Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sporting tem ligeiro favoritismo

Rui Gomes, em 13.03.14

 

Jorge Silvério, especialista em Psicologia no Desporto e antigo Provedor do Adepto da LPFP, considera que entre equipas com o valor do Sporting e do FC Porto, o Sporting tem ligeiro favoritismo por jogar em casa, disposição algo atenuada pelo facto da equipa portista vir de uma chicotada psicológica e há jogadores que querem mostrar serviço.

  

Jorge Silvério é o autor de um estudo cuja versão inicial foi apresentada nos últimos Congressos Europeu e Mundial de Psicologia no Desporto. Esse estudo comprova que a vantagem da equipa da casa é uma realidade: "Analisamos as últimas 18 épocas, desde que a vitória passou a valer três pontos. E chegamos à conclusão que a vantagem de jogar em casa varia entre 57% e 67%. O apoio dos adeptos, os factores de familiaridade e aprendizagem, a pressão da multidão sobre o árbitro, o efeito da viagem da equipa visitante e os factores psicológicos e biológicos, dão vantagem a quem joga dentro de portas, no futebol português."

 

Não compreendo bem porque é que o estudo não aponta uma percentagem exacta, partindo do princípio que todos os jogos das últimas 18 épocas foram analisados e até uma percentagem mais elevada do que 67%. Um factor que considero de menor consequência no futebol português, é a viagem da equipa visitante, dado que a que mais poderá incomodar é a ida à Madeira, que normalmente é feita pelas equipas no dia anterior aos jogos. De qualquer modo, esperamos que o factor casa seja de facto benéfico para o Sporting, até porque algum do sucesso frente ao FC Porto tem sucedido precisamente em Alvalade.

 

publicado às 05:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Joao a 13.03.2014 às 05:58

O intervalo que e' referido deve-se tratar de um intervalo de confianca. Em termos estatisticos apresentar um valor exacto, como refere, nao teria significancia estatistica alguma. Para o tratamento estatistico ter sentido e poder ser rigorosamente intrepretado, os resultados sao apresentados em intervalos (como, por exemplo, quando se fazem extrapolacoes de sondagens pre-eleitorais).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.03.2014 às 06:09

É possível que assim seja João, mas acho um pouco confuso.
Sem imagem de perfil

De Joao a 13.03.2014 às 06:49

O intervalo de confianca e' um dos conceitos dificeis de explicar, pois geralmente e' confundido com uma probabilidade.

Sem querer ser demasiado longo, nem transformar este blogue de futebol num blogue de estatistica, vamos supor que o intervalo referido [56%. 66%] e' um intervalo de confianca, com 90% de significancia, e que a variavel que se pretende determinar corresponde `a probabilidade da equipa da casa vencer o jogo.

Essa variavel, que nos e' desconhecida, vai nos aparecer como um "1" se a equipa da casa vence, ou "0" se nao. O que se faz e' somar os "1"s e "0"s, dividir pelo numero de jogos realizados, e com isso tem-se um estimador dessa variavel, a media de jogos ganhos pela equipa da casa. Este estimador e' o numero que o Rui tem em mente. Vamos supor que esse valor e' o ponto medio do intervalo, portando 61%.

Agora, esse 61%, que foi calculado de forma a representar um estimador nao enviezado da variavel que desconhecemos, nao pode ser intrepretado como o VERDADEIRO valor dessa variavel. Isto porque depende da amostra tomada. Isto e', se usassemos uma amostra de jogos diferentes, o valor seria diferente. Provavelmente parecido com 61%, mas quase de certeza diferente. Dai que, apresentar um valor, o que resultou da amostra realizada como o valor da variavel e' estatisticamente incorrecto. Porque o valor e' intrinsecamente aleatorio, pois a amostra tambem o e'.

Por isso, nao se apresenta um valor, mas sim um intervalo, dado que e' possivel saber qual a distribuicao probabilistica da qual resultou o 61% (dado o tamanho da amostra, etc). Esse intervalo vai ser construido a volta do valor obtido na amostra.

A referencia ao nivel de confianca, os tais 90%, vao determinar o tamanho do intervalo, e estabelecem o grau de confianca que o investigador tem, que o metodo usado para criar o intervalo, vai estabelecer um intervalo que inclua o verdadeiro valor, que nos e' desconhecido. A textbook definition e' que se o investigador fizesse 100 amostras diferentes e para cada amostra criasse um intervalo de acordo com essas regras, 90 desses intervalos iriam incluir o verdadeiro valor da variavel (muitas vezes se diz que o intervalo inclui o verdadeiro valor com 90% de probabilidade, mas apesar de intuitivo, essa definicao e' incorrecta).

Em termos estatisticos, apresentar o tal valor de 61% apenas, corresponde a um intervalo de confianca de 0% de significancia.

Ja vai longo e se nao quizer publicar esteja a vontade, para nao macar as pessas que leem o blogue.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.03.2014 às 08:18

Obrigado pela explicação caro João. É uma questão interessante embora confusa para quem não é familiar com estas computações.

Espero que esteja tudo bem aí para os seus lados.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo