Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

Rui Gomes, em 02.10.18

 

img_920x518$2018_10_01_19_32_10_1455186.jpg

 

Wendel regressou aos treinos esta segunda-feira, tendo trabalhado sem limitações, numa sessão que contou com alguns jogadores da equipa de sub-23.

 

Wendel actuou pela última vez frente ao Marítimo, no jogo da primeira jornada da Allianz Cup, disputado em 16 de Setembro, após o qual ficou afastado dos relvados devido a lesão muscular.

 

O médio brasileiro chegou ao Sporting em Janeiro de 2018, contratado ao Fluminense, a um custo de 7,5 milhões de euros, aos quais acrescem 1,2 em comissões, sendo que o clube brasileiro ficou com 10% de uma futura mais valia.

 

Na época passada, ainda sob o leme de Jorge Jesus, participou em 4 jogos, apenas um como titular, acumulando 114 minutos de jogo (média de 28,5 minutos por jogo). Na época em curso, regista 19 minutos de utilização no acima referido jogo da Taça da Liga.

 

Confesso que ainda não tenho uma opinião formada sobre este jovem. A bem dizer, não sei se há quem a tenha, tendo em conta a sua escassa utilização desde que chegou a Alvalade. O investimento foi substancial e é por de mais óbvio que o Sporting espera ter retorno desportivo e eventualmente, porventura, financeiro.

 

Uma pergunta me ocorre, no entanto: com 21 anos, não seria mais produtivo alinhar pela equipa de sub-23, na qual, em princípio, poderia jogar com regularidade, em vez de esperar nas laterais por uns ocasionais minutos na equipa principal?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 02.10.2018 às 11:48

Este foi daqueles caso de divergência clara entre treinador e presidente o ano passado, eles que se diziam tão fortes e unidos... custou uma pipa de massa mas como não foi pedido de Jesus (tal como Markovic não o tinha sido, para o Sporting em 2016, no Benfica a conversa é outra não sei como se processaram os moldes na altura da chegada do jovem sérvio a Portugal pela 1ª vez) quase nada jogou.

O Sporting tem é que se deixar dessas divergências entre SAD e treinador, se o jogador tem qualidade seja de quem for o pedido de contratação tem é que dar oportunidades, sem medos ou hesitações. Porque se não joga depois para vender e recuperar o investimento é quase impossível...

P.S. O Mathieu é um grande jogador mas além dos problemas físicos está em final de carreira, Sporting deve colocá-lo no mercado no final desta época e tentar ainda fazer algum dinheiro com o defesa francês, porque não acredito que volte a fazer, apesar de tudo, tantos jogos como o ano passado.

Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.10.2018 às 16:41

Não sei como lhe responder porque, na realidade, não comenta a situação que abordamos no post, em termos do futuro de Wendel.
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 02.10.2018 às 17:08

Creio que ainda vaie ter menos oportunidades porque vai chegar o italiano.

Mesmo não tendo sido contratado por este presidente é um activo que no mínimo não deve desvalorizar.

Um (bom) empréstimo em Janeiro pode ser uma opção
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 03.10.2018 às 11:14

Wendel é de facto um caso no Sporting , reconhecido no Brasil como potencial crack do futuro e da propria seleção brasileira, a sua adaptação a uma maior velocidade com que se joga na Europa tem sido dificil , muito complicada.

Ja o escrevi antes que nem todos conseguem pensar o jogo mais rapido do que estavam habituados , decidir mais depressa e bem nao é seguramente para todos.
Wendel tem tentado compreender e adaptar-se a essa realidade , tinhamos o William que sempre se apresentou lento nas suas ações mas que as disfarçava muito bem usando o corpo e nos passes largos bem medidos.

Wendel quando procura ser mais rapido deixa de perceber o timing do passe , do segurar a bola , da finta ao adversário , fica trapalhão e perde confiança.

Curiosamente foi precisamente no ultimo jogo em que se lesionou (Maritimo) em que entrou a substituir um colega que se apresentou mais solto , mais confiante a perceber finalmente os timings das suas ações e dentro do ritmo do jogo nem de proposito o ter-se lesionado.
Depois nao o ajudou o ex treinador que nao o fixava numa posição ora o lançava a 8 ora a 6 para nao dizer 6,5 é um facto que havia Battaglia e William e agora há Battaglia , Gudelj e vem ai o Sturaro por isso vai continuar a nao ser fácil para ele.
Mas o que vi nesse ultimo jogo foi muito positivo e deixou-nos a todos, a ele incluido esperança que poderemos vir a ter o verdadeiro Wendel que tanto os brasileiros falam.
O Sporting bem necessita de bons medios com outras caractristicas .

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo