Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Servir a dois senhores

Naçao Valente, em 15.03.16

 

19358836_Ua9NP.jpg

Dizem que a memória dos homens é curta, mas parece-me que mais do que curta é selectiva. Augusto Inácio é hoje um funcionário do Sporting com funções pouco definidas. Dá a impressão que no rearranjo que se seguiu à contratção de Jesus, foi colocado numa de prateleira courada. A sua maior visibilidade é como comentador oficioso na televisão onde, fazendo o seu papel da voz do dono, trouxe de novo à baila a expressão “croquetes”, usada para designar dirigentes anteriores e utilizada como arma de arremesso a todos os que se opõem à actual Direcção.


Se fizermos um pouco da história do agora comentador SIC, constatamos que Inácio iniciou a sua carreira como profissional de futebol. em 1971, depois de passar pelos escalões da formação do Sporting. Foi titular a partir de 1978, e participou na conquista de dois campeonatos em 1980 e 1983. No ano seguinte rumou ao FCP por um melhor salário. Entre 1971 e 1983 foram presidentes do Sporting, Brás Medeiros, Valadão Chagas, Henrique Nazaré e João Rocha. Se tivermos em conta que, de acordo com a tese "brunista", esta direcção rompeu com o”viscondato”, Inácio serviu o SCP, como atleta, no período dominado por “croquetes”.


Em 1988 iniciou a carreira de treinador no FCP, passando depois por vários clubes. Em 1999 regressou ao Sporting para treinar a equipa principal. Conquistou, dezoito anos depois, o campeonato nacional. Foi contratado pelo presidente do Sporting que era José Holtreman Roquete. Mais um “croquete”.


Se há alguém que, na actual direcção, devia ter pejo em usar esse termo é Augusto Inácio, pois se agora é servidor do presidente Salvador e impoluto, também já o foi dos ditos “croquetes”. Como se diz nos evangelhos, se queremos ser livres e autónomos, não devemos servir a dois senhores. Caso contrário perdemos o moral para vilipendiar um deles. Além disso, não é correcto morder a mão que nos deu de comer. Um dirigente tem muitas formas de defender o clube que representa. Não deve fazer parte do seu papel, dividi-lo. Com amigos destes não precisamos de inimigos.

 

publicado às 18:35

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds