Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O indecoro não tem limites!

Rui Gomes, em 13.09.20

image.jpg

Não é um caso de eu estar particularmente preocupado com o próximo acto eleitoral do Sport Lisboa e Benfica, mas há certas coisas que não podem e não devem ser ignoradas.

Sem mais palavras de indignação perante o triste e lamentável indecoro do primeiro-ministro de Portugal, recorro às afirmações de André Silva, presidente do PAN. Neste caso concreto, muito mais importante a mensagem do que o mensageiro:

"Um dos principais problemas da sociedade portuguesa é precisamente o excesso de promiscuidade entre a política e o futebol e as ligações perigosas e pouco transparentes associadas a este mundo. De resto, essas ligações são mais do que óbvias quando a própria EUROPOL considera a corrupção no desporto como uma das 12 principais actividades criminosas organizadas na União Europeia.

No caso do apoio de António Costa a Luís Filipe Vieira, para além dos óbvios problemas éticos já assinalados, temos um posicionamento a favor de alguém que está a braços com a justiça em casos de corrupção, fraude fiscal, lavagem de dinheiro ou de recebimento indevido de vantagem, e que até aos prejuízos do Novo Banco e da Caixa Geral de Depósitos estará ligado. Não haveria mal nenhum que Costa viesse a público defender a presunção de inocência de Luís Filipe Vieira, o problema é que com este gesto público de apoio inequívoco está a dar um certificado de honra, de credibilidade e de probidade a alguém que já deu várias provas de que não é merecedor de tal certificado.

É importante não esquecer que a invocação de que o faz como adepto não colhe, porque conforme disse o próprio António Costa, em abril de 2016 relativamente a João Soares... 'nem sequer à mesa do café podem deixar de se lembrar que são membros do Governo'. Portanto, como primeiro-ministro, Costa em nenhum momento pode colocar o adepto acima do titular de cargo político".

ADENDA

Ao ser confrontado com a questão, António Costa respondeu:

"Não vou fazer nenhum comentário sobre um assunto que não tem rigorosamente nada a ver com a minha vida política nem com as funções que exerço ou exerci. A liberdade de expressão é, felizmente, algo que existe em Portugal. Da minha parte, não faço nenhum comentário, não tenho nada a dizer sobre uma matéria que não tem rigorosamente nada a ver".

publicado às 03:33

2020-05-09 (1).png

O primeiro-ministro António Costa comentou, esta sexta-feira, em entrevista concedida ao Porto Canal, o regresso do futebol em Portugal, distanciando-se no entanto da temática em torno dos concertos.

"É impossível fazer um jogo de futebol e, independentemente da lotação, dizer que as pessoas estão proibidas de se abraçarem porque as coisas não são assim. Nos concertos a interacção é muito distinta daquela que existe num jogo de futebol. Temos de ter em conta a especificidade das coisas e um dos grandes exemplos que Portugal deu, e que muitos países europeus puderam ver, foi que fizemos um estado de emergência sem colocar em causa a nossa democracia", começou por dizer António Costa

Preocupação com o regresso do futebol?

"Pelo contrário, a gestão do processo de desconfinamento é muito mais fácil no futebol. Os clubes da Primeira Liga oferecem todas as condições para assegurar as condições de segurança de todos os jogadores, técnicos e profissionais. Trata-se de uma população que apresenta um baixo risco."

Elaboração do protocolo sanitário

"Todos os envolvidos [jogadores, treinadores e clubes] são os primeiros interessados em preservar a própria saúde e em cumprir escrupulosamente todas as regras de disciplina sanitária. Está a ser finalizado o protocolo sanitário que vai ser aplicado e que, aliás, deverá estar concluído ainda hoje. A informação que tenho é que a DGS ainda não terá validado tudo a 100 por cento. Pode ter sido agora durante esta tarde e eu não ter dado conta."

mw-960.jpg

Clubes, treinadores e jogadores temem regresso

"Eu não temo o regresso particularmente porque não jogo futebol, mas é claro que os jogadores temem. E os treinadores também. Eles são os primeiros a querer tomar as normas necessárias para não se deixarem contaminar. E as equipas é a mesma coisa, até porque sabem que se tiverem a equipa toda infectada vão perder o jogo por falta de comparência.

Todos temos de trabalhar com total responsabilidade. Temos trocado informações com a Alemanha, que vai ser a primeira a fazer regressar a Bundesliga. A Ministra da Saúde falou com o Ministro da Saúde alemão para tentar perceber que normas sanitárias estão a adoptar."

Reunião entre os presidentes dos três clubes

"Gostei muito [de ver os presidentes de Benfica, FC Porto e Sporting juntos]. Foi um excelente exemplo de que quando toca a rebate todos se unem para responderem àquilo que é essencial", concluiu.

Nota: Quase tudo bem, mas esta afirmação "as equipas sabem que se tiverem a equipa toda infectada vão perder o jogo por falta de comparência", deixa-me algo pensativo. Será uma das regras aplicáveis ao regresso?

publicado às 03:03

img_920x519$2020_04_28_18_26_19_1692540.jpg

O Primeiro Ministro António Costa reuniu esta terça-feira com Fernando Gomes, Tiago Craveiro, Pedro Proença, Pinto da Costa, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas para discutir o regresso do futebol profissional.

No final da reunião, Fernando Gomes afirmou que a decisão sobre o retorno do futebol profissional será analisada "entre técnicos da FPF, com a Liga e as autoridades de saúde" e remeteu para quinta-feira mais decisões, quando o Primeiro-Ministro anunciar o plano de desconfinamento.

"As condições para a retoma estão dependentes do parecer da autoridade de saúde. Vai ser muito baseado nesse parecer. Importa criar as condições para criar a retoma e não pará-la depois novamente. E essas condições têm de ser acertadas para continuarmos a dar o exemplo ao mundo de como combater a pandemia.

2020-04-29.png

Existe um óptimo grupo de trabalho na FPF - que inclui Adalberto Campos Fernandes e Henrique Barros - e será analisado com um grupo de trabalho da DGS a retoma efectiva das competições. Na próxima quinta-feira, quando o PM anunciar a retoma, transmitirá se estão criadas as condições.

Esse era o nosso grande propósito hoje, chamar a atenção para o interesse em reatar esta indústria se as autoridades de saúde derem a sua aprovação. Qualquer decisão e a retoma têm de ser feitas com prudência.

A possibilidade de se vir a utilizar menos estádios, e fazê-lo numa localização geográfica mais confinada, enquadra-se na avaliação do risco, na tentativa de aferir a prudência da retoma".

publicado às 04:33

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 08.08.19

img_920x518$2019_08_07_09_35_57_1585857.jpg

Considerações de António Costa no Canal 11, sobre a nova lei que visa combater a violência no desporto:

"A legislação foi feita precisamente para que clubes como o Benfica passassem a adequar os seus grupos de adeptos àquilo que efectivamente são claques. Como sabem, falo à vontade sobre essa matéria, é conhecida a minha preferência clubística.

Os clubes têm de ser todos iguais e tem de haver legislação que seja igual para todos. Havia lacunas, zonas cinzentas. O objectivo da legislação foi clarificar que essas regras têm de ser cumpridas por todos e acho que é saudável que todos o façam.

As leis não mudam o comportamento. O que muda o comportamento é cultura, que tem de imperar. Nós que nunca cometemos um homicídio não é por a lei o proibir, é porque humanamente e eticamente é inaceitável. Todos têm de dar o exemplo."

publicado às 05:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo