Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DESTAQUES

"Não vamos fazer nenhuma gestão. Não vamos fazer gestão porque este é o jogo mais complicado, é o próximo. Não vamos fazer nenhuma poupança. Todos os jogos valem três pontos e depois vamos pensar no FC Porto. Esse jogo ainda não existe para nós e para o FC Porto muito menos, dado que ainda lhes faltam dois jogos. Vamos focar no Portimonense, tem um grande treinador, vem de um grande momento e essa é a nossa responsabilidade".

"Quem tem maior responsabilidade neste momento, Benfica, FC Porto ou Sporting? É indiferente, temos sempre uma grande responsabilidade. Somos o Sporting. Tínhamos a exacta mesma responsabilidade na época passada e estávamos em quarto, mesmo numa posição diferente. A responsabilidade é sempre a mesma, foi isso que nos trouxe a esta situação, com vários jogos sem perder".

"Temos de manter esse foco e estar precavidos para tudo. Fomos muito rigorosos com o Paços, tínhamos de ser. Sabemos como devemos entrar, vamos entrar fortes e esperar a inspiração dos nossos jogadores. Estão bem, tiveram uma semana muito boa, foi difícil escolher o onze, pois vivem um bom momento, estão empenhados e isso é bom sinal".

"Não tenho nenhumas dúvidas da motivação deles, da grande ambição dos jogadores. Eles pensam da mesma forma, estamos todos alinhados no pensamento e forma de estar. Eles jogam no Sporting CP, não há maior motivação que essa. É cada vez mais difícil nós escolhermos um onze porque todos treinam muito bem e só há uma competição para disputar. Todos querem jogar agora e para o ano jogar em mais competições para todos terem maior espaço. A ambição estará em alta até final do campeonato".

publicado às 06:33

DESTAQUES

"Temos de ser rigorosos, intensos e humildes desde o primeiro minuto. É uma equipa muito boa que vem de um momento fantástico com um treinador que está a fazer um trabalho incrível. Temos de fazer o que temos vindo a fazer que é preparar bem o jogo. Precisamos também da inspiração dos nosso jogadores que temos tido."

"Fizemos uma avaliação sobre o jogo do Gil Vicente, toda a gente faz isso. Chamámos a atenção para aquilo que correu mais mal. Também mostrámos algumas coisas boas. Eles perceberam ao intervalo senão não tinham tido o comportamento que tiveram na 2ª parte. Foi uma preparação normal."

"O Palhinha está tranquilo. É curioso que esta semana apanhei uma conversa entre ele e o Hugo Viana para ele estar tranquilo. O Sporting fez tudo como devia fazer e o Palhinha também. Estamos tranquilos à espera de uma decisão. Toda  a gente quer a decisão para ficar tudo esclarecido. De zero a dez quanto estou peocupado? Não temos qualquer preocupação e fizemos mesmo tudo de acordo com a lei. O Sporting salvaguardou-se, a preocupação é zero".

"No que toca à minha relação familiar (com cunhado Antero Henrique), pelo sim pelo não, ainda falei com ele esta semana para ver se ganhamos outra vez para estarmos tranquilos. São coisas normais no futebol".

"Todo o mérito tem de ser dado aos jogadores porque são eles que estão lá dentro. Já estivemos numa fase em que não estávamos tão bem, no fim da outra época, em que terminámos em 4º lugar. Nessa altura não se sentia isso. A união que há no Clube é mérito dos jogadores. O facto de apostarmos na formação, de ser uma equipa com muitos portugueses, isso tudo atrai as pessoas e sentem essa ligação".

publicado às 03:04

Boa época do Sporting justifica-se pelo calendário?

"Temos a pequena vantagem de não estarmos nas competições europeias, mas ganhámos mais vantagem quando tínhamos os mesmos jogos que os nossos concorrentes diretos. Ganhámos uma Taça da Liga, o Benfica teve menos jogos este mês e conseguimos ganhar pontos. Só que pode acontecer o contrário. Também já li que as semanas longas são boas quando se ganha, não temos de pensar em nada, só em ganhar ao Gil Vivente e não em quem joga, ou não, a meio da semana."

A candidatura ao título

"É uma questão de coerência. Da mesma forma que as coisas mudaram num mês, com o aumento de vantagem, podem mudar ao contrário. A equipa é a mesma, é uma equipa nova, não só por ser jovem, mas porque mudámos muito de um ano para o outro. Sabemos que ainda vamos sofrer muito, não tenho conhecimento da resposta a qualquer período adverso. É uma questão de coerência. Vamos fazer aquilo que combinámos no início da época: jogo a jogo e fazer o caminho dessa forma".

Sobre a diferença para o segundo lugar, como fala para os seus jogadores? Há medo?

"Não há medo nenhum, há a noção que se pode perder tudo em três jogos, já aconteceu no passado. Esse receio até é bom porque mantém o foco nas coisas. Medo não temos, os sportinguistas estavam divididos quando começámos, mas fiquei feliz por vez um ex-presidente falar recentemente, os sportinguistas estão mais unidos, mas faltam resultados desportivos. Isto pode mudar de um momento para outro. O que temos de fazer é dar o máximo, estamos orgulhosos mas cautelos. A nossa atitude não vai mudar. O que os jogadores podem tentar fazer todas as semanas é dar o máximo e correr muito".

Deslizes dos rivais mexem com jogadores?

"Sabemos o resultado dos nossos rivais, eles comentam isso de manhã, mas o nosso foco enquanto equipa técnica é chamá-los à terra e então trabalhar em relação ao que podemos controlar. Como é que o Gil Vicente pode vir a jogar, que sistemas pode usar... Esse é o nosso foco. Claro que eles sabem, mexe um bocadinho com os jogadores mas não com a equipa técnica."

publicado às 21:00

DESTAQUES

"O Paulinho tem características que precisávamos. Já o disse. É o melhor número 9 do país, mas isso não lhe garante nada. Ele sabe disso. Por isso é que está cá. Não é preciso explicar-lhe tudo. Vai haver jogos para todos. Isto é para o projeto do Sporting. O Paulinho vem para aqui para muitos anos. Se calhar por isso é que fomos comprar um jogador tão caro com 28 anos"

"Em relação aos reforços, deram muito bons sinais. O João já conhecia a casa, o Paulinho já conhecia o treinador. O Matheus Reis não conhecia ninguém, mas chegou cheio de vontade. Tem de encontrar o seu ritmo. Esteve muito tempo a trabalhar com a equipa B do Rio Ave e tem de elevar os níveis físicos. Vamos prepará-lo da melhor forma. O João vinha de competir no clube turco, está pronto, e o Paulinho também. Vem do nosso campeonato, conhece o treinador e os jogadores. Foram bons os sinais esta semana".

"Todos estão disponíveis para ser titulares ou começar o jogo no banco. O Matheus ainda não tem condições físicas para jogar. Os outros estão prontos e vamos colocar os melhores a jogar, como em todos os jogos".

"Os reforços não vêm para tirar espaço aos jogadores jovens. Vão continuar a ter o seu espaço. Eles têm de lutar com jogadores muito bons, com exigência. Depende mais deles do que nós. Já demos provas de que, quem estiver melhor, joga."

"O 'caso Palhinha'?... Estou preocupado apenas com o próximo jogo, o Marítimo. O jogo com o Benfica já faz parte do passado. Este clube tem pessoas que se ocupam dos vários assuntos. O nosso assunto é ganhar o próximo jogo, preparar bem a equipa e evoluir os jogadores. É nisso que estamos focados e o resto é o resto".

LISTA DE CONVOCADOS PARA O MARÍTIMO

Guarda-redes: Adán, Luís Maximiano e André Paulo

Defesas: Pedro Porro, João Pereira, Gonçalo Inácio, Eduardo Quaresma, Coates, Feddal e Antunes

Médios: João Palhinha, Matheus Nunes, Daniel Bragança e Bruno Paz

Avançados: Pote, Nuno Santos, Joelson Fernandes, Jovane Cabral, Tabata, Tiago Tomás e Paulinho

***Nuno Mendes fora dos convocados devido a problemas físicos, assim como João Mário, a contas com um traumatismo no pé direito. Luís Neto a cumprir um jogo de castigo, por acumulação de amarelos (5).

publicado às 17:30

publicado às 18:15

Screenshot (539).png

Considerações de Rúben Amorim, em síntese, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta sexta-feira com o Rio Ave:

“O Sporting CP vai apresentar-se na máxima força, dentro do possível, porque tivemos agora alguns casos que alteraram a nossa preparação, mas temos outros jogadores".

“Fazemos sempre all in para o próximo jogo. Em tantos jogos temos duas derrotas e estamos fora de duas competições… mas são competições a eliminar, pode acontecer. Podemos ganhar a todas as equipas como perder".

"A inscrição no Nível IV não muda muito na nossa rotina, acho que alivia um bocado o Emanuel [Ferro], porque acho que é uma situação ingrata ter de falar pelo treinador principal. Também porque as duas competições em que saímos foi o Emanuel que deu a cara no final e eu acho que isso não é justo, sou eu que tenho de dar a cara".

“Foi uma semana diferente porque não estamos habituados a perder e isso mexeu com o grupo. Preparámos bem o jogo, sem muito tempo para treinar mas preparámos bem, tivemos a situação a seguir ao treino, voltámos a mudar".

“Nós não perdemos o jogo pelos jogadores que mudámos. O nosso objectivo é ganhar e eu meto a melhor equipa. Agora, eu não me esqueço de onde estou e qual é o projecto: se nós temos jogos de dois em dois dias e eu não vou colocar jovens quando é que eles vão jogar?".

"O Luís Neto está com Covid-19, vai jogar o Eduardo Quaresma, essa é a nossa forma de ver as coisas".

"O Nível IV é um marco importante para a minha carreira, fiz por isso, o Sporting CP merece isso, estou dentro das regras e agora quero seguir com o meu trabalho e não penso no valor porque não penso sair do Sporting”.

“O Luiz Phellype ainda não está em condições de jogar, temos de ver como é que ele se sente, com todos os cuidados. Ainda não está apto".

"Se ganharmos ficamos com os quatro pontos de avanço, se formos com quatro pontos de avanço vamos para uma Taça da Liga, parece-me a mim, com uma moral, é sempre bom, mais confortável. Jogo difícil, mas temos muito a ganhar”.

Nota: Rúben Amorim não "abriu o livro", obviamente, mas duas questões que foram muito debatidas aqui pelos leitores ficaram esclarecidas: Eduardo Quaresma vai substituir Luís Neto e Luiz Phellype ainda não está apto para jogar. Teremos de esperar para ver quem vai alinhar a lateral esquerdo (Antunes ou Borja) e a ponta de lança (Tiago Tomás).

P.S.: Quase não me lembrava que Feddal também vai estar ausente, a cumprir um jogo de castigo por acumulação de amarelos. Assim, creio que Borja alinhará a central e Antunes então a defesa esquerdo.

ADENDA

O 'onze' do Sporting: Adán; Sebastián Coates, Eduardo Quaresma e Cristián Borja; Pedro Porro, João Palhinha, João Mário e Gonzalo Plata; Pedro Gonçalves, Nuno Santos e Tiago Tomás.

Gonzalo Plata a lateral esquerdo?... Parece-me que ninguém antecipou este alinhamento, mas Rúben Amorim terá as suas razões. Felizmente que Tiago Tomás aparenta estar apto para ir a jogo, já que haviam algumas dúvidas.

publicado às 03:04

img_920x518$2021_01_06_16_36_16_1799541.jpg

"O Sporting estará preparado para tudo, até mesmo para o mau tempo".

"A preparação nem sequer é especial, pensamos jogo a jogo, depois deste começaremos a preparar o seguinte. O que se pode esperar é um Sporting CP como tem sido, com uma excelente atitude mas que reconhece as limitações que ainda tem. Será um jogo difícil, o Nacional tem uma equipa bem organizada, com treinador de qualidade, e será num dia em que sabemos que pode haver uma tempestade na Madeira. Tentámos preparar-nos para o que pode acontecer. Vamos ser muito competitivos."

"Penso que há coisas que só vivendo estaremos preparados. Não há que pensar nisso, há que adiar ao máximo. Numa semana temos dois jogos para o campeonato e a meio um da taça em podemos comprometer tudo. Esse é o nosso foco, queremos ganhar todos os jogos e não nos podemos preparar para perder. Só vivendo é que sabemos ao certo como será. A preparação é sempre para vencer o próximo jogo."

"O mercado é com a estrutura do Clube. Penso contar com os jogadores que tenho. Estou satisfeito com os que tenho agora à disposição, eles estão preparados para o jogo com o Nacional e isso é o mais importante."

"Os adversários jogam bem, os treinadores são muito inteligentes, as equipas e os seus jogadores têm os seus momentos. Aqui com o Gil Vicente tivemos dificuldades para criar jogadas para finalizar e três dias depois, com o Tondela, foi o que se viu. Sei que no futebol às vezes basta um clique, tem a ver com coisas que não controlamos. Sabemos que isto pode mudar de um momento para outro, mas a nossa forma de jogar não."

"Já falámos sobre isso... Tenho mais visibilidade no Sporting, mas é algo que vamos tratar porque vou acabar o 4.º nível, vou despachar isso, e isso já nem vai ser tema de conversa".

publicado às 17:05

Screenshot (461).png

Alguns destaques da conferência de imprensa de Rúben Amorim de antevisão ao jogo com o Farense:

"É um começar novo do Farense. Mas o importante é vencer o jogo. O Farense tem uma equipa muito boa colectiva e individualmente. Tem bons sinais mas queremos manter o nosso caminho. Os jogadores do plantel actuaram todos esta semana e isso é bom".

"Seria bom ficar com estes miúdos durante anos, mas sei que não é possível".

"É o que é (arbitragem)... tenho de melhorar também, talvez seja inexperiência. Sobre a dualidade de critérios não quero comentar. Posso é melhorar o meu comportamento e vou tentar fazer isso daqui para a frente."

img_467x599$2020_12_19_01_33_09_1793393.jpg

"O Nuno Mendes está melhor, hoje treinou sob vigilância e amanhã vamos decidir mas está nos convocados".

"Não tenho opinião sobre o assunto (afastamento de Artur Soares Dias), o meu trabalho é conhecer os adversários. Comento o lance e depois fecho. O nosso trabalho é planear."

"Não confirmo (Matheus Reis e Paulinho), isso é assunto do Hugo Viana, ele é que fica com a parte difícil. Temos ideia do plantel que queríamos no início, não conseguimos um ou outro mas estamos satisfeitos com o plantel. Temos projecto para três épocas, Hugo Viana fez um excelente trabalho e vai continuar a fazer.

Se vier alguém será para o projecto do Sporting CP e não para estes próximos jogos. A nossa ideia nesse sentido é muito clara e os jogadores que queríamos continuamos a acompanhar. Se vier mais algum são os que contamos já para a próxima época. Não virá ninguém porque temos mais jogos. Estamos satisfeitos com este grupo".

Rúben Amorim... deveras impressionante, como sempre. Esta última consideração sua que transcrevi, é "apenas" excelente.

publicado às 03:03

Acho que é uma grande inspiração e prazer para nós sportinguistas ouvir Rúben Amorim falar. Para quem não teve oportunidade de assistir à conferência de imprensa, vale a pena ver este vídeo.

Limito-me a transcrever duas das suas considerações que mais me impressionaram:

"O segredo é a união da equipa e a qualidade dos nossos jogadores. São realmente bons jogadores, têm crescido muito. Isso foi visível no crescimento do Bragança, do Inácio... E o facto de esses jovens mostrarem mais qualidade aumenta o nível do treino. Começam a contar nas escolhas e depois são muito ambiciosos. A união e a forma de estar destes jogadores são a grande vantagem desta equipa".

"O nosso foco passa por vencer este jogo, não estamos a pensar contratar alguém e até estamos já a planear a próxima época, em termos de jovens talentos e jovens da equipa B. Nos próximos anos não vamos ter muito dinheiro como outros clubes para investir. Os jogadores sabem com o que podem contar. Para já o nosso único objectivo é vencer o Moreirense e não pensamos em mais nada."

A época é longa e muito pode ainda acontecer, especialmente tendo presente que o futebol português é uma modalidade irremediavelmente alicerçada em areia movediça, contudo, a sermos completamente honestos, só podemos e devemos reconhecer valor e mérito na obra realizada até ao momento no Sporting Clube de Portugal, e não me estou a referir apenas à equipa sénior de futebol profissional e o seu staff técnico, muito embora estes sejam o foco principal deste post.

publicado às 04:03

Sporting sem facilitismos

Rui Gomes, em 23.11.20

er2_0.jpg

Considerações de Emanuel Ferro na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de hoje com o Sacavenense, referente à terceira eliminatória da Taça de Portugal:

Olhamos para esta competição com uma grande ambição. Temos de ter respeito pelos adversários em cada eliminatória, independentemente da divisão na qual competem. Sabemos que por vezes acontecem surpresas, e queremos entrar com a mesma ambição, o mesmo rigor e a mesma vontade de fazer melhor. Vamos respeitar o SG Sacavenense como um adversário que está pronto para nos tornar a vida mais difícil. Vamos estar à altura do desafio. Temos a ambição de estar na final e vencer a Taça".

Vai ser feita uma gestão, tal como é feito em todos os jogos. Cada jogo tem uma história e este vem a seguir a uma paragem para as selecções. Preparámo-lo com o objectivo de estar na melhor forma possível e apresentar uma equipa capaz de ultrapassar o desafio. Poderá haver uma ou outra mudança".

"O Pedro Gonçalves lesionou-se no treino deste domingo. Ainda estamos a avaliar, mas pensamos que não é nada de grave. Será uma situação de rápida recuperação, mas não estará neste jogo".

Temos de eliminar qualquer imagem de facilitismo porque o objectivo é fazer o nosso melhor jogo e impor a nossa ideia. Vamos respeitar o adversário sabendo que vem com ambição de demonstrar paixão e retirar o máximo deste jogo. Sabemos que estamos a um nível diferente, mas é uma competição em que a paixão pelo jogo poderá fazer a diferença no jogo do SG Sacavenense. Temos de estar preparados para isso”.

publicado às 04:03

Antevisão ao jogo com o Tondela

Rui Gomes, em 01.11.20

“Penso que o foco da equipa deve ser os nossos jogos... O grupo de trabalho, tantos os miúdos como os mais experientes, só pode ver verde e não olhar para o vermelho ou azul. Estamos tão no início que não vale a pena pensar nisso. O nosso foco é no jogo com o Tondela. Só precisamos de pensar no Tondela. Se vencermos, não precisamos de pensar em mais nada”.

Rúben Amorim

publicado às 03:31

Antevisão ao jogo com o Gil Vicente

Rui Gomes, em 28.10.20

Destaques:

"“Temos de pensar jogo a jogo e não tanto na classificação, até porque estamos no início do campeonato".

"Um jogador do Sporting tem de ter a ambição de melhorar a nossa classificação".

“Observámos o Gil Vicente em vários jogos. É uma equipa muito bem organizada, com excelentes transições e muito pressionante no corredor central".

"Tem a vantagem de jogar num sistema idêntico ao do Sporting, ou seja, treinam toda a semana nesse sistema e não se vão perder. Espero que o valor individual dos jogadores do Sporting faça a diferença".

publicado às 03:02

Rúben Amorim explica...

Rui Gomes, em 17.10.20

img_920x518$2020_10_16_19_15_04_1767133.jpg

Ruben Amorim explicou esta sexta-feira, na antevisão ao duelo com o FC Porto, a política de contratações do Sporting, nomeadamente pela ausência da aquisição de um avançado, especialmente depois de um arranque de época no qual Andraz Sporar não é opção:

"Fizemos uma avaliação do grupo... Se formos ver, já no ano passado começámos a revolução, pois libertámos o Jesé e o Bolasie na retoma. Temos muitos jogadores da formação e temos também de ter experiência para os acompanhar. Contratámos jovens talentos do nosso campeonato. Está claro para todos que estamos a passar uma fase difícil, mas estou contente com o que fomos buscar. Fizemos esta lista há muito tempo. Desde que cheguei que tenho uma ideia do avançado centro que pretendo e se não for possível, mais vale apostar num miúdo da formação, de 17 anos, para o construir e ter o topo de avançado que queremos. Isso está claro na minha cabeça. Sei os jogadores que quero e se não o conseguir não vale a pena".

Sobre o período de paragem para os jogos das selecções:

"Teve coisas boas e más. Perdermos o Eduardo Quaresma e atrasa um pouco a época dele. Mas aproveitamos sempre o que temos. Tivemos jogadores ausentes, mas tivemos outros. O João Mário chegou ao grupo e adaptou-se muito bem, outros recuperaram forma. Ainda houve alguns que voltaram mais cedo das selecções. Vamos ter uma equipa muito competitiva. Vamos crescendo de jogo para jogo e é o que eu espero que aconteça amanhã (hoje)".

Sporting nos momentos decisivos:

"Já conseguimos ver que basta uma derrota para a confiança cair no trabalho. É normal nos grandes. Aconteceu no ano passado. Não foi só por se ter falhado o terceiro lugar. É uma derrota nestes clubes que tem um impacto grande nos adeptos. Como treinador não nos podemos desviar consoante os adeptos estarem ou não satisfeitos. Estava tudo bem antes do LASK, até a comunicação social dizia isso. A seguir ao LASK estava tudo mal. É assim que os jogadores têm de entender o clube e o jogo. Independentemente de passar ou não o LASK, íamos dar a mesma resposta, com o mesmo tipo de trabalho. Não vejo as coisas assim. No final fazemos resumo e avaliação. Mas temos plena confiança no nosso trabalho e que estamos no caminho certo".

*** Em nota separada, Rúben Amorim explicou que Borja não está disponível por estar há um mês positivo à Covid-19.

publicado às 03:49

Algumas das considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o FC Porto:

"Para mim, volto a dizer que seria importante o FC Porto ter de empatar ou ganhar ao Sporting para ser campeão. É isso que quero porque foco-me no crescimento da minha equipa. O Sporting não pode ser campeão, para mim é indiferente quem for. Eu quero é que estejam todos os factores no jogo".

- "É mais um teste, contra uma equipa forte. O Eduardo Quaresma e o Matheus Nunes, por exemplo, ainda não jogaram estes jogos e vão ter dificuldades que não tiveram até aqui, mas quem está no Sporting tem testes todos os dias."

- "São três pontos e o mais importante é manter esse objectivo, manter a nossa posição e tentar melhorar. O Sporting não pode ter como consolação de uma época em ganhar a um rival seja em que jogo for. Não estamos aqui para impedir que o FC Porto seja campeão, mas para vencermos os nossos jogos e atingir os nosso objectivos".

- "Não é consolação nenhuma, mas queremos vencer. E ainda mais do que vencer, é ver o comportamento da equipa e dos nossos jogadores. Não só o resultado ou os nossos objectivos, mas perceber em que ponto estão os nossos jogadores".

- "O mister Conceição já foi campeão e está a um ponto de o ser novamente. Tem muito mais anos do que eu. Penso que bateu o recorde de pontos do Olhanense, esteve numa final da Taça de Portugal. Não tenho ascendente, pelo contrário. Ele é que tem mostrado mais conteúdo."

publicado às 03:34

_vp_7822-min.jpg

O Sporting recebe esta sexta-feira o CD Santa Clara para a 31.ª jornada da Liga NOS - o jogo está marcado para as 19h15 no Estádio José Alvalade - e Rúben Amorim não espera facilidades.

"A equipa do CD Santa Clara está a fazer uma época bastante interessante. A ideia do seu treinador adapta-se bem aos jogadores e isso é mérito dele. São muito fortes a reagir e muito fortes nas transições e vai ser um bom teste para a nossa equipa. São muito fortes na bola parada e isso revela trabalho da equipa técnica. 

Não vou testar nada contra o Santa Clara, que é uma grande equipa. Temos de igualar a intensidade do Santa Clara e assim crescer como equipa. No último jogo fizemos a pior primeira parte desde que estamos aqui e temos de melhorar muito. Quero muito jogar, quero jogos atrás de jogos para ver o crescimento da equipa".

A conferência de imprensa de antevisão ao jogo, disponível aqui.

publicado às 06:49

A antevisão europeia de Silas

Rui Gomes, em 19.02.20

el-entrenador-del-sporting-de-portugal-jorge-silas

Considerações de Jorge Silas em antevisão do embate desta quinta-feira com o Istanbul Başakşehir, a contar para a primeira mão dos dezasseis-avos-de-final da Liga Europa:

“Termos vencido todos os jogos em casa não me parece um dado muito curioso. Temos sido fortes na Liga Europa e não demos hipóteses a nenhuma equipa. Em casa somos favoritos.

Esta é uma fase diferente, agora os golos fora valem a dobrar em caso de empate. Por isso, teremos de ter um tipo de cautela muito diferente. Na fase de grupos há margem para recuperar e nesta não.

Queremos ganhar em casa, mas temos de ter alguma paciência na maneira como vamos atacar para também não sofrermos muitos contra-ataques. Eles são muito bons no ataque, onde têm jogadores muito experientes. Temos de ter cautelas e não perder bolas fáceis.

É uma equipa muito forte e versátil. É forte, não das mais fortes desta fase, mas acho que poderemos vencer este jogo e ir para o segundo com tudo em aberto. É importante não sofrer golos.

Estamos convictos de que podemos ganhar”.

publicado às 03:34

img_920x518$2019_12_15_13_19_33_1638892.jpg

Jorge Silas, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta segunda-feira com o Santa Clara, teceu algumas considerações interessantes:

"A abordagem é a mesma: o nosso objectivo é ir aos Açores e ganhar. Quando chegámos ao Sporting, à sexta jornada, estávamos em 9.º, agora estamos em 4.º e temos agora possibilidade de passar para 3.º. O nosso objectivo é jogo a jogo mas sempre a olhar para cima.

A nossa temporada não está acabada. Em sete jornadas passámos de 9.º para 4.º e agora podemos ir para 3.º. Quem acha que, mesmo com a nossa recuperação, já está tudo decidido na Liga, se calhar anda distraído.

Acredito que todas as equipas vão perder pontos na Liga. Agora queremos passar para 3.º e aí olhar para cima e passar para 2.º e depois para 1.º. Não dependemos só de nós, mas acredito que vão perder pontos. Na Taça da Liga, se formos à final four, não tenho dúvidas de que poderemos vencer. Na Liga Europa é jogo a jogo. Há duas equipas que considero muito fortes, Ajax e Inter".

Não se pode culpar o treinador por ter um discurso positivo. Quiçá... até acreditará no que diz, mas é de admitir que, nas circunstâncias de momento, esteja a ser excessivamente optimista.

Também de interesse, o seu parecer sobre alguns jovens da formação que são apostas para integrar a equipa principal. Além de Luís Maximiano e Pedro Mendes, nomeou Rodrigo Fernandes, que até já foi utilizado, Matheus Nunes e o conhecido Rafael Camacho.

"Acho que neste momento são estes, mas há mais um ou outro que não quero tocar no nome deles, porque quero que estejam concentrados nos juniores e sub-23. Estes são os que achamos que estão mais perto".

Gostava de o ouvir comentar o "desaparecido" Gonzalo Plata, mas a pergunta não lhe foi dirigida pelos jornalistas.

publicado às 03:02

img_920x519$2019_09_29_13_49_46_1608453.jpg

Silas na conferência de imprensa de antevisão ao embate com o Aves, a sua primeira como treinador da equipa principal do Sporting:

Eis algumas das suas considerações mais em destaque:

Dois dias de treino

"Foram dois dias, 48 horas sempre a andar, nem se dorme, o tempo é curto. Aquilo que eu esperava, em termos de qualidade individual, um plantel muito forte, comparativamente àquilo que tenho apanhado, e tenho apanhado jogadores muito bons tecnicamente, mas estes são ligeiramente superiores. Ao nível colectivo é cedo para falar disso, praticamente não treinámos coisas tácticas. Só deu para ver a qualidade individual dos jogadores."

Estratégia
 
"Eu tenho vindo a dizer que é preciso acreditar na nossa maneira de jogar. Acho que aqui dentro, interessa-nos os que cá estão, todos a remar para o mesmo lado. A nossa maneira de jogar é algo arrojada, arriscada. Algum jogador que em algum momento não acredite nisto, pode muito bem deitar tudo por água abaixo. Vamos pedir coisas arrojadas, vamos entrar sempre para mandar no jogo, seja que adversário for. É preciso acreditar que temos qualidade para o fazer. O que vamos pedir é algo que acreditamos que eles vão conseguir fazer. Não sei o que lhes pediram antes."

Adversários fortes
 
"Quando jogarmos contra o Benfica ou o FC Porto vamos estar preparados para disputar os três pontos, de certeza. Mas nem o Benfica nem o FC Porto estão à frente. Vamos ver. Nós neste momento estamos com algum atraso, mas faltam imensos jogos. Em todos os jogos vamos estar capacitados para ganhar, seja com o Aves, com o Benfica ou com o FC Porto. Acredito que podemos ganhar todos os jogos, mas vai depender de várias situações, lesões, castigos... Vamos entrar para ganhar, com este plantel podemos pensar em ganhar todos os jogos. Sabemos que amanhã vamos defrontar uma equipa muito boa, que tem um treinador campeão nacional como treinador e como jogador, sabemos que vamos ter problemas, até porque já o defrontei e perdi. Sei bem o que vou defrontar."

Sistema
 
"A nossa ideia futebolística não se prende a um sistema. No Belenenses usávamos muitas vezes uma linha de três porque se adequava aos jogadores que tínhamos. Mas preparem-se para verem várias alterações a esse nível. A nossa ideia é atacar, criar situações de golo, as dinâmicas que vamos implementar vão nesse sentido. Depende dos adversários que vamos apanhar."

Aves
 
"No ano passado fizeram uma grande recuperação, depois sofreram alterações no plantel, este ano ainda mais e agora vão precisar de algum tempo. Acho que ainda estão à procura do melhor sistema para adequar aos jogadores que têm. É uma equipa muito versátil, mas estamos preparados para isso. Espero uma equipa perigosa, muito forte no contra-ataque, não vou ensinar nada ao Inácio, só vou aprender com ele."
 
A conversa de Bruno Fernandes
 
"Isso foi tudo antes de mim. Não fui perguntar ao balneário como é que as críticas tinham caído. O que eu vejo é que o Bruno Fernandes é uma pessoa muito querida no grupo, muito brincalhão, é frontal e é capitão e tem a responsabilidade de ser fontal. Também já fui capitão. Capitão é o que chama a atenção, não é o que passa sempre a mão pela cabeça do colega. O que é que eu vi?... Vi um Bruno brincalhão, os outros jogadores a brincarem com ele. Há certas hierarquias que têm de ser respeitadas. Mas não sei muito mais do que se passou mas, pelo ambiente que vejo, não deve ter havido ondas de choque nenhumas".
 
As credenciais de treinador
 
"Duas coisas importantes: sou sócio com quotas em dia da associação que o senhor José Pereira preside e  joguei futebol durante 30 anos, pelo que tirei o 2º nível do curso quando foi possível. O 3.º ainda não consegui porque era preciso treinar durante dois anos no Campeonato Nacional para poder inscrever-me. Se troco um mês de jogador por todos os cursos do Mundo? Não! Vou preocupar-me com o quê? Quando deixarem tirar tiro. O problema não é eu não querer, mas sim o facto de não me deixarem formar.
O senhor José Pereira já se tinha manifestado sobre isso quando fui para o Belenenses. Eu contrapus com os argumentos que estou a apresentar agora. Ele já anda a falar nisto há muito tempo e é preciso ter cuidado porque sou sócio pagante de uma associação que está também para me defender".

"Nunca pensei acabar a carreira e poucos meses depois estar a treinar na 1ª Liga. E vinte meses depois tenho uma oportunidade num clube como o Sporting, sinto que as coisas são muito trépidas. Se estou preparado? Estou, disso não tenho dúvidas nenhumas. Nenhum treinador passou pelo que passei no Belenenses e pelo grande desafio que foi. Acho que nos saímos bastante bem, gostamos de desafios e acho que aqui também nos vamos sair bem".

publicado às 05:04

 

img_920x519$2019_02_17_08_58_14_1506592.jpg

 

Considerações do técnico Marcel Keizer na conferência de imprensa de antevisão ao jogo desta segunda-feira com o Marítimo:

 

O MARÍTIMO

"Esperamos um jogo difícil fora de casa. O Marítimo é uma equipa bem organizada e está moralizada neste momento. Temos de estar bem para vencer e tentar jogar bem. Temos de fazer combinações, sermos seguros no passe e defendermo-nos bem dos contra-ataques".

 

PALAVRAS DE FREDERICO VARANDAS

"É sempre bom ouvir essas palavras do presidente, mas para mim o mais importante é que treino um grande clube e um grande clube tem de ganhar. Há muito para jogar ainda nesta época".

 

TAÇA COMO SALVAÇÃO DA ÉPOCA ?

"Já ganhámos uma Taça esta época. Agora estamos fora da Europa, mas ainda temos duas competições. Temos de ir jogo a jogo, ainda há muitos jogos da Liga antes da 2.ª mão da meia-final da Taça de Portugal".

 

REGRESSO DE MATHIEU

É um jogador importante na equipa, com muita qualidade, todos sabemos disso. Tem estado a treinar-se no relvado, mas não está pronto para o jogo com o Marítimo. Ainda terá de treinar-se mais porque não o queremos lançar antes de estar pronto. Depois do Marítimo já poderá estar preparado".

 

SISTEMA TÁTICO É PARA MANTER ?

"Vamos ver. Para a equipa é bom que tenhamos variações na forma de jogar. Jogámos por duas vezes em 3x4x2x1 e antes disso em 4x3x3. Depende do adversário e de como estão os jogadores. Não posso dizer o onze e por isso também não vou falar da táctica".

 

publicado às 02:48

Antevisão da final da Taça da Liga

Rui Gomes, em 26.01.19

 

mw-960.jpg

 

Rodolfo Correia protagonizou a conferência de imprensa de antevisão da final da Taça da Liga, uma vez que o treinador Marcel Keizer teve de se deslocar à Holanda devido à morte do sogro.

 

ANTEVISÃO DA FINAL

 

"Os encontros com o FC Porto são sempre interessantes, todos gostamos de jogar e estar presentes. Há sempre adaptações estratégicas a fazer e coisas a corrigir de um jogo para o outro. São sempre jogos muito bons."

 

SÉRGIO CONCEIÇÃO DISSE QUE O FC PORTO FOI O ÚNICO A QUERER VENCER O ÚLTIMO CLÁSSICO ENTRE AMBOS

 

"É um comentário que tenho de respeitar. O Sporting entra em todos os jogos para vencer, isso tem sido bem representado. É uma opinião que tenho de respeitar, mas essas não são as nossas ideias."

 

FAZ SENTIDO OS ÁRBITROS SEREM AFASTADOS APÓS AS CRÍTICAS?

 

"Infelizmente, são situações que ocorrem não só em Portugal mas em todos os países. Quando uma pessoa está submetida a decisões, há quem não tenha a mesma opinião dos outros. Nós estamos sempre em situação de errar, há decisão e pode haver erro. Julgo que é um ponto em que não nos podemos focar. Não queremos falar de arbitragem. O jogo e o jogador são o mais importante."

 

PROBLEMAS FÍSICOS APÓS VÁRIOS JOGOS CONSECUTIVOS

 

"A questão da recuperação é fundamental para nós. Não é a primeira vez em que só temos dois dias de descanso entre jogos. Infelizmente o calendário está muito preenchido neste meses, depois é uma questão que poderá ser revista pela Liga."

 

PROBLEMAS FÍSICOS DE MATHIEU

 

"Está a fazer gestão de esforço para amanhã estar preparado para o jogo. Será reavaliado em relação à fadiga e depois tomaremos uma decisão em relação ao onze que vai jogar."

 

Nota: O resto da conferência de imprensa - reportagem de Tribuna Expresso - pode ser lida aqui.

 

publicado às 03:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo