Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sporting decreta "blackout"

Rui Gomes, em 23.12.14

 

imgS620I147985T20141222225601.png

 

«Em virtude dos injustificados e repetidos ataques por parte de diversos órgãos de comunicação social ao Sporting Clube de Portugal e da constante manipulação da informação sobre o Clube, vem a administração comunicar que, com efeitos a partir da presente data, nenhum órgão social, dirigente, funcionário, colaborador, treinador, atleta ou outras pessoas que representam o Sporting, prestará qualquer tipo de declarações aos órgãos de comunicação social, com excepção das plataformas de comunicação próprias do Clube (Sporting TV, Jornal Sporting, site e redes sociais) e, ainda, com excepção das intervenções que sejam obrigatórias nos termos regulamentares e contratuais, como por exemplo nas "flash interviews".»

 

Bem... não vou conjecturar sobre a causa - embora sinta a vontade de o fazer - e especialmente o timing, desta decisão, uma vez que a conduta dos órgãos de comunicação social não é novidade alguma nem é recente. Na realidade, em termos gerais, não será um "blackout" temporário que vai seduzir a comunicação social a não manipular, deturpar e até falsificar informações em relação ao Sporting. No inverso da moeda, o Sporting também precisa da media e de há uns tempos a esta parte, até a tem usado, à conveniência.

 

Com um pouco de humor à mistura, até me vem à ideia que o mais sacrificado pelo "blackout" será o próprio Bruno de Carvalho, uma vez que ele é praticamente a única voz pública do Sporting e tem-se feito ouvir quase diariamente desde que assumiu a presidência.

 

Foram estas capas e manchetes a causa do blackout ?

 

wdiag.jpgng3802569.jpg

 

E o "Record", entre outras coisas, publica o seguinte:

 

«Bruno de Carvalho tem a seu favor as contas em dia e o dedo na ferida em relação a alguns problemas antigos do futebol português. Mas está a falhar em toda a linha no futebol. Já tinha falhado o ano passado onde, por esta altura, estavam muito longe de serem boas as suas relações com Leonardo Jardim.

 

Depois de ter contratado, de forma duvidosa, uma legião de jogadores no verão, acha agora que a equipa não tem problemas - por exemplo no centro da defesa - e que todas as questões se resolvem na Academia, onde ele aliás tem espatifado uma boa parte do trabalho feito ao longo de muitos anos.

 

Bruno de Carvalho está mais do que no seu direito, está no seu dever, de pedir contas à equipa depois dos sucessivos empates em casa. Não em público, não da forma como o fez, não como se fosse um ditador que finge que "assume responsabilidades", marca assembleias gerais para sair em ombros e atira problemas para cima dos outros. Bruno de Carvalho fez, pomposamente, esta manobra nas vésperas de um jogo que era difícil, contra o Nacional. O que aí vem não vai ser bonito.»

 

publicado às 06:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


35 comentários

Imagem de perfil

De juliuscoelho a 24.12.2014 às 00:04

Amigo José li o seu extenso documentário, alguma confusão entre as exigencias e a real capacidade de as cumprir.
Fui o primeiro aqui a nao ter papas "na escrita" logo após o jogo de Guimaraens numa crítica directa aos jogadores , e só aos jogadores pela tremenda falta de mentalidade competitiva que apresentaram nesse jogo o que levou a serem comidos, mastigados e cuspidos pelos jogadores do Vitória.
Temos que primeiro e de forma bem pormenorizada analisar os porquês de tâo pauperrimas exibições em já muitos dos jogos desta liga.
A construção de uma equipa passa além do estilo de jogo e os consequentes sistemas tacticos , a boa preparação fisíca e a mais dificil de todas o adquirir mentalidade competitiva, a sede de ganhar sempre, a todo o grupo de jogadores e é precisamente neste ultimo ponto que a "coisa" tem claramente falhado, a cabeça comanda tudo, o jogador será o que ele realmente quiser ser.
Nós Não vivemos o balneário para melhor detectarmos o motivo da falta de mentalidade competitiva, se é pela mensagem deficiente do treinador ou por outras questões que até podem ser várias.
Numa equipa nas basta alguns até terem essa capacidade de se superarem quando a fadiga ataca , tem que ser todos os elementos da equipa se não fõr assim é como um virus que se pega e alastra pelos restantes.
Cada um tem a missão de fazer a sua parte ,cada um representa á partida 10% da equipa.
Não é por acaso que existem bons e maus treinadores e treinadores exepcionais os que conseguem levar ao limite essa capacidade nos jogadores em quase todos os jogos mesmo que sejam seguidos.
É simples concluirmos o que tem acontecido; nos jogos "extra" Europa e nos derbis os nossos jogadores auto-se-mentalizam para estarem super preparados para caso necessário irem ao limite do que podem e sabem fazer , no jogo seguinte é a .......descompressão. Não vão preparados mentalmente para sofrerem em 2 jogos seguidos.
Depois creio que em alguns dos empates em casa houve também excesso de confiança, o deixa andar, que quando apertarmos o adversário cede e monosprezaram alguns dos adversários que afinal não....cederam!
Neste momento tudo ficou confuso, todos se acusam apontando o dedo uns aos outros e na verdade todos têm culpa, todos são culpados e têm que ser "eles" a resoverem o problema se na verdade o querem mesmo resolver , jogadores , treinador , presidente e director do futebol.
Vejamos:
O treinador nao tem culpa de alguns jogadores em que acreditou e deu chances falharam de forma comprometedora, nao tem culpa que o Presidente entre em histeria, mas tem culpa por ele tambem ter falhado na má preparação de abordagem em alguns jogos , seja da deficiente mensagem que nao motivou os jogadores , seja nas más escolhas, seja na deficiente leitura do adversário ou seja mesmo na apatia e na reação tardia em varios casos que se exigia reaçao imediata.
Os Jogadores nâo têm culpa tambem do Presidente entrar en histeria pública , nâo têm culpa dos erros do treinador que atrás referi, mas são culpados pela má vontade de se aplicarem ao limite nos jogos teoricamente mais fáceis, são culpados por facilitarem em muitos dos lances que acabaram por causar danos irreparaveis á equipa , são culpados por nao querem sofrer em 2 jogos seguidos.
O Presidente nao tem culpa dos erros do treinador e dos erros dos jogadores que atrás referi mas é culpado pela sua falta de experiencia em lidar com crises de resultados, é culpado pelo constante desiquilibrio emocional que provoca no balneário com as suas "surprezitas" na comunicação social, é culpado por atacar publicamente principalmente o treinador com recados que influenciam e dividem os adeptos do clube.
O Inácio , bom o Inácio é um santo!!!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo