Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

Rui Gomes, em 16.10.18

 

brunoespreita.jpg

 

Invasão a Alcochete: André Geraldes diz que foi Bruno de Carvalho a alterar a hora do treino. O ex-presidente diz que foi Jorge Jesus e Jesus diz que foi Bruno de Carvalho.

 

Depoimentos do antigo director e do presidente destituído sobre a alteração do horário do treino da equipa de futebol no dia da invasão são contraditórios. O treino estava agendado para as 10h00 mas acabou por ser adiado para as 16h00. A invasão aconteceu uma hora depois.

 

As dúvidas sobre quem sabia o quê sobre a invasão adensam-se depois da detenção do oficial de ligação dos adeptos do Sporting, na última terça-feira em Lisboa.

 

No seu depoimento ao juiz de instrução criminal do tribunal do Barreiro, Bruno Jacinto garantiu ter avisado André Geraldes, na época team manager da equipa de futebol leonina, que um grupo de adeptos ia a Alcochete "falar" com os jogadores e equipa técnica.

 

Mais sobre esta história que ainda tem muito para nos revelar aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.10.2018 às 22:03

Ninguém o está a ofender, muito menos gratuitamente.

Não diga que através do episódio no aeroporto no Funchal ficou a saber da ida à Academia, porque não é verdade. Eu assisti a esse episódio em directo e nada nos informou do que vinha, salvo pela ameaça de Fernando Mendes, que eu recordo, que na altura valeu o que valeu, como tantas outras ameaças.

Concretamente, ninguém sabia que a claque ia à Academia. E quando eu digo "ninguém", refiro-me a nós adeptos.

Não me dou a especulações sobre este evento. Sempre pensei, sem conhecimento de causa, que o ataque era impossível sem conivência interna. E também sempre pensei, novamente sem conhecimento de causa, que o ex-presidente de uma forma ou outra esteve envolvido.

Com tudo isto, ainda não percebi o que o Julius está a defender. Continua a defender o lunático?

Já mudou de "disco" tantas vezes, que já não dá para perceber a sua posição. E estou a constatar factos assente nos seus comentários e não a ofender.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 16.10.2018 às 22:22

Então viu mal e convido-o a ver de novo , veja o momento em que Fernando Mendes conversa com o William (este a tentar acalmá-lo) e escute o dizem , sem ser um som tipo de hollywood mas dá para perceber algumas palavras e essas são precisamente quando o Fernando Mendes diz ao William que na terça conversavam melhor em Alcochete e voltou a frisar (quando o ja empurravam para fora do grupo) "terçaaaa" e o William faz o gesto com a mao que todos conhecemos de "ok"

Eu quê ,? Ía inventar o que me ficou bem memorizado na retina e nos ouvidos?
E tenho esperança que mais alguem aqui do camarote tenha visto e ouvido , vou esperar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.10.2018 às 22:46

Julius,

Deixo-lhe aqui o link do vídeo para refrescar a memória.

https://www.youtube.com/watch?v=7G8Ib3UZcj0

O Fernando Mendes diz ao William Carvalho: "Falamos em Alcochete", nada mais.

E isto significa o quê?... Que no domingo, no Funchal, já algo tinha sido planeado?

É possível, mas não é um caso de nós ficarmos a saber seja o que for pelo "falamos em Alcochete".

Mais me parece que depois do ataque se faz uma ligação a estas palavras, tipo 2 e 2 é 22. Conclusões claras?... Não vejo como.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 16.10.2018 às 23:50

Nao quer nada sobre ataque nenhum mas sim á familirazação de aproximidade em que viviam as claques e jogadores até esse dia e a normalidade de elementos das claques irem a Alcochete "falarem" com os tecnicos e jogadores.
Os jogadores e a equipa tecnica sabiam que Fernando Mendes iria a Alcochete nao era novidade.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.10.2018 às 01:49

Como isso era permitido, mesmo por um lunático como Bruno de Carvalho, nunca compreenderei. Dizer que é incrível, é dizer pouco!
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 16.10.2018 às 22:27

Eu defendo a verdade e procuro a verdade como toda a gente , mas a verdade sem inclinações , quando toca a marginalização, a criminalidade procuro com cautela a verdade sem nunca omitir pormenores que possam ser relevantes sejam para incriminar ou ilibar.
Sem imagem de perfil

De Luis Pereira a 17.10.2018 às 05:43

Já sabíamos que o tolinho era vendedor de banha da cobra. Só não sabia, eu pessoalmente, que o tolinho também vendia mais coisas, excepto areia, o tolinho não vende areia. Deve pagar mal a profissão de treinador para ter o tolinho de tanta coisa vender.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo