Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Reflexão do dia

Rui Gomes, em 19.07.19

ribeiro_cristovao_300x300147539a0.jpg

Ninguém, há pouco mais de meia dezena de anos atrás, ousaria vaticinar tudo aquilo que se verifica actualmente no mundo do futebol. Enquanto nesses tempos as conversas e notícias se resumiam a um muito escasso número de jogadores em movimento no período do defeso agora, ainda a cerca de um mês e meio do encerramento dos mercados, essa cifra sobe deveras astronomicamente ultrapassando já os milhares, sobretudo nos diversos quadrantes europeus.

Por cá, o panorama é simplesmente de espantar. Basta para isso dizer que, até ontem, só nos clubes que vão participar no campeonato da primeira Liga, já deram entrada 127 novos jogadores, enquanto que as saídas, nos mesmos clubes, atinge a interessante cifra de 115, o que, na totalidade, representa o envolvimento de cerca de 250 atletas, e dos vários milhões de euros que correspondem a estes negócios.

A pergunta que se impõe é: como e quando é que este espectáculo pode acabar?

O louco mundo da bolada autoria de Ribeiro Cristovão, Rádio Renascença

publicado às 02:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Chakraindigo a 19.07.2019 às 16:29

Mas alguém tem duvidas que o futebol, como a maioria dos outros desportos, agora é um negócio, e florescente?

Como em qualquer negocio, existem os tubarões e os peixinhos, e nós em Portugal somos os peixinhos, mas somos tubarões quando comparados com outros países, e assim sucessivamente.

E como crescem os negócios? Investimento, e retorno do mesmo, e é isso que se passa.

E depois, temos o fenómeno crescente dos monopólios e dos grandes conglomerados, e é para lá que caminhamos, para uma Liga Europeia ou Mundial de carácter fechado ou elitista.

Enquanto isso, em Portugal alguns andam entretidos com guerras de alecrim e manjerona, estacionados no tempo, e pensando que "no meu tempo é que era".
Sem imagem de perfil

De António Tavares a 19.07.2019 às 22:01

Alguém sabe me dizer em quê que o futebol está mal?

As SAD's e as novas organizações do futebol na Europa deram um poder neste desporto nunca antes visto. A liga Inglesa dos anos 80, não tem nada ver com aquilo que é hoje. Nem na qualidade que se prática, nem nos sonhos. Há uma melhoria de qualidade sem igual. Isto também é válido para Portugal.

Se alguém me indicar um único item relevante em que podia explicar o que se perdeu, eu prometo rever a minha posição.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo