Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

Rui Gomes, em 09.05.19

 

-i-3-grandes-i-calendario-ate-ao-final-do-ano.jpg

 

"(...) O desequilíbrio crescente do campeonato é uma realidade. A tendência não é nova e tem-se agravado nos últimos anos, desde que a UEFA começou a colocar os clubes da Champions a nadar em dinheiro. Mais: não é um exclusivo do português – basta olhar para o que acontece habitualmente em Espanha, França, Itália ou até na Alemanha, apesar da temporada mais atípica do Bayern. Os grandes estão cada vez maiores, em alguns casos maiores do que as próprias ligas.

 

O grande paradoxo é ver que são grandes de Portugal os primeiros a pedir proteção antes das jornadas europeias, argumentando que estão a representar os interesses do país e a contribuir para o ranking. Nada mais falacioso: o ranking de clubes da UEFA é algo que não aquece nem arrefece 14 ou 15 equipas do campeonato. Fazê-las submeterem-se aos interesses das maiores é contribuir para a ditadura".

 

Sérgio Krithinas, Director Adjunto Record

 

publicado às 05:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 09.05.2019 às 09:28

A reflexão do dia deveria ser as competições europeias…. final inglesa da Champions, e final da Liga europa em perspectiva de também ser inglesa….. porque razão estamos a assistir ao domínio do futebol inglês? simples…. enquanto em Espanha se discute apenas o Barça/Real, em Inglaterra existe a distribuição total de receitas, tornando o campeonato o mais competitivo do mundo…..

Em Portugal, temos um clube que transmite os seus jogos, sendo que esse clube representa mais de 50% dos adeptos…. como se pode pedir ao campeonato português que seja competitivo, se a estratégia é a contrária de Inglaterra?
Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 09.05.2019 às 09:42

Caro Schmeichel, concordo inteiramente consigo. Não se pode pedir um campeonato português competitivo e mais equipas a entrarem nas ligas europeias enquanto apenas 1/2/3 clubes consomem mais de 90% do bolo total das receitas, ao ponto de até ser permitido, ser permitido pela LIGA e FEDERAÇÃO, que um clube transmita os seus próprios jogos, retirando esse bolo de receitas do geral para si próprio. Sempre pensei que jogavam com outros clubes, mesmo em casa, mas parece que não... Enquanto assim for, não há muito mais a fazer e é ver esta liga a definhar...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds