Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

abrantesmendes.jpg

Jorge Jesus é sportinguista e um homem conceituado. Em Portugal não existe muito a tradição dos treinadores se manterem muito tempo nos clubes, mas vamos esperar, pois acho que ele tem todas as condições para fazer um belíssimo trabalho. Agora, é preciso é que os sportinguistas tenham a noção de que Roma e Paiva não se fizeram num dia.

 

Esta equipa, independentemente de um ou outro reforço que venha, já começa a ter estabilidade e experiência, fruto dos treinadores que passaram pelo Sporting. Oferece um conjunto de garantias que serão fortalecidas pelo novo treinador, com a experiência e conhecimento do futebol português que possui. Agora, não sou daqueles que exige ao treinador que ganhe o campeonato de qualquer maneira. Exijo sim, um trabalho sério e honesto a preparar o futuro.

 

 

Sérgio Abrantes Mendes em declarações à Rádio Renascença. Cada um tem a sua perspectiva do que espera de um Sporting com Jorge Jesua ao leme, e não me surpreenderia verificar que ao contrário do que o antigo dirigente pensa, muitos sportinguistas, incluindo o próprio presidente, têm em mente títulos no imediato, face ao investimento que está a ser assumido esta época e à elevada expectativa.

 

publicado às 14:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De m1950 a 06.07.2015 às 16:11

E porque é que este senhor continua a aparecer às custas do SCP. Jesus é dos melhores do mundo , ele próprio coloca autoexigência de ser campeão ao contrário dos últimos treinadores que passaram pelo Sporting , sempre com a desculpa na ponta da língua , criando a imagem que hoje está instalada de que o Sporting é um coitadinho e é o parente pobre dos grandes clubes em Portugal.

A exigência no SCP tem de ser ganhar , ganhar , ganhar , infelizmente os últimos anos tiraram-nos essa mentalidade pois a realidade foi a falta de glória do clube , com poucas vitórias e muitas humilhações. Temos de nos levantar , temos de ter outra mentalidade , e a questão não sequer arrogância é sim de crença e vontade , pois temos de quebrar este estranho pensamento para um clube da nossa dimensão , visto que já estamos a alguns anos a ser alvos de falta de respeito.

Pelo que vi ontem na TV o acordo do SCP com MS é FCP e SLB nos próximos 2 anos , mas de qualquer forma , o infiltrado não deixou de humilhar o Sporting através do seu querido Jean Paul Lares e meter na CS de ojogo ( o único a noticiar que Braga foi envolvido na clausula) a meter o Braga como um dos rivais do SCP.

O Paulo Fonseca já na sua apresentação não se esqueceu de mandar uma bicada ao SCP , isto depois de no ano do 7º , ter vindo ganhar a Alvalade e dizer "O Sporting criou-nos dificuldades" , o próprio Rui Vitória em entrevista ao Guimarães Digital disse: "Se o Guimarães não é um dos 3 grandes tudo faremos para que seja" , este ano no fórum dos treinadores disse que "Aqui [Guimarães] formamos para depois vender a Benfica e Porto e esse depois ajudam a dar o salto para grandes clubes europeus" Esquecendo-se este ignorante que o Paulo Oliveira veio para o SCP afirmar-se como um grande jogador.

Existe um desrespeito nas novas gerações pelo Sporting que é absolutamente inadmissível e intolerável , e se perdermos a ambição a obrigatoriedade de ganhar , estamos a dar mais armas para que continuem a menosprezar e a diminuir o nosso clube.

Dizia o Couceiro já enraizado com esta mentalidade " Há uma obcessão em ganhar". Num clube como o Sporting , com a sua história e grandeza tem SEMPRE de haver obcessão em ganhar. Algumas vezes temos condições outras nem por isso mas a exigência tem de ser essa.

É este discurso miserável que levou a displicência de muitos treinadores incompetentes que na minha opinião são os principais culpados pela ruína desportiva do clube.

Jesus foi mesmo contratado para criar um culto de vitória no clube e quebrar esta mentalidadezinha e devolver o respeito dentro e fora de campo do nosso Sporting Clube de Portugal
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 06.07.2015 às 16:13

Concordo com Abrantes Mendes

Investiu-se e bem num treinador vencedor - vai-se investir em alguns reforços (cujos salarios não suplantarão os já existentes no plantel ) mas também vão sair alguns jogadores

Sem querer fazer futurolugia - quase que apostava que vamos ter maior massa salarial mas que vamos encaixar mais em verbas respeitantes a transferencias do que vamos gastar

Por outro lado os nossos rivais - no caso do benfica - já contratou mais de 10 jogadores e o porto dá 20M por um jogador (não há ninguem que se lembre de perguntar, de onde vem esse dinheiro) e prepara-se para contratar um GR em final de carreira que deve vir ganhar mais que o Jesus

No final continuamos a ser o clube com o 3º maior orçamento mas mais proximos dos rivais

Com a vinda de Jesus, espero que o Sporting volte a jogar bom futebol, esteja na discussão de todos os titulos nacionais e que suba a facturação (seja em premios, vendas ou mesmo patrocinio)

Trabalhando bem, os titulos aparecerão com maior naturalidade, mas o fundamental mesmo é elevar a qualidade do nosso plantel e futebol jogado e continuar com as contas controladas e se possivel com lucro
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2015 às 16:36

Quem é que lhe disse que os salários dos reforços expectáveis não suplantarão os já existentes no plantel ?

Salvo, porventura, Rui Patrício, se os reforços forem aqueles que constam nas páginas noticiosas, todos irão auferir salários elevados.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 06.07.2015 às 21:48

Tambem duvido que os nomes ja falados e em negociações venham para ganhar só 1 milhão de euros, numa maior exigencia de resultados desportivos haverá naturalmente uma nova exigencia salarial. De momento que seja controlada e com jogadores de reconhecida qualidade demonstrada nos treinos e jogos não trará problemas ao balneário é uma questão de facto sensível que tem que ser tratada com pinças e muita inteligencia.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 07.07.2015 às 08:14

Nao se pode exigir a ninguém que ganhe o campeonato em Portugal porque havendo 3 candidatos, nao depende exclusivamente do que a equipa faz "por si". Há temporadas em que os grandes perdem mais pontos (e em que se pode ser campeao com menos de 80% dos pontos) e outras em que mesmo fazendo 85% dos pontos nao chega.
O que é fundamental é crescer em relacao ao patamar competitivo dos últimos 2 anos. E garantir a presenca na fase de grupos da Champions League.

Já agora: Roma e Pavia. "Paiva" é um apelido e eventualmente o nome de uma qualquer localidade perdida no nosso Portugal.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo