Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

varandas_e_benedito15224334.jpg

 

Frederico Varanas e João Benedito são os dois candidatos à presidência do Sporting que reúnem mais consenso entre os sócios. A conclusão é de um estudo de opinião publicado esta quinta-feira pelo jornal "A Bola".

 

De acordo com a sondagem realizada, Frederico Varandas reúne 35,4% das preferências e João Benedito 28,4%. O gestor e antigo guarda-redes de futsal, está ainda assim a sete pontos de distância do ex-director clínico dos leões.

 

Os restantes cinco candidatos estão a larga distância: José Maria Ricciardi com 5,3%, Dias Ferreira 2,8%, Pedro Madeira Rodrigues 1,3%, Fernando Tavares Pereira 0,9% e Rui Jorge Rego 0,3%.

 

O estudo da Intercampus para o jornal resulta de entrevistas a 615 sócios leoninos nas imediações do Estádio José Alvalade. Dos 490 sócios que afirmaram que vão marcar presença no ato eleitoral de 8 de Setembro., 91 confessaram ainda estar indecisos sobre o candidato que vão escolher.

 

A recolha de dados foi feita a 18 de Agosto, antes da realização do jogo Sporting - Vitória de Setúbal. A margem de erro máximo da sondagem é de aproximadamente 3,95 pontos percentuais para um intervalo de confiança de 95%. A taxa de resposta foi de 60%.

 

publicado às 12:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


61 comentários

Sem imagem de perfil

De Lusitanista a 23.08.2018 às 12:21

O Varandas, para mim, deverá mesmo ser o "pior" candidato.

Sinceramente, acho que os únicos que têm realmente apresentado ideias e projetos são o Pedro Madeira Rodrigues e o Ricciardi....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:38

Até concordo, mas não são as figuras mais populares e/ou carismáticas, e esse factor irá pesar muito nas urnas no dia 8 de Setembro, para bem ou para mal.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.08.2018 às 18:05

Acrescento que um e outro já geraram muitos anticorpos junto dos adeptos Leoninos!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 18:17

Bem... dirão alguns que isso é muito sujectivo.
Sem imagem de perfil

De João a 23.08.2018 às 12:39

Este tipo de sondagens tende a falhar, no entanto, surpreende-me Varandas estar à frente e com uma margem tão grande. Grande surpresa também a votação de ricciardi. Continuo a achar que a decisão e entre Benedito e ricciardi, pelo menos é essa a minha dúvida. Varandas é dos piores. Os restantes 4, não me surpreendem, acho que os 4 juntos não terão 10%
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 23.08.2018 às 12:45

Não dou muita relevância à sondagem, embora vá de encontro ao que se imagina, talvez com Ricciardi mais próximo dos dois da frente.

E não dou muita relevância porquê ?

1º Porque em 615 entrevistas, 91 ainda não decidiram. Logo aí é uma percentagem enorme.

2º Porque uma coisa são intenções de voto, outra, bem distinta, são o numero de votos a que cada intenção de voto corresponde.

Portanto, penso que se trata mais de sensacionalismo que outra coisa
Sem imagem de perfil

De LUIS FERREIRA a 23.08.2018 às 16:09

A sondagem tem em conta o número de votos dos sócios inquiridos.
Está bem feita, mas foi feita antes dos debates se iniciarem.
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 13:39

Bom!
Sondagens valem o que valem e, dada a especificidade, não sei mesmo em que condições se fazem sondagens assim...
Agora o que eu tenho é visionado alguns debates, entre os quais o da noite passada entre Ricciardi e Varandas.
A Ricciardi aponto-lhe o defeito de não não ter um perfil político. Não é um personagem diplomático. Não prepara o discurso nem as ideias. Simplesmente fala com espontaneidade deixando-se ir no desenrolar da conversa.
Ontem particularmente adoptou uma postura mais agressiva o que dada a sua arrogância natural tira-lhe créditos desnecessários, já que nem precisaria se esforçar para ganhar pontos a Varandas.
Varandas é muito fraco na construção de ideias, algo deslexico até, e nota-se que não tem segurança alguma na convicção das suas ideias e projeçtos.
Tudo é demasiadamente colado com cuspo é realmente parece perceber muito pouco do que fala.
Já Ricciardi não tem a pretensão de florear as ideias, limita-se a expor a sua capacidade para albergar o desafio, mediante a combinação de recursos humanos e materiais, transmitindo a ideia que, mais que nos preocuparmos com modelos desportivos, devemo-nos preocupar com a sua sustentabilidade económica.
É isso promove-se com liderança mas também com um conjunto de pessoas capazes de trazer conhecimento.
Se eu tivesse que confiar a gestão da minha empresa não teria dúvidas a quem a entregaria...
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 23.08.2018 às 14:52

A questão é que o Sporting é uma empresa "especial" onde não podem nunca contar apenas os aspetos económicos e de racionalidade. É a capacidade em dosear a racionalidade com a paixão que tenho dificuldade em encontrar em JMR.

Depois então do comentário de ontem no debate sobre o facto do Paulinho estar há muitos anos no Sporting e não ser por isso que teria perfil para presidente... pensei: "este homem não tem ponta de noção nem sensibilidade sobre o que se pode ou não dizer".

A esse nivel só a celebre frase de irem brincar aos pobrezinhos para a Comporta...

Sinceramente, se duvidas existiam, ontem risquei Ricciardi do meu lote de possiveis escolhas
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 15:09

Bem...
Eu não interpreto o comentário de Ricciardi propriamente por aí, será mais expor o ridículo da convicção que Varandas árvore-se em perceber muito de futebol só porque foi médico do clube por 7 anos.
Agora a necessidade de Varandas reagir para alegadamente defender o Paulinho, dizendo reconhecer nele o mais competente roupeiro desportivo que teve oportunidade de conhecer, diz muito da forma como o médico é "comido" de qualquer maneira...
Vamos lá ver!
Eu percebo que politicamente falando, qualquer um deva transmitir uma imagem de simpatia quando a ideia é captar votos. Admito que esse não seja o forte de Ricciardi mas, porque não estamos na eleição de Miss Simpatia e o que me interessa é a competência para dirigir um clube de futebol, com uma imensidão de recursos mas também de encargos, com uma vasta equipa de colaboradores e numa indústria em que os bons modos, só por si, tem-nos feito, isso sim, é perder distância para os adversários, entendo que Varandas esteja nos antípodas daquilo que eu acho que sirva para o Sporting.
O Varandas notoriamente não faz a mínima ideia do que seja dirigir gente, honestamente!
Mas acha que sim........... Mal!
O outro nunca na vida teve que ir a votos para nada, logo nunca se esforçou por vender simpatia mas, do alto da sua arrogância, demonstra aquilo que parece evidente: todos, ao lado dele, não passam de uns meninos de berço no que toca a gerir, negociar ou liderar.
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 15:13

Aqui ao lado em Espanha temos o exemplo do Real.
O presidente está longe de colher simpatias de quem quer que seja entre os adeptos do clube.
Mas foi a melhor coisinha que lhes aconteceu. O Real Madrid tornou-se em definitivo o melhor clube do mundo.
E se ele percebe de futebol?!.... Bola!!
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 15:39

Há um problema congênito que associa Ricciardi ao medo dos sócios.
Quanto a mim um erro de percepção, repetido tantas vezes ao longo dos anos que se tornou regra na mentalidade dos sportinguistas.
Se se perguntar à esmagadora maioria dos adeptos, estes acharão que o projecto Roquette foi a maior desgraça do clube e que o arruinou.
Sucede que tal projecto teve o condão de modernizar o clube, seja do ponto de vista estrutural (Estádio e Academia, como os melhores exemplos), seja do ponto de vista institucional (constituição da SAD). Em todos estes projectos, o Sporting foi pioneiro e isso trouxe-lhe vantagem numa determinada fase em que se tornou o mais forte no princípio do século.
Mas o que nos distingue dos outros neste momento? Eu diria que quase nada...
O volume de dívida dos nossos adversários é bem mais elevado que o nosso por força do facto de terem tido que investir tal como nós em infraestruturas mas ainda pelo facto de serem muito mais agressivos no mercado ao longo dos anos.
Nesta altura, a guerra é vencida por eles e aquilo que o Sporting essencialmente precisa é de reestruturar a sua indentidade enquanto clube para se poder tornar tão válido no aspecto da receita e dos resultados operacionais como os outros.
Para tal tem que vencer, única e exclusivamente, vencer!
Bruno de Carvalho, no meio da sua loucura e inadaptidão para liderar, teve o condão de nos mostrar o potencial de mobilização deste clube, património que não pode, de forma alguma, ser menosprezado.
Quanto a Roquette soube, mesmo sem perceber de futebol, dar a volta ao texto num clube muito pouco habitual a ganhar. Não soube, isso sim, entregar a sua capacidade de liderança a gente capaz. Cunha, Franco, Bettencourt e Lopes não estiveram à altura, ainda que eu pessoalmente distinga Franco dos outros por reconhecer nele o único com visão empresarial de relevo.
Pese embora toda a colagem que aquilo que eu aqui digo dê a Ricciardi a ideia de um seguidor do projecto, e com todos os defeitos que o dito projecto Roquette acarreta, vejo nele, entre os candidatos disponíveis, o único capaz de retomar o clube no rumo adequado.
Com mais disponibilidade, mais experiência e reconhecimento dos erros passados.
Aliás, lembro-me bem dos entusiasmos do passado, seja com Bettencourt ou mesmo com Godinho Lopes... cheio de ideias e convicções mas qualquer um deles denotando uma incapacidade para descolar duma certa irrealidade.
O mesmo que vejo em Varandas ou Benedito muito por força da falta de experiência, ainda que possam ser muito simpáticos e afáveis.
Pragmatismo, e muito, precisa-se... para nós podermos bater com as nossas dificuldades mas igualmente nós sabermos governar num meio dominado por figuras como Vieira ou Costa.
Quanto a punhos de renda...?
Sinceramente já me fartei disso dos tempos anteriores a Carvalho.
Afinal outro aspecto que parece jogar contra Ricciardi, ou seja, o facto de as pessoas se terem incomodado tanto com a personalidade arrogante e irascível de Carvalho mas que, reconheça-se, fez por em sentido essas duas figuras adversárias que há muito se julgavam donas disto tudo...
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 15:52

Uff!!.
Comparar com José Roquette.
Primos são, isso e mais nada.
O J. Roquette nunca foi arrogante, nem mandão!..
Eu lembro-me dele sempre tentando o diálogo.. O consenso.
Vi-o algumas vezes desesperado por ser incompreendido, isso sim!.
Era uma faceta que era de admirar!.
A paciência que tinha com tanta maldade..
Na!. na.! na!..não comparar!!
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 16:18

Honestamente.... Carlos!
Você acha mesmo que José Roquette não é uma figura arrogante e mandona...?
Isso é só incapacidade para ler a personalidade dos outros ou que mais?!
O sucesso de quem lidera passa muitas vezes pela sua capacidade de se arrogar embora a tenha que saber controlar, sob pena de perder a razão e a confiança dos outros.
Já um coitadinho, por muito que dê pena, não oferece aquilo que as pessoas precisam para se sentir seguras e guiadas: confiança.
A imagem que eu nunca terei de Roquette é de um avozinho simpático e bonacheirão...
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 18:14

Pepeu,

Sim, a incapacidade que o Pepeu tem em dialogar sem adjectivacao.
Ainda assim, conseguiu explicar bem a diferenca entre ser arrogante e arrogancia.
-"O sucesso de quem lidera passa muitas vezes pela sua capacidade de se arrogar embora a tenha que saber controlar, sob pena de perder a razão e a confiança dos outros. "-
Bravo!..
Leia com calma o meu texto.. Vai exatamente deduzir isso mesmo que escreveu.

-"A imagem que eu nunca terei de Roquette é de um avozinho simpático e bonacheirão…"-
LOOOOOOLL!..
Eu disse isso? Como é possível sub-entender tal coisa?..Humm!!..
Sim, a incapacidade que o Pepeu tem em entender ou entao, entender o que deseja entender.

Sem imagem de perfil

De JCP a 23.08.2018 às 16:18

Caro Pepeu,
Concordo que o projecto Roquete foi o mais inovador, o mais criativo e todos os outros seguiram.

O fracasso do Roquete deve-se a uma liderança forte mas ausente e como se costuma dizer, patrão fora, dia santo na loja.

A frase do Ricciardi, o Sporting precisa de uma liderança forte, na minha perspectiva está correcto mas acrescento, deverá ser uma liderança forte mas presente.

De todos os candidatos, o Ricciardi é que tem melhor perfil para essa tal liderança.

Todas aquelas ideias quer do Varandas quer do Benedito são lugares comuns, como diz o Ricciardi e bem concordou com muitas ideias do Varandas mas acrescentou que não trás nenhuma novidade, qualquer um diz aquilo e acrescentou sem liderança forte e presente tudo cai.


Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 16:58

Um projecto Roquette qualquer por si só não torna um clube definitivamente vencedor.
É preciso saber feri-lo a uma empresa, o clube desportivo, como se de um organismo vivo se tratasse sob pena de não o alimentar correctamente, de o definhar e finalmente o matar.
O projecto Roquette vive bem presente na realidade do Sporting hoje em dia é será sempre sua marca identitária para o bem e para o mal.
Várias coisas forma muito mal feitas à altura dos acontecimentos e fui sempre um crítico acérrimo das coisas menos boas.
Simplesmente reconheço em Roquette alguém com o perfil e o carácter para o ter iniciado ao ponto de levar o clube inclusivamente ao sucesso desportivo.
O mal veio depois, porque Roquette não se encontrava em condições nem com motivações para continuar, e o entregou nas mãos de gente menos incapaz e totalmente dominado por interesse vários que ninaram o clube por dentro e por fora.
Nenhum dos muitos contestatários adeptos que representam a larga maioria hoje em dia deixou de se regozijar com os sucessos e as vitórias do princípio do século, quase não pondo em causa o mérito do projecto.
O problema veio com o tempo quando se expuseram as insuficiências, os erros e os muitos aproveitamentos de todo o género que se fizeram dele.
Dizer que com Beuno de Carvalho se rompeu com o passado é passar um atestado de incapacidade de memória a qualquer um por não perceber que todo o modelo, venha de quem vier, segue um trajecto que tem um princípio, nem sempre virtuoso mas definitivamente presente.
Ricciardi não tem que ser conotado com este ou com aquele, senão apenas consigo próprio.
Ninguém que o acompanha sequer esteve relacionado com Roquette os os seus sucessores.
O se entende que é ele a pessoa mais capacitada para pegar no clube que segue o seu rumo ou não.
Mas achar-se que com Ricciardi é o regresso de alguma coisa enquanto que com outro qualquer é o rompimento é não perceber o fundamental é voltar a acreditar noutra aventura cuja última levou-nos a onde nos levou.
E Ricciardi em relação a Varandas disse uma coisa ontem interessante: que este lhe fazia lembrar Bruno de Carvalho com o curso de médico...
Vamos ver!
Nem quero comparar o perfil disruptivo de Carvalho com ninguém deste firmamento. Acredito piamente que todos os candidatos são bem mais sãos mentalmente. E Varandas também, sem dúvida alguma.
Agora o que eu acho, aí dou razão a Ricciardi e ao seu comentário, é que Varandas, para quem quer liderar algo tão grandioso, revela alguma instabilidade emocional e falta de pulso enquanto se baralha com ideias de liderança que não têm pés nem cabeça.
A rábula em volta dos capitães de equipa é de bradar aos céus...já para não falar no cinismo como abordou a figura de Patricio e a sua função enquanto capitão quando andou aos beijinhos e abraços com ele nem há dois meses.
Alguma noção é bom senso precisa-se...
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.08.2018 às 18:26

Fracasso de Roquette!! Espanta-me que se esteja sempre a afirmar isso, tendo o Sporting sido campeão sobe a sua liderança e sendo também o mentor da construção do novo estádio e da academia de Alcochete.
Falhou porque não passou a vida envolto em polémicas e a insultar tudo e todos?
Sem imagem de perfil

De Luís a 23.08.2018 às 16:27

JMR foi sempre uma figura muito presente na vida do clube e de várias direções, inclusivamente de BdC, pela via da banca ou seja pelos negócios do SCP com a banca.
Porque motivo nunca alertou para o perigo que se estava a correr no SCP, sobretudo no tempo de Godinho Lopes onde o endividamento disparou e onde a gestão foi ruinosa.
E ele sabia de tudo isto e foi dando o seu aval. Há quem diga que o SCP beneficiou sempre desta parceria e que JMR tapou ou ajudou a tapar muitos buracos.
A perceção que eu tenho é que a maioria dos sportinguista associa JMR ao passado e ao passado não queremos nós regressar.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 19:30

-"......….Carvalho mas que, reconheça-se, fez por em sentido essas duas figuras adversárias que há muito se julgavam donas disto tudo…"-
Entao nao fez?!..
Ganharam 4+1 campeonatos nacionais e, e, ... ou seja, em 5 anos 20 troféus que disputados, perdemos 18 deles ..
Nao. né!!

Incapacidade de , de , de ….??..
Nao brinque com coisa sérias, Pepeu.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 15:59

_"Mas foi a melhor coisinha que lhes aconteceu. O Real Madrid tornou-se em definitivo o melhor clube do mundo."-
Comparação imperfeita!.
Ter milhões para despilfarrar é outra coisa..
Por exemplo: se eu tiver milhôes para investir tenho menos receio do fracasso. Real Madrid
Por o contrário, se os meus milhôes forem de mealheiro.. Penso duas vezes como e aonde investir. Receio do fracasso. Sporting Clube de Portugal
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 16:22

Mais uma vez...
O Carlos, com todo o respeito, denota alguma falta de capacidade de análise.
Desculpe a minha arrogância...
O Real Madrid é uma perfeita máquina de fazer dinheiro e veio de uma situação de profunda crise financeira sendo o clube mais endividado do mundo, em Espanha tido como um poço sem fundo apenas sustentado pela benevolência dos poderes institucionais, dado ser património desportivo nacional com reconhecimento mundial, para passar a ser uma empresa com os maiores retornos financeiros da história da indústria, através da sucessão de boas práticas desportivas, financeiras e comerciais.
O Real Madrid deixou de ser um clube de futebol espanhol para se tornar uma empresa multinacional pela mão de Florentino Perez.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 18:19

Pepeu,
Sim, o defeito de análise é sempre dos demais..
A dificuldade de …. tudo entao, é mesmo dos outros.
Por muito que gostemos do Sporting..Acha que o Sporting se pode comparar nos financeiros com o Real Madrid, seja em que momento seja?..
Acha mesmo ?
Acha mesmo que o Sporting pode ir ao mercado futebolistico e comprar o Icardi, o Rabiot, o Guerreiro, o Cilessen, o Mandzukic, o Morata, etc....??
Jogadores de segunda linha, os de primeira sao para o Real Madrid..
Acha que o Ricciardi pode manejar as contas como fez o Florentino?.Clarissimo, NAO!
Acha mesmo que o Boavista(Sporting)se pode comparar ao Sporting(Real Madrid)?

Nao compare o incomparável, por favor!
Cada um na sua realidade, todos com o mesmo objectivo! Assim, concordo.
Sem imagem de perfil

De JCP a 23.08.2018 às 16:25

Carlos NT,
Milhoes para estoirar no futebol é o que não falta por essa europa fora. É Mais um chavão que discordo.

Claro que sem dinheiro não temos boas equipas e o Ricciardi já abordou isso, mas só dinheiro não chega, é necessário a tal liderança. Pergunto, o Ricciardi terá essa liderança? Não sei, mas seguramente que dos candidatos actuais é o que tem o perfil mais adequado.

Eu até admito que uma equipa pode fazer um brilharete com um orçamento manifestamente inferior, fará uma temporada, mas não irá repetir, aconteceu recentemente em inglaterra.

Em resumo, é preciso meios financeiros e liderança forte e presente.

O FCP tem ganho devido a liderança forte e super presente do seu presidente, tem duvidas?

O sporting gastou tanto como os outros e nada ganhou. Porque? Faltou sempre uma liderança forte e presente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:41

No que a um líder diz respeito, talvez mais importante do que perceber de futebol é ter a inteligência e a ausência de ego para delegar essas decisões a quem percebe.

Um dos segredos de sucesso, hoje e sempre,em qualquer indústria.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.08.2018 às 18:42

Estou em total acordo consigo Caro Rui, saber delegar, ouvindo opiniões e tomando decisões fundamentadas, são sinónimos de um líder forte e competente.
Sem imagem de perfil

De JCP a 23.08.2018 às 18:57

O que acabou de dizer, no perfil de liderança forte mas presente. Não contesto que possa ter um traço e egocentrismo leve, muitos têm, o quanto baste e o resto utiliza a inteligencia para gerir, por isso acho que um presidente com uma liderança forte é o que se precisa.

Por vezes parece que estamos a discutir quem tem perfil para treinador
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 19:58

JCP,

-"Por vezes parece que estamos a discutir quem tem perfil para treinador"-
As caracteristicas de carácter sao exatamente iguias.

Um bom Presidente se perceber de futebol , será um excelente treinador e vice-versa.

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 15:46

Pepeu,
Hoje tá falhando.
Por tanto querer defender o Zé Maria.

-"O Varandas notoriamente não faz a mínima ideia do que seja dirigir gente!"-
O Freddy Varandas tem sim mais experiência em dirigir pessoas. Numa clinica, num departamento médico de futebol é sim o que ele mais faz.

-"O outro nunca na vida teve que ir a votos para nada, logo nunca se esforçou por vender simpatia.." -
Logo, é dizer, experiência do dia a dia na a diversidade de diferentes extractos sociais, tem zero.
Não sabe liderar, sim mandar!

-"todos, ao lado dele, não passam de uns meninos de berço no que toca a gerir, negociar ou liderar." -
Tá boa, sim!.. 😁
Quero ver o que dizem: O Vieira, o Pápa, a Liga, os árbitros, a FPF..
Será que vai conseguir negociar com eles do alto da sua arrogância?!

Concordo consigo.. Se fosse para gerir a minha empresa, era ele o escolhido.
Pois sim, mas o Sporting é mais que isso.. É um clube social profissional.
Não é so guita! 😁

Abrazzzo
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 16:31

Tenho até dificuldade em discutir tais argumentos...
Temos percepções de realidades absolutamente distintas, isso sim.
Mas no final da sua argumentação para concluir que "um clube social profissional" fica bem entregue nas mãos de um clínico que você alega ter provado capacidade para liderar por que dirigiu uma clínica e não sei o que mais...
Digo-lhe... liderar é mandar, sim senhor! Não se iluda com romantismos marxistas dos tempos modernos...
Anjinhos desses são comidos todos os dias de cebolada por quem realmente governa este mundo para apenas encontrarem refúgio em modos de vida que dependam exclusivamente dos fundos perdidos proporcionados por entidades públicas e pouco mais...
Agora o quero mesmo ver é o que diz o Vieira, o Papa e tantos outros quando tiverem a discutir ou a negociar com alguém que vira o rosto para o lado com cara de amuo quando é minimamente confrontado e exposto nos seus argumentos tão facilmente desmontáveis e tão mal refutados...
É que para um militar, Varandas até denota falta de perfil para comandar, algo que alguma arrogância sempre ajuda...!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 18:12

Pepeu,

Liderar nao é mandar !.. Líder é ter aceitacao, idolo, saber delegar .Mandar é dar ordens, consignar..
Anjinhos, nao lideram! ..

-"Digo-lhe... liderar é mandar, sim senhor! Não se iluda com romantismos marxistas dos tempos modernos…"-
De politica também pouco percebe, Pepeu.LOOOOOOOLL!!
Esses sao os que mais mandam, nao sabem liderar nada.

Leia com calma e depois responda..
Nao disse que Varandas era o bom, o melhor, o mais capaz..
Simplesmente anotei essa discordancia nas suas, as suas ideias/frases Pepeu.

Abrazzzo
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 18:15

Desculpe Carlos, mas acho que pretendia dizer "mandar não é liderar"...

Não será ?
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 18:17

Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.08.2018 às 15:16

A sério que acham assim tão grave o comentário do Paulinho? Sinceramente acho que as reacções são um exagero. Deu um exemplo óbvio de alguém que caso o critério fosse os anos de Sporting era presidente vitalicio, mas que não reune condições para tal. como contraponto á auto-elogiada experiência do Varandas. Não vi aí mais nada.

Choca-me menos isso que ver o Varandas a debitar frases feitas que, nalgumas áreas, desconfio que nem compreende plenamente.

Já agora, não me parece que tenha sido ele a fazer essa afirmação da Comporta. Alguém da família Espirito Santo mas não ele.
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 16:10

Porque as pessoas, de forma natural, assumem como primeiro aspecto para confiar em alguém, a sua humanidade e "cristandade"...
Entendo perfeitamente!
Dependendo das latitudes, mas no nosso contexto, político algum cativa o seu eleitorado por via do discurso arrogante e belicista, mais ainda se tal eleitorado tiver acabado de sair de um trauma causado exactamente por alguém que promoveu essa forma de agir como a sua marca identitária.
As pessoas procuram agora, de certo modo, um certo carinho e atenção.
A imagem de Ricciardi é de alguém que não perde tempo com meiguices, as meiguices pelo que o eleitor médio em Portugal, seja para o que quer que for, sempre se sensibiliza.
Não o estou a ver fazer discursos inflamados e mobilizadores.
Nem é nada disso que eu quero...
Quero pragmatismo, disciplina, profissionalismo, rigor e por fim, obra com resultados!
Não estou em condições, de forma alguma, de considerar seguro que Ricciardi seja capaz, mais até porque ninguém antes dele o conseguiu fazer desde há largas dezenas de anos.
Mas a receita do discurso redondo, floreado e bonito, pintalgado com frases feitas e inflamadas sobre a paixão e dedicação sportinguista, aliada à ideia sempre peregrina que o clube precisa de tornar todos os seus funcionários, jogadores em particular, devotos adeptos do clube, como se alguém ainda não percebe-se que um jogador, venha lá ele de onde vier, apaixona-se pelo clube à mesma razão e medida do seu sucesso pessoal e da sua conta bancária, nada mais!
E para que tal "paixão" se promova, o essencial e primário passa por dotar o clube das condições de sustentabilidade económica que o Sporting, nunca teve nos últimos 40 anos.
Aquele quadro que Ricciardi não soube explorar entregando uma copia a Varandas diz muito daquilo que está realmente em causa neste clube.
Nunca clube algum no mundo soube formar tanta qualidade em quantidade como o Sporting e no entanto tal não se chega a reflectir nem em resultados desportivos, nem em receita econômica.
Isto porquê?
Simplesmente por a precariedade em que este clube sempre viveu levou-o a sistematicamente prescindir dos seus melhores recursos através de vendas aquém do seu valor ou potencial apenas e só para colmatar os constantes buracos financeiros que o clube não consegue cobrir porque não consegue entrar num círculo virtuoso de vitórias.
Lembro-me bem dos tempos em que andávamos a pagar por Tonitos metade do preço a que vendíamos Ronaldos...
E vamos agora andar na cantiga de Varandas que acha que o segredo está na aferição da performance desportiva dos jogadores quando se os compra quando ele até foi responsável clínico durante 7 anos pela aquisição e gestão diária dos vários planteis que lhe passaram pelas mãos...?
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 23.08.2018 às 16:15

Podia ter escolhido outro funcionário qualquer do Sporting para exemplificar, menos o Paulinho, que, como todos sabemos é uma pessoa com necessidades especiais.

Relativamente ao comentário da Comporta, não foi ele, o que eu digo é que, face à proximidade familiar, foi o que me recordou
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 16:38

Pese embora a infelicidade do comentário, o problema maior é que tal comentário talvez não quisesse ter essa conotação. Simplesmente as pessoas associam-no a alguém com a tal deficiência que lhe é reconhecida.
Não me parece que o comentário seja relevante para o caso, apenas acho que aquilo que ali se queria expor era que alguém, seja quem for, com muitos anos de balneário não o faz o melhor presidente do clube na área desportiva.
E Paulo Gama é alguém perfeitamente identificável por todos com essa realidade.

Já o comentaria da Comporta, o problema habitual.
Alguém de alguma forma conotado com JMR faz ou diz alguma coisa e lá vem o pobre homem ter que responder pelos outros.
O pior é mesmo achar-se que Ricciardi seja mentor da ruína do GES numa falta de noção absoluta do processo e da realidade, onde as pessoas em geral esforça,\m-se pouco por compreender os assuntos é muito mais por emprenhar pelos ouvidos com a primeira coisa que ouvem.
Sem imagem de perfil

De JCP a 23.08.2018 às 16:41

Mike da mesma forma que o exemplo da comporta diz que foi que lhe veio a cabeça, o do Paulinho foi o que lhe saiu. As pessoas estão a fazer sangue onde não existe. O Ricciardi até disse o estimado Paulinho, foi um exemplo que não é pelo facto do Varandas andar a 7 anos a contactar com jogadores ou treinadores será necessáriamente um bom treinador.

Sem imagem de perfil

De Jorge a 23.08.2018 às 17:01

Sim , se escolhesse o Manuel Fernandes ou o Aurélio Pereira havia de ser bonito...

Exacto, por ser "uma pessoa com necessidades especiais" é que foi um bom exemplo. Não concordo que tenha faltado ao respeito a quem quer que seja.

Até diria que essa atitude condescendente é mais ofensiva que constatar o óbvio: se o critério fossem os anos de casa, o Paulinho era presidente vitalício do Sporting e todos concordam que não teria condições para tal.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:52

A montanha pariu um rato:) Tanto por tão pouco!!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:42

Há melhores analogias mas não é um caso de vida e morte.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 23.08.2018 às 20:08

Rui obviamente que ninguém morre por isso. Mas só demonstra que a sensibilidade para aqueles lados não é muita. Independentemente disso o mais importante é que a dupla Ricciardi /José Eduardo não me convence de maneira nenhuma e sinceramente, já me chateia a conversa do equilíbrio financeiro. Queremos ser campeões, caramba. Tenho um filho com 14 anos, sócio desde que nasceu, que sofre pelo Sporting como eu já não sofro (já levo mais anos de experiência 😀) e quer ser campeão uma vez na vida. Precisamos de alguém com essa noção. Não de um banqueiro que possa gerir o Sporting como uma qualquer empresa do PSI20.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.08.2018 às 15:26

A acreditar na sondagem vai ser uma luta a dois.
De entre estes espero que o Benedito saia vencedor.
O Sporting e o futebol português precisam do uma lufada de ar fresco.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:51

Creio que será uma luta pelo menos a três, salvo os sócios ignorarem factos e votarem principalmente por simpatias.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.08.2018 às 18:54

Não me parece, as sondagens valem o que valem, mas têm um grau de acerto grande, salvo qualquer facto de última hora que faça os sócios mudarem radicalmente de opinião.
Sinceramente o argumento que mais favorece JMR é ser o candidato mais batido com experiência do ponto de vista da gestão de uma instituição de grande dimensão.
As minhas reservas quanto a ele têm a ver com o seu papel no BES, que condeno. Pode ter sido ilibado por quem de direito, mas hoje é sabido e comprovado que foi conivente e aprovou relatórios de contas que sabia serem falseados e não corresponderem à verdade. Ao ter contribuído para manter esta aparência, ajudou a burlar milhares de depositantes, nomeadamente no que diz respeito ao papel comercial do BES.
Peço desculpa por me ter alongado, mas isto são factos facilmente verificados através de documentos públicos.
Assim não tenho dúvidas que, caso seja eleito, não terá pejo em mentir e esconder a real situação clube aos sócios, sendo certo que ajudou o próprio BdC a fazê-lo enquanto deu jeito.
A verdade é que as pessoas comuns deste país têm a noção de que o que se passou no BES foi uma grande aldrabice, e mesmo não tendo essa situação nada a ver com o Sporting, creio que existe muita desconfiança dos sócios quanto a esta personagem.
Por estes motivos não me espanta a fraca percentagem de intenção de voto.
A minha opinião está neste momento formada, gostaria de ver PMR como Presidente o Sporting, estando esta opção afastada a minha escolha seguinte é o Benedito.

PS: Não sendo JMR um especialista na gestão desportiva, e dou de barato que não o seja, desde que escolhesse uma pessoa competente para esse cargo, quanto a mim, JMR acabou de se apresentar quando escolheu o zé dos tachos para o ajudar nessa função.
Sem imagem de perfil

De Hugo T. a 23.08.2018 às 15:31

Boa tarde,

O Varandas foi "comido de cebolada", ao ponto de ficar sem conseguir buscar qualquer cabula mental para prosseguir o debate. Chegou a ser a determinada altura confrangedor.
Tenho pena pois enquanto só dava entrevistas escritas agradava-me bastante as suas ideias. Teve o condão de escolher uma equipa muito forte e promissora e por isso mantém-se na luta. Para mim revelou-se o bdc 2.0
O JMR tem 2 handicap pesadíssimos ao ponto de fazer esquecer aquele que seria o seu principal obstáculo, fazer esquecer a sua conotação à presidência sombra de uma década muito cinzenta, primeiro a sua natural arrogância ( que é tolerável no entanto) em segundo a inclusão e defesa dum elemento nocivo ao Sporting, o Ze das bifanas.
Uma palavra ao Benedito, que se perpetuará para além do próximo presidente, que é a pessoa que precisávamos caso tivesse um projeto mais consistente ou melhor apresentado.

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:49

Continuo a pensar que o convite que foi apresentado ao Varandas e ao Benedito, por terceiros, para unirem as suas candidaturas, ofereceria uma alternativa muito forte.

Lamentavelmente, eles rejeitaram a ideia.
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.08.2018 às 18:55

Em face dos dados da sondagem seria uma candidatura imbatível.
Sem imagem de perfil

De Luís a 23.08.2018 às 16:03

Ouvindo e lendo a generalidade dos sportinguistas o que se me apraz dizer é o seguinte: Para uma maioria larga de sportinguistas (não quererá dizer sócios votantes do SCP) existem três candidatos que se perfilam na linha da frente - JMR, FV e JB, e aqui a ordem por mim colocada foi aleatória.
Depois de ler programas; exaustivamente li o de JB e FV, e ler algumas entrevistas e ver alguns debates, comungo da mesma opinião.
Ainda não decidi a minha intenção de voto, mas posso dizer que estou inclinado para dar os meus votos a um candidato especifico destes três.
Ainda não revelo totalmente o meu sentido de voto, porque preciso de alguns esclarecimentos em determinados pontos.
Do que li e ouvi dos candidatos todos apresentam ideias válidas e que poderão ser aproveitadas pelo vencedor. Não é desprestigio nenhum aproveitar as coisas boas dos outros candidatos e coloca-las em pratica para o bem do SCP.
Percebendo que existem anticorpos em quase todas as listas, seria de bom tom que no pós eleições e seja qual seja o Presidente do SCP tenha paz e união em torno do seu mandato. E isto não implica cheques em branco e falta de escrutínio permanente. Que não se perca a militância que outrora esteve arredada de Alvalade e que se tenha a noção que não se pode regressar ao passado, mas também não se pode nunca mais chegar a um autismo e a um ponto onde nunca em 112 anos de vida do SCP, tínhamos chegado. Quem pode fazer do SCP um clube maior serão sempre os sócios e adeptos. A mola real do SCP não é o futebol, SÃO OS SÓCIOS E ADEPTOS, porque mais nenhum clube no mundo conseguia ter uma massa adepta tão fiel ganhando 4 campeonatos em 40 anos. Não consigo explicar mais existe qualquer coisa que nos prende ao SCP e que definitivamente não se explica...

Sem imagem de perfil

De Pepeu a 23.08.2018 às 17:13

Existe algo que nos prende ao clube mesmo sem vencer.
Chama-se isso tradição e transmissão de valores.
O Sporting é um clube com prestígio histórico e por si só não morre, seja na paixão dos adeptos, seja no temor dos adversários.
Agora pode-se sempre dar passos largos no seu esmorecimento.
Aquilo que se assistiu com Bettencourt e Godinho foi o definhar desportivo com consequência financeira de monta que a continuar levaria nós a uma realidade bem mais negra neste momento.
Carvalho soube, com os apoios certos, de onde se destaca a influência de Ricciardi nesse processo, retomar o ânimo e a mobilização geral incutida nos corações dos adeptos.
Sem orgulho não se consegue nada e ele soube incutir orgulho nos adeptos ao prespectiva o clube numa realidade mais dominante e vencedora em contraste com os tempos anteriores.
Agora quando se compara essa mobilização com os tempos de Roquette só se pode estar desmemoriado ou simplesmente, isso muito relevante, ser-se demasiado jovem para poder ter recordações do Sporting entre 2000-05.
Volto a dizer.
Carvalho recolocou-nós no rumo da senda de vitórias e mérito a ele por isso.
No entanto, o seu filão de personalidade e capacidade para liderar o clube estava esgotado pela postura sempre presente nos seus actos que se tornaram definitivamente autofagicos nesta última época.
O chamado princípio de Peter que existe em todos nós...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:47

O lunático, apesar de um ou outro positivo à mistura, estava destinado a cair logo a partir do primeiro dia.

Nunca duvidei disso e por isso sempre insisti na crítica.

Há um provérbio em inglês (desconheço se existe em português) que diz que se pode levar o cavalo à água mas que não se pode obrigar a beber, palavras para o efeito.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 23.08.2018 às 19:22

-"Carvalho recolocou-nós no rumo da senda de vitórias e mérito a ele por isso."-
Ufff..!!.
Quais?..ah!.. modalidades .
Ok.. Seremos felizes futuramente com a sobremesa.

Será que me esqueci de ir ao Marques( a rotunda do leao) celebrar!?!
Sem imagem de perfil

De Augusto Bala a 23.08.2018 às 17:24

Sondagens são como os prognósticos...só no fim do jogo.
Para mim não há surpresa nenhuma na baixa % de votos do tio ricci. Os sócios nunca mais voltarão ao croquetismo, isso é claro.
O que me surpreende é que o varandas, que se tem revelado pela negativa, para mim um dos candidatos mais fraquinhos, a debater, sem capacidade de mobilizar e de liderança e até a estruturar o raciocínio e gagueja que se farta, estar em 1ºlugar...há aqui qualquer coisa que não está a bater bem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2018 às 17:36

Como sabemos, uma sondagem vale o que vale e é facilmente manipulada.

Isso não obstante, se de facto corresponde à realidade das pessoas consultadas, será o que eu já referi há algum tempo; estas eleições poderão ser decididas por votos de simpatia e não necessariamente pelas apresentações dos candidatos.
Sem imagem de perfil

De Tiago Rodrigues a 23.08.2018 às 19:44

Julgo que esta sondagem esta proxima da realidade, so me questiono se a diferenca entre Varandas e Benedito sera assim tao grande. DIas Ferreira, Tavares Pereira e Rego nao tem qualquer hipotese, por uma imagem gasta, ou por simplesmente serem desconhecidos e nao terem ninguem nas listas capaz de mobilizar os socios. Ricciardi poderia ate apelar aos socios que, 'a boa portuguesa, pelam-se por aquela figura autoritaria e cizuda, mas escolher o Ze dos tachos para director do futebol e' nao entender nada de futebol e torna a sua candidatura uma verdadeira (ma) piada. Restam Varandas e Benedito. Pedro Madeira Rodrigues tem um que de outro lado da medalha de Bruno de Carvalho, dados os seus tiques populistas, mas estara acima dos anteriores e tem a seu favor o facto de ter ido contra Bruno de Carvalho no seu auge, coisa que agrada a uma fatia consideravel dos socios. Varandas tem uma extensissima comissao de honra e gera algum consenso, mas temo que esteja a criar um saco de gatos. Resta Benedito, Sportinguista insuspeito, com (boas) ideias e "sangue na guelra" para as implementar. Penso que nao ha nenhum candidato que seja uma aposta segurissima e obvia e, portanto, eu estou com quem vira trazer sangue novo, ambicao e Sportinguismo, isto e', Benedito.
Sem imagem de perfil

De Tiago Rodrigues a 23.08.2018 às 20:23

So para acrescentar que Jose Eduardo afirmou que Ricciardi quase lhe implorou em lagrimas para assumir a direccao do futebol e, ao que parece, os Sportinguistas estao em panico com esta sondagem. Isto nao foi um tiro no pe, foi uma 'bazucada'.
Sem imagem de perfil

De luís a 23.08.2018 às 23:17

Uma vergonha o que PMR fez no debate com JB. É nestas alturas que se começa a perceber a conduta e urbanidade das pessoas e a mascara caiu a PMR.
Só gostava de perceber porque motivo PMR enveredou por este ataque pessoal em detrimento de expor as suas ideias.
Ao estilo mais trauliteiro, tipo BC, começou a falar por cima de JB e com insultos pessoais. Esperando rebaixar e deixar JB sem resposta, sabendo que o estilo de JB é um estilo cordato, não esperando que JB respondesse com a determinação que se impunha. E é aqui que JB foi ganhar o debate e ainda mais votos, porque quem não tinha percebido ou não sabia, o JB sabe ser um gentleman, mas quando é preciso também sabe levantar a voz e colocar os outros em sentido.
Para mim PMR ficou afectado pelas sondagens e percebeu que não tem nenhuma hipótese e percebeu que o seu discurso não passa e como tal tentou achincalhar o debate em vez de expor as suas fracas ideias e hoje nem falou do tiro de canhão que foi Rainieri. Ou então temos outra possibilidade e está a pensar desistir e estar a fazer o trabalho sujo para outra lista.
Uma vergonha o que fez PMR ao melhor estilo de Bruno de Carvalho, por este caminho virá a ter 1% ou menos.
Sem imagem de perfil

De Hugo T. a 24.08.2018 às 02:32

O PMR está apto para concorrer ás eleições no entanto é indigno. Um miserável e rasteiro que tirou hoje o resto da máscara sonsa frente a alguém a quem deve venia, só lhe desejo mais uma "sova" eleitoral.
Pelo desculpa ao Rui pelo tom, que julgo que das poucas intervenções me reconhece alguma elevação, mas, o PMR tirou-me do sério.
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 24.08.2018 às 03:03

Muito bom!!
Tivéssemos que entregar o clube ao Benedito ou ao Rodrigues e estavas muito bem entregues...
É verdade que o provocador de forma vil foi o PMR.
Ataques demasiados rasteiros e reveladores de um certo carácter que ele sempre tentou disfarçar o melhor que podia.
Mas JB simplesmente não demonstra ainda tarimba para estes voos.
Estamos a falar de um debate absolutamente infantilizado para se escolher o próximo presidente do Sporting Clube de Portugal.
Haja alguma noção...

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo