Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sporting não pagou a primeira prestação de Rúben Amorim

Adenda: Entrevista a Francisco Salgado Zenha

Rui Gomes, em 16.04.20

5e614afb7af5070620f87f37.jpg

A acreditar nas notícias desta quarta-feira, o Sporting CP não procedeu ao pagamento da primeira prestação da transferência de Rúben Amorim de Braga para Alvalade, avaliada em 5 milhões de euros e que vencia no passado dia 6 de Março, com suposta moratória até ao dia 30 do mesmo mês.

O SC Braga terá sido notificado com a devida antecedência que a decisão de suspender o pagamento fica a dever-se às consequências da pandemia Covid-19, que já obrigou o Clube a proceder a cortes de salários e a aderir ao regime de lay-off.

Fonte oficial do Sporting terá declarado o seguinte:

"Num período em que o Sporting CP está a efectuar lay-off, há uma opção de gestão de suspensão de pagamentos. Está relacionado com a situação anormal de pandemia que vivemos e que afecta os clubes - o Sporting não é excepção. Não é uma situação única e unilateral e o próprio Sporting já foi informado do corte de pagamento por parte de alguns fornecedores".

A mesma fonte terá também feito saber que o Sporting pagará esta primeira tranche ao SC Braga após a pandemia.

Entretanto, surgiram outras informações noticiosas que o Sporting poderá sofrer uma qualquer penalização devido a este atraso, como também o pagamento de juros acrescidos. Claro, a referir a algumas reportagens como a do jornal A Bola, verificam-se os cenários mais negros possíveis, o que não é surpreendente. Ainda não vi a capa desta quinta-feira, mas é de esperar mais do mesmo.

Em princípio, não é uma situação que agrada - mesmo sendo uma estratégia de gestão - especialmente se considerarmos a aposta de elevado risco que foi feita no treinador, mas tendo em consideração a crise que o Mundo atravessa, não nos devemos precipitar a criticar indevidamente.

Até ao momento, não constam quaisquer declarações do emblema minhoto, muito embora reportagens desta quinta-feira venham a indicar que os clubes têm "versões divergentes" sobre o pagamento em questão.

Adenda: Para já, a dívida do Sporting ao SC Braga, não terá consequências imediatas a nível desportivo, visto tratar-se de uma situação posterior a 31 de Dezembro de 2019.

Por norma, o prazo oficial para saldar dívidas a clubes e outros agentes a tempo de a UEFA conceder a licença para as suas competições da temporada seguinte termina a 31 de Março do ano corrente. Este ano, em virtude da pandemia COVID-19, o prazo foi estendido por mais um mês, até final de Abril, tendo ficado em aberto novo prolongamento desse prazo, enquanto as competições se encontrarem suspensas.

Assim, como a dívida aos minhotos já foi contraída em 2020, não terá implicações no que diz respeito à licença para 2020/2021.

img_920x518$2020_04_16_15_50_44_1688103.jpg

Francisco Salgado Zenha, responsável pela área financeira do Sporting CP, em declarações à Sport TV, sobre o caso de Rúben Amorim:

"As pessoas falam do 'caso Amorim' e até de outros, mas uma coisa é certa: estamos a passar por uma situação nunca antes vista... É absolutamente ridículo falarmos de atrasos no pagamento a fornecedores no contexto actual. Ou não se percebe qual é, ou não se sabe gerir uma empresa em condições. O Sporting CP está a tentar criar uma almofada e condições para ultrapassar este momento, adoptando medidas difíceis, para mitigar ao máximo o impacto desta crise. Queremos sair daqui vivos e retomando a actividade dentro da normalidade possível.

Isto não é só os meses da pandemia , é a seguir. Alguém acredita que o Sporting ou outro clube está a vender bilhetes de época em Junho ou Julho, como se o contexto não fosse diferente? Vou ter os estádios abertos em Agosto em Setembro? Tenho essa garantia? Eu acho altamente improvável que as coisas estejam normais nesses meses. Não é só uma gestão preocupada com o dia de hoje ou de amanhã, é também a preparar o que vem a seguir.

Não vou entrar em detalhes de contratos, são confidenciais. Se o SC Braga o faz, não estou de acordo. O Sporting não falhou nenhum pagamento antes da declaração do Estado de Emergência. O Sporting cumpriu com as suas responsabilidades antes da crise e, depois, teve de alterar a sua postura. Aliás, está previsto na lei que os contratos podem sofrer alterações, por circunstâncias fundamentadas. E não há alteração mais anormal daquela que estamos a viver hoje.

A inclusão do IVA no tema é "um não assunto". Em transferências nunca se fala em IVA. Não me lembro de ver o IVA nas compras do Rafa [Benfica] ou do Loum [FC Porto]... Isso é simplesmente sensacionalista. Temos dez milhões de euros para pagar ao SC Braga, num determinado plano de pagamentos... O Sporting vai cumprir com as suas responsabilidades.

Tenho vários clientes que me estão a falhar aos pagamentos. Uns há meses, outros desde a pandemia e outros ainda que já me disseram que, na posterioridade, querem alterar condições assinadas.

O que acontece é que determinados clubes esquecem-se do contexto e tentam jogar com os media para criar pressão. Se o SC Braga o tenta? Não faço ideia. Se o está a fazer, fá-lo mal, porque o contexto é claro para todos".

publicado às 17:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


80 comentários

Sem imagem de perfil

De Ricardo Tocha a 16.04.2020 às 04:49

É sempre desagradável esta situação que já anda pela UEFA.
Pela data do primeiro incumprimento não teve origem dentro do quadro de exceção e emergência agora evocados, por outro lado haverá que se considerar que a operação de resgate de R. Amorim foi de certa forma "hostil" e contra a vontade do Braga que poderá não estar disposto a colaborar em qualquer acordo, tanto assim que foi um dos primeiros clubes a baixar os vencimentos.
Varandas, agora na tropa, devido à implantação do estado de emergência que cessa com todas as situações militares semelhantes (o Exercito não abdicou), terá este e outros espinhos nas mãos que não deixarão de ser aproveitados pelos seus detratores.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 11:13

Este caso já chegou à UEFA?

Tem informações muito privilegiadas!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.04.2020 às 18:11

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De João F. a 16.04.2020 às 18:56

Tu também quando tens dividas por pagar, também te deves considerar caloteiro! A tua estupidez é tanta, que nem sabes fazer a diferença entre uma dívida e um calote. Pobre desgraçadito!...
Sem imagem de perfil

De RCL a 16.04.2020 às 17:45

Ricardo Tocha
Tão bem informado:"o assunto já anda pela UEFA"
Já agora e aproveitando as sua fontes: Quando estará disponível uma vacina para o Covid-19?
é que se você não souber, ninguém mais sabe
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 16.04.2020 às 07:11

Fantástico tudo isto...
Afinal aquilo que sempre constou sobre a passagem de Amorim do Braga para o Sporting, parece ser falso...
O que passou cá para fora foi que o treinador tinha uma cláusula de 10 milhões, e que ela foi batida pelo Sporting. Na altura António Salvador parecia muito zangado com o Sporting, acusando o clube de Lisboa de concorrência desleal, ao ir roubar um treinador a um rival direto que lutava pelos mesmos objectivos. Ficava a ideia de que Salvador não pôde fazer nada, o Sporting bateu a cláusula e o Braga ficou descalço...
Mas afinal não...
Houve acordo entre os clubes. O Braga, que parecia tão ofendido, afinal negociou o pagamento da cláusula em prestações...
Enfim...

Sobre o não cumprimento do pagamento por parte do Sporting, quem não tem dinheiro não faz obras... Excepto se for o Sporting...
Nós últimos anos, incumprimento tem sido palavra de ordem em Alvalade.
Assim de repente, vêm-me à cabeça VMOCS (126 milhões) e o Empréstimo Obrigacionista de Bruno de Carvalho, que não foi reembolsado na data prevista, por falta de meios, mas apenas alguns meses depois do prazo estipulado.
Entretanto vai-se fazendo vida de "rico" mantendo equipas caríssimas nas modalidades, e contratando treinadores de 10 milhões...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 11:12

O aproveitamento encarnado de uma situação que em nada lhe diz respeito.

Pelas circunstâncias, temos evitado abordar casos recentes com o "glorioso", mas não perde pela demora, a exemplo da recém vergonhosa decisão sobre a multa de 40 mil euros, em que foi decidido, para despenalizar o SLB, que não permitir críticas a arbitragem é uma afronta a liberdade de expressão. Irrisório!!!
Sem imagem de perfil

De João Silva a 17.04.2020 às 13:08

Rui aborde la os casos emcarnados para animar a malta.
Sem imagem de perfil

De RCL a 16.04.2020 às 14:34

João Gonçalves
Recordar é viver: Agosto de 2002- Benfica dá garantia de 200 mil ações como NOVA garantia ao Fisco.
- Ações não cotadas na Bolsa-
Noutro país o Benfica teria ido parar à segunda Divisão.
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 16.04.2020 às 15:26

Então, no brilhante raciocínio do meu amigo, todas as empresas que não estão cotadas na Bolsa de Valores, e são todas com a excepção de 20, não valem nada.
Também não percebo a razão pela qual um acto legítimo e legal praticado há dezenas de anos, que não tem qualquer comparação nem ligação com o assunto em discussão, veio aqui parar.
Sem imagem de perfil

De João F. a 16.04.2020 às 18:30

"Também não percebo a razão pela qual um acto legítimo e legal praticado há dezenas de anos"

Para si, as acções que não são cotadas na bolsa (sem valor próprio) e aceites pela então ministra Ferreira Leite como garantia duma dívida de 2 milhões de contos ao fisco com 12 anos de existência, foi um acto legítimo!!!

Certamente que para si, também foi legítimo terem começado a construir o novo estádio sem as devidas autorizações, pois só as conseguiram 18 meses depois, quando o estádio estava quase construído. Realmente no seu clube, os sócios, adeptos e dirigentes já se habituaram há muito a terem um clube que vive na ilegalidade, sem respeito pelas leis. O assalto que fizeram ao SITIUS para primeiro saberem o que se passava com os vossos adversários mais directos e depois para bisbilhotar o que se passava com os inquéritos que vos tocavam, como os vouchers e e-emails, provam-no largamente.

E depois não querem que vos digam que são "os donos disto tudo".
Sem imagem de perfil

De HRC a 17.04.2020 às 01:19

Caro adepto, o futebol é a coisa que nos une e que nos separa.
Une porque ambos gostamos muito de futebol e do nosso clube e por isso frequentamos este espaço. É também o que nos separa porque somos de clubes diferentes. Diferentes no nome, na cor, na história, em tudo. Iguais em tantas outras coisas - no amor incondicional dos seus adeptos, na forma "louca" e intransigente como defendemos o clube e apoiamos a equipa no estádio.
Convido-o a fazer uma introspecção e a encontrar na história do seu clube situações moralmente tão díspares das do meu. Numa análise honesta, consegue?
Se me fala de Luís Filipe Vieira, posso empatar e até ganhar-lhe com Bruno de Carvalho. Se me vem falar de vouchers, posso-lhe falar de Paulo Pereira Cristóvão e do cheque Cardinal. Se me vem dizer que Luís Filipe Vieira faz negócios mirabolantes nas suas empresas, pergunto-lhe o que isso tem a ver com SLB e posso responder-lhe com Bruno de Carvalho, Sousa Cintra ou Jorge Gonçalves e o que é que os negócios deles têm a ver com o SCP?
Se me vem falar das acções dadas como garantia sobre um valor que foi pago até ao último escudo, posso-lhe responder com as VMOCs.
Se me vem falar de Vale e Azevedo, posso trazer-lhe Jorge Gonçalves e aqui até podia fazer piadas sobre cordas no pescoço, mas seria desagradável e por isso não vou fazê-lo. Acima de tudo, há que manter o respeito pela instituição SCP e mais que tudo, pela pessoa, Jorge Gonçalves.
Conheço muito bem o meu amado Benfica e em 41 anos aprendi muito sobre os meus
adversários. Às vezes tanto que ensino à vossa história aos vossos. Por isso esse destilar de ódios só cheira a ressabiamento.
Desejo-lhe tudo de bom e não se esqueça, "pró ano é que é!!"
Sem imagem de perfil

De João F. a 17.04.2020 às 13:27

Olha...olha! Este a fazer comparações!....LOOOL

Eu vou perder algum tempo consigo, pois também vou fazer comparações!

- Comparar o passado do Vieira com o BdC, só por um cínico sem vergonha O seu presidente é um diplomado em corrupção e vigarice.Até foi condenado em 1993 a 13 meses de prisão por ter roubado um camião.E quanto foi eleito, vocês já sabiam o seu passado, o que não tem desculpa. O BdC foi um reles presidente no Sporting, mas também é um aprendiz ao seu lado e que eu saiba nunca esteve na prisão por ter roubado.Até o Vale e Azevedo teria muito que aprender com o seu presidente. O Cintra, nunca se me constou que tenha sido condenado à prisão por ter roubado ou vigarizado alguém. Nestas comparações você já deu "um tiro nos pés"...e esbarrou-se!

-Quanto as VMOCS, suponho que foi perdoado ao Sporting, apenas os juros altíssimos acumulados durante anos e anos, sobre o dinheiro emprestado pelos bancos e quanto sei, esse irá ser pago. Mas querer comparar esta redução da divida pelos bancos que foi negociada, não foi roubada, com os roubos feitos à C.M.Lisboa de 65M€ quanto das avaliações dos terrenos para a construção do novo estádio da Luz, como foi confirmado num relatório da PJ em 10 de Janeiro de 2010, só por má fé e com o intuito de denegrir o Sporting e tentar meter os 2 clubes mo mesmo saco. E posso acrescentar o perdão da C.M.Lisboa presidida pelo Costa de 1,8 milhões de euros, ao clube do seu coração!

-O Sporting nunca exigiu títulos que não tenha ganho em campo! Vocês proclamam sem vergonha 37 títulos, quando como toda a gente sabe, menos vocês, que são 34! Em 1994 ganharam o 27º. titulo, como se pode confirmar numa reportagem da RTP daquele ano, que foi o último do século 20. Agora veja quantos ganharam neste século...e some! O total precisamente 34 e nem mais um!
Podia ainda debruçar-me sobre o facto da fusão entre o Sport Lisboa fundado em 1904 e o Sport Benfica fundado em 1906, de cuja fusão no dia 13 de Setembro de 1908, nasceu um novo clube com a sigla SLB, mas como vocês adeptos do clube, devem ter todos adoptado a data de nascimento do vosso pai ou da vossa mãe e renegado aquela em que nasceram...dizem que o vosso clube também foi fundado em 1904!!!

-Entre os nossos 2 clubes não há comparação possível, tanto na decência, como no respeito pela ética e na honradez na conquista do títulos. O Sporting nestes aspectos, dá ao seu clube goleadas enormes.
Sem imagem de perfil

De João Paulo Gonçalves a 16.04.2020 às 17:44

Então e como é que esse assunto de há 18 anos atrás acabou?
Pagaram eventuais dívidas ou ficaram a dever?
Já foi há tantos anos que nem me lembro...
Sem imagem de perfil

De LG a 16.04.2020 às 08:22

Chegou o mal disposto:

Assim Ruben Amorim fica barato. Sporting bem!!!!

A desculpa utilizada pela "fonte oficial do SPorting" (de tão esfarrapada) envergonha qualquer pessoa.
O Braga anunciou todas as condições de pagamento, designadamente que o Sporting devia pagar 5 milhões no dia 6 de março, logo após a contratação de Ruben Amorim e muito antes da "situação anormal de pandemia" ter sido colocada em prática no futebol português.
O dinheiro já devia estar em caixa para poder ser movimentado, se não existia liquidez ficavam com quem queriam mandar embora desde o fim da época de transferencias

E por aqui me fico, para não me acusarem de precipitação e de criticar indevidamente.
Sem imagem de perfil

De JPT a 16.04.2020 às 10:48

Gosto especialmente da frase "o próprio Sporting já foi informado do corte de pagamento por parte de alguns fornecedores". Só a este Sporting ocorreria invocar que recebe... dos fornecedores!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 11:07

No que diz respeito ao caro LG, é desnecessário fazer quaisquer acusações, uma vez que há muito que se conhece a sua mentalidade.
Sem imagem de perfil

De João F. a 16.04.2020 às 11:25

"A desculpa utilizada pela "fonte oficial do SPorting" (de tão esfarrapada) envergonha qualquer pessoa"

Não se deve ter envergonhado, quando o seu guru adiou o pagamento do empréstimo obrigacionista.E não havia a justificação de algum "corona"´invisível.

Perdeu uma boa ocasião de a fechar, mas como a azia continua...
Perfil Facebook

De Luis Garcia Garcia a 16.04.2020 às 08:38

Quem tem mais olhos que barriga depois fica envolvido em situações que poderão envolver os tribunais mas ,isso e´ o menos ,grave sim é um clube como o Sporting colocar os seus trabalhadores em lay off .pessoas que vivem do dia a dia para fazer aos compromissos , e preciso desfaçatez,querer fazer figura quando não tem dinheiro para mandar cantar um cego.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 13:48

Nesse aspecto concordo, a parte do lay-off foi a que mais me incomodou. Acho que á distância não podemos avaliar medidas de gestão tomadas neste muito excepcional momento. Quero crer que a decisão tomada foi uma medida urgente para salvaguardar a sobrevivência do Clube, tendo em conta que se desconhece a duração da actual crise.
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 16.04.2020 às 14:50

Confesso que esta situação me incomoda. Por vários motivos:
1- por ser o Braga. Fosse outro qualquer. Agora ficar a dever ao Salvador que está sempre à espera de uma falha do Sporting para ferrar uma... Não.
2- Pensei que a loucura Amorim tinha cobertura da venda do BrunoF. Só €€ fresquinhos justificavam esta loucura.
3- alguém acredita que entre 5 de Março e 31 de Março o SCP ia fazer 5 milhoes limpos para pagar a dívida? A receita de bilheteira com 29mil adeptos no estádio é quase nula porque é tudo bilhete de época.. os direitos de tv já foram antecipados.. É fazerem as pessoas de parvas. De certeza que tinham o dinheiro? Ou não tinham?
4- layoff para uns, cortes de 50% nos ordenados dos administradores... pois...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 15:04

Mais por uma questão de mero capricho, este caso incomoda-nos, mas não vejo que queiram fazer as pessoas de parvos.

Francisco Salgado Zenha é uma pessoa competente e isto não seria feito sem o seu aval. Quiçá, até pode ter sido iniciativa dele.

Prefiro, por enquanto, dar o benefício da dúvida, e acreditar que é uma estratégia de gestão. O passar de mais algum tempo esclarecerá a questão.
Sem imagem de perfil

De Carlos Antunes a 16.04.2020 às 16:36

A propósito da pretensa dívida do Sporting ao Braga, aí vão as disposições do Código Civil que fundamentam a posição hoje defendida pelo Salgado Zenha (a chamada cláusula “rebus sic stantibus” do direito romano).
Enfim, a habitual ignorância dos jornalistas desportivos anti-Sporting que pululam na imprensa falada e escrita desportiva.

Resolução ou modificação do contrato por alteração das circunstâncias
Artigo 437.º
(Condições de admissibilidade)
1. Se as circunstâncias em que as partes fundaram a decisão de contratar tiverem sofrido uma alteração anormal, tem a parte lesada direito à resolução do contrato, ou à modificação dele segundo juízos de equidade, desde que a exigência das obrigações por ela assumidas afecte gravemente os princípios da boa fé e não esteja coberta pelos riscos próprios do contrato.
2. Requerida a resolução, a parte contrária pode opor-se ao pedido, declarando aceitar a modificação do contrato nos termos do número anterior.

Artigo 438.º
(Mora da parte lesada)
A parte lesada não goza do direito de resolução ou modificação do contrato, se estava em mora no momento em que a alteração das circunstâncias se verificou.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 17:53

Agradecemos a explicação!
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 16.04.2020 às 19:13

Confesso que em matéria de resolução de contratos olhei sempre para as questões dos pressupostos ou do incumprimento em fase de execução do contrato. Ou seja sempre olhando para a "falha" de uma das partes. Nunca olhei para isto como um evento causado por uma 3ra parte. Mas compreendo que se houver um terramoto e o estádio de Alvalade desaparecer que muitos contratos terão resolução com justa causa. Usando esse raciocínio diria que dessa perspetiva o SCP até podia não pagar nada?!. Só não ganha em tribunal porque o layoff não abrange os ordenados dos administradores.. se fossem todos (tirando jogadores que são activos) até podiam ganhar em tribunal.
Sem imagem de perfil

De Pedro Piedade a 17.04.2020 às 01:44

Quem é a parte lesada neste contrato?
Não será o Braga?
Sem imagem de perfil

De AntonioP a 17.04.2020 às 01:55

Esses artigos não são a prova de que o Sporting não tem razão?

Lê-se no 1º parágrafo "...o Sporting CP não procedeu ao pagamento da primeira prestação da transferência de Rúben Amorim de Braga para Alvalade, avaliada em 5 milhões de euros e que vencia no passado dia 6 de Março, com suposta moratória até ao dia 30 do mesmo mês".

Havendo jogos após o dia 6 e a pandemia sendo declarada no dia 19, significa que o Sporting já "estava em mora no momento em que a alteração das circunstâncias se verificou". Nesse caso não tem direito de resolução ou modificação do contrato, conforme o artigo 438º.

Aceito argumentos contrários à minha opinião, sff
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.04.2020 às 02:05

Não é a minha intenção debater a sua tese, apenas sublinhar que os factos e circunstãncias citados no post são fundamentados em reportagens noticiosas.

Não sabemos, portanto, se correspondem à verdade e na sua entrevista, Salgado Zenha deixou claro que não divulgaria a especificidade deste ou qualquer outro contrato.

O primeiro pagamento era para ser feito no dia 6 de Março?... Assim foi noticiado, mas não temos confirmação oficial.

Houve moratória?... Também foi noticiado, mas não sabemos se é factual.
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 17.04.2020 às 13:27

Eu ouvi nas notícias que o 1ro pagamento era até 31 de Março.. Não é certo que fosse dia 6 o dia seguinte ao anúncio.
Sem imagem de perfil

De Pedro Piedade a 17.04.2020 às 19:05

Parece que não são só os jornalistas que estão errados, é que a fazer fé naquilo que publicou o SC Braga, que é a parte lesada no contrato, terá o direito à sua resolução por incumprimento da outra parte, isto é, terá direito ao pagamento da totalidade do contrato de imediato!

Seria melhor ler o que publicou com atenção, está em português corrente, não é preciso saber latim…
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.04.2020 às 19:56

Em vez de aparecer aqui armado em chico-esperto com o seu bem conhecido veneno encarnado, seria melhor explicar para nosso benefício a tal documentação do SC Braga.

Este seu "talento" é natural ou necessita de ser ensaiado diariamente?
Sem imagem de perfil

De Carlos Antunes a 18.04.2020 às 15:25

Senhor Pedro Piedade
Por acaso além de sportinguista, também sou jurista, mas não tenho o dom – como parece ser o seu de ter a verdade absoluta – de esclarecer e desvelar o verdadeiro sentido e alcance das normas jurídicas.
Limitei-me a enunciar as normas do Código Civil que pareciam fundamentar a posição da actual Direcção do SPORTING.
Já agora, e porque me parece que esta questão da alteração das circunstâncias na execução dos contratos advenientes da pandemia do Covid-19, ultrapassa a mera questão do contrato do Ruben Amorim e do conflito entre o Sporting e o Braga, e tem implicações em muitos outros contratos em vigor, aconselho-o, se tiver humildade para tal, vivamente a ver com atenção o videocast da Faculdade de Direito de Lisboa, subordinado precisamente à temática do “Novo Coronavírus e Gestão da Crise Contratual” https://www.cidp.pt/evento/1-videocast-novo-coronavirus-e-gestao-da-crise-contratual-%E2%80%93-estrategias-juridicas/78,
nomeadamente os pontos 5. “A resolução por grande alteração das circunstâncias” do Prof. Doutor António Barreto Menezes Cordeiro” e 6. Modificar o contrato, reduzir as prestações e gerir os riscos” da Prof.ª Doutora Catarina Monteiro Pires, que são dois dos mais conceituados juristas portugueses sobre a matéria
PS: Meu caro Rui Gomes
Com todo o respeito que me merece, termino com este post de resposta ao Pedro Piedade, as minhas intervenções sobre o assunto, não alimentando uma polémica que me parece estéril, principalmente quando do outro lado, surgem os iluminados sebastianistas brunistas!
Saudações leoninas
Carlos Antunes
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 18.04.2020 às 15:39

Agradecemos a informação e considerações que adiantou.

Não se deixe incomodar pelo leitor Pedro Piedade, dado que é um adepto encarnado faccioso que só saber ver à conveniência da sua mentalidade.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 16.04.2020 às 10:12

Podiam usar o dinheiro recebido do Bruno Fernandes, não?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 13:49

Já sabemos ao certo quanto do total pagamento já chegou aos cofres de Alvalade?
Sem imagem de perfil

De Leao de Coimbra a 16.04.2020 às 10:13

Cronologia:
Dia 5 de março, Sporting fecha acordo com Braga por Ruben Amorim, sendo acordado para o dia seguinte (6 de março) o pagamento de 5M+ juros.

Dia 13 de março, OMS declara pandemia global.

Como é que se põe as culpas na pandemia se tivemos tempo para pagar antes?
Sem imagem de perfil

De Francisco a 16.04.2020 às 10:27

Bom dia caro Leão de Coimbra ( linda cidade! )

Penso que o clube tinha até dia 30 do mês para liquidar essa primeira tranche.

De qualquer das formas da ideia que se está a tentar aproveitar a situação mundial para deferir pagamento, uma tática já usada no passado.
Apesar de serem situações diferentes é fácil fazer paralelismo com a situação Rojo/Man Utd/Doyen .

A imagem do clube fica afetada, especialmente tendo em consideração que acabamos de fazer uma transferência no valor de 55M€ (menos comissões e outras obrigações) por isso fica a ideia que o Sporting nunca iria cumprir com essa primeira prestação..mas isso já são conjunturas difíceis de “provar”

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De João F. a 16.04.2020 às 11:41

" tendo em consideração que acabamos de fazer uma transferência no valor de 55M€ "

E que na sua mente, foram pagos duma só vez!!!

E como vocês e outros sabiam no dia 5 de Março, que a pandemia ia atingir as proporções que se conhecem, em todos os países do mundo, realmente só por não serem adivinhos, é que se pode condenar os dirigentes do Sporting!...
Sem imagem de perfil

De Francisco a 16.04.2020 às 10:19

Mais um triste episódio..enfim.

Ruben Amorim já vai em 14M€ sem contar com salários..arrisca-se a ser o treinador mais caro da história do Sporting! O que desejo é que tb seja o com maior sucesso desportivo.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De João F. a 16.04.2020 às 11:28

"..arrisca-se a ser o treinador mais caro da história do Sporting"


Como? O JJ custou 8M€/ano, que no total somou 24M€!!!
Sem imagem de perfil

De GreenHill a 16.04.2020 às 14:39

8? Só? Deve ter custado 15 ou os 122 milhões das rescisões...
Já ouvi 4.5, já ouvi 5 e 6. Agora.. 8? É a primeira vez.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 14:42

8 deve estar muito perto da verdade, tendo em conta o aumento que lhe foi concedido depois da primeira época.

Entre 4 a 5 milhões ganhava ele no SLB. Ao vir para o Sporting, ficou a receber mais.

Isto, sem falar em extras.
Sem imagem de perfil

De José carlos a 16.04.2020 às 10:37

Lamentável está situação! A pandemia só começou a partir de 13 março muito depois do prazo.. e se fecharam acordo a dia 5 e no dia seguinte tinham pagar, pk não o fizeram? Ou será já nessa altura já não havia €?

Isto vai afetar a nossa credibilidade.. é fazer vida de rico, estando teso.. assim não!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 11:04

E se o pagamento era para ser feito na data que indica e não foi, porque é que o SC Braga permitiu a saída do seu treinador?
Sem imagem de perfil

De Carlos Gomes a 16.04.2020 às 10:53

Como Sportinguista é uma situação que me envergonha, eu julgava que este tipo de situações tinham acabado, afinal só mudaram as personagens.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 11:02

Por agora, o que tenho para dizer sobre este assunto já está escrito no post.

Dito isto, no entanto, pasma - ou talvez não - aparecerem agora tantos "envergonhados" que nunca antes apareceram com os vários casos até muito mais vergonhosos dos últimos anos.
Sem imagem de perfil

De Carlos Gomes a 16.04.2020 às 12:23

Está enganado, a minha apreciação não muda só porque mudam as pessoas que praticam os atos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 13:41

Ainda bem...
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 16.04.2020 às 12:04

O que vale é que F Varandas disse que os Sportinguistas com ele nunca mais se iam sentir envergonhados.

É realmente fantástico, estamos há um mês sem futebol mas continuamos na berlinda.

Haverá ainda alguém que acredite nesta equipa de gestão ? Duvido, só que preferem não o afirmar. São opções...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.04.2020 às 12:09

Não é uma questão de preferência, mas sim de mentalidade.

Nem todos temos a mentalidade destrutiva do caro e de outros do género, mesmo reconhecendo que há coisas que não estão bem.

Muito simples... 'my dear Watson'!

Comentar post


Pág. 1/3





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo