Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



publicado às 19:30

wm.jpg

Algumas considerações de Mariana Cabral - treinadora da equipa feminina de futebol - na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de amanhã frente ao Estoril Praia, da quarta jornada da Série Sul da Liga BPI:

“Todas as jogadoras sabem que um empate é negativo (Torreense) para o Sporting CP. Talvez o primeiro dia da semana não tenha sido tão alegre como é habitual, mas é perfeitamente natural. Elas sabem o que aconteceu e pensamos nesse jogo não como algo apenas negativo, mas que serviu de aprendizagem para o futuro, a começar pelo jogo com o GD Estoril Praia.

Os jogos que tivemos no início da época foram algo diferentes porque as equipas não se fecharam lá atrás. Este empate foi um alerta porque percebemos o que pode acontecer daqui em diante. É natural que haja equipas que se fecham mais lá atrás, mas cabe-nos ter a competência e as soluções necessárias para criar ainda mais ocasiões de perigo e marcar mais golos.

Temos de ir ajustando o processo de acordo com tudo isso, mas sabemos que estamos na primeira fase e, por isso, ainda temos alguma margem. Neste jogo vamos experimentar algumas coisas novas para percebermos como as jogadoras se comportam. Vamos aproveitar a paragem para melhorar pois estamos no início da época e tanto a equipa como a equipa técnica são novas. É verdade que a temporada começou bem, mas os processos demoram a implementar e a ficar cada vez melhores.

Jogar em casa é diferente pois contamos sempre com o forte apoio dos Sportinguistas, que são os melhores adeptos do Mundo. O empate diante do SCU Torreense não abalou em nada o nosso espírito do grupo, estamos prontas para enfrentar mais um encontro”.

publicado às 17:15

Screenshot (337).png

Considerações de Rúben Amorim que achei interessantes, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Arouca, realizada esta sexta-feira:

Sobre Paulinho...

"Não estou sempre a elogiá-lo, limito-me a responder às vossas perguntas. Paulinho faz tudo aquilo que eu lhe peço, só não faz o que lhe daria mais valor junto dos adeptos e da imprensa: os golos. É muito importante, tem falhado na finalização. Tem de melhorar. Há períodos em que os avançados marcam menos golos. Poderão dizer que é um período longo, mas também já vi outros que não marcam durante um ano e depois explodem. Vocês (jornalistas) é que falam nisso. Eu dou a minha opinião".

Sobre a ausência de Pote...

"Não explica tudo. Temos vários jogadores de muita qualidade, mas temos de melhorar, ter outra capacidade à frente da baliza. Dar valor às vitórias. Se estivéssemos como no ano passado, em que só tínhamos duas oportunidades e marcávamos dois golos.... Agora criamos muito e temos de marcar mais. Já somos a melhor defesa, como no ano passado. Defendemos bem, mesmo sendo uma equipa ofensiva. Mas temos de fazer mais golos".

Sobre João Mário...

"Não tenho visto o rival. Tenho visto Matheus Nunes que está na Selecção. É um grande activo do Sporting, teve um crescimento enorme. O João Mário não teria aqui o estatuto nem sequer a influência que tem no Benfica. E ele sabia. Já falámos sobre isso. Estou muito contente com os meus jogadores. Não trocaria nenhum médio por outro. Mesmo com duas derrotas e o campeonato a funcionar. Cada um está bem onde está e foi para o sítio certo. E quando assim é ficamos todos contentes".

Sobre os poucos golos marcados...

"Chegar à área compete mais ao treinador de ajudá-los nesse caminho. Tivemos várias oportunidades onde os jogadores têm de decidir ou ter um dia melhor. Lembro-me de várias na cara do guarda-redes e não marcámos, por uma ou outra situação. E pelas estatísticas, que valem o que valem, mas mostram que rematámos à baliza, chegamos à área, mas temos de meter lá mais gente. Podemos dar e fazer mais. Ter outra capacidade de finalização. Às vezes depende da inspiração. Houve fazes em que criávamos menos perigo e marcávamos mais golos. Penso sempre que no próximo jogo vamos fazer mais golos. Mas o importante é não sofrer, pois geralmente fazemos sempre um golo".

publicado às 02:47

DESTAQUES

- "O Marítimo é uma equipa muito difícil de bater, empatou em Famalicão, empatou com o Porto. Tem um treinador com boas ideias, que já fez bons trabalhos em Portugal. Não têm responsabilidade nenhuma, nós temos toda a responsabilidade do jogo. Não queremos sofrer golos. Como ficou provado no último jogo, não sofrendo golos estamos muito mais perto de vencer os jogos.”.

- "Para nós, como clube, o mais importante é o campeonato, isso é que nos garante uma boa classificação, garantindo uma boa classificação poderá garantir a Liga dos Campeões mais uma vez, garante outro encaixa, dá-nos outra experiência. Obviamente que não vamos fazer poupanças, o jogo mais importante é sempre o seguinte. Tivemos cinco dias entre jogos, no próximo teremos três. Dá para recuperar. Não estou nada preocupado com a recuperação para Dortmund porque a motivação é sempre alta".

- “O Paulinho tem de fazer o que tem vindo a fazer, tem jogado muito bem, os golos dão sumo ao que é o avançado, mas olhamos muito mais [além] do que isso, sempre o disse. Quando tive de dizer que o Paulinho falhou alguns golos que não deveria ter falhado, ele é o primeiro a ver isso. O Paulinho está muito bem, melhorou muito a equipa, melhora o TT todos os dias no treino porque o ajuda. Estamos muito satisfeitos, queremos que ele marque golos, mas isso não é o mais importante".

"O Ugarte pode fazer a posição ao lado do João Palhinha, pode dividir o jogo, quando o Palhinha não joga pode dividir o jogo com o Bragança, ou Matheus. O Ugarte demorou muito tempo a chegar à nossa equipa. Quando o negócio estava quase a fazer-se com a época em andamento, teve Covid, ficou sem treinar, voltou. Apresentou-se até muito bem, surpreendeu-nos a todos, depois o Palhinha e o Matheus têm dado pouco espaço, até ao Dani [Bragança], que tem vindo a treinar muito bem e merece espaço. Quero relembrar que o Ugarte foi para a seleção, não jogou praticamente, esteve fora da equipa, isso tudo condiciona a utilização dele. Ele está preparado para ser opção, mas está difícil de tirar o Palhinha, a culpa é mais do Palhinha do que do treinador". 

- “Só o mero facto de se dizer 'se não perder bate-se recorde' é completamente indiferente. Queremos é ganhar, estar lá em cima, ganhar títulos. Os recordes são bons, mas não interessa muito na nossa vida." (Referente à possibilidade de alcançar o registo de 26 jogos consecutivos no campeonato sem perder em Alvalade e bater recorde de há 68 anos).

publicado às 15:45

DESTAQUES

"Em relação aos nossos centrais, disse o que disse porque sei o processo em que estamos inseridos. Quando falei de outros clubes e até de outros treinadores, é porque são outros momentos. Eu não sei o que vai ser da minha carreira, estarei provavelmente noutro clube qualquer que terá outra ideia, outro projecto. O nosso passa pela formação, passa por levantar o clube em todos os aspectos e seguir um caminho. Desde o ano passado falámos que existia um projecto e ir à Liga dos Campeões não pode mudar nada. Isso para mim era muito perigoso. Não vou ser eu a ajudar a ter mais jogadores, mais soluções, o que temos de fazer é seguir o que tínhamos pensado, doa a quem doer. Sei bem o clube em que estou, a ideia, e é esse caminho que vamos seguir."

"É de lembrar que o Gonçalo Inácio quando surgiu na equipa principal era suplente, às vezes era defesa-esquerdo no sub-23 e até nos sub-19. Portanto, há jogadores aqui que surpreendem. Nós fazemos a nossa avaliação e nestas idades vai mudando muito aquilo que acontece".

"O dia de amanhã pode não ser com três centrais, fizeram a pergunta de baixar um jogador da frente para o meio campo, mas o que senti depois de ver o Ajax é que deveríamos tirar um defesa para pressionar mais na frente. São várias ideias, o futebol vai evoluindo e vou vendo os outros treinadores que sabem muito mais do que eu, que foi o caso neste jogo [com o Ajax] e vamos tirando ideias. O que sei é que o Sporting tem essas condições, tem um projecto e isso não se muda. A ideia do treinador, os miúdos que sobem, isso muda consoante cada dia."

publicado às 03:16

isa_0484.jpg

Algumas considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da Liga dos Campeões frente ao Ajax:

"O AFC Ajax aposta muito na juventude e é conhecido por criar grandes jogadores, tal como o Sporting CP. Mas são clubes em momentos diferentes. Há pouco tempo estiveram nas meias-finais da UEFA Champions League e mantiveram muitos jogadores. Temos de passar por vários mercados para chegar ao momento do AFC Ajax. São clubes parecidos e equipas parecidas na juventude, mas nesta competição o Ajax é uma equipa muito mais experiente".

"Em Famalicão deveríamos ter ganho o jogo, mas também podíamos ter perdido. Com o FC Porto fizemos um jogo muito bom. É um momento óptimo. Penso que a equipa está preparada e deve viver estes momentos. Ter um Clássico e jogar poucos dias depois contra o Ajax faz crescer esta equipa. (...) A motivação vai estar em alta".

"O treinador Erik ten Hag está há vários anos no comando técnico do Ajax. conhece bem a filosofia do clube e tem uma equipa muito perigosa, que tem sempre a bola e temos de contrariar isso".

"Gonçalo Inácio e Tiago Tomás regressam, mas Sebastián Coates e Pote vão ficar de fora e não é possível "esconder o peso" que ambos têm na equipa: "Um foi o melhor marcador e o melhor jovem da Liga e o outro foi o melhor jogador da Liga".

"Vamos lutar por todos os jogos e não vale a pena fazer contas, seja nesta prova ou no campeonato. O objectivo principal é perceber se conseguimos lutar com os melhores. Para isso precisamos de grandes equipas, como o Ajax. Queremos ser competitivos e ganhar o jogo".

publicado às 03:04

DESTAQUES

“O Pedro Gonçalves não vai estar presente nem neste jogo, nem contra o Ajax nem com o Estoril Praia, pelo menos. O Gonçalo Inácio não vai jogar com o FC Porto, não deverá actuar contra o Ajax e vamos ver se defronta o Estoril Praia. O Tiago Tomás é uma incógnita e também não vai jogar esta partida”.

"Temos um plantel curto e, por isso, vão juntar-se à convocatória jogadores da equipa B que trabalharam connosco. Este é o nosso projecto, eles estão preparados para jogar pelo Sporting CP e para vencer o jogo".

"Sarabia é um jogador que entende o jogo e temos mais espanhóis na equipa. Adaptou-se e treinou bem, é mais uma opção para o jogo. É um jogador que nos pode trazer assistências e golos, é experiente, joga com o pé esquerdo e, por isso, pode jogar por dentro ou por fora. Tem muita qualidade e, pelo que vi, é mais um excelente rapaz a juntar-se a todos os outros que já temos. É um jogador de grande qualidade que vem ajudar-nos".

r3_0.jpg

“Quando chegámos ao Sporting houve uma fase em que tivemos de colocar juvenis a jogar para construir um plantel rapidamente, essa foi a fase mais difícil. São lesões que dão dores de cabeça, mas o projecto é mesmo assim. Precisamos de oportunidades para ver outros atletas, todos estão preparados e vamos a jogo".

"Nenhuma das equipas é favorita, é 50-50. O FC Porto foi mais prejudicado pois teve mais jogadores nas selecções e fez mais quilómetros. Nós tivemos 12 ou 13 jogadores nas selecções, o que é bom pois completámos o plantel com jovens. Fizemos bons treinos e estamos preparados. Ainda assim, isso não dá favoritismo a uma equipa ou outra, quem estiver melhor ganhará".

publicado às 03:03

publicado às 17:15

Algumas considerações de Rúben Amorim em destaque:

"Esperamos um jogo muito difícil, mais difícil do que o da Supertaça. O treinador do Sp. Braga vai preparar ainda melhor este jogo, tem mais opções. Cada jogo tem a sua história, nós queremos ganhar e continuar esta senda de vitórias. É um encontro grande e nós gostamos destes jogos." 

"Não posso comentar o preço dos bilhetes à venda, não estou dentro do assunto. É mais uma notícia para apimentar o jogo. O nosso foco é ganhar, fazer um excelente jogo e melhorar a nossa performance nesta partida."

"Temos o nosso plantel. Só quem não viu o Matheus Nunes jogar... Não trocava nenhum jogador da minha equipa por outro do FC Porto ou do Benfica, nenhum. Assumimos as nossas escolhas e os outros as escolhas deles. Essa conversa de que o João Mário saiu do Sporting e o Sporting está arrependido... Não estou arrependido de nada e o Sporting também não".

"O Ugarte é uma opção [para o jogo amanhã]. Veio muito bem fisicamente, é melhor jogador do que eu pensava, estamos felizes por isso. É mais uma opção, adaptou-se rapidamente, teve ajuda do Seba, tem 20 anos, já com experiência, muito maduro".

 "Queremos dois jogadores por posição, que nos dêem garantias. João Palhinha e Ugarte têm características parecidas, diferentes em alguns aspectos. Achamos que o Dário precisa de mais um ano, vai andar entre a equipa A ou a B, mas a entrada do Ugarte não quer dizer que seja mais fácil o Palhinha sair".

publicado às 18:30

ruben_amorim_sporting_6-750x417.jpg

Rúben Amorim na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de hoje com o Vizela, para dar o pontapé de saída à Liga BWIN:

O que se espera desta época?

"A época que passou, passou. Há que ter em conta que tudo pode mudar ao contrário. Temos de estar atentos e trabalhar muito. Começa já com o Vizela. É uma equipa que conhecemos bem desde o CNS. Conheço bem o míster Pacheco e eles não vêm desfrutar. Disse aos jogadores para se focarem no campeonato. Têm alguns jogadores novos, mas não vão entrar tantos na equipa. Têm um espírito parecido com o nosso. Vai ser um jogo difícil contra uma equipa que não tem nada a perder."

Está confortável com as opções que tem para avançado?

"Estamos muito confortáveis e a nossa decisão de emprestar o Pedro Marques foi por aí. O Paulinho luta com o TT. Temos vários jogadores que podem passar por ali. O nosso melhor jogador de cabeça é o Coates. Em situações de emergência podemos sempre meter o Coates lá na frente. O Jovane também já passou por lá. Penso que o Paulinho e o TT são suficientes para atacar a época. Fui eu quem faltou com o Pedro Marques, não quero que um jogador pense que é a terceira ou quarta opção. A verdade é que o nosso melhor cabeceador é o Coates, até nos cria espaço para treinar de vez em quando lá se precisarmos."

Já contava ter Ugarte? Nuno Mendes vai a jogo?

 "Nuno está fora do jogo. Vinagre é uma das opções mais claras para o lugar. Ugarte, vamos ver. Estou muito satisfeito com os médios que temos. Até ao final do mercado pode haver entradas e saídas. Neste momento, estou satisfeito com o plantel que temos."

Algum sector que gostaria de melhorar?... Já se sente um talismã?

"Temos que melhorar várias coisas. Nem tudo foi bom na Supertaça. Estivemos bem defensivamente, mas há coisas que podemos melhorar. Os jogadores vão subir de forma. Temos várias opções. Agora, podemos e devemos melhorar em vários aspectos. Podemos ser dominadores durante a época.
Começou-se a olhar mais para o universo do Sporting quando o futebol começou a ganhar, mas o Sporting sempre foi um clube muito grande e vencedor. Não me sinto nada talismã. Tenho grandes jogadores e uma grande equipa técnica. Sinto que tenho alguma sorte. Há que estar muito atento a estes momentos pois pode haver algum relaxamento, mas da nossa parte não haverá".

Quem parte melhor, dos três grandes? Matheus Nunes mais perto da saída?

"Em relação aos três grandes, não faço ideia. Vimos o Braga muito. Continuam fortes, como vimos na Supertaça. O Vizela é uma divisão acima. Matheus Nunes? Depende do mercado, já foi o Nuno, agora é o Matheus. Eu faço o meu papel, que é todos os dias dizer ao presidente e ao Hugo Viana para não vender, para não vender. Mas vamos ver."

Possíveis assobios? 

"Eles estão preparados para isso. Quando sofremos o golo [frente ao SC Braga] não ouvimos assobios. Os jogadores responderam da melhor forma dentro de campo, sem ajuda do treinador. Vai haver momentos em que a nossa equipa não vai estar muito bem e podemos ouvir assobios, é normal. Vamos jogar a Liga dos Campeões, algo que também é diferente."

A preferência por Matheus Nunes para a Supertaça e o facto de Bragança ter ficado de fora do jogo.

 "Foi uma opinião que foi mudando, é claro que o adversário também conta muito. Mas foi sobretudo pelo que me foram dando e mostrando durante a semana. O Bragança também esteve bem, mas só temos 18 jogadores para levar a jogo. O Tabata também fazia bem aquela posição.

Quando estamos a fazer a convocatória, tentamos ter todos os cenários em conta. O Tabata, fazendo duas posições, garante-me mais opções e foi sobretudo por isso. O Dani [Bragança] vai voltar à convocatória. O Gonçalo Inácio era praticamente o único central na última temporada. Durante a semana, não me interessa se é o Palhinha ou o Dário, serão sempre opção. Entendemos que os que estiverem melhores são aqueles que irão sempre a jogo."

publicado às 03:03

DESTAQUES

“Na Europa não correu como nós esperávamos, foi difícil e depois tivemos de fazer um planeamento para jogar apenas de semana a semana. Os jogadores cresceram mais do que se esperava, mesmos os mais novos. Tivemos mais tempo para treinar do que os nossos rivais, mas precisávamos disso e foi muito bom. Na Taça de Portugal podíamos ter ido mais longe, mas ganhámos a Taça da Liga e a Liga NOS, o que ninguém esperava. Fomos campeões sem derrotas, apesar de não termos terminado a época sem perder. Foi um ano muito bom. Os jogadores cresceram e valorizaram-se".

“Temos de terminar com uma vitória, é isso que queremos. O CS Marítimo também já está tranquilo na tabela. Vamos continuar com a nossa ideia e alguns jogadores que jogaram menos vão jogar neste jogo. Vamos ver coisas, colocar em campo jogadores que tiveram menos minutos e que nos deram muito. Se quando nós precisámos eles trabalharam de forma afincada, mesmo sem jogar, e obrigaram o plantel a elevar o nível, desta vez somos nós que temos de lhes dar a oportunidade de participarem”.

“O André Paulo vai estrear-se e, em princípio, o Tomás Silva também. É um jogador que até poderá não continuar connosco, mas fez toda a formação aqui, desde os nove anos, e ajudou-nos durante o ano a fazer de adversário, como muitos outros da formação que nos ajudaram a preparar os jogos sempre com grande carácter. É uma forma de premiar o Tomás por ser um exemplo do que deve ser um jogador do Sporting. Ele amanhã deverá tornar-se campeão nacional. Todos o são, mas ele vai sentir isso na pele”.

“Se pudermos ajudá-lo óptimo, mas o objectivo fulcral é ganhar o jogo e deixar uma boa imagem, até porque foi isso que fizemos em todos os jogos. Não vamos passar a bola apenas ao Pote. Damos-lhe os penáltis e ele poderá arriscar num livre mais perto da baliza, mas tem de defender, atacar e preencher os espaços. Depois se puder fazer golos e ajudar a equipa como fez ao longo da época, será um prémio merecido. Fez uma época fantástica”.

NOTA: Tomás Silva renovou com o Sporting em 2019, mas o Clube não revelou a duração do novo vínculo. Pelas palavras de Rúben Amorim, é possível que a renovação tenha sido apenas por dois anos, o que significa que termina em Junho 2021.

publicado às 18:00

DESTAQUES

"Não vamos, obviamente, para casa doutro clube pintar o cabelo. Fizemos a festa em casa, teremos tempo com mais um jogo em casa. Não vamos para lá festejar nada, vamos para ganhar mais um jogo importante. Ainda não perdemos um jogo com os chamados grandes. No ano passado perdemos todos, e este ano não queremos perder. Há sempre objetivos. Mais do que isso vamos para lá aproveitar o jogo e ver coisas. E isso não é inventar, ou desvalorizar o jogo. Vamos aproveitar todos os minutos que temos para crescer."

"Foi uma festa de um Clube que já não ganhava há muito tempo. Era um peso que toda a gente tinha. Agora, passado três dias, tenho a sensação de que queremos mais, todos os sportinguistas. Já passou essa grande festa e queremos mais. Temos de construir o futuro. Ganhámos o título, mas ainda nos falta dar muitos passos. Foi uma grande festa, mas queremos mais".

"Quando se ganha é mais fácil recuperar os jogadores fisicamente. O ambiente estava bom, mas gostei da forma como voltaram. Muito contentes, mas sem grande euforia. Preparámos bem um jogo importante e eles sabem disso. Eles sabem que não é por ganhar um título que está tudo feito e agora acho que mais do que nunca, toda a gente quer jogar."

publicado às 04:03

DESTAQUES

“Parabéns à equipa do futsal e ao Sporting, é uma grande vitória. Até eu chegar aqui o meu tio era o único sportinguista lá em casa e tanto sofreu. Vimos juntos e foi uma festa, é um título importante para o clube. Já estamos habituados, o mister Nuno Dias não facilita a vida a ninguém. Ninguém consegue ganhar o prémio de treinador do ano com ele cá, nem o futebol feminino, nem andebol. Já que falamos em suspensões podiam era suspender o Nuno Dias para facilitar a vida ao resto da malta do Sporting”.

“É um jogo muito difícil, pelo momento, tal como já foi com o Nacional. É uma equipa com valores claramente acima da posição onde está. O Miguel Cardoso é um treinador com uma ideia muito positiva, gosta de jogar, encontra-se numa situação difícil, mas é muito vincada a maneira de jogar. Pode variar com jogadores na frente, se joga o Mané, o Coentro, o Geraldes pode jogar na linha ou no meio campo, há sempre saída a três. Nós preparámos isso e sabemos que vai ser difícil. Estamos bem, fizemos um bom jogo com o Nacional e deveríamos ter feito mais golos. Queremos continuar a jogar bem mas também marcar mais golos e descansar os adeptos mais cedo”.

“Não vou comentar a suspensão. É tão claro que eu nem preciso de comentar, às vezes mais vale não dizer nada porque está à vista de todos. O que temos de fazer é focarmo-nos no jogo porque não há maneira de responder a tanta coisa que acontece. A única maneira é ganha os jogos. Rio Ave, como vamos ganhar e como vamos fazer golos”.

“Toda a gente gostaria de contar com o Cristiano Ronaldo, mas neste momento nós temos de viver do dia a dia e eu não sei se estarei suspenso um ano ou seis anos e se estarei cá. Não interessa muito, vou vivendo o dia a dia, isto está tão difícil que o que eu quero é garantir o dia de amanhã, sei lá o que vai acontecer no futuro”.

publicado às 04:03

DESTAQUES

"Tivemos uma má fase, mas tivemos esta vitória em Braga e tínhamos tido outra em Faro. O que me deixa mais tranquilo é a atitude, a forma de jogar e como os jogadores correm, como estão concentrados. Não sabemos se essa fase já passou ou não. Está tudo difícil de controlar, mas a resposta é sempre boa".

"Cabe a nós todos melhorarmos o nosso comportamento. Eu obviamente não tenho sido o melhor dos exemplos. Cada um pode controlar o seu, eu tento fazer. Quando há uma expulsão penso sempre que é a ultima, é para isso que trabalho. Faço esse trabalho mental, sabendo que com a pressão do dia a dia de ser treinador, com falta de público, que acho que é muito importante, existem alguns excessos".

"O que queremos é ganhar jogos, conquistar coisas para o Sporting e ajudar o Clube a crescer. Foco está aí, sabendo que temos tido alguns excessos que também têm a ver com a falta de público. Não estou a desculpar nada. Está errado, mas por alguma razão é".

"Não falamos em título, falamos dos jogos, queremos ganhar o jogo e no fim faremos as contas. O que me dá prazer é ganhar jogos e ver os meus jogadores felizes, a crescer, portanto esse é o nosso foco. como tem sido até ao momento. Só o três pontos interessam e depois, no fim, faremos as contas. Seja onde for, tem sempre um sabor igual".

publicado às 03:03

DESTAQUES

"No Jamor a Belenenses SAD esteve melhor, e eu disse-o após o jogo, mas agora estamos mais aptos e somos mais equipa. Sabemos que eles podem ser muito perigosos, mas preparámos bem a equipa para jogar contra um adversário que joga no mesmo sistema que nós".

“Quem tiver de jogar, mesmo que tenha quatro cartões amarelos, vai jogar. A equipa está preparada e vários jogadores estão hoje mais jogadores e dão-me hoje ainda mais garantias".

“Todas as equipas precisam de somar pontos para conseguirem os seus objectivos. E, nós, naturalmente, também queremos ganhar. Esperamos as mesmas dificuldades e um jogo com alguma ansiedade, como sempre”.

“Por acaso criámos mais nos últimos jogos do que anteriormente, mas marcámos menos e temos sofrido no fim. Temos maiores tido dificuldades porque as equipas são boas, os treinadores são bons e as equipas precisam de pontos. Temos falhado muitos golos e temos tido dificuldades como todas as equipas. Amanhã vamos querer fazer mais golos, mas se for 1-0, lá terá de ser...”. “O objectivo é ganhar”.

publicado às 03:19

Screenshot (72).png

Considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Farense:

"Fui expulso por afirmações que não são verdade. E vou meter isso na minha defesa. Expulsem-me por palavrões, mas o que está a seguir, e que é a sustentação ao castigo de 'conseguiste o que querias', é falso. É a última vez que falo sobre o castigo porque o grande prejudicado sou eu e qualquer dia sou despedido do Sporting e não arranjo trabalho em lado nenhum porque estou sempre castigado. Vou focar-me nos jogos".

"Sempre fui assim no banco, o meu comportamento não mudou, vivo as emoções do jogo, estou confiante na mesma, sinto a equipa melhor, o que me deixa tranquilo, não mudei a minha forma de estar, estou confiante. Nunca quis passar por santo".

"Tivemos dois jogos nos quais não conseguimos ganhar, faz parte do futebol. Fomos claramente superiores. É sempre melhor ganhar, mas a equipa está muito tranquila. Os jogadores acreditam em mim quando lhes digo que estão melhores. Sou muito sincero no que digo. Temos uma forma de jogar muito clara, acho que vamos fazer um grande jogo em Faro. É óbvio que temos de fazer mais golos do que os adversários. Só queremos ganhar ao Farense, é esse o nosso pensamento, não fazemos sequências de três jogos".

"Felizmente, hoje em dia um mau resultado para o Sporting CP é um empate. O futebol tem coisas que não se explicam. Na jornada com o Moreirense, o nosso rival que está em segundo classificado esteve empatado até ao último lance da partida e ficaria com uma desvantagem maior. E nós com o Moreirense estivemos a ganhar até ao último minuto.

O que poderia ter sido uma vantagem maior tornou-se numa vantagem menor. O futebol é mesmo assim. Se mudou antes, pode voltar a mudar. Acredito que podemos ganhar ao Farense e se ganharmos está tudo bem. Há coisas que não controlamos." 

"Feddal não vai estar neste jogo em Faro, precisa de estar a cem por cento. Há outros jogadores que estão melhor. Inácio e Tabata estão aptos, Feddal vai ficar a recuperar algumas mazelas que tem".

"O pensamento da equipa é sempre o mesmo: ganhar mesmo sem o treinador no banco".

publicado às 03:04

DESTAQUES

"Mais do que os dois pontos que perdemos, estamos a melhorar. Concordem ou não, entendo que a equipa está a melhorar. Temos de continuar o nosso caminho. Voltar a ganhar é o único remédio. Não temos de olhar para os outros, dependemos de só nós".

“Alguém vai ganhar o campeonato. Há várias equipas que podem ser campeãs, nós só queremos ganhar ao Famalicão. No final alguém vai ganhar, os outros vão perder. É a minha forma de encarar esta situação. Só o treinador pode perder, pois o Sporting vai ganhar o campeonato, pela forma como projectou jogadores".

"Não sinto que os jogadores estejam a facilitar. São muito rigorosos no seu trabalho. É uma equipa jovem, que tenta sentir-se confortável na parte final dos jogos e talvez por esse motivo não seja tão acutilante. Mas as outras equipas quase não têm ocasiões. Quando começou o campeonato, as equipas jogavam de forma mais pressionante e nós usávamos o espaço nas costas. Tínhamos esse espaço todo e agora não temos.

O jogo é atacar e defender. Nós controlamos os jogos, não são divididos. Mas temos de criar muito mais, pois o controlo está todo do nosso lado. Temos dominado a maioria dos jogos, falta o resto, mas isso vem com tempo. Tivemos este empate, um empate injusto, mas há que seguir em frente e pensar neste jogo".

"O Nuno está pronto. Todos os que estão convocados estão prontos para entrar de início. Infelizmente hoje o Gonçalo Inácio e o Bruno Tabata tiveram toques e não vão jogar. Em princípio estarão no próximo jogo, mas como são pancadas saem da convocatória. O Nuno Mendes recuperou. Essa é uma excelente notícia, até porque todos estão prontos para ser titulares".

publicado às 05:02

DESTAQUES

"O Vitória SC é uma equipa muito boa, não passa por um bom momento, mas não há melhores jogos do que estes com os grandes para mudar isso. O nosso foco esteve na qualidade que o Vitória SC tem no seu plantel, têm baixas na defesa [os centrais Abdul Mumin e Easah Suliman], mas na frente têm jogadores do melhor que há em Portugal e que podem resolver um jogo".

"É sempre mau ter casos de COVID-19; desde o início que fazemos tudo para os evitar, mas há algumas coisas que não controlamos. Quando surge um temos de ser ainda mais rigorosos, se possível, e ir testando e protegendo-os e, no sábado, utilizar os jogadores que estão prontos para ir a jogo e temos muitos".

"Paulinho é mais uma opção e por isso uma boa notícia para a nossa equipa. Podemos jogar de formas diferentes e o Paulinho pode então dar-nos outras coisas na criação de oportunidades, mais jogo aéreo e um homem mais de área, portanto é mais um que pode ajudar e a equipa é mais forte assim".

"As outras equipas também se preparam bem e nós temos de evoluir enquanto conjunto. Já temos mais tempo juntos, eles adquiriram tudo o que demos numa primeira fase, agora vamos tentando introduzir outras nuances. O importante é ganhar e melhorar a nossa forma de jogar e a nossa fluidez".

publicado às 04:32

"Penso que se está a subestimar muito os adeptos do Sporting CP. Os adeptos são uma grande força do Sporting, não uma fraqueza. Esta equipa demonstrou uma forma de estar na qual os adeptos se revêem. Gostaria de ter já os adeptos, que iriam dar uma resposta diferente daquilo que as pessoas pensam. Ainda se vai perder muitos pontos e eles vão ser um factor decisivo, vão ajudar muito e não o contrário".

"Regresso de Cristiano Ronaldo ao Sporting? Não faz sentido. Cristiano Ronaldo é grande jogador que está um nível acima. Temos um projecto diferente neste momento. Será sempre uma referência do Clube - a Academia terá o nome dele - mas não há mais nada. Ronaldo é da Juventus e o Sporting está num patamar diferente - não digo de grandeza e história mas num momento diferente. Não faz qualquer sentido".

publicado às 05:02

DESTAQUES

 "Não, é apenas mais um jogo. Tivemos de ver o jogo do FC Porto, ver a forma como eles festejaram o golo contra o Marítimo. O SC Braga ontem também marcou um golo aos 85 minutos e correram para o meio-campo. O Benfica também festejou da forma como festejou o golo do Rafa e notou-se que não está tão desunida como se diz. Olho mais para as acções".

"Sobre os penáltis, não vou comentar, espero é que seja uma boa arbitragem. Vai ser. Os gritos? A culpa é do Nuno Santos, a culpa é dele. Não é dos jogadores do Sporting a culpa é só dele. Quando houver público, deixa de se ouvir. Os bancos também se levantam, andamos a ver quem se levanta mais, mas é normal. Começa o jogo e esquecemos um pouco. Não há público nota-se mais. O importante é que o Sporting vença".

"Sem o Paulinho muda a nossa forma de jogar, muda as caraterísticas de um jogador. O Paulinho não é tão rápido como o Tiago, como o Jovane, mas é mais forte a segurar. Portanto, nós vamos fazendo as nossas opções e avaliações, é um jogador mais clássico, de área e é precisamente por isso que o contratámos, é um jogador diferente daqueles que temos".

"Penso que podemos ver os dois lados. Nós também podemos melhorar, mas o FC Porto também ganhou à Juventus, cujo o orçamento não tem comparação. A Juventus tem dos melhores jogadores do Mundo, tem o Cristiano Ronaldo. Nós perdemos com o LASK, uma equipa que não é muito conhecida na Europa, ontem o Leicester foi eliminado pelo Slavia de Praga, é o momento, toda a gente precisa de alguma estrelinha. Nós temos tido [a estrelinha], mas temos tido ainda mais competência. Amanhã temos de melhorar ainda mais a nossa performance, crescer e ganhar o jogo.".

"O FC Porto ganhou ao Marítimo levando uma bola ao poste aos 84. O Braga empatou com o FC Porto para o campeonato aos 90' e até em minha casa ouvi: 'Tens mesmo sorte'. Os outros marcam aos 90' e nós é que temos estrelinha".

publicado às 06:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo