Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para refrescar a memória...

Rui Gomes, em 12.05.16

 

 

... de quem aparece aqui a tentar dar lições de ética e moral.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:57

 

O que foi ontem tão propagado por tudo quanto é espaço noticioso - e que eu nem me quis dar ao trabalho de apreciar - sobre a decisão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol de reavaliar um dos processos relativos ao "Apito Dourado", o chamado "Caso da Fruta", envolvendo Pinto da Costa, o ex-árbitro Jacinto Paixão, entre outros, concedendo provimento aos recursos com fundamento em ilegalidade da utilização de transcrições de escutas telefónicas como meio de prova, revogando, portanto, o acórdão de que recorreram todos os atingidos, representa, apenas e tão só, mais uma vitória para a corrupção, mais uma vitória para Jorge Nuno Pinto da Costa e associados.

 

A deliberação que o processo baixe ao Conselho de Disciplina "para reapreciação da prova produzida", trocado em miúdos, significa que tudo volta a uma primeira fase para, seguidamente, se arquivar o processo ou fazer-se uma nova acusação e aplicação de uma sanção. Não é necessário ser um génio em Direito para adivinhar o desfecho final !

 

Recorde-se que Pinto da Costa foi condenado (em 2008) a uma pena de 14 meses de suspensão do exercício das funções de dirigente, no âmbito das competições desportivas (como se isto tivesse algum impacte pragmático), e multado em quatro mil euros (considerando o seu salário que supera um milhão de euros anuais), por prática de infracção disciplinar muito grave de corrupção.

 

Concluíram os órgãos noticiosos que teremos agora de esperar para ver se o Conselho de Disciplina decide se há lugar para a realização de novas diligências. Pois... nem dá para esperar sentado, mas sim esquecer o todo do processo para evitar agravar o estado de espírito. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:01

 

 
O título do post, combinado com o vídeo das escutas do "Apito Dourado" com Luís Filipe Vieira a escolher o árbitro para um jogo do Benfica, vai longe para pelo menos dar azo à imaginação ao que pode ter ocorrido na véspera do "derby" da Taça de Portugal, para Marco Ferreira dar lugar ao apitador benfiquista Duarte Gomes.
 
Circulam informações e contra-informações de fontes diversas, mas do presidente do Conselho de Arbitragem nada, absoluto silêncio. Perante a enorme polémica em curso, a lógica e o bom senso aparentam indicar que Vítor Pereira já teria aparecido em público para esclarecer o estado das coisas. Ou será que é mais um caso de defender o indefensável e, daí, o silêncio ?
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:21

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo