Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Screenshot (320).png

Este post é de Rampante

O Sporting CP apresentou esta semana (desnecessariamente fora de prazo) as contas de 2020/21 da SAD, onde consta um Resultado Líquido (RL) negativo de 33 milhões de euros.

Não há como fugir ao mau resultado económico e apesar de haver justificações válidas, há também várias questões e preocupações que este relatório levanta e que merecem alguma reflexão.

A discussão do R&C apresentado levaria a um texto sem fim, nesse sentido, irei apenas deixar alguns pontos à discussão de todos, conjuntamente com alguns detalhes.

1 – RESULTADO LÍQUIDO

Um RL negativo de 33 milhões, por si só não significa nada… Há que analisar devidamente todo um contexto e aí sim verificar o real significado.

Li algures que este valor colocaria em causa a continuidade da SAD, no entanto não há que “inventar” alarmismos. Relembro que ainda há pouco tempo (época 2015/16) o Sporting apresentou um prejuízo idêntico (31,9M), num ano em que não existiu pandemia, em que os estádios não estiveram vedados ao público, em que o mercado de jogadores funcionou normalmente e não houve eventos extraordinários… Assim, tal como após esse ano foi possível ultrapassar um mau resultado financeiro, estou em crer que este ano também o será, até porque o ponto de partida não é tão mau quanto poderia ser (eu esperava um valor negativo mais alto que colocasse inclusivamente em risco o Fair-Play financeiro da UEFA).

2 – VENDAS DE JOGADORES

Há muitos anos que o Sporting não vendia tão pouco (52,7M) e não foi por ter jogadores sem mercado, muito pelo contrário. No entanto, é notório que o mercado mundial de transferências sofreu um enorme “crash” e o Sporting optou por manter os jogadores campeões, em vez de arriscar vender em saldo. Esta foi uma decisão de gestão com a qual concordo, mas que temos de ter consciência que possui um efeito negativo nas contas anuais.

3 – RENDIMENTOS E GANHOS OPERACIONAIS

Apesar do terramoto pela perda de receitas de bilheteira (-11,5M) à qual ainda se juntou a perda pelos maus resultados nas competições europeias (-8,8M), o Sporting conseguiu compensar com vários outros rendimentos, nomeadamente os direitos de TV (+8,96M), a publicidade (+3M), isto, graças a um bom trabalho junto dos nossos parceiros, e em outros rendimentos (+4M) que a meu ver até mereciam mais detalhe, nomeadamente no que respeita à cedência da exploração do parque de estacionamento do Estádio sobre a qual não existe qualquer informação adicional.

4 – CAPITAIS PRÓPRIOS

Os Capitais Próprios que já eram negativos voltaram a aumentar, de 9,9M para os €41,4M negativos, sendo que o passivo subiu de 298,6M para os €310,6M, enquanto o activo está agora nos 269,2M, ou seja, menos €19M do que em 2019/20.

O Código das Sociedades Comerciais empola de forma significativa o quão mau é uma qualquer sociedade ter Capitais Próprios negativos, exigindo mesmo, sob determinadas circunstâncias a insolvência da sociedade, no entanto, nas SAD’s em geral e no Sporting em particular, há que ter em consideração que o valor contabilístico do plantel (activo) não reflecte o verdadeiro valor de mercado.

No nosso caso, o plantel está contabilizado com um valor total de 70M e acho que ninguém acredita que esse valor seja sequer próximo do real. O Transfermarkt por exemplo dá um valor de mercado na ordem dos 200M… mas nem era preciso tanto, bastaria que o valor do plantel fosse contabilizado na ordem dos 115M e já o Sporting teria Capitais Próprios positivos.

Num próximo texto abordarei do ponto de vista do R&C temas normalmente mais quentes, tal como os empréstimos e as comissões a agentes de jogadores. Caso o leitor tenha curiosidade em que algum outro tema seja abordado, deixe a sugestão nos comentários.

publicado às 13:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds