Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




img_192x192$2019_09_07_00_18_48_1598529.jpgJá bastavam os múltiplos condicionamentos que a pandemia e o estado de emergência nos vieram impor para estarmos confinados às coisas verdadeiramente importantes.

Este ‘jogo’, acelerado, da vida contra a morte, que vemos reflectido todos os dias nos contadores actualizados pela DGS, deveria ser suficiente para reprimir a loucura, a estupidez e a idiotice.

Temos mais de 2.300 casos de Covid-19 e mais de 30 mortos em Portugal e o movimento ‘Sou Sporting’ emite um comunicado a pedir convocação de eleições para… Abril, alegando ‘impossibilidade física’ do presidente Frederico Varandas em exercer as suas funções em Alvalade, uma vez que, perante a entrada em vigor do estado de emergência, a situação de ‘licença especial’ havia caducado e, por isso, “o cidadão Frederico Varandas não pode exercer outras funções, nomeadamente em acumulação com os cargos directivos que exerce no SCP e na SAD”.

Depois de Bruno de Carvalho ter dito, em Fevereiro, que “sou candidato a presidente do Sporting”, sabendo de antemão que, não sendo hoje sócio do Clube e no seguimento do processo de destituição, não o poderia fazer, agora é o movimento ‘Sou Sporting’, em Março, a protagonizar mais um momento infeliz e que se torna chocante, pelo simples facto de não revelar o mínimo respeito e consideração pelo momento que todos nós e o Mundo estamos a atravessar.

Discutem-se agora datas e até se Frederico Varandas se voluntariou, ou não, antes da proclamação do estado de emergência. Discutem-se, agora, na praça pública questões formais que envolvem o Ministério da Defesa e escamoteia-se o essencial, isto é, o momento muito delicado e específico que vivemos — fora do âmbito convencional da promulgação de um estado de emergência — e o facto de haver um presidente de um clube que, independentemente das questões formais, está disponível, na sua qualidade de médico e militar, para servir o país e ajudar os portugueses.

Pedir eleições para Abril, no pico da pandemia, segundo os especialistas, não é apenas um exercício de imbecilidade e idiotice; é uma manifestação de falta de respeito não apenas pelos sportinguistas, mas acima de tudo pelos portugueses e pelo ecumenismo. Haja paciência!

Rui Santos, SIC Notícias

publicado às 03:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 26.03.2020 às 12:48

Os componentes deste alegado movimento, devem ser individualmente identificados e processados por via judicial, pelo crime de incitamento, desobediência e violação, das normas e regras a cumprir e determinadas pelo Estado de Emergência.
0 reiterado posicionamento anti social e contra a legalidade institucional, deste reduzido e insignificante grupelho de imberbes, convencidos, lerdos e arrogantes, há muito extravasou a paciência de qualquer cidadão comum em geral, e no caso particular, dos associados do Sporting.
A cretinice e a imbecilidade, têm lugar e assunção, num regime democrático e Estado de Direito.
Todavia, a irresponsável insistência em desmandos, manipulação, ameacas, coação, violência física e verbal, ao arrepio dos mais elementares deveres de respeito, urbanidade e liberdade, jamais poderão deixar de ter consequências e ficarem impunes.
Uma palavra de apreço e gratidão ao Dr. Varandas (Presidente Coragem) e a todos os médicos, enfermeiros, auxiliares, bombeiros, forças policiais, militares, etc..
O Sporting CP, tem a Honra e a Elevação, de ter um Grande Presidente, Homem e Dedicado filho da Nação, à frente dos seus interesses e destinos.
SL


Sem imagem de perfil

De António Vieira a 26.03.2020 às 15:08

Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 26.03.2020 às 18:00

Rumo Certo - Ventos Favoráveis
Subscrevo-lhe na íntegra!
Obrigada pelos seus comentários sempre elevados, interessantes e compagináveis com o espírito deste blogue Leonino!
Força Sporting hoje e sempre!
Sem imagem de perfil

De José carlos a 26.03.2020 às 21:53

Na mouche. Bravo 👌
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 26.03.2020 às 17:05

Esta situação é patética e roça o absurdo e revela bem a insanidade que se apoderou de alguns viúvos da direcção de Bruno de Carvalho. Enfrentamos uma gravíssima pandemia e uns ressabiados propõem eleições durante o período de Estado de Emergência. O presidente do Sporting está envolvido numa missão colectiva que visa salvar vidas humanas, não se trata de um capricho individual.

Frederico Varandas é médico e capitão do Exército não estando ao serviço militar em virtude de uma licença especial prevista na lei. Por isso não recebe vencimento pago pelas Forças Armadas.

O presidente do Sporting tomou a iniciativa de reassumir o lugar nos quadros do Exército para ajudar a combater a propagação da covid-19. Mas, a própria Lei da Defesa Nacional o obrigaria a regressar ao activo pois no artigo 33º prevê que “a licença especial caduca, determinando o regresso do militar à situação anterior” designadamente com “a declaração de guerra, do estado de sítio e do estado de emergência”.

O decreto que determinou o Estado de Emergência fez caducar a licença especial que o Exército concedeu ao capitão Varandas em 2013. Quando terminar o Estado de Emergência Frederico Varandas regressará em pleno ao exercício das funções directivas no Clube.


Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 26.03.2020 às 20:11

Estimadíssimo LZ,
O meu aplauso às suas palavras e deixe-me só acrescentar um ponto que acho importante:
- Se o Dr. Frederico Varandas não quisesse estar militarmente sujeito a ser chamado em situações de emergência (qualquer que seja), ter-se-ia desligado dessa função!

A sua continuação só mostra o quanto é um ser humano corajoso, altruísta e um patriota exemplar!
É preciso ser-se muito, mas muito reles, invejoso e frustrado para ser rebaixado com ofensas simplesmente asquerosas!
Nem falo das verborreias do anterior presidente, agora acompanhado pelo seu advogado congénere, que mais ordinário, não podia ser! São dois NADAS!
Os acólitos? São macacos de imitação, nada mais!
Impossível descerem mais fundo no poço da sua decadência

Mas sabe uma coisa? Se antes já só serviam para SUJAR a marca Sporting, hoje que vivemos nesta afição à conta do Covid 19, servem de divertimento, tão palhaços que são, sem ofensa à digna profissão
dos verdadeiros artistas!

O meu profundo respeito e apreço pelo Dr. Frederico Varandas e por todos os que se disponibilizam para ajudar seja fôr e que modo fôr,

Os bons vão ficar melhores, os maus serão maus até ao fim, porque simplesmente não têm carácter ou coração!

Que esteja sempre a salvo LZ,
um enorme beijinho para si e seus,
Carlinha
Sem imagem de perfil

De José carlos a 26.03.2020 às 19:38

Só um bando de idiotas ligados ao destituído e expulso é que se poderia lembrar disto, numa altura destas, em que o país trava uma "guerra" contra este terrível vírus que já matou milhares em todo o mundo..

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo