Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Silêncio foi a ordem do dia

Rui Gomes, em 08.12.16

 

img_770x433$2016_12_08_08_54_54_1194576.jpg

 

Assim que Gianluca Rocchi (árbitro) apitou para o final do jogo, Bruno de Carvalho deixou de imediato o relvado, não disfarçando a óbvia desilusão da derrota e as respectivas consequências. Desta vez não houve causa nem disposição para vénias para a bancada nem voltas olímpicas ao estádio.

 

Os objectivos europeus da época, citados pelo próprio, por água abaixo !

 

Adorava saber da conversa que houve entre presidente e treinador, se alguma, nesta ocasião. Indiferente do que vier a acontecer no domingo, ainda há muito da época nacional a disputar e, além disso, Bruno de Carvalho está "colado" de forma irreversível a Jorge Jesus, aconteça o que acontecer.

 

Uma vitória na Luz irá longe para recuperar os ânimos da equipa e dos adeptos, indiscutivelmente. Um empate deixará sempre uma sensação de pouco, com muito por definir. Uma derrota, enquanto não pontualmente decisiva, poderá precipitar eventos imprevisíveis, nomeadamente sobre a performance da equipa nos jogos seguintes e no apoio dos adeptos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.12.2016 às 14:13

E mais uma vez, deixou os jogadores e os restantes elementos a dar a cara perante os adeptos. Parece que nem ao balneário foi.
Ainda chamam a esta "coisa" de "presidente"?!?

E depois os outros é que são os "ratos"?!

Isto tem sido recorrente, e vamos ver se isto não irá criar divisões dentro da estrutura. Os jogadores não estão para serem palhaços perante aquele que é o verdadeiro palhaço do Sporting e do futebol português! Essa é que é essa.

Já chega, já conseguiste o teu sonho de menino (lol), já compraste mais de 100 jogadores, agora, faz o que disseste há tempos, e sim, emigra. Emigra para bem longe, e deixa o Sporting para quem é dele, e dele nada quer em troca.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 08.12.2016 às 15:27

Acredito que noutro tempo e espaço, com a devida oportunidade, BdC seria um governante ditador. Esta tentativa de querer associar a sua cara só ao sucesso, e não se mostrando nos insucessos, é mais uma para a lista de pequenas atitudes reveladores do seu mau carácter.

A forma como tentou manipular os sportinguistas para os virar contra Marco Silva, as mentiras que disse sobre as soluções financeiras para o Clube, a perseguição e tentativa de calar sportinguistas críticos à sua gestão, a divisão entre bons e maus sportinguistas que insiste em fomentar, as vezes que se tentou colocar acima do Sporting e o desvalorizou para se promover a si e ao seu ego, as contantes retóricas de que tudo está óptimo não reconhecendo qualquer erro, as constantes cortinas de fumo sobre problemas externos para desviar as atenções dos sportinguistas para os problemas internos, etc.. Todas estas acções são de alguém que se rege com a principal motivação de promover o seu ego e o seu poder, e que o que mais teme é que esse último lhe seja retirado, e o primeiro seja ferido. O sucesso do Sporting vem como que condição para isso.

Peço desculpa se fujo muito à temática do texto mas este comentário é como que desabafo.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.12.2016 às 18:16

Ao longo dos tempos isso tem sido óbvio. Mas há sempre que venha com aquela do "no tempo do Godinho é que era bom". Uma miséria o que se tem visto por ai...
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 08.12.2016 às 15:32

Correctíssimo o seu post Rui , exactamente tudo isso que escreveu
Sem imagem de perfil

De Implacável a 08.12.2016 às 15:48

Este meu comentário vai para os dois primeiros a pronunciar-se sobre o post.
Uma coisa é ter opinião, outra, bem distinta, é ser burro ao ponto de não perceber o trivial.
No dia em que um presidente do SCP reaja da mesma maneira perante as derrotas e as vitórias - que já os tivemos, nomeadamente o mago da gestão e da frieza, José Roquette, que quando percebeu que o futebol não é razão mas sim emoção e títulos, já o nosso clube estava enterrado tão fundo no chiqueiro que ainda hoje tenta voltar á tona - e eu considere esse aberrante comportamento como normal, é porque já não serei amante do clube.
Se eu alguma vez presidisse o SCP, mandaria instituir um obrigatório estado de luto após as derrotas. É assim que se sentem, hoje, milhões de Sportinguistas e deveriam sentir-se assim esse bando de mercenários a quem se pagam salários pornográficos para dar (mal, muito mal) uns chutos na bola ou aos que é suposto terem a incumbência de os treinar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.12.2016 às 16:09

""........ Se eu alguma vez presidisse o SCP, mandaria instituir um obrigatório estado de luto após as derrotas. ""
Eu apoio ...LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLL !!

Bruce "O Implacável" para Presidente !!...........

P.S. O Sporting jogou ontem de negro(luto).
Pergunto: Foram já as novas normas de vestuário instituídas antes dos jogos europeus??

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 08.12.2016 às 16:11

Comentário naturalmente meu
Carlos N.T. está ainda meio lélé com a fantástico resultado !!

Tou de luto.. LOOOOOOOLL !!
Sem imagem de perfil

De Implacável a 08.12.2016 às 16:13

Gosto desses "LOOOOOOOOOOOOOL"!
É a mesma expressão que os adversários usam sempre (e tem sido um fartote) que nós perdemos. E nós, achamos isso normal...
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 08.12.2016 às 16:47

Nada normal..
Mas, temos neste momento argumentos para isso contrariar ???

Saber, rir das nossas "malezas", faz-nos mais fortes !!..Saber,.. repito.
Como dzia o Nani.. Quem nao sabe perder, também nao sabe ganhar !!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2016 às 16:40

Caro Implacável,

Não era para lhe responder, mas não resisti reagir ao tom e à substância do seu comentário, sem insinuar burrice alguma da sua parte, como, lamentavelmente, o caro faz relativamente aos outros leitores.

O que indica no seu comentário é tão elementário como o A, B, C que se aprende logo na primeira classe. O ponto do post não é esse, nem eu escreveria algo nesse sentido.

A mensagem que eu pretendi passar é que é precisamente no maus momentos - e sei isto por experiência própria - que um presidente deve demonstrar solidariedade com a sua equipa, não desaparecendo, claro, atitude que Bruno de Carvalho já deixou registada em várias ocasiões.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 08.12.2016 às 16:59

Caro Rui, o meu comentário não foi ao que escreve no post - eu até refiro isso logo na primeira linha. O post limita-se a dar conta de factos ocorridos.
O que me fez intervir foram os dois primeiros comentários.
A referência aos burros não tem que ver com falta de inteligência mas com uma característica dos mesmos. Quando aprendem um caminho, é difícil "convencer" os simpáticos animais a adoptarem outro trilho.
E mesmo quando algumas evidências no comportamento do mestre apontam no sentido que, naquele momento, o rumo a seguir será outro, a tendência dos ditos quadrupedes é enveredar pela rota habitual.
Usar uma atitude compreensível e, na minha opinião, acertada - de manifestar total desagrado para com a derrota - do presidente para o atacar é fazer como o burro.
Hoje o caminho a seguir é outro...
Sem imagem de perfil

De smoker a 08.12.2016 às 17:57

Caro Implacável, sou tendencialmente apoiante do que escreve e acompanho muitas das suas criticas.
Contudo, pelo tempo que já tem por este blog, acho que lhe está a escapar uma certa comichão que o que vai escrevendo faz. Principalmente por passar ao lado de criticas cegas ao Presidente e ser objectivo quando as faz!
Repare ainda na tolerância do "mestre escola" para com os rivais que vêm para aqui divertir-se a pôr gasolina nas nossas fogueiras e a apreciar os "puxões de orelhas" que ele, na sua omnipotência editorial, dá aos que acima de tudo (e de alguns) gostariam de ver vitórias do Sporting fosse com o Bruno, fosse com o Empelastro ou com qualquer outro anjo/diabo....

Sem imagem de perfil

De julius coelho a 08.12.2016 às 18:01

Eu apoio o estado de luto apos as derrotas .

Quando fui treinador nao perdi mas empatei 2 vezes , os 3 dias seguintes a esses empates os jogadores ficaram proibidos de pensar no jogo seguinte , primeiro tiveram que levar comigo.

Hoje logo apóss os jogos com derrota é moda dizerem que ja estão a pensar no jogo seguinte e que o importante é levantar a cabeça ,

no pasa nada!!!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2016 às 18:33

Não há regra alguma nesse sentido, cada estrutura administrativa/técnica de futebol age como melhor entende mediante os activos à sua disposição e as circunstâncias.

Acha piada ver aqui algumas pessoas opinarem sobre o foro interno de uma equipa de alta competição, conhecimento do qual é limitado às páginas noticiosas.
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 08.12.2016 às 18:50

Eu nao acho piada nenhuma quando perdemos , ja temos que levar com os amigos proximos e ainda ler muitas coisas desagradáveis , mas o que me importa mais é mesmo o meu estado de espírito que fica algo afectado , triste e ás vezes revoltado.

A estrutura da equipa quando perde deve de facto ter um momento de luto , ajuda a entenderem melhor a importancia da derrota e tudo o que ela envolve , nos adeptos e até neles proprios no singular no seu sucesso pessoal e da equipa.

Felizmente passámos a perder menos vezes mas ainda nao é suficiente , têm que tornar ainda mais raras as derrotas.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.12.2016 às 18:53

Não diria luto, mas descarregar a frustração da derrota no jogo seguinte.

Quando o Porto em 2003 perdeu a Supertaça Europeia para o Milan, o Mourinho disse que a equipa seguinte iria pagar caro. Infelizmente foi o Sporting a ir às Antas perder por 4-1.
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 08.12.2016 às 21:24

Pois mas jogar em casa depois de uma derrota nao é o mesmo que ter que ir fora e logo á Luz , nao haverá muito tempo para descarregar o que quer que seja , mas pressinto que vão estar á altura e vão demonstrar muita qualidade , porque nao fazerem um jogo como fizeram no Bernabéu e as possibilidades de ganharem serão maiores.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.12.2016 às 18:33

"No dia em que um presidente do SCP reaja da mesma maneira perante as derrotas e as vitórias - que já os tivemos, nomeadamente o mago da gestão e da frieza, José Roquette, que quando percebeu que o futebol não é razão mas sim emoção e títulos"


E isso é baseado em quê? No "diz que disse"?

Sabes, ao principio, também cheguei a ter dúvidas sobre todos esses anos de gestão, pois a propaganda a caluniar todo um passado de dirigismo era muita. Normal que tenha tido dúvidas.

Sabes o que me fez perceber que o Roquette é tão ou mais sportinguista que qualquer um de nós? Foi este vídeo, em que no fim do jogo ele era um homem feliz e emocionado pelo seu clube.

Abre os dois links abaixo

https://youtu.be/Yoiheu6QYAA?t=6143

https://youtu.be/Yoiheu6QYAA?t=6734

Não, ele não dava voltas olímpicas após uma vitória contra uma equipa de III divisão. "Apenas" e só se dirigiu de forma humilde aos adeptos para os aplaudir, sem necessitar de bater com a mão no peito!

E quem conhece a história dessa temporada, sabe que ele foi fundamental para o título. E sabes porquê? Porque soube trabalhar em equipa, percebeu que não era um homem do futebol, e foi buscar alguém com experiência na área (o Duque) para administrar a SAD. Com o Luís Duque contratou-se o André Cruz e o César Prates a meio da época e fomos campeões!

O Roquette pelos vistos sabia o que era o rigor e a organização que o lema "esforço, dedicação e devoção" têm que exigir.

Agora compara isto com alguém que precisa do Sporting para subir na vida e que nas derrotas nem tem a coragem de se dirigir aos adeptos, fazendo dos jogadores palhaços! Já nem falo em processos a sócios e outras vergonhas mais que conhecidas.

O Roquette foi um presidente, este é apenas um funcionário que em Março voltará para o centro de emprego. Lol
Sem imagem de perfil

De Implacável a 08.12.2016 às 19:58

Ninguém alguma vez questionou o Sportinguismo de Godinho Lopes, JEB, SOares Franco, Dias da Cunha, José Roquette, Santana Lopes, Sousa Cintra e por aí fora.
Eu sei que são muito Sportinguistas. Já competentes...
Até por questões familiares, José Roquette nasceu com uma Juba de Leão mas o seu conhecimento de futebol é o mesmo que o meu sobre astrologia...
Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.12.2016 às 20:20

Pelos vistos sabe mais que o Azevedo...
Sem imagem de perfil

De Profeta a 08.12.2016 às 22:09

"Até por questões familiares, José Roquette nasceu com uma Juba de Leão"

Por acaso duvido que haja mais algum clube no mundo com essa singularidade. Já os benfiquistas mal sabem quem os fundou...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo