Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

22 anos depois, o voleibal do Sporting regressou oficialmente de forma estrondosa e com uma série de "primeiros" neste domingo:

 

- O primeiro jogo do Campeonato Nacional em 22 anos;

- O primeiro jogo oficial no Pavilhão João Rocha;

- O primeiro "derby" no Pavilhão João Rocha;

- O primeiro triunfo da época.

 

Neste ano de regresso à modalidade, após a sua extinção em 1995, o Sporting, comandado pelo treinador Hugo Silva, mostrou credenciais de peso para discutir o domínio de Benfica, Sporting de Espinho e Fonte Bastardo. Perante 1.489 espectadores, sob um excelente ambiente no Pavilhão João Rocha, os 'leões' impuseram-se com os parciais de 25-23, 17-25, 30-28 e 25-18.

 

imageQXBINYMZ.jpg

 

A equipa leonina ao apresentou-se muito equilibrada sob a batuta em campo de Miguel Maia e a eficácia de jogadores como Robinho ou Dennis Diaz. Com o controlo do primeiro 'set', o Sporting nunca permitiu a ultrapassagem do rival no marcador, que exibia dificuldades no seu bloco, e ganhou o parcial por 25-23.

 

O campeão nacional - que esta época já perdeu  a Supertaça para o Sporting de Espinho - regressou com uma atitude mais forte no segundo 'set', construindo rapidamente uma vantagem confortável e até a conseguir aumentá-la, com Zélão e Hugo Gaspar a brilharem.

 

Adivinhava-se um terceiro parcial decisivo e as expectativas confirmaram-se, com a decisão a pender para os anfitriões. O equilíbrio foi a nota dominante, passando depois por um ligeiro ascendente do Benfica até se consumar a reviravolta leonina pela primeira vez com o marcador a 25-24, sendo preciso esperar até aos 30-28 para se declarar um vencedor.

 

O moral alcançado com o triunfo no 'set' anterior pesou sobremaneira na história do que viria a ser o derradeiro parcial. O Benfica não se reencontrou com o seu jogo e foi incapaz de travar o ascendente leonino.

 

Parabéns aos "leões" pela sua primeira vitória.

 

Nota: O Benfica agradeceu na sua conta na rede social Twitter ao médico Miguel Costa, do Sporting, “pela ajuda prestada na assistência ao voleibolista Ary Neto”, que saiu do jogo lesionado com gravidade.

 

publicado às 04:23

 

futsal-scp_x_lps_7.jpg

 

O futsal do Sporting continuou o bom momento e depois de conquistar a Supertaça seguiu a todo o gás para um 8-1 diante do Leões de Porto Salvo.

 

Na 1.ª jornada do Campeonato Nacional e logo com estreia marcada para o Pavilhão João Rocha, o Sporting não demorou a adiantar-se no marcador, ficando sempre a ideia de que não era preciso acelerar muito para dificultar as operações aos outros leões na quadra. Os jogadores leoninos foram apresentados com luzes e sons exuberantes e corresponderam com golos.

 

image.jpg

 

Começando assim da melhor forma a defesa do título de campeão nacional, Diogo Santos (2' p.b.), Fortino (13', 24' e 33'), Djô (19'), Dieguinho (19'), Cavinato (29') e Merlim (38') marcaram para o Sporting, tendo Cherif, aos 19', feito o único tento da turma de Porto Salvo.

 

publicado às 11:23

 

iniciados_scp_x_cfb_3.jpg

Tristan Hammond a executar a grande penalidade

 

É sempre agradável começar o campeonato a vencer, melhor ainda quando é a golear. E foi precisamente a marcar golos que a equipa de iniciados do Sporting inaugurou a época de 2017/18, vencendo o Belenenses por 4-0.

 

No Estádio Aurélio Pereira, os golos leoninos foram apontados por Joelson Fernandes (3'), Tristan Hammond (9') e Armando Silva (45'). Um auto-golo, fechou o marcador aos 60 minutos

 

A equipa leonina jogou toda a segunda parte em desvatagem numérica, pela expulsão de Joelson Fernandes, por palavras dirigidas ao juiz da partida, mesmo a terminar o primeiro período.

 

Na próxima jornada, o Sporting visita o CAC (03/09), que saiu derrotado pelo Oeiras por 4-1 nesta ronda inaugural. 

 

publicado às 04:05

Entrar com o pé direito

Rui Gomes, em 07.08.17

 

20621001_10154620740341555_3817958389112874849_n.p

 

Longe de deslumbrar, o Sporting entrou no campeonato 2017/18 com o pé direito, ao ir à Vila das Aves assegurar uma importante vitória, sem sofrer golos. A exibição leonina oscilou em termos de intensidade, muito notável depois do primeiro golo, mas a sua superioridade nunca esteve em dúvida.

 

Jorge Jesus fez alinhar de início Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Gelson, William, Adrien e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

 

Suplentes: Salin, Jonathan Silva, Bruno César, Rodrigo Battaglia, Daniel Podence, Tobias Figueiredo e Doumbia.

 

Sem ser surpresa alguma, Iuri Medeiros, que também estava convocado, assistiu ao jogo na bancada. Salvo surgir um empréstimo, será o que lhe vai acontecer, e muito, esta temporada.

 

O sector da equipa alguns furos abaixo do desejado foi o meio-campo, nomeadamente na construção de jogo. A bem dizer, Bas Dost nunca foi verdadeiramente servido. Isto, se considerarmos os dois alas parte da linha avançada, com Gelson Martins a bisar e a ser muito responsável na cobertura defensiva, e Marcus Acuña, no seu primeiro jogo oficial de "leão ao peito", com uma exibição de elevada qualidade, porventura o melhor em campo. O seu soberbo remate à trave no início do segundo período, merecia melhor sorte.

 

A equipa continua a ser um trabalho em progresso, pelo menos esperamos que assim seja. O próximo adversário, o V. de Setúbal, em Alvalade, na sexta-feira, promete ser um teste mais difícil.

 

publicado às 04:44

"Bês" visitam e vencem Sp. Covilhã

Rui Gomes, em 06.08.17

 

20525360_1381010615348333_5403929902497120150_n.pn

 

Dois golos nos últimos minutos da visita ao Covilhã deram a vitória por 2-1 ao Sporting B, em jogo da primeira jornada da II Liga portuguesa de futebol. Delgado, aos 88 minutos, e Miguel Luis, aos 90+1, selaram o triunfo da equipa secundária do Sporting, depois de Bilel ter marcado o primeiro golo da edição 2017/18 da competição, aos 60'.

 

O Sporting alinhou de início com o seguinte onze:

 

Stojkovic, Bruno Paz, Kiki, Dermiral, Sualehe, Jovane, Delgado, Djaló (Miguel Luís, 72), Ary Papel, Cristian Ponde (Ronaldo, 77) e Pedro Marques (Leão, 60).

 

Suplentes: Diogo Sousa, Vieira, T. Djaló, Ronaldo, Budag, Miguel Luís e Rafael Leão.

 

Treinador: Luís Martins.

 

A acreditar nas reportagens, uma exibição muito fraca da equipa leonina.

 

No jogo da 2.ª jornada, no próximo sábado, às 11h00, o Sporting recebe o Académico de Viseu.

 

publicado às 16:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo