Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

petrovic2.jpg

 

O Sporting apresentou esta quarta-feira recurso ao castigo de um jogo aplicado a Radosav Petrovic pelo Conselho Disciplina (CD) da FPF, para que este seja despenalizado e esteja disponível para defrontar o FC Porto na sexta-feira.

Confesso que este recurso vem como uma grande surpresa para mim, porque sempre entendi que decisões deste cariz não eram passíveis de recurso. Será, porventura, um novo regulamento da FPF e, pelos vistos, já com um precedente de registo.

 

Mas, começando pelo princípio, o recurso do Sporting é assente no entendimento de que Petrovic não cometeu qualquer infracção no lance em que viu o cartão vermelho no jogo com o Moreirense, e no precedente aberto com a despenalização do jogador do Vitória de Guimarães B, Dénis Duarte, que foi expulso na primeira jornada da 2.ª Liga, na partida com o Varzim, em 6 de Agosto de 2017, pelo árbitro Bruno Rebocho, que lhe exibiu dois cartões amarelos, aos 54 e 59 minutos, o primeiro dos quais por uma falta que não cometeu. Suspenso por um jogo pelo CD, o Vitória de Guimarães recorreu da decisão, apresentando um vídeo para demonstrar que o seu jogador não tinha cometido a falta que levou à amostragem do primeiro cartão amarelo por parte do árbitro.

O CD enviou o vídeo para o árbitro Bruno Rebocho, o qual, perante as imagens, admitiu ter-se equivocado, admissão essa que levou aquele órgão disciplinar a dar razão às pretensões do Vitória de Guimarães e a retirar a sanção, o que permitiu a Dénis Duarte defrontar na jornada seguinte a Oliveirense.

No caso de Petrovic, o Sporting entende que este não cometeu qualquer falta sobre o jogador Zizo, do Moreirense, razão pela qual o segundo cartão amarelo que lhe foi exibido, aos 61 minutos do jogo, pelo árbitro Tiago Martins, não se justificava e constituiu um erro grave.

O Sporting espera que o Conselho de Disciplina, na reunião prevista para quinta-feira, analise o recurso e tome a decisão de despenalizar o futebolista sérvio, para que este possa defrontar, caso Jorge Jesus assim o entenda, o FC Porto, na sexta-feira, em jogo da 25.ª jornada.

 

Apesar da FIFA evitar intervir em competições domésticas, face às circunstâncias, não posso senão reflectir sobre o parecer do organismo que superintende o futebol mundial.

 

publicado às 04:26

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 01.03.2018 às 14:59

Até porque analisando o lance, e não precisamos de qualquer VAR, a não ser aquele 4º/5º ou 11º árbitro, quando Petrovic CRUZA o caminho do jogador do Moreirense, já o jogador do Moreirense perdeu contacto com a bola, ou seja, já não tinha o controlo da mesma e sabendo da proximidade de Petrovic, atira-se para o chão. Quando Petrovic cruza o caminho do jogador, já ele ia em queda, para trás, não para a frente. Ora, não sou nenhum engenheiro bio, quimico, astro ou de simbioses, mas é impossível o Petrovic rasteirar o jogador e este cair para trás, quando seguia em velocidade. De recordar a enorme volta que Piccini, se não estou em erro, deu no ar quando o rasteiraram para falta, em plena corrida. É fisicamente impossível, seria o mesmo que alterar as leis da física só para ele, a não ser que o jogador do Moreirense quisesse cair propositadamente para sacar uma falta. Nenhum árbitro viu a falta, correctamente, a não ser o 4º que queria sacar um empate ou derrota ao Sporting.

Mais, dizem certas pessoas, até aqui, como que infiltrados para tentar atirar a peneira aos olhos dos outros, que os árbitros são humanos e que, como tal, também podem errar. Como é giro esse argumento. Um pouco à semelhança daquele argumento que certos comentadores avermelhados diziam na época passada que o VAR só vinha estragar o espetáculo do futebol e que, em detrimento da verdade desportiva, era preferível não se adoptar o VAR. Que tão bom, engenhoso, perfeito, inteligente é este argumento, quando comparado com a falta de arbitragens danosas para uns em prejuízo de outros. Se o meu não sofre com isso, que se lixem o resto. Mas estamos a falar de gente pequena que preferia que o campeonato fosse composto pela sua equipa principal a defrontar a sua equipa B, sagrando-se, invariavelmente, constantemente, campeões de lá de casa, para gáudio da sua massa adepta que prefere o seu clube mau campeão do que verdadeiramente 2º classificado (ainda que estes mails provem algo, mas sem grande esperança). Estes árbitros são humanos só para um lado, porque em jogos diferentes, numa certa equipa contra o Belenenses, vemos o relógio estender-se, e, nos últimos 2 minutos, um penalty não ser marcado, um canto ser mal dado (constantemente), uma falta ser marcada sem qualquer nexo que, invariavelmente, deu em empate. Mas disto ninguém se lembra.
Sem imagem de perfil

De antonio a 01.03.2018 às 21:42

O argumento de que os árbitros erram nao tem nada a ver com querer VAR ou nao. Ponha lá a cabecinha a funcionar.

O que disse, e repito, é que uma vez tomada a decisão, ela está tomada e ponto final.
Para ser claro: despenalizar o Petrovic seria justo para o Petrovic e para o Sporting, mas seria extremamente injusto para outros tantos que já foram prejudicados.

Num desporto onde as regras sao claras - a OPINIAO do arbitro prevalece - é natural que tenhamos que aceitar certos limites. De outra forma seria a bandalheira.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo