Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Só não vê quem não quer ver!

Rui Gomes, em 17.04.24

Ao minuto 24 do jogo entre Sporting e Famalicão, Pedro Gonçalves ficou no relvado com queixas após sofrer um pisão de Topic. Fábio Veríssimo e o VAR Hugo Miguel não viram motivos para grande penalidade.

No entanto... como diz o nosso leitor António Cazales, em comentário...

"O Sporting é o líder do campeonato, mas levou o dobro dos cartões amarelos da outra equipa. O Sporting assim que tem um jogador com amarelo tem logo de o tirar, pois o duplo amarelo só está à espera do próximo contacto".

publicado às 03:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De José Santos a 17.04.2024 às 10:27

Mas continua-se a falar do Casa Pia....para já não falar da "histeria coletiva" famalicense....os campeonatos que o Sporting ganha na realidade deviam valer três por cada um....
Está quase amigos...viva o Sporting
SL
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 17.04.2024 às 15:14

Factualmente, existem elementos que compõem a equipa de arbitragem nos jogos de futebol em Portugal, que recorrentemente cometem graves, influentes e grosseiros erros de apreciação, interpretação e análise.
Ora, quando as imagens são evidenciáveis, óbvias e inequívocas, quanto à aplicação das regras e Leis do ludopédio, jamais pode ser tolerado e permitido, que alguém enquanto participante direto e oriundo do edifício ou ligado em termos organizativos ou estruturais, esteja ou continue, a desvirtuar e a defraudar a Verdade Desportiva das competições.
Quem dispõe e se encontra investido, de poderes discricionários e soberanos nas decisões, tem de possuir um carácter imaculado, coragem e forte personalidade, assim como outras qualidades e méritos, acima de qualquer dúvida e suspeita.
Por conseguinte, tal inerente desempenho, tem por definição funcional, uma missão, objetivos e tarefas, quanto ao cumprimento escrupuloso das regras e Leis que regem o futebol.
Logo, a violação ou incumprimento desses princípios régios e éticos, deveria ser suficiente razão e justificação para colocar imediatamente em regime de insanável incompatibilidade profissional, quem no exercício de VAR, tem por prática a incompetência, a distração, a má fé ou o dolo, por reminiscência ou omissão, não respeitando e fazendo respeitar, as regras do jogo.
Recentemente, a não marcação de uma grande penalidade em jogo da Taça e, também a não expulsão de um jogador por evidente e gravada agressão com murro a adversário em jogo para o Campeonato, ambas disputadas na casa do anfitrião, são inqualificáveis, inadmissíveis e demonstrativas de que algo está em estado de putrefação, disfuncional, desleixo e apenas ao sabor de alguns «stakeholders», ou sejam, interesses espúrios e inconfessáveis.
E que dizer, de mais este lance de evidente grande penalidade contra a equipa de Famalicão, por entrada emergente e negligente no lance e "pisão" em pé de apoio do adversário atacante?
E quando à diferença de critério na amostragem de cartão amarelo, por movimento de rotação corporal da mão / braço contra a face do adversário, quando no caso do jogador visitante (do Sporting CP) este ficou prostado no relvado, com queixas e a sangrar do lábio inferior?
E todos estes erros grosseiros, cometidos em desfavor da mesma equipa / clube, não são sintomáticos de atitudes persecutórias por parte de uma entidade associativa corporativa, que eventualmente visa ou tem intuitos de influência na atribuição de títulos?
Por onde andam as instâncias reguladoras e disciplinares, sejam elas da Federação, da Liga e até da tutela governamental?
Tantas situações e questões, que há décadas se repetem e sobre as quais se aguardam medidas condizentes e respostas transformadoras.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 17.04.2024 às 17:41

Ontem fiquei com dúvidas, hoje ao ver a repetição não tenho dúvidas de que há um pisão no pé do P. Gonçalves. Penalty por assinalar. Mais um! Nem com ajuda do vídeo lá vão! Já não é incompetência, é mesmo malandragem!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo