Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




cropped-lions1 (2).jpg

A presente, inqualificável e selectiva avalanche de ataques ao Sporting Clube de Portugal por parte de órgãos oficiais e corporativos do nosso futebol reveste-se de um misto de prepotência, provocação e perseguição – suscitando, inevitavelmente, fortes dúvidas sobre as reais competência, idoneidade e intenções dos respectivos decisores.

Afinal, que tipo de gente é esta que ocupa os organismos de Arbitragem, de Disciplina ou de Justiça?... Quais as suas qualificações, experiência especifica do sector, preparação, incluindo sentido de responsabilidade, de ética ou de equidade?... Como são os seus membros escolhidos e eleitos para funções de tão excessivo e controverso poder?... O que os motiva de facto: servir o organismo, o futebol, a transparência, a verdade desportiva ou, predominantemente, os interesses dos clubes da sua afeição?

Vão-se acumulando demasiados casos suspeitos e insólitos que nos forçam a questionar, não apenas a competência, a isenção ou a imparcialidade, como o verdadeiro propósito de quem produz decisões tão ridículas e absurdas como aquela de punir um determinado clube por o seu próprio presidente ter sido publicamente insultado por um qualquer bando de malfeitores…

E como julgar as inconcebíveis pressões da dirigente da Liga de Futebol ao telefonar directamente do Porto para o avião que (debatendo-se com uma aterradora tempestade nocturna, conduzia a equipa do Sporting para um jogo na Madeira) insistia, indiferente a uma possível catástrofe humana, para que o aparelho aterrasse no Funchal – o qual, após várias tentativas falhadas, acabaria por ser desviado para o Porto Santo?...

E, também, a deveras curiosa publicação, num jornal do Norte, de um artigo da directora-executiva da mesma Liga, manifestando a sua concordância com a errada decisão do Conselho de Disciplina de castigar o jogador João Palhinha por falta comprovadamente não cometida – como foi, de resto, posterior e honestamente reconhecido pelo próprio árbitro do jogo em causa – alinhando, portanto, com o conselho federativo na defesa da mentira?...

E, ainda, o enigmático caso dos “falsos testes” da Covid-19 realizados por laboratório clínico portuense, numa colaboração com a Liga Portugal, que impediram a utilização de dois jogadores nucleares do Sporting em dois jogos consecutivos?...

Mas, a ignóbil sanha persecutória do Sporting prossegue, intensificada e descaradamente, valendo-se de todos os meios mais desonestos, acintosos e imaginativos. Como gaivotas enlouquecidas, os seus bem desesperados autores e restantes fomentadores – certamente perturbados pela actual realidade da tabela classificativa do campeonato nacional – agitam-se nervosamente, não abrandando no rumo do seu infame propósito.

Os milhões de Sportinguistas espalhados pelo mundo estão, porém, atentos e unidos pela honra, a verdade e a justiça.

Texto da autoria do nosso colaborador Leão da Guia

publicado às 14:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 18.03.2021 às 19:20

O alerta do Leão da Guia é muito oportuno. Não podemos descansar, o Sporting está sozinho, por essa razão ainda é mais importante que os sportinguistas estejam atentos e que os nossos jogadores mantenham a sua atitude competitiva. Todos querem ganhar, mas apenas vencerá quem criar condições e se preparar para o sucesso.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 18.03.2021 às 23:15

O Leão da guia, com esta amostra da perseguição a que o Sporting tem sido sujeito, prova a cada vez maior necessidade dos sportinguistas estarem atentos e unidos neste difícil e "armadilhado" caminho.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo