Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Rever a obra do palhaço Jorge Sousa

Rui Gomes, em 17.09.19

"O Boavista jogou como gosta. O árbitro foi condescendente e complicou ainda mais a vida ao Sporting".

Rui Santos, no programa Play-Off  da SIC Notícias, aqui.

publicado às 03:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


72 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 17.09.2019 às 12:40

Lembram-se dos 3 jogos de castigo que Jorge Sousa levou ?

https://www.ojogo.pt/futebol/noticias/interior/amp/jorge-sousa-punido-com-tres-jogos-de-supensao-8721164.html
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 17.09.2019 às 16:16

Quem se "mete" com o Jorge Sousa leva!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 18:05

Mas quem é Jorge Sousa?... Não é mais do que um apitador que está a precisar de ser chamado à responsabilidade.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 17.09.2019 às 18:10

estava a tentar fazer uma brincadeira com aquela do "quem se mete com o PS leva".

Parece que não teve piada, my mistake
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 18:15

No contexto deste debate, a "piada" passou despercebida.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 17.09.2019 às 18:22

Pois, então explico-me melhor, até porque já o fiz noutro comentário.

Os árbitros, na sua maioria são prepotentes, gostam de alardear autoridade, e como alguém se lembrou de uma suspensão que lhe foi aplicada por causa das palavras que dirigiu a um jogador do Sporting, há uns anos, pareceu-me que esta arbitragem ( e outras) são uma medida punitiva do Jorge Sousa.

Quod erat demonstrandum
Sem imagem de perfil

De acutilante a 17.09.2019 às 12:44

A falta do Bruno Fernandes sobre o adversário é passível para cartão amarelo.
Se já tinha um viu o segundo e consequente expulsão. Foram cumpridas as leis do jogo.
E se a verde nação está toda contra o árbitro, por que não perguntam ao Bruno Fernandes o porquê daquela entrada violenta se já estava amarelado.
Foi uma má arbitragem, mas não teve influência no resultado.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 17.09.2019 às 13:06

Aqui meu caro não é isso que está em questão, o problema é a dualidade de critério, se perceber o que isto quer dizer, é que se a igualdade de critério tivesse sido aplicada se calhar o Boavista não acabava com 11 e aí o caso mudava de figura....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2019 às 13:32

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De RASR a 17.09.2019 às 13:53

Está a falar das apitadas, e aquelas que deixou seguir. Mais, para tanta falta, aonde param os cartões, sendo que o Sporting, com menos falta praticadas, tem mais cartões amarelos.

Ah mas deixe lá, no ano passado, já o Sporting foi "a equipa mais indisciplinada da época", sendo que o Porto com o espetacular Pepe e o Benfica com o indiscutível Rúben Dias viram 1 cartão a cada 10 apitos... Por outro lado, o Porto tem a benesse de conseguir expulsar um adversário com vermelho direto a 30s do início do jogo e o Benfica de ver cartões amarelos quando a galinha ganha dentes... E assim segue este campeonato.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 17.09.2019 às 13:13

Ninguém colocou em causa a justiça ou falta dela do cartão amarelo ao BF, aqui o que se coloca em causa é o critério
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 17.09.2019 às 13:15

Aliás, o critério como são punidas as faltas de uma e outra equipa, é que há uma equipa que fez 21 faltas e viu apenas 2 amarelos, e faltas bem violentas como se viu, a outra fez 15 faltas e viu 5 amarelos e um vermelho, agora é só fazer a conta, isto é igualdade de critérios?
Há um jogador que fez 6 faltas (6!!!!) e nem amarelo viu
Sem imagem de perfil

De acutilante a 17.09.2019 às 13:26

Peço-lhe muita desculpa, mas não vou dizer mais nada.
Quaisquer comentários explicativos de minha parte, o senhor Rui Gomes, com o privilégio de decidir em casa sua, elimina-os.
Foi a minha opinião, apenas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 14:15

Há simples opiniões e depois também opiniões de má fé!
Sem imagem de perfil

De Paulo CFerreira a 17.09.2019 às 12:48

Pessima arbitragem é um facto, um árbitro que é habilidoso, mas não foi por isso que deixamos de ganhar o jogo.
Não devemos comer e calar com estas arbitragens, mas também não podemos ignorar os nossos erros, e enquanto continuarmos a ver apenas os erros de arbitragem não resolvemos os nossos problemas.
Não me parece que a culpa de termos feito apenas 3 remates a baliza com perigo em 90 minutos seja culpa do árbitro por ser passivo com a agressividade do Boavista, questionar a falta de competência da arbitragem ou sua tendência para não nos facilitar a vida é correcto mas deviamos também ser exigentes com a nossa equipa.
Enquanto a culpa for dos outros o nosso fosso para os primeiros vão aumentar e não diminuir.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 14:20

Ninguém refutou, aliás, até o próprio treinador, que não estivemos bem na primeira parte. A segunda foi muito melhor e criámos oportunidades.

Mas muito além disso, acho sempre fascinante como é que há quem consiga avaliar a eventual performance de uma equipa, e respectivo resultado do jogo, com o árbitro a condicionar flagrantemente essa equipa.

É mesmo fascinante, esse espectacular poder!
Sem imagem de perfil

De Paulo CFerreira a 17.09.2019 às 14:59

Caro Rui,

Na semana passada discutimos 3 penalties, 2 dos quais indiscutiveis, esta semana discutimos 2 ou 3 amarelos que tenham ficado por mostrar e 5 ou 6 faltas que ficaram por marcar.
E que tal vermos que não tivemos nenhuma finalização dentro da área do Boavista neste jogo?
Que os remates perigosos do Bolasie são lançamentos nas costas da defesa do Boavista e uma jogada individual com um remate de fora da área.
Em 90 minutos de futebol é isto que temos para apresentar?
Quando não temos Bruno Fernandes inspirado ou quando os adversários conseguem condicionar o seu jogo o Sporting produz pouco mais do que zero, isso é que devia ser motivo de análise e de preocupação.
É mais facil apontar os erros dos árbitros do que ver que tirando o jogo com o Portimonense, as exibições do Sporting são de baixa qualidade e fraca produção ofensiva e neste jogo já sem o Raphinha e também sem o Luis Philipe a nossa capacidade ofensiva ficou ainda mais reduzida apesar da exibição do Bolasie.

Criticar a má exibição ou a parcialidade do árbitro estou de acordo, justificar a nossa fraca produção ou qualidade exibicional com isso não concordo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 15:12

As opiniões divergem...

Nas grandes penalidades, para mim, depois de rever as imagens inúmeras vezes, apenas o primeiro é "indiscutível".

Quanto ao resto, a minha análise é muito simples: se o Sporting joga bem ou menos bem, é problema seu e terá de ser o próprio a resolver.

Outra questão distinta, são as arbitragens. Jorge Sousa começou o jogo a condicionar o Sporting e assim continuou até ao apito final. Os lances são muitos e estão à vista. Até nem resistiu expulsar o Bruno Fernandes ao cair do pano, no que é para mim uma falta vulgar e cometida por um jogador que foi "massacrado" o jogo todo.

Repito... a qualidade de jogo do Sporting é uma coisa, as arbitragens outra, extensível ao VAR que até parece que não existe.

Como seria o desfecho da partida caso o árbitro tivesse punido o Boavista como devia ter feito?

O Sporting não tem e não vai num próximo futuro futebol suficiente para compensar estas situações com a arbitragem portuguesa.
Sem imagem de perfil

De RASR a 17.09.2019 às 16:36

Para além que devemos ter em consideração que as estatísticas são muito diferentes quando a equipa que tenta jogar e que tenta subir e atacar é constantemente parada em falta. Se não conseguimos passar do meio campo sem sofrer faltas, logicamente que as estatísticas de ataque na área sairão severamente condicionadas. É só ver o vídeo, onde até aparece o Bruno a ser parado em falta já sem bola ainda junto ao meio campo. Como é que é possível falar da fraca produção do Sporting quando não conseguimos dar mais de dois passos sem uma entrada às pernas do jogador que carrega ou não carrega a bola????

Continuo a dizer, falam que é estratégia do Boavista, que joga em bloco baixo e sei lá mais o quê... Já jogámos com equipas que jogam em bloco baixo mas jogaram e se o Sporting não tinha argumentos, nós fomos os primeiro a criticar. O Boavista marcou e desistiu do jogo, parando as investidas do Sporting, seja por que meios for, lícitos ou não, com a conivência do apitador que nunca os admoestou para pararem de fazer esse jogo sujo. Nenhuma equipa consegue jogar assim. E as estatísticas produzidas não refletem o jogo em campo.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 17.09.2019 às 12:53

A "contagem" das faltas (eventuais faltas) é exagerada, porque nalguns destes lances o dito palhaço aplicou a lei da vantagem.

Não obstante, este arbitro é daqueles que sabe levar o jogo para onde lhe convém, é uma espécie de Pedro Proença.

Este tipo de jogos é uma aberração, deixa-se jogar nos limites sem punir as faltas anti-desportivas e sistemáticas, chegando ao cumulo de um jogador ser expulso por fazer uma falta dura, mas igual a tantas outras que passaram em claro.
Pôs-se a jeito, ditará um qualquer Bruno Pratas.

Um jogo deve ser competitivo, duro e viril, mas leal, e a dualidade de critérios é das coisas mais anti éticas que um arbitro pode exibir.

Existem certos árbitros que simplesmente são parciais, uns a favor deste outros daquele, mas a maioria, até pela quantidade, são favoráveis ao FCPorto.

Quem conheceu Martins dos Santos e Soares Dias(pai), e vê os seus filhos a ajuizar, não deve estranhar. Vasco Santos e o pasteleiro Artur Soares Dias, mais não fazem que proteger os mesmos que os seus pais protegeram.

Rui Costa, com o irmão dirigente da arbitragem, é mais um da AFPorto, que espalha magia.

A nossa arbitragem é má, incompetente, e condicionada.
Só uma mudança de geração pode mudar isto, e só a competência dos clubes pode fazer diminuir esta desvantagem que se traduz na influencia arbitral sempre a favor dos azuis.

O Benfica e o Sporting são os mais prejudicados nesta tendência histórica e factual da arbitragem, iniciada no tempo dos xitos de Adriano Pinto, e agora mais ténue, mas ainda viva.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 17.09.2019 às 13:09

O facto de se aplicar a lei da vantagem não significa que a falta fique por punir caso seja merecedora de cartão amarelo...
O que é um facto é que o Boavista fez 21 faltas assinaladas e mais algumas por assinalar, e viu 2 cartões amarelos..... portanto, são necessárias 10,5 faltas (assinaladas) por jogo para terem um cartão....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.09.2019 às 13:35

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De RASR a 17.09.2019 às 14:00

Faz uma falta, leva aviso; mantém o comportamento, leva cartão. Qual é a dúvida. Às vezes o árbitro avisa uma segunda e uma terceira, parece que o Jorge Sousa avisou 10.5 vezes os do Boavista para lançar o primeiro amarelo, enquanto que avisou 2.5 vezes os do Sporting para dar cartão amarelo e um vermelho... Não, não há qualquer dualidade do senhor apitadeiro...

Esquecem-se é que, num único jogo que teve um único lance prejudicial para o Benfica, na época passada, nas meias da Taça, vieram logo pedir, gritar pelo afastamento do árbitro para todo o sempre dos jogos do Benfica, e os outros é que são chorões. Coerência...
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 17.09.2019 às 14:04

Há sempre comentários de iluminados, este é um deles.....
Se a burrice pagasse imposto....
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 17.09.2019 às 14:06

RASR desculpe, estava a responder ao anónimo das 13:35
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 17.09.2019 às 14:09

Acrescento ainda, para que não caia em esquecimento da "obra" que ele fez há uns tempos contra o nosso GR da equipa B:

https://www.youtube.com/watch?v=x-ippryYQ1c

Lembro-me que até apanhou 3 jogos de castigo por isto, mas pelos visto não lhe serviu.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 17.09.2019 às 16:48

Claro que serviu, serviu para ele mostrar quem manda.

O Benfica reclamou, com a mesma justiça que fez agora o Sporting, naquela famigerada arbitragem do Fábio Veríssimo nas meias da TL, lá afastaram o homem do apito com uma justificação risível, em vez de assumirem a péssima arbitragem, e quando ele voltou,

primeiro no jogo de pré-época com o Anderlecht, não marca um penalty evidente, e depois no Jamor com o Belenenses Sad, adjuvado pelo Xistra, claro, depois de 2 horas consegue ver um fora de jogo de posição e anular um golo ao Benfica, ao arrepio das recomendações da UEFA e da opinião generalizada dos comentadores.

Mostrou logo quem é que manda.

A nossa arbitragem não vai mudar, é fraca, corporativa e mesmo pagando o que paga na elite, a mesma mostra que não está preparada para ser uma estrutura forte e independente.

Basta verificar a lista de árbitros com insígnias FIFA para ficarmos esclarecidos.
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 17.09.2019 às 14:16

Quando o Benfica falou na perseguição ao Rafa, no início deste campeonato, Sportinguistas e Portistas chamaram-lhe condicionamento da arbitragem para os jogos seguintes.

Então e isto é o quê?

Já agora, ainda me lembro do Mantorras. "Deixem jogar o Mantorras"!
Lembro-me bem das reações...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 14:24

Depois não gosta se eu agir. Entre o blogue e o Facebook já repetiu este comentário uma dúzia de vezes.
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 17.09.2019 às 14:29

Duas vezes. Sem ofensas nem faltas de respeito.
Ambas foram apagadas não sei bem porquê...
Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 17.09.2019 às 14:45

Esta semana não vale a pena comentar no Camarote L. Quem confundir liberdade de expressão com a "verdade leonina" não passará pelo lápis verde!!
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 17.09.2019 às 14:57

É melhor se calhar dar um tempinho...
Eu até gosto bastante deste espaço, mesmo sendo dum rival do meu clube, mas isto não tem andado fácil...
Não sei se lhe chame intolerância ou não...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 15:00

O que é, na realidade, é que a tolerância tem limites, menos consigo mais com o seu colega encarnado acima que gosta muito de mandar bocas avulsas.
Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 17.09.2019 às 15:21

Bocas avulsas...Bastava dizer que " a tolerância tem limites", que compreendia o seu estado d'alma, já que não é fácil gerir um Blog aonde se reúne alguns que fazem parte de "a tribo do futebol"!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 15:26

Especialmente neste post que, directamente, nada tem a ver com o seu clube!
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 17.09.2019 às 16:08

Uma "arbitragem" VERGONHOSA!!! O Sporting há muitos anos que é vitima de erros destes indivíduos. Tenho tentado não comentar, mas tornasse difícil não dizer nada. Só posso prometer que no próximo jogo vou lá estar a apoiar. Nunca desisto. Isso é para os fracos, tótós, que rasgam cartões. Um Leão nunca desiste.
SL
Sem imagem de perfil

De Zequinha a 17.09.2019 às 17:14

Tenho por hábito todos os jogos que me é possível, porque acima de tudo gosto de futebol.
Por isso não me espantou o jogo faltoso do Boavista, nem tão pouco a complacência do árbitro nesse aspecto. Todas as equipas que jogam contra eles têm a mesma sorte.
Há outras equipas que têm estratégias parecidas, nomeadamente e a título de exemplo, o Vitória de Setúbal.
É mau para o espectáculo? Provavelmente! Mas estas equipas jogam com as armas que têm.
Já vi várias arbitragens bem piores do que esta esta época.
O problema que os Sportinguistas não querem admitir é que o Bruno Fernandes tem de mudar de atitude, para bem dele, do futebol e do Sporting!
Se estão a fazer este barulho todo por uma expulsão aos 90 minutos, que seria se tivesse sido expulso ao 45 segundos de jogo ... Aliás, nesse mesmo jogo, houve um outro jogador que foi expulso por protestos e apanhou 2 jogos de castigo! 2!
Já alguém viu o Bruno ser expulso por protestos? Não foi por falta deles concerteza, porque são recorrentes!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 18:02

O seu comentário não tem ponta por onde se pegar.

Vou dar-lhe esta resposta, mas não tenho intenção alguma de entrar em debate consigo.

Primeiro, mas que argumento é esse que as equipas jogam com "as armas que têm" e que já viu arbitragens "bem piores"?

O jogo é para ser disputado dentro das leis e não há margem das leis. Se uma equipa como o Boavista só consegue sobreviver jogando à margem das leis, deve ausentar-se de competição porque não faz falta alguma. Já tem um campeonato conquistado com base na corrupção orquestrada pelo Major, e não precisamos mais do mesmo por outras vias.

Essa de ter visto arbitragens piores visa justificar o quê, exactamente?... Dois negativos não fazem um positivo, hoje e sempre.

Há quem esteja a querer fazer um problema com a atitude de Bruno Fernandes. É excessivo, por vezes, com os seus protestos, é verdade, mas terá apenas de se moderar, nada mais.

Diz que a complacência de Jorge Sousa não o surpreendeu, como se isso tivesse algum significado concreto ou muito menos ainda se justificasse a sua arbitragem muito além de incompetente, de má fé.

Não venha aqui com estas narrativas que parecem de cartilha, que não convencem e muito menos impressionam!!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.09.2019 às 18:10

Perdão... devia ser "à margem das leis".
Sem imagem de perfil

De Zequinha a 18.09.2019 às 17:00

Também não esperava que concordasse.
E também não me surpreende a alusão à cartilha ...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 18.09.2019 às 17:25

Se não é, parece!!!
Sem imagem de perfil

De RASR a 17.09.2019 às 22:37

Com todo o respeito, o caro tem algum problema de interpretação... Depois de quase 70 comentários, retira de tudo isto que o problema dos sportinguistas é de Bruno Fernandes ter sido expulso?!? Tsc, tsc

Mais, nunca se esqueça de uma verdade incontornável. Tudo num jogo influencia o resultado final. Quando uma equipa está a ser fustigada com agressões físicas o tempo todo sem ser admoestada por esse comportamento, é normal que comece a perder o controlo emocional. Se o juiz da partida, que devia ser o mais isento e imparcial dentro de todo aquele estádio, permite um comportamento à margem da lei, influenciando negativamente o jogo de uma das equipas envolvidas, é normal que os jogadores percam o controlo emocional. Se o senhor do apito tivesse sido competente, tenho a certeza absoluta que o Bruno não tinha sido expulso,o Sporting podia ter jogado de forma diferente e, quem sabe, até ter marcado mais algum golo, até porque, naturalmente, nem o Boavista teria continuado nesse registo de comportamento.

Mas fique com a sua narrativa, se se sente mais contente assim.

Comentar post


Pág. 2/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo