno de Carvalho no adiar do negócio estava “alinhada com as estrelas”. Dias mais tarde, perante a nossa eliminação, chega-nos uma segunda proposta por valores bem mais baixos dos que apresentados anteriormente. O Sporting rejeita a proposta, oferece um novo contrato ao jogador (elevando para o dobro a cláusula de rescisão) oferecendo metade do vencimento líquido descrito na proposta do clube inglês. O resultado? A história que todos conhecemos.

 

“If it's good only appears the proposal of Leicester, that colossus of world football? When I was young I also believed in Santa Claus, but then I stopped believing."

Bruno de Carvalho, 2015

 

Uma reflexão

 

Deverá imperar alguma ponderação nesta política de sobrevalorização de activos e posição negocial de “off-business” a que a que se está a sujeitar o Sporting, afim de evitar graves riscos a médio/longo prazo pelo inflacionamento do impacto salarial. Entre o Sporting não querer vender ou os clubes não quererem comprar ao Sporting, poderá existir uma falta de razoabilidade que iniba o aparecimento de mais propostas por um jogador nosso, partindo do princípio que as maiores verbas a circular nesta industria são efectivamente as transacções entre clubes. Esta posição do Clube poderia ter feito bastante sentido há alguns anos atrás, quando emergiam os Fundos ou se contratavam “Hulk’s” por 60 Milhões. Hoje, devemos considerar a criação de relações entre clubes e Cash-Flow imediato como uma solução para os próximos 10 anos, afim de se garantir estabilidade desportiva no clube (e financeira obviamente), que a falta de soluções de receitas próprias não nos permite manter. Não se trata do Sporting ter de aceitar qualquer proposta que nos ofereçam por um activo, mas do facto de estarmos a negociar com apenas um clube que na realidade não tem capacidades financeiras para alcançar o que o Sporting pretende.

 

Outra face deste modelo de gestão é a observável dificuldade em valorizar jogadores de segunda linha para o mercado primário – à excepção dos campeões europeus – algo em que o nosso treinador terá sido bem sucedido no passado. Poderão Gelson, Matheus e Semedo valorizar tanto quanto João Mário ou William, por exemplo? Dois caminhos nos podem assistir: a opção entre esta política de marchand de obras de arte, ou o aproveitamento reconhecido das aptidões de Jorge Jesus em formar, valorizar, ganhar e vender.

 

publicado às 13:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


50 comentários

Sem imagem de perfil

De julius coelho a 23.08.2016 às 18:46

Meu caro Drake isso é golpe baixo cada vez que se trás o assunto Carrillo ,

quanto mais tempo passa mais confuso fica esse assunto porque com o tempo se vão esquecendo os pormonores, por isso melhor simplificar e nao complicar ,

ninguem empurrou o Carrillo para fora do clube , todos queriam que o Carrillo continuasse no Sporting e quando digo todos comento adeptos em geral do clube, equipa tecnica e Direçao do clube , aproximou-se o timing de renovaçâo do jogador e o Sporting nao pode ir a correr oferecer á primeira fortunas a todos os seus atletas a que pretende que renovem .

Entretanto dá-se o terramoto JJ da saída do Benfica para o Sporting de forma directa o que colocou o clube da Luz em estado de sítio , por vingança montaram uma estratégia de nos ferir tirando-nos o nosso melhor jogador aproveitando a facto de ele ainda nao ter renovado , fizeram bandeira da sua aquisição e atiraram aos olhos do agente do jogador com numeros upa upa avançando de imediato com um bom valor para os seus bolsos calçando o jogador . Apartir daí tudo passou a ser jogo do agente, com o Carrillo bem ensinado de como devería agir com o Sporting para este o manter o mais tempo possível em competividade , mas depressa o Sporting percebeu que estava a ser toureado e arrumou o assunto .

Faltam pormonores á história ? O caro Drake tem conhecimento desses eventuais pormonores que possam completar toda essa novela? Não tem e nao sabe ? Então nao podemos afirmar o que quer que seja e muito menos entrar em acusações.

Na minha opinião Carrillo pode ter arruinado a sua carreira ou no mínimo deu um grande passo atrás, porque estava super lançado nas apostas do JJ que lhe deu destaque na equipa e deixou-se ir na cantiga da ganância do seu agente (que entretanto já recebeu o dele) e agora está ali despejado com o futuro muito incerto e ja começa a perder espaço na paciência dos adeptos do seu novo clube que só o usaram para nos ferir e ao mesmo tempo privarem-nos do seu contributo na equipa numa época que muito provávelmente seríamos campeões com ele.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 19:24

Caro Julius, vou-lhe dizer algumas coisas que sei sobre este assunto:

- No mandato anterior, Carrillo e outros jogadores do Sporting foram sujeitos a uma coação por parte de elementos directivos, sob formato de invasão de privacidade.

- Neste mandato, o "assunto" veio à baila de novo, já com as baterias apontadas exclusivamente a Carrillo.

- Dois dias antes do jogo para a Supertaça, o Sporting recebe a primeira proposta. As negociações sobre a mesma são adiadas para 26/27 de Agosto, após o segundo jogo com o CSKA.

- Dias antes do segundo jogo, algo surge: Jefferson tem uma suposta lesão e não joga a segunda mão, tal como Carrillo que teria feito uma boa exibição, não aparenta estar em campo em Moscovo.

- Após o jogo, surge uma nova proposta por valores mais baixos, o Sporting recusa. Apresenta uma proposta de renovação a Carrillo e este não aceita.

- Jesus acabado de chegar a uma estrutura que se revelava amadora, tenta convencer Carrillo, sem sucesso. Jefferson começa a ser encostado, primeiro por Jonathan e mais tarde pelas contratações de Zeegellar e B.César.
Sem imagem de perfil

De HY a 23.08.2016 às 22:18

Contratar jogadores melhores do que os que estão, ou pelo menos capazes de competir pelo lugar é "encostar" os que já lá estavam? E eu que pensava ser o ideal ninguém ter a certeza de ser titular e ser obrigado a trabalhar sempre mais para garantir esse lugar...
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 22:54

Claramente que não entendeu porque introduzi Jefferson neste assunto.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 23.08.2016 às 22:59

Drake Wilson,

Estou um bocado cansado desta história do Carrillo e após ler 1000000 comentários sobre a mesma, vou eu agora dizer-lhe algumas coisas que sei sobre o assunto:

- Foi feita uma proposta de renovação quando Leonardo Jardim saiu e entrou Marco Silva. Essa proposta foi rejeitada;
- No Janeiro seguinte o SCP voltou a fazer uma nova proposta melhorada, rejeitada também com a desculpa de não ser a altura ideal para falar sobre isso e para voltar a fazer a proposta no final da época;
- Entrou JJ. Fez-se nova proposta ainda melhor que a anterior. O agente e o jogador estiveram 2 meses a engonhar e a não dar resposta;
- Começou o campeonato e Carrillo jogava e mostrava qualidade. Voltou-se a falar da renovação. Entretanto chegou a proposta do Leicester que o SCP ponderou aceitar pois não conseguia que o jogador assinasse a renovação;
- Tentou-se até 31 de Agosto renovar com o jogador e foi sempre rejeitado. Aí perceberam que o jogador estava "calçado" por outro clube e que só estava a fazer o SCP perder tempo;
- Entretanto o jogador e o seu agente já "calçados" pelo SLB (na altura ainda não se sabia que clube era) rejeitaram a proposta do Leicester embora os números fossem atrativos. Mas ir para o SLB era mais prestigiante pois o Leicester era um clube que não estava na champions e que não tinha nome nenhum;
- Em Janeiro passado foi anunciado que ele iria assinar pelo SLB;

Quer acredite ou não, estes são factos.
Imagem de perfil

De Drake Wilson a 23.08.2016 às 23:27

"Reflexão ao posicionamento negocial do Sporting" é o título deste texto, e não "Quem sabe mais sobre Carrillo".
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2016 às 23:41

Mike,

O post não é meu nem a tua pergunta me foi dirigida, mas permite-me dizer o seguinte, com o respeito que me mereces:

Pretendes passar a mensagem que tens conhecimento de causa com este resumo que publicaste, mas não tens.

E mais não digo porque não merece a pena. Compreenderás onde pretendo chegar.

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 24.08.2016 às 07:51

Rui,

Podes comentar perfeitamente à vontade o que eu escrevo em qualquer post.
Gostaria então, que me dissesses, quais dos pontos que falei são mentira ou, se quiseres, menos verdadeiros.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo