Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_920x519$2019_05_01_11_44_42_1541159.jpg

Gonzalo Plata em acção pelos sub-23

 

 

O Sporting, na última jornada da época inaugural da Liga Revelação, venceu o Benfica, em Alvalade, por 4-2, e também beneficiou da derrota do Rio Ave perante o Estoril, para ascender ao segundo lugar. Para chegar ao título - que praticamente abdicou na penúltima jornada, perdendo com o Estoril - a equipa leonina dependia também dos resultados de terceiros.

 

O Desportivo das Aves acabou por ser o mais forte, e neste dia, para garantir o título, foi a Fão empatar com o SC Braga, somando assim mais um ponto que o Sporting e mais dois que o Rio Ave.

 

 

As equipas oficiais:

 

Sporting: Luís Maximiano, João Silva, Thierry Correia, Ronaldo, Abdu Conté, Paulinho, Matheus Nunes, Tomás Silva, Marco Túlio, Gonzalo Plata e Pedro Mendes.


Suplentes: Diogo Sousa, Nuno Moreira, João Oliveira, Pedro Empis, Pedro Marques, João Ricciulli, Wang, Mitrovski, Mees De Wit e João Queirós.


Treinador: Alexandre Santos

Benfica: Carlos dos Santos, Tomás Tavares, Miguel Nóbrega, Pedro Ganchas, Ricardo Araújo, Vukotic, Bernardo Silva, Diogo Pinto, Csoboth, Vinícius e José Gomes.


Suplentes: Dylan, Tomás Domingos, Luís Pinheiro, Hélder Baldé, Nuno Cunha, Edy Semedo, Rodrigo Conceição, Carter, Pedro Soares e Luís Lopes.  


Treinador: Luís Tralhão

 

Um início de jogo agridoce para o Sporting, em que sofreu uma grande penalidade logo aos 4', mas acabou por ver o benfiquista José Gomes atirar para fora. A resposta leonina não tardou, no entanto, com Paulinho a inaugurar o marcador aos 7', com Marco Túlio a aumentar a vantagem aos 14' e Pedro Mendes aos 23', com assistência de Marco Túlio que esteve em três golos.

 

Aos 56', o Benfica reduz para 3-1, com nova grande penalidade, desta vez convertida por Diogo Pinto. Três minutos mais tarde, novamente Marco Túlio - grande jogo - a fazer o 4-1. O marcador acabaria por fechar aos 77 minutos, com Carter a fazer o 4-2 final.

 

Uma época para o Sporting com várias oscilações de rendimento, que merecerá reflexão um pouco mais tarde.

 

publicado às 15:10

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


17 comentários

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.05.2019 às 16:00

Caro Rui, de facto a vitória do Sporting foi justíssima, sem dúvida. Se o Zé Gomes tem marcado o penálti a história do jogo seria diferente, provavelmente, mas na verdade o Sporting foi muito forte logo nos minutos a seguir e determinou o vencedor do dérbi.

Muito justa a referência a Marco Túlio, que esteve em destaque várias vezes ao longo da época. Acrescento Pedro Mendes que foi o melhor marcador leonino com 16 golos.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.05.2019 às 17:53

Este Marco Túlio aparenta ser um talento muito promissor.
Imagem de perfil

De Greenlight a 01.05.2019 às 16:24

Que passou-se? Os "prodígios" do Seixal levaram 4 batatas dos "coxos" de Alcochete? A arbitragem deveria ter anulado os golos. Este árbitro vai ver a sua carreira seguida, de perto, pelo Slb.
Sem imagem de perfil

De António a 01.05.2019 às 17:19

Os prodígios do Seixal jogam na equipa A.
Com exceção do Csoboth, o resto anda por ali a fazer número, porque Vieira decidiu que o Benfica deveria também ter sub-23, talvez porque, tendo mais uma equipa, há mais dinheiro e comissões a circular.
A equipa B faz todo o sentido, os sub-23 nem por isso. É a minha opinião.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.05.2019 às 17:55

As equipas B, até pelo nível competitivo da II Liga, não podem acomodar todos os jovens talentos mais promissores provenientes dos juniores. Esta, creio eu, a razão principal dos sub-23.
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 01.05.2019 às 18:03

É a sua opinião. Os sub-23 fazem todo o sentido especialmente se tivermos em conta a quantidade de jogadores com talento e qualidade no Seixal que precisam de competição a sério, como hoje se viu.

Hoje voltámos a jogar com 6 juniores de 1º ano (5 de 18 anos e 1 de 17 anos), uma equipa que é uma mistura de equipa C e de equipa D, já que as duas melhores são a A e a B.

Os jogadores da formação não têm comissões, aliás poucos jogadores do Benfica têm comissões para empresários (não falo de prémios de assinatura que é algo totalmente diferente), por isso o que afirma para além de ser mentira é insultuoso não apenas para a verdade como para todos os benfiquistas.

Peço desculpa para este desabafo num blogue sportinguista, mas há pessoas tão desmioladas que me tiram do sério. Os desmiolados benfiquistas são sem dúvida os piores.
Sem imagem de perfil

De António a 01.05.2019 às 19:54

Ó meu caro, acorde e abra os olhos relativamente ao dinheiro que circula por aí.

Está ofendido com o quê? Faz parte da direção do Benfica ou é um dos que confunde o clube com quem o dirige?

Sinceramente, ocupar um espaço rival para iniciar esta discussão é patético.
Sem imagem de perfil

De João Carvalho a 01.05.2019 às 21:06

Utilizar um espaço de um rival para criticar a direcção do seu clube sem qualquer razão, já que o que afirma é um chorrilho de mentiras e de torpes insinuações é que é patético!
Sem imagem de perfil

De João Eduardo a 02.05.2019 às 10:37

O sucesso ou insucesso dum projecto, neste caso da equipa de sub-23, não se pode medir apenas por um ano que, ainda por cima, teve grandes alterações na estrutura técnica com a saída do teu treinador principal e sem ter em conta os objectivos.
Refira-se ainda que por esta equipa passaram mais de 50 jogadores, muitos deles ainda juniores e até juvenis, e em transição para a equipa B.
Já o Sporting, por não ter equipa B, pode estabilizar uma equipa com mais experiência de competição a este nível.
Ir jogar e perder na casa do rival apenas para cumprir calendário, quando o jogo era decisivo apenas para as aspirações do Sporting não tem drama nenhum.
De resto, os miúdos do Seixal são os únicos que estão a discutir os títulos nacionais em iniciados, juvenis e juniores. Umas vezes com o Sporting e outras com o Porto. Mas só eles estão em todos.

De parabéns bem merecidos está o Desportivo das Aves que sem os recursos dos grandes fez um excelente campeonato e é um justo vencedor.
Sem imagem de perfil

De Luis a 02.05.2019 às 08:28

A politica do Benfica e correcta já que ao colocarem miúdos mais novos que os adversários evoluem muito mais rapidamente ,para depois saltar para as equipas B e A ,porque estão melhor preparados física e tacticamente ,os resultados são importantes mas mais ainda a sua evolução ,como não há subidas nem descidas ,tanto faz ser 2º como 5º ganha-se o mesmo .
Sem imagem de perfil

De luis a 02.05.2019 às 10:45

É verdade já o que interessa é competir para poderem evoluir e isso só acontece a jogar mesmo que não consigam ultrapassar esses patamares quem diz que não podem aparecer noutros clubes de menor dimensão e aí despontar?
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 01.05.2019 às 16:46

Rui Gomes----Uma primeira parte bastante agradável contra uma equipa, que não sabemos se eram iniciados, juvenis ou júniores, pois normalmente jogam com onze jogadores , uma espécie de salada mista, mas o que interessava era ver a nossa equipa, e temos de dar os parabéns, pois desta vez merecem os nossos aplausos. Quem ignorar, que temos alguns jogadores aproveitáveis, pois tudo depende da sua vontade de singrar na profissão, será na minha opinião adivinhar o futuro ás escuras, pois são jovens e ainda têm muito que progredir. Um dos exemplos de progressão é o Paulinho, que me parecia um jogador vulgar e que hoje deu um recital de futebol.
O SCP não ganhou nada, mas espero que destes 14 jogadores alguns sejam futuros jogadores da primeira equipa. Abraço Fernando Albuquerque


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.05.2019 às 18:16

A constituição da equipa adversária é irrelevante. Cada clube assume a responsabilidade pelas equipas que lança nos relvados.

Quanto à progressão dos jovens, é sempre uma questão muito complexa de análise para nós, a ver apenas os jogos.

Neste sentido, faz falta uma equipa B, porque ofereceria um nível competitivo superior a alguns daqueles que estão mais próximos de chegar à equipa principal.
Sem imagem de perfil

De Francisco a 01.05.2019 às 18:30

Boa Tarde

Tendo acompanhado esta epoca dos Sub 23 gostaria de fazer um balanco final dos jogadores e do projecto em si.

Apesar de receber este novo modelo com algumas duvidas acho que e um modelo interessante, que pode ser muito bom para (alguns) jogadores..por outro lado acho que, em conjunto com uma equipa b, o seu aproveitamento seria optimizado (ver casos de elves balde e daniel braganca) mas entre ter apenas uma, prefiro esta de Sub23.

Em relacao aos jogadores:

GR: dos jogos que vi apenas Luis Max parece acima da media..Stojkovic e Diogo Sousa aparentam ser banais.

Defesa: o sector da equipa que mais me deixou desiludido..Thierry parece me mais hype que outra coisa, Abdu Conte (que me tinha dado boas indicacoes nos BB) foi muito irregular e os centrais muito permiaveis..pouco se aproveitou..

Meio Campo: Talvez o sector mais forte da equipa..DBraganca, Bruno Paz (pena a lesao), Paulinho, Matheus Nunes ( contratacao de inverno) e Tomas Silva (apesar do fisico) acho que sao muito interessantes e alguns deles merecem uma chamada na pre epoca..Mitrovski, Marco Tulio e Nuno Moreira muito irregulares..Mees De Wit e Bubacar Djalo para esquecer..

Avancados: Se Pedro Mendes me surpreendeu pela positiva, apesar de nao ser fa deste estilo de jogador pelo contrario Pedro Marques nao me parece ter a frieza necessaria para singrar como PL.

De referir tb a mudanca tecnica, que apesar de nao me parecer a melhor sempre foi um upgrade..para mal dos Juniores que vai de mal a pior..enfim cunhas para amigos.

Cumprimentos

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.05.2019 às 23:44


(indiana Julio)
Sem imagem de perfil

De João Gil a 02.05.2019 às 00:34

Ora aí vai um contributo para o balanço desta competição.
Há jogadores interessantes nesta equipa de sub-23. Maximiano, Bragança, Pedro Mendes, Bruno Paz, por exemplo. É duvidoso que jogadores de boa valia possam estar a “medrar” até aos 23 anos à espera de oportunidades. Chalana, Futre, Figo, João Pinto, Rui Patricio, João Félix, Ronaldo, Quaresma, etc.. todos eles se impuseram inevitavelmente aos 17, 18, 19 anos. É imaginar esses jogadores todos a perderem tempo numa equipa de sub-23 sem oportunidades nas equipas A dos respectivos clubes de formação. A equipa B parece uma solução mais sólida do ponto de vista competitivo e será provavelmente um melhor acelerador na subida dos bons jogadores à equipa principal. Ou então andam os clubes entretidos a fabricar jogadores, literalmente e a financiar e manter dezenas de equipas a competir quando só cabem 20 e poucos jogadores numa primeira equipa.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo