Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



img_920x519$2020_09_26_19_11_42_1758986.jpg

A Assembleia Geral do Sporting fica marcada, desde já, pelas agressões de que foi alvo Rui Franco, associado dos leões desde 1986, conhecido pelas suas opiniões favoráveis à actual direcção partilhadas nas redes sociais. As agressões ocorreram já depois de Franco ter exercido o direito de voto, no Hall VIP, e quando se preparava para abandonar o estádio

Nessa altura, o sócio, que até chegou a jogar nas camadas jovens do clube de Alvalade, foi abordado por quatro elementos, um dos quais conhecido por 'Colmeia', que o agrediram no rosto e na cabeça. Nenhum dos associados que se encontravam no local veio em seu auxílio, assim como os agentes da autoridade nada fizeram para parar as agressões.

Só depois do ocorrido é que a Polícia de Segurança Pública procedeu à identificação dos envolvidos no desacato. Rui Franco incluído. O agredido deslocou-se posteriormente ao hospital, para avaliar a gravidade dos ferimentos e é sua intenção, nos próximos dias, apresentar queixa contra os agressores.

Reportagem de João Lopes, Record

*** Os cobardes atacam sempre em matilha!!!... Inadmissível a não intervenção dos agentes policiais presentes para parar as agressões. Deviam ir todos para o desemprego, já que não querem cumprir com as suas obrigações.

publicado às 19:21

 

 

publicado às 02:48

 

img_920x518$2019_03_16_20_06_36_1518544.jpg

 

Miguel Albuquerque, director para as modalidades do Sporting, considerou ter sido uma "vergonha" aquilo que se passou no Dragão Caixa, falando mesmo de agressões que se estenderam também a quem estava consigo e com Nuno Dias na zona VIP.

 

Segundo Miguel Albuquerque, o agressor é "facilmente identificável", pois estava com uma camisola portista e foi expulso do pavilhão por Adelino Caldeira, administrador da SAD portista:

 

"Gostava de estar aqui para falar das melhores razões possíveis, mas é impossível estar aqui para falar de hóquei em patins. É a segunda vez que venho ao Dragão Caixa e o que se passou hoje nunca se tinha passado na minha vida em 20 anos de alta competição. Estar acompanhado do treinador de futsal do Sporting Nuno Dias, ser agredido verbalmente durante toda a primeira parte sem a presença de um elemento das forças de segurança.

 

É incompreensível ter sido agredido, é incompreensível agredirem senhoras que estavam connosco. É uma vergonha o que se passou aqui hoje. As pessoas que andam no desporto devem pensar no caminho que querem para o hóquei em patins português. O que se passou fora de campo é lamentável. A pessoa que agrediu é facilmente identificável, tinha uma camisola do FC Porto. Perguntem a Adelino Caldeira, que a colocou fora do pavilhão"

 

publicado às 04:18

 

download (1).jfif

 

O Sporting emitiu esta segunda-feira um comunicado repudiando as agressões ao árbitro Sérgio Magalhães, que integrou a equipa de arbitragem do jogo de futsal Sporting-Benfica, de domingo, que esta manhã foi atacado junto ao seu local de trabalho, tendo recebido inclusivamente tratamento hospitalar.

 

Eis o comunicado publicado no site oficial:

 
"O Sporting Clube de Portugal repudia de forma veemente as agressões desta manhã ao árbitro Sérgio Magalhães, independentemente de quem tenham sido os autores deste acto cobarde. O Sporting CP pauta-se por valores de respeito na sociedade, nos quais não estão inseridas acções desta natureza.

No entanto, embora seja, para já, desconhecida a identidade dos agressores, é de realçar que, tomando conhecimento das palavras que alegadamente foram dirigidas ao árbitro Sérgio Magalhães através das quais lhe terá sido dito "não nos voltas a roubar", o Presidente da APAF, Luciano Gonçalves, se tenha apressado a associá-los ao Sporting CP.
 
Não deixa, por isso, de ser relevante constatar que, à luz destas declarações, também o Presidente da APAF considera que a arbitragem do terceiro jogo da final do playoff do Campeonato Nacional de Futsal foi um verdadeiro escândalo em benefício do Sport Lisboa e Benfica. Há que não ter medo de assumir as evidências.

O Sporting CP deseja rápidas melhoras a Sérgio Magalhães."
 

No final da referida partida, o director do futsal do Sporting, Miguel Albuquerque, teceu fortes críticas à arbitragem, considerando o que se passou no Pavilhão João Rocha “uma vergonha”:

 

“Não esperamos nem queremos ser favorecidos, mas apenas que respeitem o Sporting. Nos dois primeiros jogos da final houve entradas violentas e os árbitros seguraram os jogos. Hoje (domingo) dois senhores estragaram o jogo e no final o árbitro Wilson Soares disse ao Divanei para se ir f……!”.

 

Esta segunda-feira emitiu um comunicado:

 

"É curiosa a quantidade de mensagens que eu e jogadores do Sporting CP recebemos durante o dia de hoje, através das redes sociais, com ameaças de morte, a nós e às nossas famílias, por parte de adeptos do Benfica, devidamente identificados. Para que conste, tenho, obviamente, as mensagens guardadas para, num futuro próximo e caso seja necessário ou considere pertinente, agir judicialmente contra estes indivíduos.

Como se não bastasse, adeptos desse mesmo clube acham por bem continuar a ameaçar-nos e ofender-nos, desta vez publicamente, via redes sociais.

Porém, a única entidade que vem a público falar sobre este tema é a APAF e para criticar as minhas declarações de ontem sobre a arbitragem que, repito, foi vergonhosa!

 

Ficámos, portanto, a saber que, para a APAF, os árbitros estão acima de qualquer crítica e que é normal agredir jogadores do Sporting CP dentro de campo, como se verificou - e o país inteiro viu - nos 3 jogos da final realizados até ao momento, sem que os agressores tivessem qualquer tipo de punição. Tenho pena que, nestes casos, onde a prova foi testemunhada por milhões de espectadores, a APAF não tenha sido tão célere nas críticas.

Termino dizendo que se o tempo voltasse atrás teria dito tudo o que disse ontem. Continuo a exigir respeito pelo Sporting Clube de Portugal e pelos seus 3,5 milhões de Adeptos. As agressões de hoje ao árbitro Sérgio Magalhães são reprováveis e há que separar o trigo do joio. Defenderei sempre a minha equipa, o Sporting CP, e os Adeptos quando achar necessário, mas irei condenar sempre quaisquer actos criminosos ou violentos."

 

publicado às 03:22

 
Ricky van Wolfswinkel foi pontapeado deliberadamente por Yaya Touré no recém-embate entre o Manchester City e o Norwich (0-0), sem o árbitro ter assinalado a agressão. O acto até levou José Mourinho a vir a público exigir sanções disciplinares para o jogador dos "citizens", obviamente visando penalizar um dos seus mais directos rivais ao título da liga inglesa.
Segundo o sistema na "Premier", este tipo de incidência é analisada por um painel que, neste caso, acabou por "ilibar" o jogador por não ter havido unanimidade de pareceres entre os três antigos árbitros que constituem o corpo de ajuizamento.
A parte ainda mais surpreendente, surgiu pelas declarações de van Wolfswinkel:"Ainda bem que Yaya Touré não foi suspenso. Jogadores como ele merecem estar no relvado. O que aconteceu em Carrow Road fica em Carrow Road."
Sentido de desportivismo a extremar pelo exagero, até ingenuidade, por parte do ex-avançado do Sporting. No próxima agressão do género que sofrer, e é só uma questão de tempo e oportunidade, não terá causa para se lamentar.
 

publicado às 06:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo