Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

image.jpg

 

Em consequência do desaire frente à Polónia no playoff de acesso ao Europeu 2020, é apenas justo questionar se os 23 jogadores seleccionados por Rui Jorge representam o melhor talento disponível nesta altura. Vejamos a convocatória:

 

Guarda-redes: Diogo Costa (FC Porto), João Virgínia (Everton FC) e Joel Pereira (Vitória FC)

 

Defesas: Diogo Leite (FC Porto), Fernando Fonseca (FC Porto), Ferro (SL Benfica), Ivanildo Fernandes (Moreirense FC), Jorge Fernandes (CD Tondela), Pedro Amaral (SL Benfica) e Yuri Ribeiro (SL Benfica)

 

Médios: André Horta (Los Angeles FC), Bruno Costa (FC Porto), Gedson Fernandes (SL Benfica), João Carvalho (Nottingham Forest FC), João Félix (SL Benfica), Pereira Lage (Clermont Foot), Pêpê (Vitória SC) e Stephen Eustáquio (GD Chaves)

 

Avançados: Diogo Gonçalves (Nottingham Forest FC), Diogo Jota (Wolverhampton Wanderers FC), Heriberto Tavares (Moreirense FC), Jota (SL Benfica) e Rafael Leão (Lille OSCM)

 

Em resumo, 6 jogadores do Benfica, 4 do FC Porto e depois um de cada de vários clubes Lusos e fora fronteiras.

 

Correndo o inevitável risco de ser acusado de não ser isento na análise, surpreende que da até recente melhor formação de Portugal e uma das melhores do Mundo - Sporting CP - nem um único jogador foi seleccionado. Aliás, para ser cem por cento correcto, Ivanildo Fernandes é do Sporting, embora esteja cedido ao Moreirense. Rafael Leão foi formado na Academia de Alcochete, mas agora joga na França. Creio que nenhum nome me passou despercebido.

 

E o que está em debate não é apenas o afastamento do Europeu, e por consequência, dos Jogos Olímpicos de Tóquio, mas também como se chegou a este desfecho.

 

A equipa fez o que em princípio seria o mais difícil: foi à Polónia vencer por 1-0. Depois, em casa, no embate decisivo, desperdiçou completamente essa vantagem e chegou ao intervalo a perder por 3-0. Na segunda parte dominou completamente em termos de posse de bola, mas não houve intensidade e eficácia suficiente no último terço do terreno para ir além de um golo.

 

Não sei bem se é um caso semelhante ao da Selecção A, com Fernando Santos, a jogar em casa, também diante da Polónia, fazer alinhar dois trincos: William Carvalho e Danilo, e ainda Raphael Guerreiro a extremo. Um criativo como Bruno Fernandes, nem sequer saiu do banco. O médio do Sporting não está a atravessar o seu melhor momento, é verdade, mas em termos de construção de jogo e capacidade de remate é dos melhores jogadores portugueses da actualidade.

 

Gosto muito do Rui Jorge, mas não me parece que esteve ao seu melhor desta vez.

 

publicado às 13:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


12 comentários

Perfil Facebook

De Indiana Julio a 21.11.2018 às 16:00

O Humberto Coelho sabe a resposta mas o Rui Jorge tambem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.11.2018 às 17:49

Obviamente, mas eles não nos vão dizer, nem sequer se eu perguntar directa e pessoalmente ao Rui Jorge.

Aliás, por uma questão de respeito, nunca lhe faria essa pergunta.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 21.11.2018 às 16:10

Esta valorização constante de jogadores de determinados clubes é no mínimo duvidosa…. veja-se como o Sporting foi reconhecido por todos uma das melhores formações do mundo, e mesmo tendo isto em conta, verifica-se que os atletas que joguem de leão ao peito têm de jogar o triplo para terem as mesmas oportunidades…. fica-me na memória as convocatórias para o Mundial do Brasil André Almeida e do Ivan Cavaleiro, fica-me na memória a convocatória para o Mundial da Africa do Sul do Ruben Amorim em detrimento do Moutinho….. é no mínimo surreal estas opções!

Eu gostaria de saber quantos destes jogadores da Sub-21 têm ligações à Gestifute….
Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 21.11.2018 às 16:41

Caro Schmeichel,

Na altura dizia-se que o João Moutinho não foi convocado, não só por ter feito uma época modesta, e verdade seja dita, Ruben Amorim foi muito útil nessa época do Benfica de Jesus (a melhor temporada da carreira possivelmente do Ruben Amorim que sempre teve vários problemas físicos); mas fundamentalmente para não se valorizar e o Porto comprá-lo ao Sporting por menos. Com a conivência de Queiroz, Madaíl e muita negligência do então presidente Bettencourt que não defendia o Sporting como deve ser, por vezes "disparava" mais para dentro do que dar "tiros certeiros" para fora, e então com os rivais, era por demais evidente... em Fevereiro não ir a um jogo da Taça no Dragão (na altura a única competição que o Sporting teria uma forte possibilidade de ganhar, mas saiu vergado a um terrível 5-2) porque tinha ido de férias para o Brasil.
Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 21.11.2018 às 16:22

Caro Rui Gomes.

Pelo menos o guarda-redes Joel Pereira, emprestado pelo Manchester United ao Vitória de Setúbal e também já esteve emprestado ao Belenenses, para mim tem sido uma surpresa pela negativa e uma enorme desilusão. Têm sido frangos atrás de frangos, não só no jogo de ontem pela Selecção sub-21 como pelo Vitória. Pelo menos esperava que um guarda-redes como ele, contratado pelo poderoso clube inglês, tivesse já uma maior evolução, pelo menos, não jogando no United, jogar na Premier League, para o nível que se previa.

Faz-me confusão ver alguns jogadores portugueses com talento (segundo o que dizem os "experts") cometerem tantos erros mesmo contra adversários inferiores, não só tecnicamente mas até fisicamente. Afinal são ou não superiores aos adversários? O Joel Pereira pelo menos na baliza sadina esperava muito mais dele, sofre golos estranhos de qualquer rapazote desconhecido... muito estranho..

Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.11.2018 às 17:51

Bem... eles ontem estiveram muito mal e com consequências muito desagradáveis para o futebol português, especialmente pelos Jogos Olímpicos.
Imagem de perfil

De Greenlight a 21.11.2018 às 17:54

Exactamente, Joel Pereira tem sido muito infeliz e quando me lembro que, há poucos meses, ainda se falou que ele poderia vir para o Sporting! Esse não nos conseguiram enfiar!
Sem imagem de perfil

De RCL a 21.11.2018 às 16:42

Os sub 21 de Rui Jorge estiveram 5 anos sem perder(2011- Rússia) quando perderam com a Espanha, junho de 2017.Agora mais uma martelada. Não estara Rui Jorge a ser "levado" pela "ABola" e companhias? Clausulas de 120 milhões não jogam à bola.
Sem imagem de perfil

De RCL a 21.11.2018 às 18:58

O comentador abaixo explicou com mais engenho. Julgo que há 3 jogadores do Sporting que poderiam ser titulares, um deles, Miguel Luís, fez 2 jogos na equipa principal.
Imagem de perfil

De Greenlight a 21.11.2018 às 17:56

Há que alimentar a falácia que a escola do LFV no Seixal é a melhor do mundo!
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 22.11.2018 às 10:46

Diga-me lá qual é o clube com mais títulos nacionais e presenças internacionais conquistados nos escalões de formação na última década...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo