Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



hqdefault.jpg

Ponto prévio: não fui apoiante de Varandas, mas tendo sido o escolhido em acto eleitoral, tem o meu apoio, enquanto gerir o Clube no âmbito dos limites impostos pelos Estatutos. Apoio este presidente, como apoiaria qualquer outro que tivesse sido eleito, porque acima de tudo sou sportinguista.

A situação presente

A nova Direcção assumiu funções há pouco mais de um ano. Encontrou o Clube numa situação extremamente difícil, insolvente e quase à beira da falência. Teve, em condições muito adversas, que lançar um empréstimo obrigacionista que já tinha vencido. Teve que hipotecar fundos do contrato com a NOS para pagar dívidas urgentes, para que o Sporting pudesse continuar a sua actividade. Está agora em andamento uma reestruturação que visa mantê-lo acima da linha de água. Veremos se serão necessárias outras operações de injecção de capital.

Em conclusão, parece-me que ninguém no seu perfeito juízo e com boa fé, possa vir a considerar que esta Direcção, no aspecto descrito, não esteja a fazer um bom trabalho. Mesmo na área desportiva o balanço no primeiro ano da Direcção, pode considerar-se positivo. Conquistaram-se dois títulos no futebol profissional, e ainda títulos nacionais e europeus nas modalidades ditas amadoras, que continuam a mostrar a sua pujança. E mau grado alguns maus resultados no início desta época, no futebol, ninguém pode afirmar com seriedade que algum objectivo está já perdido. Qual então a razão ou as razões da contestação instalada desde o início deste mandato directivo?

Responsáveis pela crise

A responsabilidade da crise, algo artificial, deve-se a todos os sportinguistas. Aos que que a geram e alimentam e aos que se deixam enredar nos seus meandros. Para clarificar a ideia passo a especificar:

A Direcção

A Direcção sujeita a uma permanente pressão desde a sua tomada de posse, sem o normal estado de graça,  actuando em função das circunstâncias encontradas, cometeu alguns erros, e por isso pôs-se a jeito. E se tem estado a arrumar a casa na área financeira, cometeu alguns pecados ,principalmente na gestão desportiva do futebol profissional. Sem ser capaz de mostrar firmeza, e de ir a reboque do som da bancada, tomou algumas decisões precipitadas, que culminaram na ausência de preparação desta época. Para quem, imitando os abutres com fome, lhe interessa acima de tudo que haja alimento, os erros apontados caíram "como sopa no mel".

As claques

As claques têm, em crescendo, vindo a receber múltiplos apoios financeiros, funcionando como grupos pagos e instrumentalizados por quem lhe dá os benefícios. Quando me refiro a claques, saliento a Juventude Leonina que viu durante o mandato da Direcção cessante aumentar os seus rendimentos e a sua influência, tornando-se num poder violento ao serviço de quem lhe deu os privilégios, e um contra-poder em relação a quem lhos tirou.

Varandas, apesar de outras tibiezas, teve a coragem de retirar benefícios financeiros à Juve Leo, e abriu a partir daí uma guerra com um grupo, que à margem dos Estatutos, tinha uma certa importância na gestão do Clube. Enquanto existir com a mesma orgânica, esta claque,composta por gente sem princípios e sem valores será um constante factor de instabilidade.

Os brunistas

Se Bruno de Carvalho saiu de cena por plena vontade da maioria dos associados, os seus seguidores apaniguados, que o vêem como um líder insubstituível, continuam activos, mais como uma seita religiosa, do que como adeptos sportinguistas. Acreditam na sua ressurreição tal e qual como o restaurador do paraíso perdido. Não é fácil tipificá-los mas distribuem-se por várias faixas etárias, com relevo para os que militam como guerreiros na Juve Leo. Vão desestabilizar até ao absurdo.

Os perdedores

A luta pelo domínio do poder no Sporting não terminou com o acto eleitoral. Logo no dia seguinte, levantaram-se várias vozes de despeito para com a Direcção eleita. É um grupo heterogéneo, com pessoas e interesses diversos, que não têm pudor em contribuir para que as coisas corram mesmo mal. José Maria Ricciardi, e os seus apoiantes, mostraram essa determinação aquando do lançamento do empréstimo obrigacionista, não abrindo portas, antes procurando fechá-las. No meio deste ninho de vespas salva-se João Benedito, que tem continuado, inteligentemente, ausente e discreto.

A comunicação social

A comunicação especialmente a televisiva, com relevo para o CMTV, utilizam o Sporting como o bombo da festa. Na CMTV, onde impera o tele-lixo, porque é o que dá maiores audiências, o Sporting ganha a primazia como tema recorrente, onde comentadores ditos sportinguistas ajudam à festa.

Nas estações de televisão em geral, a crise do Sporting é potenciada muito para além da realidade. O que se vive nesses programas supostamente desportivos, é uma realidade paralela. Salientam-se meia dúzia de tarjas, meia dúzia de "adeptos" a protestar, como em Vila das Aves, arruaceiros aos berros, os beijos do Presidente. Apesar de ser um 'fait divers' gostaria de perguntar se não há ninguém na estrutura do Sporting, que aconselhe o presidente sobre o que deve ou não dizer ou fazer em público. É que estes 'sound bites', alimentam os abutres internos e os da comunicação. 

Os adeptos 

Creio que os adeptos, tirando o desastre comunicacional e alguns erros desportivos, estão com a Direcção. Haverá um ou outro, descontente com os resultados, que se junta à oposição golpista, mas sem muito relevo. E que a oposição golpista não tome a nuvem por Juno e não embandeire em arco, insistindo, neste momento na demissão da Direcção. Quanto mais barulho fizer de forma insultuosa, mais se descredibiliza. Por este caminho não levará a água ao seu moinho. Nesta estratégia, o que falta em inteligência, sobra em estupidez.

O presente e o futuro

Esta Direcção, eleita por quatro anos, precisa de tempo. Arrumada a casa, o que está a acontecer, é preciso começar a preparar o futuro. Os sócios querem que o Clube continue a ter a maioria da SAD. Mas para que isso aconteça todos temos de remar para o mesmo lado, temos que semear para colher. Precisamente o contrário do que tem sido feito há muitos anos. Se isso não acontecer, o recurso a um investidor será uma inevitabilidade. Uma "ameaça" que paira sobre a cabeça dos grandes clubes portugueses. Mas esse é assunto para outra discussão.

publicado às 03:34

Os abutres pairam sobre Alvalade...

Ophelia Queiroz, em 20.08.19

hqdefault.jpg

Cada vez me sinto mais triste com o grau de histeria que se apoderou de alguns adeptos do nosso Clube. Compreendo que não estejam satisfeitos ( e eu também não estou ) com os últimos resultados e com o futebol jogado, etc. Daí a desejar boa sorte ao treinador adversário , só por ter sido um ex-jogador e treinador nosso, em vez de desejar o melhor à nossa equipa já é demais.

O caso Bas Dost está longe de estar terminado; as informações que correm é de que ele se tem portado muito mal com o Sporting e não podemos alinhar no sorriso e na cantilena dos Ac/dc  como se ele fosse um herói que está a ser martirizado pela Direcção.Ele e o seu empresário recusaram propostas milionárias de países como a China, Rússia e a Turquia.

É por de mais óbvio que se eu estivesse a ganhar uma verdadeira fortuna numa cidade linda e simpática como Lisboa, para que diabo eu iria partir para locais menos aprazíveis como aqueles países que citei? Se fosse para ganhar o mesmo ou um pouco mais, não compensava as horas de voo e o custo das viagens quando quisesse voltar a este jardim à beira-mar plantado.

O Sr. Bas Dost e seu empresário, que ganha mais de 400 mil euros anuais, decretaram que só querem ir para uma liga de topo, mas parece que uma liga de topo não quer o Bas Dost. Era como se eu estivesse a trabalhar numa bela empresa, mesmo ao pé de casa, onde ganhava o salário mais alto possível e me quisessem enviar para a China, aturar a poluição daquelas cidades caóticas a ganhar praticamente o mesmo...

Por isso, meus caros amigos, não dá para imaginar que o Presidente e restantes dirigentes apanharam a doença do maluco destituído e lembraram-se agora de fazer a a vida negra ao Sr. Bas.

Esperemos para ver e no fim, critiquem. Tanto, quanto sei, o Sr. Bas também não está muito interessado em ir para Frankfurt e ainda talvez fique por cá.

Ao mesmo tempo, vimos anteontem, uma série de bestas quadradas que, de repente, acharam que eram da cidade dos arcebispos desde pequeninos e torceram pelo Sá Pinto e pelo Wilson Eduardo que, por ironia, não sendo um goleador, marca sempre ao Sporting.

Acho que vou fazer um curso de Psicologia para tentar entender estes "adeptos" que qual abutres, esperavam mais um desaire para começar a contar as espingardas e iniciar mais uma Noite das Facas Longas....

Nota: Notícias de última hora indicam que agentes do jogador estão a impedir/bloquear a transferência para o Eintracht Frankfurt.

20973671_TOhCZ.jpeg

C  O  M  U  N  I  C  A  D  O

A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (adiante Sporting SAD ou Sociedade) vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º-A, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado, no seguintes termos:

1. Em Maio de 2019, o jogador Bas Dost informou o treinador de que queria sair da Sporting SAD;
2. Dias depois, o seu agente reuniu com o Presidente da Sporting SAD e o director desportivo, e transmitiu que Bas Dost queria sair da Sporting SAD, por considerar ter terminado o seu ciclo no clube;
3. No seguimento dessa conversa, a Sporting SAD e o agente vêm trabalhando em conjunto para a saída do atleta;
4. Ao longo dos últimos meses, houve interesse de vários clubes da China, Rússia, Turquia e México. Bas Dost recusou sequer ouvir as propostas, comunicando à Sporting SAD que a sua decisão não tinha por base motivos financeiros, mas sim pessoais;
5. Apesar de se tratarem de propostas muito mais atractivas financeiramente do que aquela que lhes veio a suceder, a Sporting SAD respeitou a decisão do jogador, procurando alternativas que fossem de encontro ao seu interesse e vontade;
6. Há cerca de uma semana, o agente informou a Sporting SAD que o Eintracht Frankfurt estava interessado em Bas Dost e que este clube e campeonato iam de encontro ao desejado pelo jogador, tendo este inclusivamente já chegado a acordo com o clube alemão;
7. A Sporting SAD, que conforme oportunamente comunicado também já alcançou um princípio de acordo com o Eintracht Frankfurt, foi no entanto surpreendida com exigências financeiras de última hora da parte do jogador que estão a impedir a concretização da transferência;
8. A Sporting SAD sabe muito bem quem está a colocar e porque é que está a colocar as notícias falsas na imprensa de hoje;
9. A Administração da SAD mantém-se disponível para alcançar um acordo vantajoso para todas as partes, mas permanecerá firme e intransigente na defesa dos interesses da Sporting SAD e imune a pressões mediáticas desta espécie.

Lisboa, 20 de Agosto de 2019

O Representante das Relações com o Mercado

publicado às 04:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds