Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Só há amor com Bas Dost"

Rui Gomes, em 13.03.18

 

QQBXW13K.jpg

 

"Há um antes e um depois do minuto 56 no Chaves-Sporting. Até esse momento, o Sporting era assim uma espécie de membro de casal de namoro com data de validade a expirar, sendo que nesta metáfora, o outro membro do casal é a Liga. A relação foi boa, chegou a ser muito bonita mas, alguns meses depois, o Sporting já não parecia assim tão interessado. Até porque lá fora, na Europa, o leão andava já a catrapiscar outra conquista.

 

Porque foi a pensar na Liga Europa que Jorge Jesus engendrou um onze de recurso, face a tantas ausências, fosse por lesão ou castigo. Não arriscando colocar Bas Dost de início, deixando Ristovski no banco para dar as laterais a Bruno César e Battaglia, oferecendo a titularidade no meio-campo a Misic. E durante 56 minutos, de facto, o Sporting esteve com a cabeça em outro sítio, na República Checa talvez, por achar que cá dentro as coisas estavam mais que condenadas.

 

Mas há sempre uma réstia de amor. E essa réstia, essa esperança, está na cabeça de um holandês de sorriso fácil e sempre de braços abertos para receber alguém contra o seu corpo com quase 200 centímetros de altura. Porque no Sporting, quando há Bas Dost, há sempre mais uma oportunidade".

 

Crónica de LÍDIA PARALTA GOMES, jornal Expresso, disponível aqui.

 

 

AFFAKQjI-e1520887912704.jpg

 

Nota: Para que não hajam quaisquer equívocos, avisamos, desde já, que não toleraremos propaganda avulsa "encarnada" sobre o primeiro golo de Bas Dost. Isto, muito em especial para todos aqueles que não sabem fazer a distinção entre a nossa postura crítica para com o actual presidente do Sporting e o nosso Sportinguismo.

 

publicado às 04:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 13.03.2018 às 22:00

Se os administradores me permitirem, gostaria de deixar aqui este vídeo (mais propriamente o seg 30):

http://videos.sapo.pt/iInH1KhKkI440Wz7Qa9N

Eu bem sei que pela televisão não conseguimos avaliar intensidade do toque, mas o homem até está com uma "mão à paneleiro", de tão falta de força no braço com que está.

Só uma segunda nota. Analisemos os critérios de avaliação deste lance para aqueles que foram usados no lance do Doumbia no Dragão. Realmente, o homem tem que ir à bruxa, porque deve de estar enguiçado... E assim se vai andando. Com isto, perdemos no Dragão e arrancam-nos um golo em Chaves...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo