Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

B9718438158Z.1_20190201123842_000+GFRCT53IU.1-0.jp

 

É a primeira vez que Rui Pinto fala em público, assumindo desde já o seu papel como “John”, o whistleblower que está por detrás do Football Leaks e que forneceu mais de 70 milhões de documentos à Der Spiegel nos últimos três anos e que esta revista alemã partilhou com o consórcio de jornalismo EIC (European Investigative Collaborations), de que o Expresso faz parte. Esta é uma versão resumida de uma entrevista alargada feita em Budapeste pela Der Spiegel, em conjunto com o Mediapart e o NDR, e que será publicada este sábado na edição impressa do Expresso.
 
É um hacker

Não me considero um hacker, mas um cidadão que agiu em nome do interesse público. A minha única intenção era revelar práticas ilícitas que afectam o mundo do futebol.

 

Como conseguiu obter mais de 70 milhões de documentos confidenciais e, nalguns casos, bastante delicados sobre a indústria internacional de futebol?

 

Iniciei um movimento espontâneo de revelações sobre a indústria do futebol. Não sou o único envolvido. Ao longo do tempo, mais e novas fontes de informação foram aparecendo e partilhando material comigo e a base de dados foi crescendo. Isto mostra que há muita gente preocupada com este assunto.

 

O mandado europeu emitido pelo Ministério Público português em seu nome e que levou à sua detenção há duas semanas acusa-o de cibercrime. Tem a ver com o Sporting e com a publicação de e-mails confidenciais em 2015. O que tem a dizer disso?


Estou pronto para explicar isso à autoridades judiciais quando for a altura certa, mas nego essa descrição das coisas.

 

Além disso, é acusado de utilizar informação privilegiada para chantagear a Doyen Sports no outono de 2015.


A única razão pela qual contactei a Doyen foi para confirmar a ilegalidade das suas acções, com base na quantidade de dinheiro que estivessem dispostos a pagar para que os documentos não fossem divulgados.

 

Isso não é um jogo. Parece chantagem.


Queria perceber o quão valiosos e o quão importantes eram os documentos para a Doyen. Achei que conseguia descobrir isso se soubesse o quanto a Doyen estava disposta a pagar pelo meu silêncio. Nunca foi minha intenção aceitar o dinheiro. Só queria expor a Doyen.

 

Até arranjou um advogado que ficou de arranjar um acordo para si. Ele encontrou-se com o director executivo da Doyen.


É verdade. Quis perceber quanto lhe ofereciam. Enquanto ele negociava, eu continuei a ler os documentos. Enquanto o fazia, dizia para mim mesmo: se os deixo comprarem-me agora, não valho mais que todos estes esquemas. Por isso escrevi à Doyen e disse-lhes para ficarem com o dinheiro. Não me pagaram um único cêntimo. O que fiz foi muito ingénuo. Olhando para trás, arrependo-me. Mas repito, nego ter cometido qualquer crime.

 

Foi divulgado que os investigadores em Portugal suspeitam que deu ao FC Porto e-mails incriminatórios do Benfica. A publicação desses documentos incendiou Portugal e mergulhou o Benfica numa crise. Teve alguma coisa a ver com isso?


Não li nenhuma declaração das autoridades sobre uma relação entre mim e o escândalo do Benfica. Uma revista publicou a história do Benfica no outono passado. Isso mudou a minha vida. A minha fotografia estava nas primeiras páginas dos jornais por todo o país. A minha conta de Facebook e o meu e-mail foram inundados com ameaças de morte.

 

Alguma vez ganhou dinheiro com o conhecimento que tinha dos crimes relacionados com a indústria do futebol?


Sei que esses rumores existem em Portugal. Para lhe dar uma resposta directa: não, nunca.

 

Recebeu ofertas para revelar os dados que possui?


Várias. Uma vez recebi um e-mail anónimo em que me era oferecido mais de meio milhão de euros. Recusei todas as ofertas, porque nunca agi com o propósito de ganhar dinheiro, mas sim com base no interesse público.

 

O advogado que negociou com a Doyen em seu nome em 2015 já o tinha representado antes numa disputa com o Caledonian Bank nas Ilhas Caimão. Os jornais portugueses dizem que roubou 300 mil dólares desse banco. É verdade?


No final, não recebi nenhum dinheiro desse banco. Não é que tenha roubado o dinheiro, essa não é a verdadeira história.

 

Qual é então a verdadeira história?


Não estou autorizado a falar sobre essas circunstâncias específicas porque assinei um contrato de confidencialidade com o banco. Uma coisa é certa: se tivesse cometido um crime, o banco ter-me-ia levado a tribunal. O caso nunca foi a tribunal e o meu registo criminal está limpo até hoje, em Portugal e em qualquer parte do mundo.

 

Por que é que comprou uma guerra com o Caledonian Bank?


Naquela altura, os bancos em Portugal estavam a falir; as pessoas perderam as suas poupanças de uma hora para a outra. Ao mesmo tempo, cada vez mais dinheiro desaparecia da Europa. Era claro que algo de errado se passava. Quis perceber melhor o que se passava. Quis perceber o sistema das offshore.

 

De onde tirou a ideia de, no outono de 2015, lançar o site Football Leaks?


Sou fanático por futebol desde criança e já tinha percebido, desde o Caso Bosman, que o futebol estava a caminhar na direcção errada. Os melhores dos jogadores jovens estavam a ir para as melhores equipas; toda a competição estava a dar vantagem aos clubes de topo. O grande impulsionador para mim foi o escândalo da FIFA em 2015. Além de todas as detenções que foram feitas na FIFA, vi que havia irregularidades em muitas transferências dentro de Portugal. Que mais e mais investidores invadiam o mercado. Comecei a recolher dados.

 

Foi contactado por alguma autoridade depois de ter feito as primeiras revelações do Football Leaks em 2016?


Recebi alguns emails de autoridades fiscais, incluindo uma da Alemanha, de Munique.

 

Qual foi o seu comportamento nessa altura?


Alguns pedidos foram feitos à bruta. Os investigadores financeiros ingleses queriam saber o meu nome e onde vivia. Isto é de loucos para um whistleblower que quer manter-se anónimo; claro que não respondi. Na altura não tinha advogados. Precisava de tempo e de uma estratégia que garantisse a minha segurança. Naquela altura, o pedido mais credível veio de França.

 

Porque está a resistir à extradição para o seu país?


Tenho quase a certeza que não terei um julgamento justo em Portugal. O sistema judicial português não é inteiramente independente; existem muitos interesses escondidos. Claro que há procuradores e juízes que levam o seu trabalho a sério. Mas a máfia do futebol está em todo o lado. Querem passar a mensagem que ninguém se deve meter com eles.

 

(Leia mais este sábado na edição impressa do Expresso)

 

publicado às 04:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


48 comentários

Sem imagem de perfil

De yazalde a 02.02.2019 às 07:55

Estou de acordo, o meu clube sporting ten sido prejudicado ha muitos anos nao deixam ganhar titulos esta ha vista eu falo pr ca nos outros paises nao tenho conhecimento
Sem imagem de perfil

De Historiador a 02.02.2019 às 09:28

Só rir com esta pseudo entrevista.
O bom samaritano que nunca aceitou dinheiro algum, mas que agora tem a defendê-lo alguns dos advogados mais caros que por aí andam. Está bem...
O paladino dos altos valores morais e éticos, entregar tudo às autoridades competentes nas alturas próprias é que tá quieto! Está bem...
Algumas crianças também acreditam no pai natal. Algumas...

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.02.2019 às 09:44

A título de curiosidade, o que é uma "pseudo entrevista"?

Nunca me constou esse termo na língua portuguesa.
Sem imagem de perfil

De Historiador a 02.02.2019 às 10:05

Por acaso foi feita alguma pergunta pertinente ao indivíduo?
Como por exemplo:
Mas acha-se alguma autoridade para roubar e divulgar informação alheia?
Imagine que alguém como você, invadia a sua privacidade como você o fez? Como se sentiria?
Porque é que não se dirigiu às autoridades competentes e expôs as injustiças que lhe iam na alma, e entregou toda a documentação que tinha?
O que é faz da vida? Como ganha dinheiro? Faz descontos? É de famílias ricas?
Como consegue pagar estes advogados que o defendem?
Etc... etc... etc...
Sem imagem de perfil

De Jose a 03.02.2019 às 07:34

a forma sobre o conteúdo.... portanto se um hacker descobrir que alguém anda a abusar sexualmente do SEU filho vc não quer saber.... ha quem goste da ignorância....ou será falta de uma coluna dorsal
Imagem de perfil

De Greenlight a 02.02.2019 às 10:04

De um comentário acima de um "pseudo comentador" o Rui Pinto é culpado dos crimes de que é acusado (não sei se esta é a palavra certa pois não tenho a certeza que já haja acusação do Min.Público) porque terá advogados muito caros a defendê-lo. Por este raciocínio a Slb SAD é muito culpada dos crimes, de que foi acusada, pois é defendida pelos advogados mais caros de Portugal
Sem imagem de perfil

De Historiador a 02.02.2019 às 10:12

Culpado? Nunca leu aqui que eu disse que ele era culpado de algo. Mas inocente é que não é!
A SLB SAD terá com certeza dinheiro para poder pagar os advogados que quiser e ser na mesma culpada. Já o Rui Pinto, uma vez que nunca aceitou dinheiro de ninguém, uma vez que não se sabe o que faz da vida, duvido que tenha dinheiro para poder pagar a estes advogados.
Se para si é difícil entender isto, já será um problema seu.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 02.02.2019 às 11:06

Meu caro a unica forma com segurança de divulgar escandalos é entregar o conteudo a jornalistas eles saberao como fazer
Eu no lugar dele teria obviamente receio de entregar as autoridades quando está tudo minado por toda a parte Os tentaculos chegam a todo o lado.
Corria o risco de ser tudo abafado e so quererem saber onde estava para me apanharem.
Ainda aparecia num lado qualquer morto, eliminado.
As autoridades sim mas só de total confiança a alguem que iria de facto fazer a investigaçao dos ilicitos que lhe entreguei e onde esta esse alguem?

Rui Pinto lançou um livro sobre Football leakers e ganha 1€ por cada livro vendido é essa a sua fonte de rendimentos.
E todos vimos como vive la Hungria.
Quanto aos advogados caros ha muitos que en casos destes de grande mediatismo mundial fazem-no gratuitamente mas face ao que foi descoberto acredito que instituiçoes estejam a pagar a esses advogados para o ajudar,instituiçoes que estavam a ser altamente penalizadas pelos esquemas que o Rui trouxe a descoberto.
Imagem de perfil

De Greenlight a 02.02.2019 às 11:29

Morto ou eliminado será, porventura, um exagero, mas o baixote levou uma carga de porrada, em Cabo Verde, por muito menos, apenas por discordar, em público.
Sem imagem de perfil

De Hugo Boss a 02.02.2019 às 10:20

Estou comovido, que grande ser humano!! Um hacker que diz que não é hacker...que não ganha dinheiro com isso...(o pai diz que vivia disso), a chantagem agora chama-se teste, usando um advogado, para o teste ter carácter vinculativo...
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 02.02.2019 às 11:04

Eu retirei dinheiro de um banco, não roubei? Eles retiraram a queixa e deram me mais dinheiro para eu não publicar provas contra eles, eu não sou criminoso, eu hackei a doyen e pedi dinheiro so para ver se os papaeis eram importantes, eu hackei um clube e pedi resgate, mas o meu interesse não e dinheiro, eu até hone não entreguei nada a nenhumas autoridades, mas eu sou um justiceiro, eu invadi o servidor de uma empresa de advogados impedindo a defesa de os clientes deles, mas eu so queria ajudar.
Queres ver que no final o criminoso é o papa?
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 02.02.2019 às 11:06

Gostaria que alguem me e explique onde comeca a justica e se justifica a perda de privacidade? Foram publicados emails pessoais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.02.2019 às 11:18

Não deixa de ser curioso a grande preocupação de benfiquistas com esta questão!
Imagem de perfil

De Greenlight a 02.02.2019 às 11:37

Mas é claro, o roubo dos e-mails é o roubo do século (porventura do milénio) que tem que ser punido, custe o que custar. Já as toupeiradas, os empréstimos (encapotados) a clubes da I Liga, as manobras de condicionamento dos árbitros e afins, os "subsídios" a jogadores de outras equipas, são tudo coisas sem importância. É como na operação Marquês, o Juiz de Instrução terá sido mal indicado e esse detalhe é que estará mal, os crimes dos arguidos contra todos nós, contrinbuintes, são coisas sem relevância.
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 02.02.2019 às 13:07

E as pessoas songulares que viram os seu emails pessoais expostos, onde está a justica para eles, ou para si hitler esteve bem pois tambem matou criminosos? Onde está a justica de expor a defesa de um cidadão na praça publica? Ele nao expos só os emails do benfica.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.02.2019 às 13:16

Não volte a repetir aqui aquela boca de "passar recebos à mãe"!!!
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 02.02.2019 às 13:25

Ja o segundo post que deixa que me insultem ( no outro ainda la esta o comentario) e vem me pedir que nao responda? Se reparar no outeo post nem comentei.
Sem imagem de perfil

De MG a 02.02.2019 às 20:18

Caro Greenlight

Mas que comparação mais estapafúrdia. É como comparar a Estrada da Beira com à Beira da Estrada.

Quer então comparar o caso Marquês com isto? Quer comparar um caso em que tudo o que existe de provas, escutas telefónicas, e-mails, obtenção de dados bancários privados, foram obtidas por mandato judicial, por isso legais, com e-mails roubados (que é um crime aqui e em qualquer país civilizado) que não podem ser usados pelos tribunais?

Quer comparar um caso em que as provas conhecidas, estão elencadas num processo instruído em milhares de páginas, por vários juizes de instrução, com e-mails lidos de forma abjecta, truncada, retirados do seu contexto (conforme vem escrito no acórdão da ERC que deu razão à queixa do Benfica) em que foram divulgados dados de scouting, contratos com patrocinadores, jogadores e fornecedores? Quer comparar com a divulgação de dados de saúde, considerada pela nova lei de Proteção de Dados, como uma das infrações mais graves?

Podemos ter as nossas paixões clubisticas, que por vezes nos fazem ver as coisas de uma forma algo distorcida, não podemos é querer fazer os outros de parvos, nem esquecer aquilo que diferencia um estado de direito, duma qualquer república das bananas.

Passar bem

MG
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 02.02.2019 às 20:43

Conveniente , muito conveniente , é esse o ardil que querem montar á justiça com o beneplacito de alguns juizes "amigos" de facto as paixões clubistas nada têm a haver com escritos sobre "saúde" "contratos" "fornecedores" mas o fogo a arder dos emais tem muitas outras coisas que o caro como todos os soldadinhos robôs vermelhos omite propositamente ,porque isso nao interessa falar , mas é isso tudo que o caro nao descreveu por ataque de amnésia (imagino) que faz saltar as paixões clubistas de todos aqueles que exigem a verdade desportiva nos jogos, o caro é só mais um que nao surpreendeu , mais disco riscado.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 02.02.2019 às 20:44

" mais um disco riscado"
Sem imagem de perfil

De altaia a 02.02.2019 às 21:08

Mas não foi o Pedro Guerra que começou com a divulgação de emails privados ?
vir agora gritar aqui del-rei que fomos delatados.
Se tivessem vergonha nem piavam.
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 02.02.2019 às 13:03

Esta não e uma questão clubistica e uma questao de cidadania e como e evident voce não consegue chegar lá e tenta mudar de assunto. E sim é uma questão que me preocupa pois gosto da minha privacidade e houve muitas pessoas a morrerem para adquirir esse direito.
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 02.02.2019 às 13:18

Vou lhe dar um exemplo claro, para provar que o mercado de benfica esta ligado ao porto, um hacker expoe todos os emails do criador so blogue e no meio estão conversas pessoais com familiares e como é evidente expondo os familares, isso é justo? Os meios nunca podem justificar os fins. Esta não é uma questao clubistica. Se ele for absolvido dá o direito ao estado de checkar todas as suas comunicações com a desculpa que já se apanharam criminosos.perdendo todo o direito a sua privacidade.
Sem imagem de perfil

De Sel a 02.02.2019 às 11:21

A Der Spiegel e o consórcio de jornalismo EIC tiveram e continuam a ter uma tremenda vantagem económica por beneficiarem de notícias obtidas através de violação de correspondência privada obtida por um hacker. É evidente que não querem perder essa vantagem económica sobre a concorrência e estão a proteger o hacker. Mas se não conseguirem evitar a extradição do hacker, vão abandoná-lo e este vai cantar tudo o que sabe.
Sou só eu que noto uma grande coincidência entre as entrevistas do hacker e estas recentes intervenções do Varandas? O que o Varandas fez foi pressionar a justiça para evitar que o hacker seja efetivamente extraditado para Portugal. O homem até tem na lista dele uns magistrados importantes de quem espera uma actuaçao a favor do clube (foi esse o sentido de uma intervenção dele durante a campanha eleitoral). O Varandas era unha com carne com o BdC. Ele está por dentro das tramóias do BdC, embora agora tente dizer que não sabia de nada.
Há gente muito nervosa com a possibilidade de o hacker vir para Portugal. A descoberta da verdade mete medo.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 02.02.2019 às 12:13

Este comentário é um exemplo do que tenho escrito.... no dia em que o Varandas enfrentar o benfica, lá virão as acusações de ser brunista.... é clara a intenção dos lampiões ao longo destes anos em silenciar os sportinguistas!
Sem imagem de perfil

De Esteves a 02.02.2019 às 12:04

Rui Pinto : "eu nao quis estorquir dinheiro à Doyen....eu so queria mesmo era saber o quao valiosos eram os documentos"


LOLOLOL

é igual a Adolf Hitler "eu nunca quis matar judeus.... o calcário daquela agua dos chuveiros é que devia ter qq coisa que reagiu mal com a pele deles"
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 02.02.2019 às 12:09

Quando os documentos internos do Sporting vieram cá para fora, os benfiquistas que agora clamam pelo direito à privacidade, foram os primeiros a usar essa mesma informação, relembro Pedro Guerra a expôr o contrato do JJ....

Vejam a forma como os benfiquistas nunca comentam no sentido de apurar os factos.... não... para eles a unica coisa que interessa é denegrir a imagem do Rui Pinto por forma a obstruir a verdade dos factos. Eles não querem saber a verdade... por isso é tão importante silenciar o Rui Pinto.
Sem imagem de perfil

De Esteves a 02.02.2019 às 12:23

Quem tambem pensa assim sao os madeirenses..... que mesmo apesar de ter ficado provado que o Joao Jardim roubava o continente...... batiam todos palmas e chamava,-lhe de heroi

Os benfiquistas nao falam no sentido de apurar os factos e estao preocupados com a privacidade

Ja tu, como sportinguista, interessa-te so os factos e a privacidade ja na interessa para nada. Como os madeirenses que queriam era o $ do bolso, a maneira como era feito pouco interessa
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 02.02.2019 às 12:30

O Benfica abriu uma autentica caça ao homem , contratou os sicarios do seculo XXl (advogados de má estirpe) para o caçarem de qualquer forma , e o exercito de robositos vermelhos cegos pelo fanatismo preparam-se para o linchar e desmembrá-lo movidos pelo odio , áquele que ousou penetrar nos seus segredos tenebrosos e diabólicos .

Basta ler aqui os comentarios de muitos desses robositos.
Sem imagem de perfil

De Esteves a 02.02.2019 às 12:56

Elah.... ainda tens mais desses cogumelos ?
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.02.2019 às 12:46

Era uma vez um cônjuge que há algum tempo era traído e não sabia.
Um vizinho obtêm, ilicitamente, provas documentais da traição, e faz com que as mesmas cheguem ao conhecimento do cônjuge.
O cônjuge na posse de todas as provas da traição, fica revoltado e qual a primeira coisa que faz?
Persegue o vizinho que lhe fez chegar as provas que permitaram conhecer a verdade.
Tribunal com o malvado do vizinho, acusação de violação de correspondência e privacidade e o diabo a sete, e se houvesse pena de morte também se tentava...entretanto, tudo o resto...o mais importante na realidade...tudo para trás das costas.
Portugal é mesmo um país de "cabecinhas pensadores".
Sem imagem de perfil

De Sel a 02.02.2019 às 16:02

Ajudava muito que as "cabecinhas pensadoras" criassem cenários que de facto consigissem reflectir uma analogia com a realidade. Eu não entendi esta analogia. O cônjuge traído pretende retratar quem? O Benfica? O Porto/Sporting?
As "cabecinhas pensadoras" certamente acharão que alguém que já foi acusado de desviar 270.000 euros de um banco e que a seguir a isso pediu dinheiro à Doyen para não disponibilizar uma informação é um robin dos bosques da informática. Quem tem medo que o Robin dos Bosques da informática venha até Portugal contar as verdades que sabe? Que outros e-mails ele guardará no seu computador? Se é para ver e-mails, vamos ver os e-mails todos. E não vale ver e-mails truncados ou adulterados de modo a compor uma qualquer conveniente narrativa. Há muita gente a saber de e-mails sem querer saber das conclusões do relatório da ERC sobre esses mesmos e-mails. E ainda se arvoram em inteligentes, chamando burros a quem não pense como eles.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo