Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Screenshot (72).png

Considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Farense:

"Fui expulso por afirmações que não são verdade. E vou meter isso na minha defesa. Expulsem-me por palavrões, mas o que está a seguir, e que é a sustentação ao castigo de 'conseguiste o que querias', é falso. É a última vez que falo sobre o castigo porque o grande prejudicado sou eu e qualquer dia sou despedido do Sporting e não arranjo trabalho em lado nenhum porque estou sempre castigado. Vou focar-me nos jogos".

"Sempre fui assim no banco, o meu comportamento não mudou, vivo as emoções do jogo, estou confiante na mesma, sinto a equipa melhor, o que me deixa tranquilo, não mudei a minha forma de estar, estou confiante. Nunca quis passar por santo".

"Tivemos dois jogos nos quais não conseguimos ganhar, faz parte do futebol. Fomos claramente superiores. É sempre melhor ganhar, mas a equipa está muito tranquila. Os jogadores acreditam em mim quando lhes digo que estão melhores. Sou muito sincero no que digo. Temos uma forma de jogar muito clara, acho que vamos fazer um grande jogo em Faro. É óbvio que temos de fazer mais golos do que os adversários. Só queremos ganhar ao Farense, é esse o nosso pensamento, não fazemos sequências de três jogos".

"Felizmente, hoje em dia um mau resultado para o Sporting CP é um empate. O futebol tem coisas que não se explicam. Na jornada com o Moreirense, o nosso rival que está em segundo classificado esteve empatado até ao último lance da partida e ficaria com uma desvantagem maior. E nós com o Moreirense estivemos a ganhar até ao último minuto.

O que poderia ter sido uma vantagem maior tornou-se numa vantagem menor. O futebol é mesmo assim. Se mudou antes, pode voltar a mudar. Acredito que podemos ganhar ao Farense e se ganharmos está tudo bem. Há coisas que não controlamos." 

"Feddal não vai estar neste jogo em Faro, precisa de estar a cem por cento. Há outros jogadores que estão melhor. Inácio e Tabata estão aptos, Feddal vai ficar a recuperar algumas mazelas que tem".

"O pensamento da equipa é sempre o mesmo: ganhar mesmo sem o treinador no banco".

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Imagem de perfil

De Leão do Norte a 16.04.2021 às 07:26

"Felizmente, hoje em dia um mau resultado para o Sporting CP é um empate"
Principalmente porque é verdadeiramente sentido pelos sportinguistas e não fazendo parte de um discurso estéril, como aconteceu ao longo de muitos anos, em que o Sporting entrava sempre para ganhar, mas se tal não acontecesse... paciência!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.04.2021 às 11:59

Se olharmos para o impacto desportivo e evolução da sua perfomance como equipa é sem duvida a grande novidade que o Sporting de Rúben Amorim nos trouxe esta época, a sua recuperação como grande equipa competitiva em que um empate seja contra quem fôr é um mau resultado.
Sem imagem de perfil

De Yazalde a 16.04.2021 às 13:56

Os ladrões do no das antas estão a espera para o assalto, mais os da luz, nem os policias conseguem combater porque tem medo, os juízes ajudam e o retrato de há trinta e sete anos ,assalto ao clube de alvalade não há vergonha,ardessem todos no inferno toma lá o anónimo cala te e vai para a barraca
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 16.04.2021 às 16:08

Não sendo decisivo, ainda há muito campeonato, o jogo no S. Luís será revelador sobre a equipa do Sporting. Refiro-me à sua mentalidade competitiva e vencedora. No final do jogo, pelo que os nossos jogadores revelarem, ficarei mais optimista ou menos confiantepara os jogos que se seguirão.

Aguardo com curiosidade a estratégia de Rúben Amorim: um 3x4x3 com Nuno Santos ao lado de Paulinho e Pote ou um 3x5x2 com Bragança a fazer companhia a Palhinha e J. Mário. Com N. Santos teremos mais fibra, agressividade e velocidade. Com Bragança a opção será pela posse, contenção e construção. Confio que o nosso treinador tomará a melhor decisão.


Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.04.2021 às 19:36

Volto à mesma questão caro amigo o sistema a utlizar deixa de ser tão decisivo se os jogadores estiverem decididos a deixar a pele em campo.
Se estiverem todos mas todos sem excepção decididos vai chegar a um ponto que nem se percebe o sistema porque estarão em cima do adversário.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo