Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



João Mário foi apresentado

Rui Gomes, em 06.10.20

img_920x518$2020_10_06_20_41_08_1763004.jpg

Nota: Miguel Luís ruma ao V. Guimarães em definitivo. Detalhes da transferência ainda não foram divulgados.

O Sporting inscreveu oito "excedentários" na Liga até às 18h00.

publicado às 20:44

Nuno Santos é reforço do Sporting

Rui Gomes, em 21.08.20

nunosantos5.jpeg

Nuno Santos assinou um vínculo válido por cinco temporadas, ficando com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

"Tenho um orgulho enorme em representar o Sporting CP. A vontade foi minha. Venho para aqui para ser mais um Leão a ajudar e para orgulhar a família Sportinguista. (...) Desde o início que queria vir para o Sporting CP. Vou ajudar o Clube e a equipa a ganhar todos os jogos.

Conheço vários colegas dos que vou encontrar no Sporting e sei que se trata de um grupo fantástico. Tenho muita vontade de jogar no Estádio José Alvalade com público nas bancadas. Espero que, mais tarde ou mais cedo, os adeptos possam estar presentes. Vão ser muito importantes para nós.

Posso prometer dedicação e trabalho. Quero orgulhar muito os adeptos porque a decisão de vir para aqui foi minha e espero que os Sportinguistas percebam que vou dar tudo pelo Sporting CP".

Digno de relevo:

"A vontade foi minha. Desde o início que queria vir para o Sporting CP".

"Quero orgulhar muito os adeptos porque a decisão de vir para aqui foi minha".

publicado às 20:16

feddal_2.jpeg

Zouhair Feddal é a mais recente contratação para a equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal. O defesa-central de 30 anos assinou por duas temporadas (com opção de prorrogação), chega a Alvalade proveniente do Real Bétis.

Internacional pela selecção de Marrocos, Feddal conta, como sénior, com passagens por vários clubes do país vizinho. Nas últimas temporadas vestiu a camisola do Real Bétis, tendo tendo antes representado Deportivo Alavés (2016/2017) e Levante UD (2015/2016). Em 2013/2014 e 2014/2015, o magrebino jogou em Itália ao serviço de Parma FC, SSR Siena e USC Palermo e ainda antes havia jogado pelos marroquinos do FUS Rabat e por diferentes conjuntos espanhóis.

"Quero dizer aos Sportinguistas que estou muito feliz por estar aqui e por pertencer a este enorme Clube. A única coisa que posso prometer é compromisso, trabalho, sacrifício, luta e entrega até ao final. Isso nunca me vai faltar e espero que possamos conseguir atingir os nossos objectivos.

Sei que já jogaram aqui outros jogadores marroquinos, como Naybet ou Hadji. É um Clube muito reconhecido a nível europeu e também a nível africano. É um dos grandes clubes de Portugal e vamos seguramente atingir os objectivos que temos. Sei que estou num Clube que pensa em ganhar e quero conseguir coisas importantes.

Sou um jogador muito competitivo. Tenho de demonstrar a todos os Sportinguistas que estou aqui para conseguir coisas boas e para ajudar o Sporting CP".

publicado às 17:19

Pedro Porro e Antunes apresentados

Rui Gomes, em 15.08.20

Screenshot (116).png

Pedro Porro

“Estou muito feliz. O Sporting CP é um grande de Portugal e o projecto entusiasmou-me. É um grande passo na minha carreira. Venho para dar tudo de mim e fazer um grande campeonato.Espero dar muitas alegrias. Sei que os nossos adeptos vibram muito, por isso digo-lhes que estejam tranquilos: vou dar tudo por esta camisola. Espero que a pandemia os deixe regressar em breve ao estádio porque serão uma grande ajuda para nós”.

Antunes

"É sensacional voltar a Portugal e fazê-lo para representar um clube como o Sporting CP. Jogar num grande do futebol português era um sonho de criança e realizo-o agora. Para mim é um voto de confiança enorme. Não podia deixar fugir a oportunidade. Tenho a certeza absoluta que vou corresponder. Acima de tudo trabalho muito. Nunca fui tecnicamente muito vistoso, mas não sou mau (risos) e sempre fui caracterizado pela garra e dedicação, assim como pela vontade de vencer. Espero poder incutir isso neste grupo que merece ganhar todos os anos. É com essa vontade que venho e que vou entrar em todos os jogos. Quero ganhar títulos".

publicado às 19:35

img_920x519$2020_03_05_15_42_32_1671639.jpg

É por de mais óbvio que não é em conferências de imprensa que se ganham jogos ou se conquistam títulos, mas a que ocorreu hoje para a apresentação de Rúben Amorim como novo técnico da equipa principal do Sporting, decerto que terá impressionado até os mais cépticos, se não os usuais críticos de oposição, porque para esses só o mal estar do Clube satisfaz.

Tanto o presidente como o novo treinador estiveram muito bem, especialmente o último, que terá surpreendido com o seu dom da palavra e bem evidente lucidez.

Tive ocasião de conhecer e privar brevemente com o Rúben, há uns bons anos, dava ele na altura, ainda como júnior, os seus primeiros passos na equipa principal de Os Belenenses, então liderada por Manuel José. Por mera coincidência, tinha marcado uns dias antes um golo ao FC Porto em jogo de campeonato. De qualquer modo, a minha memória dele, como pessoa, é muito vaga.

Limito-me, então, a transcrever a conferência de imprensa de apresentação, que teve lugar esta tarde em Alvalade, a começar pelo discurso do presidente:

"É com grande prazer que estou a apresentar o novo treinador. Não é só o treinador mas acima de tudo o homem escolhido para liderar este projecto, é o treinador do nosso projecto. Gostaria de esclarecer algo: esta operação não implica um 'all-in' financeiro, nunca o iremos fazer. Isso fez-se há mais de dois anos e passados dois meses ia-se à conta-reserva pagar pagar salários. Esta operação não compromete as finanças do clube. Há sim uma mudança de paradigma. O orçamento para a próxima época foi decidido há meses e a contratação de Amorim não altera um cêntimo, muda sim a alocação dessas verbas. Amorim vai potenciar e criar valor. Acreditamos que o treinador certo num ano valoriza um plantel em 30 M€. Às vezes o que é aparentemente caro sai barato e o nosso critério foi a competência. O futebol português não consegue atrair grandes treinadores portugueses que estão fora e não vêm apenas por questões financeiras. Amorim dentro de poucos anos será demasiado grande para o futebol português. Se fosse apresentado daqui a 3 meses noutro clube seria uma grande jogada, aqui é um grande risco... conheço este clube e durmo bem com isso. Amorim é o treinador do nosso projecto, muito por estar alinhado na nossa visão para o futebol: apoiada na formação e sem medo de potenciar jogadores. É a nossa escolha não só pelos resultados no Sp. Braga mas pelo conhecimento que temos dele como homem, vai muito para além dos resultados desportivos em Braga. É uma mudança de paradigma e não tenho problema em investir no treinador certo. Contratamos um grande treinador mas não um milagreiro. Hoje arranca a época 2020/21 para o Sporting. Sobre Silas, agradeço e sempre tivemos uma relação 100% transparente e leal e sempre teve grande dignidade enquanto foi treinador do Sporting".

img_920x519$2020_03_05_16_32_33_1671688.jpg

Eis, então, a parte que compete a Rúben Amorim:

"Orgulho enorme estar nesta casa e defender estas cores. Sei o que o Sporting CP é, independentemente do momento. Acredito no clube e espero que acreditem em mim. Posso tentar convencer os sportinguistas que não acreditam em mim mas interessa quem ganha. Estou preparado para este desafio. Objectivo imediato é o Aves. Existe projecto a longo prazo e queremos valorizar jogadores, clube e formação. Conheço a formação do Sporting mas vou inteirar-me mais. Passa por voltar à melhor escola de Portugal, queremos voltar a ser o número 1."

Treinador mais caro?

"Os adeptos do Sporting querem ganhar, independentemente do valor. Treino seria igual mesmo que tivesse custado zero euros. Nada muda em mim. Quando puseram essa cláusula comecei a rir, ninguém ia gastar dinheiro comigo, mas aconteceu isto e agradeço a confiança. No fim faremos as contas."

Passado

"Onde estou é onde quero ganhar. Temos de ganhar todos os jogos. Primeiro o Aves e depois o futuro. Seria mais cómodo para todos esperar pelo fim da época mas em primeiro está o Sporting. Temos de ganhar tempo para a próxima época, sabendo que se não ganharmos pode não haver próxima época (risos)".

Próxima época

"Conceito foi o que me motivou. Não falámos em reforços, apenas em ideias para o clube. Fiquei motivado, sei do desafio e da dificuldade mas estamos preparados. Queremos fazer as coisas com tempo, lembrando que temos ainda esta época. O foco é o que queremos para o futuro."

Por que deixou o SC Braga?

"Por motivos financeiros não foi. Se não ganhasse aqui ia ganhar noutro lugar. Falam do risco. E se corre mal? Mas eu pergunto. E se corre bem? O facto de o Sporting precisar de uma nova vida... e se conseguirmos fazer isso? Talvez tenha escolhido o desafio mais difícil mas foi o que quis".

Importância de aos 35 anos chegar a um grande?

"Não esperava este percurso mas prova que estava pronto para cada passo que dei. Sobre a importância, não só mas também o orgulho mas passo a passo vamos preparar o futuro. O meu foco é melhorar a equipa e ajudar a formar jogadores. Tenho uma boa estrutura e vou focar-me a preparar este futuro."

Quarto técnico nesta época: que espera encontrar? E sobre Silas?

"Agradeço as palavras de Jorge Silas quando se despediu, apresentou-me sem estar apresentado (risos). Silas é um excelente homem e treinador mas como disse o Sporting precisa de ganhar. Sobre o plantel, encontrei-o bem. Se o encontrasse muito bem seria um problema... o lugar do Sporting é a lutar pelas provas. Encontrei o plantel aberto a novas ideias, sabendo que temos de nos conhecer e que no domingo temos um teste de exigência máxima."

O que falta a este plantel? E Palhinha volta?

"Sobre os jogadores, vou ter tempo para ver os do plantel e emprestados. Já tivemos dois miúdos da formação que conhecíamos e que queríamos ver já. Nomes concretos da próxima época não falo. Não prometo o lugar a ninguém na nova época. Conta pouco o que aconteceu antes. Todos têm de provar que merecem estar aqui e o primeiro a ter de fazê-lo é o treinador."

Debilidades da equipa?

"Defrontei duas vezes o Sporting com dois sistemas e tive dificuldades em ganhar. Vamos mudar um pouco a ideia de jogo, não pela anterior ser má. Se calhar teremos outras debilidades e outras forças."

Comentário às palavras de Varandas sobre Amorim ser demasiado grande para Portugal dentro de pouco tempo

"Muito orgulhoso mas não mexe nada comigo. As palavras passam-me ao lado pois os treinadores vivem do presente. Tenho zero ilusões nisso. Modelo de jogo? Poderemos jogar com 3 centrais ou não. Haverá conceito novo mas temos dois treinos e não há milagres."

Diagnóstico ao Sporting nestes anos todos?

"Sou um treinador, uma peça aqui. Não resolvo os problemas todos, se os há. O nosso foco é o treino e os jogadores. Certamente seria mais fácil dizer que para o ano vamos lutar pelo título... Mas vamos correr mais do que os outros e no fim fazem-se as contas. Sporting é o Sporting, entramos para vencer e no fim logo se vê."

Como é que um fanático pelo Benfica se torna do Sporting?

Sou um profissional e sou fanático por ganhar. Há poucas semanas dei esse exemplo com todos os clubes em Portugal. O meu foco é defender esta casa, como defendi o Casa Pia. O meu empenho é igual em todos. Sei a grandeza deste Clube, fui adversário, não escondo o meu passado e como adversário conhecemos a grandeza dele. Conheço a grandeza do Sporting. Ninguém aqui quer mais ganhar do que eu, digo-o com toda a tranquilidade."

publicado às 04:33

strompbasket_1.jpeg

24 anos depois, o basquetebol sénior masculino regressou ao Sporting com a conquista do Troféu Stromp. No Pavilhão João Rocha, os leões bateram a AD Ovarense por 74-64 (15-19, 24-17, 22-12 e 13-16) e estrearam-se da melhor forma na casa das modalidades de Alvalade.

Antes do início do jogo, os jogadores foram apresentados aos cerca de 2500 sportinguistas que fizeram questão de assistir ao vivo ao retorno da modalidade. Com um espectacular jogo de luzes, os basquetebolistas leoninos apareceram nas bancadas e surpreenderam os espectadores, juntando-se aos atletas das camadas jovens da modalidade na arena de jogo.

strompbasket_3.jpeg

Após o término do encontro, equipa e adeptos festejaram em conjunto a conquista de um Troféu Stromp que ficará para sempre na história do Clube por se tratar do primeiro com o basquetebol do Sporting.

Sporting: Travante Williams (7), Francisco Amiel (6), Jorge Embaló (5), Brandon Nazione (11), Abdul-Malik Abu (13), Cândido Sá (2), Jeremias Manjate, Diogo Ventura (5), André Cruz, João Fernandes, Cláudio Fonseca (2), Diogo Araújo (1), Pedro Catarino (11), Ty Toney (3) e James Ellisor (8).

publicado às 03:30

71341852_10156256773226555_326695772542205952_o.jp

Apresentação de Silas como treinador do Sporting

Considerações de Silas pela apresentação da nova equipa técnica, em Alvalade:

"Estamos muitíssimo contentes e até surpresos porque saímos de um clube há tão pouco tempo e não pensávamos receber um convite do Sporting, mas aqui estamos. Na nossa carreira tem acontecido tudo muito rápido. Deixámos de jogar e, passados seis meses, estávamos a treinar na Primeira Liga. Saímos de um clube e, passadas três semanas, estamos no Sporting CP.

Na minha carreira como jogador houve certos momentos que me marcaram muito. Um deles aconteceu quando era miúdo, tinha 13 anos, e fui dispensado do Sporting. Terá sido a maior desilusão de toda a minha carreira, mas deu-me força para ser profissional. Na altura, a dispensa foi  inteiramente justa. Passados tantos anos, estar a ocupar um cargo desta importância... Acho que conseguem imaginar o muito que isto significa para mim. Não vou esconder o meu passado. Joguei aqui dois anos e sempre gostei do Sporting CP. Estar a treinar o Sporting Clube de Portugal e poder ter a oportunidade de elevar o Clube para um patamar superior enche-nos de orgulho, mas sabemos a responsabilidade que temos.

Confiamos muito nas nossas capacidades, sabemos que a nossa maneira de jogar exige que todos – adeptos, jogadores, treinadores, presidente e dirigentes – acreditem nela porque é arriscada e arrojada. A nossa forma de jogar é agradável para os jogadores e também para os adeptos. Todos têm de acreditar e eu acho que é isso que vai acontecer. Não temos medo. Para se estar num Clube como este não se pode ter medo, temos de ser ambiciosos e irreverentes.

silas_2.jpeg

Nunca vão ouvir de mim que eu não acredito nestes jogadores. Aceitei vir para cá porque acredito nos jogadores que temos. Todos os jogadores têm a sua história e por alguma razão estão aqui. Vamos à procura do que eles têm. É preciso trabalho, conhecê-los e ouvir o que eles sentem. É isso que vamos fazer.

Estou à espera de encontrar um balneário como os que encontrei em toda a minha vida. Fui jogador durante trinta anos, não há nada no balneário que seja segredo para mim. Não acho, honestamente, que possamos ter grandes problemas. Sei bem que temos gente profissional, trabalhadora e muito ambiciosa. Não podemos pedir muito mais. O que eles querem é somente ganhar. Ninguém gosta de não poder sair à rua por causa de um mau resultado. Os profissionais sofrem muito com os maus resultados".

publicado às 13:30

Rafael Camacho regressa ao Sporting

Rui Gomes, em 28.06.19

rafaelcamachoapresentacao.jpg

A cumprir a promessa desta quinta-feira, o presidente Frederico Varandas apresentou o segundo dos três reforços referenciados: Rafael Camacho.

O jovem extremo de 19 anos regressa assim ao Sporting, depois de estadas no Manchester City (3 anos) e, mais recente, no Liverpool, onde se estreou na equipa liderada por Jurgen Klopp em Janeiro 2019.

Os termos da transferência não foram oficialmente revelados, mas consta que o Sporting terá de pagar 5 milhões de euros, valor que poderá ascender aos sete milhões mediante o cumprimento de determinados objectivos.

Rafael Camacho assinou contrato por cinco anos.

"É um sonho de criança tornado realidade. Desde que estive na Academia que sempre sonhei em conseguir jogar na equipa principal um dia. Agora que estou cá, estou muito contente. Não esperava que fosse assim tão rápido, mas estou contente por cá estar e quero dar o meu melhor. Lembro-me do tempo em que era apanha-bolas aqui e é um espectáculo estar cá e poder jogar em Alvalade".

publicado às 04:48

 

img_920x518$2019_01_15_19_29_36_1494116.jpg

 

Idrissa Doumbia, médio costa-marfinense de 20 anos - já referenciado no Camarote Leonino - foi esta terça-feira oficializado como jogador do Sporting, tendo assinado contrato até 2024, com cláusula de rescisão no valor de 60 milhões de euros.

 

Breves considerações de Idrissa Doumbia:

 

"Aceitei jogar aqui porque o Sporting é um grande clube. É um clube que eu sigo há muito tempo, pelo que será um prazer jogar pelo Sporting. Tinha vários clubes interessados, mas o projecto que o Sporting me apresentou foi o que me fez estar aqui. O meu objectivo é jogar o máximo de tempo possível e ajudar o clube a atingir as suas metas.

 

Sabia que o Ronaldo e o Figo tinham vindo daqui. Falei com o Seydou Doumbia, que conheço bem e que me deu conselhos. Disse-me que era um clube muito bom para me ajudar a progredir e atingir os meus objectivos. Isso também me fez vir para o Sporting".

 

Que a sua estada de "leão ao peito" seja coroada com muitos êxitos, tanto individuais como colectivos.

 

publicado às 03:19

 

marcelkeizer8.jpg

 

Marcel Keizer foi apresentado oficialmente esta segunda-feira, em Alvalade. Eis algumas das suas considerações:

 

Primeiras impressões: "As primeiras impressões foram muito boas. A chegada foi um pouco confusa, mas tudo correu bem. Vi o jogo ontem, vi muito espírito e muita energia por parte dos jogadores, gostei. As pessoas no Sporting são muito acolhedoras".

 

Jogo contra o Chaves: "Todos os treinadores tem a sua própria filosofia quando olha para o futebol. Como disse, o espírito e a energia dos jogadores foi fantástica. A equipa esteve muito bem. Ainda temos uns pontos a melhorar, mas o espírito e a energia foram muito bons".

 

Este é o maior desafio da carreira? "Quando vi a cidade de Lisboa e a dimensão do clube do Sporting, considero que este é um desafio grande para mim, sim".

 

O que já viu do Sporting? "Vi alguns jogos na semana passada. Gostei da equipa, dos jogadores. Diria que a minha filosofia é de ataque, mas também tentar praticar pressão alta".

 

O que pensou quando recebeu o convite do Sporting? "Quando o Sporting quer falar contigo, tu ouves. Foi uma honra falar com o presidente e a partir daí foi tudo muito rápido. Agora estou aqui, numa conferência de imprensa pelo Sporting".

 

O que é que o presidente lhe pediu? "É claro que quando jogas ao mais alto nível, queres conquistar títulos e vês se consegues tornar esta equipa numa equipa muito boa. Estivemos bem contra o Arsenal e queremos continuar assim, com bom futebol. Depois vemos o que vai acontecer".

 

Achava que iria conseguir chegar a um clube como o Sporting? "Há dois anos, talvez não. Há um ano, sim. Para já estou feliz por estar aqui, é bom ser o treinador de um clube tão importante como o Sporting".

 

Antes das primeiras palavras do novo treinador, o presidente Frederico Varandas fez uma curta declaração sobre a opção tomada:

 

"O que tem vindo a guiar esta Direcção é defender os superiores interesses do Sporting. Decidimos em função do que é melhor para o Clube e não em função do que é popular ou em função do que nos proteja como Direcção. A escolha deste treinador assenta nestes princípios. Não escolhemos em função da nacionalidade, nem em função de um nome que podia dar-nos cobertura política.

 

Os princípios que um treinador do Sporting tem de ter são competência técnica, liderança, gestão grupo e comunicação. Como tal, entendemos que Marcel Keizer tem o melhor perfil para agarrar este projeto. É jovem, ambicioso, apaixonado pelo que faz, não tem medo de apostar em jovens e tem um futebol atractivo e dominador.

 

A futura equipa técnica do Sporting ainda está a ser pensada e nos próximos dias ficará fechada. Estamos a arrumar a casa desde o dia 8 de Setembro, mas ainda falta muito. Já começamos na Academia, no departamento médico, scouting, agora na equipa técnica, pensamos que em Janeiro teremos a casa arrumada.

 

Também quero deixar um especial agradecimento a José Peseiro e Tiago Fernandes pelo que fizeram pelo Clube".

 

publicado às 14:05

Apresentação de Nemanja Gudelj

Rui Gomes, em 23.08.18

 

image.jpg

 

Considerações de Nemanja Gudelj durante a sua apresentação:

 

"Já sabia que o Sporting era grande, mas agora percebi que é ainda maior. Deram-me muito carinho, espero começar a jogar o quanto antes.

 

Queremos ser campeões, jogar a Liga dos Campeões na próxima época e para isso é preciso ser campeão.

 

Conheço Petrovic e falei com José Peseiro para saber algumas coisas, tivemos uma boa conversa. Estou pronto para jogar, fiz os testes médicos e disseram-me que estava bem. Rapidamente vou estar a 100%, uma ou duas semanas para estar pronto a jogar".

 

Considerações de Sousa Cintra:

 

"Um jogador que, na minha opinião, vai deixar os sportinguistas muito satisfeitos. Esteve no Mundial, esteve no Ajax e agora está no Sporting. Quero que fique aqui muitos anos. Quem viu os jogos reparou que havia uma falha no meio-campo. O Sporting é uma equipa boa e este jogador é bom e os outros que cá estão também. (...) Estes jogadores vão ajudar muito a engrandecer o futebol português e jogar bom futebol é sempre muito importante. São jogadores que fazem a diferença, quer o Gudelj, quer o Diaby. Estou muito satisfeito.

 

Quero desejar boa sorte ao nosso amigo. Vai ser fantástico. Foi-se embora um que era muito bom, o William, e espero que tenhas grande sucesso aqui. Deu-me muito trabalho, foi o que mais custou trazer... Foi difícil, mas o Sporting precisava ali de algo no meio-campo. Vai dar um grande contributo. Há uma festa muito grande em Portugal mas só quando o Sporting é campeão.

 

Podemos dizer que estão reunidas as condições para lutar pelo título. (...) O Sporting tem a equipa praticamente completa, poderá vir acidentalmente mais um jogador, mas não é necessário. Acho que a equipa já está arrumada".

 

publicado às 19:53

Foto do dia

Rui Gomes, em 29.07.18

 

Apresentacao8.jpg

 

publicado às 03:00

É um princípio

Rui Gomes, em 28.07.18

 

img_770x433$2018_07_28_20_19_54_1429216.jpg

 

Sporting 1 Marselha 1

 

Algumas coisas muito boas, outras nem por isso, as impressões iniciais de um trabalho em progresso que ainda tem um longo percurso pela frente.

 

Permitiu avaliar a dinâmica colectiva neste momento e as performances individuais dos jogadores, num jogo em que o Sporting foi claramente superior ao adversário francês.

 

publicado às 22:53

Nani regressa mais uma vez a casa

Rui Gomes, em 11.07.18

 

img_770x433$2018_07_11_18_51_33_1422482.jpg

 

Para quebrar a invulgar monotonia desta quarta-feira, dentro e fora do Camarote Leonino, nada melhor do que a já esperada apresentação de um "filho" que mais uma vez regressou a casa, creio que desta vez para ficar.

 

Nani deixou Alvalade em 2007 para assinar pelo galáctico inglês Manchester United, numa transferência que recheou os cofres leoninos com cerca de 25 milhões de euros. Permaneceu em terras de Sua Majestade até 2015, mas não sem visitar o Sporting por uma época (2014/15) por cedência do Man U.

 

Depois de passagens pelo Fenerbahçe, Valência e Lazio, eis o seu regresso à "casa" onde foi formado, aos 31 anos.

 

Acordo alcançado entre o Sporting e Valência, Nani assinou contrato por dois anos. Os valores da transferência não foram revelados. Seguirá para a Suíça imediatamente, para integrar o estágio de pré-época da equipa.

 

Eis o que ele teve para dizer na conferência de imprensa realizada em Alvalade:

 

"É sempre bom voltar a casa, uma casa que bem conheço e onde me sinto muito bem. Estou muito feliz. As expectativas passam por muito trabalho, muita dedicação e muita ambição. Sabemos que o clube passou por uma fase complicada, mas nós estamos aqui para dar a volta e para ter a certeza que de hoje em diante as coisas possa melhorar a cada dia. Vou tentar dar o meu melhor em prol do clube e da equipa, para que possamos todos ser felizes. E no final termos consciência que trabalhámos bem e que fizemos uma boa época.

 

Estivesse onde estivesse não deixaria de pensar que estaria sempre à disposição do seleccionador, assim ele decidisse. Mas a minha vinda para o Sporting foi uma decisão pessoal. Pelo que tenho vindo a sentir no futebol era importante voltar a ponto de partida, a casa, onde possa sentir-me acarinhado pela minha gente. Essas pessoas merecem, por isso estou aqui hoje, de corpo e alma, disposto a lutar por este clube e ajudá-lo a alcançar os seus objectivos.

 

Devemos pensar em primeiro lugar em construir um grupo forte e decidido, ciente dos nossos objectivos e capacidades. Se tivermos um grupo coeso, tudo é possível. O mais importante é estarmos bem, como clube e equipa, porque se assim for conseguiremos dar boa resposta dentro de campo.

 

É sempre bom voltar a trabalhar com um treinador que faz parte da minha história. Foi o treinador que me lançou na 1ª Liga portuguesa e estou orgulhoso por poder voltar a trabalhar com ele. O que aconteceu é passado (Academia), todos já falaram, é um tema para encerrar. Estamos aqui para falar de coisas positivas e no futuro".

 

Bem vindo Nani!

 

publicado às 19:43

A apresentação de José Peseiro

Rui Gomes, em 01.07.18

 

img_770x433$2018_07_01_13_07_32_1417560.jpg

 

O Sporting oficializou este domingo a contratação de José Peseiro. O treinador foi apresentado em Alvalade por José Sousa Cintra que não deixou de reiterar o objectivo de conquistar o título esta época. Eis o que líder transitório da SAD teve para dizer na conferência de imprensa:

 

"É um dia muito importante para o Sporting. É um dia histórico. O Sporting faz 112 anos e é uma história linda. É uma honra muito grande estar aqui neste dia para cumprir aquilo que digo: tenho aqui um novo treinador. Aqui o nosso amigo José Peseiro que conhece bem os cantos à casa. Tinha de encontrar a pessoa certa, alguém que tivesse experiência, conhecesse o clube e os jogadores e o campeonato português. Foi à final da Taça Europa [Taça UEFA], perdeu o campeonato no final. É um bom ser humano, boa pessoa, cultiva boas relações. Pedi-lhe para lutar para ser campeão, mas sem ovos não se fazem omeletes e terá de ter a equipa reforçada.

 

Assumo que é difícil agradar a todos. Uns pensam de uma forma, outros de outra. Uns queriam um treinador estrangeiro que já tivesse ganho muitos títulos lá fora e mesmo aqui em Portugal. Foi uma decisão absolutamente minha, se as coisas correrem mal, eu assumo essa despesa. O Sporting precisava de um treinador português, mas digo-lhe que tentei consultar a temperatura de outros treinadores lá fora, e não houve qualquer problema, foram unânimes [queriam treinar]. Mas entendi que nesta fase não devia ser estrangeiro. Não podia errar nesta escolha. O único que falei e que realmente estava disponível, com capacidade e experiência foi José Peseiro

 

img_770x433$2018_07_01_12_35_21_1417554.jpg

 

Por sua vez, José Peseiro sublinhou que apesar de se verificar um atraso na preparação da época, o Sporting não está desesperado e, a surgirem contratações, serão feitas com muita "cautela". Eis o que ele teve para dizer:

 

"O caminho está estabelecido. Temos uma tradição e uma cultura no Sporting: formar bons jogadores. Muitos bons jogadores têm tido a primeira experiência profissional no Sporting, por isso importa reflectir sobre o que é o nosso plantel, os custos, os processos de rescisão. Se não for possível resolver os processos de rescisão, fazer voltar jogadores. Se isso não acontecer, o Sporting não vai acabar. Temos de ter a inteligência para construir uma grande equipa. Tudo isto requer ponderação.

 

Há uns anos comemorei aqui o centenário. Tive o privilégio de ser o treinador do centenário do Sporting. Temos de ser sinceros, partimos atrás, um pouco atrás. Não nos vamos lamentar. Não sei que plantel vou ter quando começar a época, mas isso não pode ser uma base de lamentação. Acreditamos na equipa técnica que vamos ter, vamos querer reduzir esta diferença. Daqui a dois meses poderemos ser mais objetivos sobre aquilo que é a realidade do Sporting. Em relação às aquisições, às saídas de jogadores que ainda poderão ficar... Há dúvidas sobre os jogadores que poderão regressar. Haverá modificações. Mas não é algo para atenuar ou criar desespero. Não vai haver isso aqui. Há esperança, motivação e profissionalismo.

 

Vai haver eleições e vivemos em democracia. Eu tenho um contrato de um ano com outro de opção. Eu tenho noção de que há eleições. Não fazia sentido não ter essa noção temporal para que quem vem não tenha de carregar um contrato de dois ou três anos como se passou há um mês ou mês e meio... O tempo escasseia e em vez de pensarmos em eleições, temos de pensar no Sporting. Neste momento, é importante que acabe a desconfiança.

 

Tenho encontrado contextos difíceis. Porque é que eu os aceito? Porque gosto, tenho motivação e não tenho medo. Não sei dizer se este é mais difícil ou menos difícil do que os outros. O Sporting é um desafio para qualquer treinador do mundo".

 

Indiferente dos resultados desportivos que estão para vir, obviamente, acho que o discurso de José Peseiro projecta o início de um clima de estabilidade que o Sporting necessita urgentemente. Precisamente por isso, com este ou outro treinador, pelo menos respeitável, era importante contratar alguém, mesmo que seja só por uma época.

 

O nivel de competitividade da equipa é neste momento uma incógnita total, mas é de prever que nos espera uma época difícil, pelas circunstâncias do Clube. Isso não obstante, acho que José Peseiro vai levar a cabo um trabalho de respeito. Mais a médio prazo, veremos então o impacte da sua contribuição.

 

publicado às 13:30

 

image (2).jpg

 

Sinisa Mihajlovic foi apresentado esta segunda-feira como novo treinador do Sporting e, em declarações reproduzidas no site do Clube, garantiu estar a preparar a nova época "há mais de 10 dias" num trabalho conjunto com Augusto Inácio, director geral do futebol leonino:

 

"Há alguns dias que estamos a trabalhar juntos. Hoje, deu-se a assinatura do contrato, mas andamos a preparar a equipa para o futuro há mais de dez dias.

 

Depois dos anos de trabalho em Itália, estou muito contente por assinar pelo Sporting, que me irá dar a oportunidade de ter uma nova experiência. Este é o país dos campeões europeus e este é um clube bastante famoso, com história. Aproveito para agradecer ao presidente por ter apostado em mim.

 

O primeiro objectivo é fazer melhor do que no ano anterior. Queremos ser protagonistas não só no campeonato, como também na Liga Europa. Temos todo o tempo para nos prepararmos bem para a época. A equipa tem qualidade e, acima de tudo, precisa de honrar a camisola. Não vejo a hora de começar a trabalhar".

 

Bem... um discurso politicamente correcto, como se exige, com o inevitável agradecimento ao suspenso presidente, que não desperdiçou mais uma oportunidade para a usual foto 'copy paste'.

 

Ficamos tranquilos ao saber que já andam há dez dias a preparar a equipa, especialmente tendo em conta as nove rescisões de registo e as incertezas quanto à futura composição do plantel.

 

Apesar de não me agradar a sua contratação, não me quero precipitar com apreciações prematuras. Considerando alguns dos aspectos mais controversos da sua carreira como técnico, sinto a tentação de adiantar que Bruno de Carvalho contratou um treinador à sua imagem. Esperamos que seja menos problemático, caso contrário...

 

publicado às 04:16

A apresentação de Rúben Ribeiro

Rui Gomes, em 11.01.18

 

image.jpg

 

Rúben Ribeiro foi apresentado oficialmente esta quinta-feira como jogador do Sporting, após a transferência do Rio Ave, clube que ele ainda ontem representou no embate (e derrota) da Taça de Portugal frente ao Aves.

 

Pelo emblema de Vila do Conde, esta época, Rúben participou em 23 jogos, todos como titular, acumulando 2099 minutos de jogo (média de 91,2 minutos por jogo), com 4 golos marcados.

 

Em 2016/17, participou no total de 36 jogos, 31 dos quais como titular, com 2646 minutos de jogo (média de 73,5 minutos por jogo), com um golo marcado.

 

Aos 30 anos, chega ao Sporting Clube de Portugal a um custo de 500 mil euros - e creio mais algumas considerações - assinando contrato até Junho de 2020.

 

publicado às 16:32

 

DDggZoFXcAAX2xq.jpg

 

publicado às 04:19

Apresentação do Sporting 2016/17

Rui Gomes, em 24.07.16

 

 

publicado às 04:18

Foto do Dia

Rui Gomes, em 28.01.16

 

12645110_10153247438166555_2536838594861230588_n.j

 A usual "copy paste" de praxe pela apresentação de Sebastián Coates

 

publicado às 11:35

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo