Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

Rui Gomes, em 21.04.19

 

APITO_f5.jpg

 

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol vai voltar a divulgar, com antecedência, as nomeações dos árbitros para as últimas quatro jornadas da Liga. Em 2017 o organismo federativo decidiu divulgar os nomes dos designados apenas em dia de jogo.

 

A polémica instalou-se depois de César Boaventura ter divulgado a nomeação de João Capela para o FC Porto-Marítimo da 26ª jornada da Liga, apoiando-se num documento da referida nomeação.

 

Entretanto, o empresário voltou a dar a conhecer os árbitros dos jogos Nacional-Sporting (Carlos Xistra), FC Porto-Santa Clara (Manuel Oliveira) e do Feirense-SC Braga (Fábio Veríssimo), ainda antes de as nomeações terem sido tornadas públicas.

 

O Conselho de Arbitragem da FPF vai investigar os procedimentos utilizados no envio das nomeações dos árbitros para a Liga, na sequência das várias fugas de informação.

 

Comentário de Bernardo Ribeiro, director jornal Record:

 

"Ridícula toda a questão levantada em redor dos árbitros nos últimos tempos. César Boaventura é uma figura menor, neste momento apontado como alegado corruptor por dois jogadores profissionais, com ligações que são mais ou menos óbvias e que tem o condão de saber quem vai apitar os jogos dias antes.

 

Mas não é muito difícil. Basta montar uma rede que cubra, por exemplo, os hotéis em que os árbitros costumam dormir. Fontelas Gomes já garantiu que os seus não se sentem ameaçados por ninguém, a não ser o ruído público. É tirar ilações. E ver quem está a gritar.

 

FPF e Liga deviam entender-se. Não por causa dos Boaventuras desta vida. Mas porque o futebol português precisa de gente capaz. Há nos dois lados".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


20 comentários

Sem imagem de perfil

De antonio a 21.04.2019 às 11:37

Mais uma investigação fantasma apenas para inglês ver. Invariavelmente o resultado será nulo.

Quem controla as nomeações assim continuará.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 21.04.2019 às 11:46

Esta história é apenas poeira para os olhos das pessoas. É completamente irrelevante conhecer os árbitros com muita ou pouca antecedência em relação aos jogos. O que interessa mesmo é o sistema. Os árbitros deviam ser encontrados por sorteio e não por nomeação. Supondo-se que os que arbitram os jogos profissionais são todos de categoria semelhante, como não podemos deixar de pensar que sejam, o sorteio é o processo que confere isenção na escolha e põe os árbitros e o sistema ao abrigo de suspeitas de manipulação e favorecimento.
Sem imagem de perfil

De António a 21.04.2019 às 12:01

Por mim, está bem. Eles são todos maus, logo mais vale sorteá-los mesmo, embora colocar um recém-chegado a apitar um jogo dos pseudo-grandes...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.04.2019 às 12:51

O problema, à raiz, não recai exclusivamente sobre a nomeação de árbitros, mas sim com o pouco fiável estado geral do futebol português.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.04.2019 às 14:01

As competições são profissionais e quando os árbitros chegam ao nível que lhes permite apitar os jogos das competições profissionais têm de ser considerados os melhores e que estão em iguais circunstâncias para arbitrar seja que jogos forem. A única forma de impedir o condicionamento e o potencial favorecimento é o sorteio sem pre condições. Deve haver para aí uns 700 jogos de futebol profissional (senão mais) por época desportiva. A estatística assegura o resto.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.04.2019 às 15:32

Comentário de João Gil, parece-me.
Sem imagem de perfil

De antonio a 21.04.2019 às 14:28

Um sorteio por si só não traz transparência. Não é uma questão de estratégia, mas sim de cultura e do típico deixar andar.
O caro afirma que a divulgação não é um mal maior. Talvez não seja, mas demonstra bem o que é uma entidade incompetente (ou corrupta) e a sua forma de responder ao problema não tranquiliza ninguém.

Faz-me espécie o facto de Fontelas Gomes não perceber (ou fingir que não percebe) o que está em causa.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 21.04.2019 às 15:14

Em parte sim, mas o que interessa é impedir o favorecimento ou a tentação de..
O sistema pode facilitá-lo ou dificultá-lo. O sorteio é um sistema de escolha que dificulta mais o favorecimento do que a nomeação. O que se passa é uma manifestação evidente da guerra entre FCP e SLB pelo controlo e condicionamento dos árbitros no sentido de obterem cada um desses clubes favorecimento nas arbitragens dos respectivos jogos. Os personagens que servem de carne para canhão neste processo são do pior que gravita no futebol. O sorteio teria o mérito de tirar instantaneamente da fotografia os Cesar Boaventura desta vida e dissuadir os clubes de quererem e tentarem o que não podem ter, ie, o controlo e o favorecimento da arbitragem.
Sem imagem de perfil

De antonio a 21.04.2019 às 19:31

O sorteio vai dar ao mesmo. O problema nem são os Boaventuras, mas sim outros que têm acesso a informação atempadamente e que podem tomar determinadas medidas antes dos jogos.

Isto não muda por existir sorteio.
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 21.04.2019 às 12:37

Como se isto fosse assim tão simples...
Os primeiros a terem conhecimento dos árbitros que vão ser nomeados, são os elementos de uma claque legalizada, conhecida por ter ido fazer umas ameaças ao Centro de Treino dos árbitros...
Junte-se aí a Agência de Viagens Cosmos (sim, ainda existe), a tal que deixou sair cá para fora o pagamento de uma viagem de um árbitro ao Brasil, nos anos dourados do Apito nacional, e talvez dê para perceber quem é que manda realmente nisto tudo...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.04.2019 às 12:46

Não espanta que acredite nisso, espanta que acredite que seja só isso e por obra directa ou indirecta da exclusividade de uma única entidade.

Mas compreende-se a sua motivação... inclinada!
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 21.04.2019 às 12:52

Estamos todos inclinados.
Eu, por exemplo, vou agora inclinar-me para a mesa.
O Rui Gomes acredita no que quiser e inclina-se para o lado que lhe apetecer.
E pronto... Boa Páscoa!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.04.2019 às 13:11

A diferença meu caro João Paulo Gonçalves é que eu mesmo sendo um devoto sportinguista desde que me conheço, não sou fanático.

Acreditar que os problemas do futebol português, nomeadamente a arbitragem, é de autoria exclusiva de uma única entidade, é recusar ver e comprender a realidade das coisas, hoje e há muito.
Imagem de perfil

De Greenlight a 21.04.2019 às 13:34

Atendendo à época, diria que poderia ter existido a "diabólica" trindade, o pai (PC), o filho (LFV) e o espírto santo(JMR). O último nem passou das eliminatórias de acesso e assim têm existido, não uma, mas duas entidades maléficas, a distorecer a realidade desportiva em favor do Fcp ou do Slb. Quem não quiser ver que não veja, mas salta à vista de toda a gente.
Sem imagem de perfil

De Firmino Alho a 21.04.2019 às 14:22

Toda a gente sabe que o sporting nao é campeao porque os outros sao corruptos...

Alias... o sporting ficou em 7 recentemente porque todos os outros 6 sao corruptos e mais isto e mais aquilo.... inclusivé.. JOGAM MAIS FUTEBOL
Imagem de perfil

De Greenlight a 21.04.2019 às 15:00

"Santa Ignorância".
Essa "história" do sétimo lugar aconteceu apenas uma única vez e os "brunistas" é que gostam muito de falar nisso como se, antes do Lunático, o Sporting coleccionasse sétimo lugares.
Não se lembra do golo de Ronny, do Paços de Ferreira, com a mão, em 2006, em Alvalade? Com o VAR, esse golo teria sido anulado, aliás nem deveria ser necessário o VAR pois toda a gente viu, menos os árbitros, que o golo tinha sido marcado com a mão. Sem esse golo fantasma, o Sporting teria sido campeão nesse ano. Esse é talvez o melhor exemplo da roubalheira patrocinada, alternadamente, pelo Fcp e Slb.
Sem imagem de perfil

De John Wayne a 21.04.2019 às 15:26

Pois, e essa liga resumiu-se a esse lance, obviamente ilegal. Não houve mais jogos, onde o seu clube foi beneficiado e os outros prejudicados.

A miopia começa exatamente aí: resume-se uma época inteira a um lance e, pronto, já está!

Na quinta-feira, o Benfica foi esbulhado porque também não havia VAR. É verdade, mas antes disso tivesse jogado futebol, em vez de ir defender uma vantagem de dois golos. Quem anda à chuva molha-se e quem sai de casa sem guarda-chuva é certo e sabido que vai apanhar uma molha e quiçá uma gripadela.

Até parece, por outro lado, que Bruno de Carvalho não tentou controlar a arbitragem ao mandar embora Vítor Pereira e mexer os cordelinhos para lá colocar Fontelas Gomes. O vosso problema não é serem eternos calimeros, é considerarem que a pureza está do vosso lado e que quem vos dirige não tenta chafurdar na lama que é o desporto em Portugal. Perguntem lá ao Inácio como é que ele foi campeão nacional, porque o romeno está longe, embora o Jardel já tenha explicado parte da coisa várias vezes.

Deixem-se disso: são tão ou nada corruptos como todos os outros! Varandas ainda não teve tempo para nada.
Imagem de perfil

De Greenlight a 21.04.2019 às 16:54

O tal golo do Paços de Ferreira é o exemplo mais flagrante de roubalheira para favorecer o Fcp (nessa éopca desportiva) ou o Slb. Nessa época e noutra haverá muitos mais exemplos. Quanto ao De Carvalho, não sei se ele tentou controlar a arbitargem mas, se tentou, foi incompetente (mais uma vez) como os resultados demonstram. Já os dirigentes do Fcp e do Slb têm sido muito competentes nessa matéria ou acredita que os títulos alcançados se devem, apenas, à categoria dos jogadores e treinadores? Veja, por exemplo, JJ, o mestre da táctica, saiu do Slb e já não conseguiu ganhar nada.
Sem imagem de perfil

De J. Oliveira a 21.04.2019 às 15:18

E já agora o golo do Luisão na Luz com falta sobre Ricardo que deu o campeonato ao SLB. Colina, o melhor árbitro do mundo, disse que se fosse ele o árbitro marcava falta. Assim é difícil ficar em 7º...
SL
Sem imagem de perfil

De RCL a 21.04.2019 às 21:07

Boa Noite
Coincidencia ou não, nos dois ultimos campeonatos ganhos pelo Sporting os árbitros foram sorteados. Essa historieta de escalar os melhores nos jogos mais importantes é uma treta. Interessa aos donos do esquema.
SL
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 22.04.2019 às 11:49

Ainda não há muito tempo os clubes (primeira e segunda Liga, campeonatos profissionais) estavam de acordo para que a distribuição de árbitros para os jogos fosse efectuada por sorteio, bem, todos os clubes menos um.... claro que a comunicação social pouco ou nada disse sobre este assunto, e percebe-se claramente porque motivo nem toda a gente estava de acordo, é que com sorteio torna-se impossível controlar as nomeações, e lá se vai parte do controlo da arbitragem....

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo