Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (104)

Leão Zargo, em 08.07.18

Peyroteo festa de Alfredo Valadas 1944.jpg

 

Quando Peyroteo vestiu a camisola do Benfica!

 

Fernando Peyroteo é uma figura incontornável do futebol português pela qualidade e eficácia do seu desempenho como avançado de centro, pela honestidade e galhardia com que se batia contra os adversários e pela ética e sentido de honra que revelou sempre como praticante desportivo. Ficou conhecido o cavalheirismo com que se relacionava com os jogadores dos clubes rivais.

 

No início dos anos 40 vigorava o semiprofissionalismo no futebol, recebendo os jogadores apenas uma pequena remuneração que podia ser melhorada através da “caixa dos carolas”. Não havia sistema de previdência ou segurança social, obviamente. Por essa razão, a Festa de Despedida (ou de Homenagem) dos jogadores constituía um momento importante para eles conseguirem algum dinheiro suplementar.

 

A 1 de Dezembro de 1944 realizou-se a Festa de Despedida do benfiquista Alfredo Valadas que convidou alguns dos melhores jogadores do seu tempo. Naturalmente, Peyroteo participou no jogo de Homenagem, integrando uma equipa mista de atletas de clubes de Lisboa que se equipou com camisolas de cor branca do Benfica. O bombardeiro leonino pôde ser visto nesse dia de águia ao peito… por causa do seu amigo Valadas!

 

publicado às 13:32

Fotografia com história dentro (20)

Leão Zargo, em 30.10.16

 

Peyroteo Gaspar Pinto.jpg 

Peyroteo e Gaspar Pinto, com Valadas a assistir

 

 

A verticalidade de Peyroteo

 

O benfiquista Alfredo Valadas aproveitou a sua festa de homenagem para promover as pazes entre o seu companheiro de equipa Gaspar Pinto e Fernando Peyroteo. O jogador leonino aceitou o pedido de Valadas, apesar da violência física e verbal que o seu adversário utilizava nos jogos. A festa de despedida da carreira do futebolista encarnado realizou-se no dia 1 de Dezembro de 1944, com uma partida amigável entre o Benfica e um misto de jogadores de Lisboa.

 

Os embates entre os dois atletas ficaram célebres pela agressividade do jogador encarnado. O leão queixou-se, mais do que uma vez, do comportamento antidesportivo do rival. Aliás, a única expulsão do avançado sportinguista verificou-se em consequência de uma provocação ordinária do benfiquista num derby disputado em 1945, pouco tempo depois da homenagem a Valadas. Então, Peyroteo decidiu que nunca mais dirigiria a palavra a Gaspar Pinto. E assim foi.

 

publicado às 12:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo