Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

img_605x340$2018_01_16_12_08_43_1354558.jpg

 

O relatório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) à bancada do estádio da António Coimbra da Mota, palco do Estoril-FC Porto que foi interrompido na última segunda-feira, revela que a estrutura não está, nem nunca esteve em risco de colapsar.

 

De acordo com o parecer redigido pelo organismo, na sequência das vistorias efectuadas na terça-feira, e assinado pelo investigador-coordenador José Manuel Catarino, a área interior - onde foram registados os maiores danos - é "uma estrutura independente" da bancada.

 

Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, divulgou entretanto que irá tomar uma posição pública na próxima semana explicitando alguns pontos do documento do LNEC.

 

Leia o comunicado na íntegra:


"A Câmara Municipal de Cascais acabou de receber, tal como previsto, o relatório preliminar do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) com a avaliação por nós solicitada, da bancada nova do Estádio António Coimbra da Mota.

Com a equipa de técnicos municipais, estudarei o relatório nas próximas horas. Juntamente com toda a informação urbanística que já compilámos, assim com o levantamento do desenvolvimento histórico do Estádio e de toda a zona envolvente, tomarei uma posição pública na próxima semana.

Sublinho, contudo, que o relatório preliminar dissipa todas dúvidas: a segurança da estrutura e dos adeptos nunca esteve em causa. Nem no jogo de 15 de Janeiro, nem no passado. E isso, para nós é o essencial, nomeadamente quando refere:

Ponto 4 do documento: " A zona interior da bancada é utilizada para acessos, instalações sanitárias, bares, arrumos e postos de socorro. É constituída por uma laje, betonada, directamente sobre o aterro (laje térrea) e contra os pilares, sem ligação estrutural. Nessa laje, apoiam-se as paredes divisórias interiores (de alvenaria de blocos). Esta zona interior é, assim, uma construção independente da estrutura da bancada.

Ou, no Ponto 6 do documento: "Já no que se refere à estrutura da bancada, até à data não foram detectadas evidências de comportamento estrutural anómalo, ie: nem nas visitas de inspecção realizadas ao local foram observados indícios de comportamento deficiente da estrutura; nem foi, até à data, fornecido ao LNEC nenhuma informação que indicie algum comportamento anómalo no passado".

A Câmara Municipal de Cascais, como autoridade máxima sobre a gestão do território, continuará junto do Estoril Praia a acompanhar todos os desenvolvimentos futuros sobre este caso, em colaboração do Laboratório Nacional de Engenharia Civil."
 

publicado às 03:41

 

NLIHI142.jpg

 

O jogo entre o Estoril Praia e FC Porto foi suspenso ao intervalo quando houve um alerta de problemas estruturais na bancada de topo, onde estavam as claques portistas. Os adeptos desceram para o relvado e a partida acabou por ser adiada. Na altura, a equipa do Norte estava a perder por 1-0, golo de Eduardo Teixeira, aos 17 minutos.

 

O Regulamento de Disciplina da Liga (artigo 94.º, ponto 4) prevê sanção de derrota nos casos em que um estádio não apresente as condições necessárias para a realização de um jogo, isto em caso de responsabilidade do clube:

 
"Quando um jogo oficial não se efectuar ou não se concluir em virtude do estádio não se encontrar em condições regulamentares por facto imputável ao clube que o indica, é este punido com a sanção de derrota e, acessoriamente, com a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de 12 UC e o máximo de 50 UC e com a sanção de reparação à Liga e ao adversário das despesas de arbitragem, de delegacias, de organização e do valor da receita que eventualmente coubesse ao adversário".
 
A direcção do Estoril emitiu um comunicado, confirmando que houve um "abatimento" na bancada norte e que não estavam reunidas as condições de segurança necessárias para que a partida continuasse:
 
"Depois de reunidas as entidades do Estoril Praia, FC Porto, Liga Portugal e Forças de Segurança, entendeu-se não estarem reunidas as condições de segurança para que o jogo prossiga. A interrupção está ligada ao facto de parte da bancada norte do Estádio António Coimbra da Mota ter tido um abatimento no centro, que causou algum alarme e que levou as autoridades a evacuar em segurança toda a bancada em causa".
 
Aguardamos agora novidades sobre o jogo. A única certeza, na hora em que preparo este post, é que não será retomado esta terça-feira e qualquer data terá de ser aprovada pelos dois clubes.
 
Bem... quem sou eu para levantar suspeitas, especialmente sem conhecimento de causa, mas não tenho dúvidas algumas que vão surgir, algures. A título de curiosidade, esta bancada foi construída há pouco mais de três anos, em 2014.
 

publicado às 03:35

Os "amigos"

Rui Gomes, em 24.11.15

 

luis-filipe-vieira-bruno-de-carvalho_1.jpg

 

Um assiste aos jogos no banco porque procura o protagonismo mediático e não quer ir para a bancada. O outro, foge ao protagonismo mediático e por não querer ir para a bancada assiste aos jogos no balneário.

 

Por onde andam os presidentes dos clubes portugueses de futebol que ocupam os seus devidos lugares ?

 

publicado às 11:24

Foto do Dia

Rui Gomes, em 22.09.15

 

ngDD72D5A9-11DF-49B9-8A42-2BCB6A7D09B0.jpg

 

Lugar cativo...

 

publicado às 11:35

Significado, procura-se

Rui Gomes, em 05.01.15

 

Qual é o significado desta fotografia ?

 

brunomarco1.jpg

 

Ou desta ?

 

600.gif

 

Eu não atribuiu qualquer significado especial, salvo o facto de Marco Silva ter chegado atrasado ao jogo da equipa B com o Benfica e ter-se sentado numa cadeira próximo de onde se encontrava, Bruno de Carvalho, Aurélio Pereira e outros. Não trocaram uma única palavra, que, por si, também não tem significado algum.

 

No entanto, temos leitores aqui no Camarote Leonino que pretendem ler nisto a história do Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de la Mancha.

 

publicado às 21:48

Caso deveras insólito !

Rui Gomes, em 21.03.14
 

 

A grande surpresa do jogo entre o Tottenham e o Benfica que se realizou esta quinta-feira, a contar para a Liga Europa, deve-se a Tim Sherwood - técnico do clube inglês - não ter marcado presença no banco dos suplentes e ter assistido ao desafio da bancada, sem aparente razão de ser.

 

Instado pelos jornalistas a explicar esta muito estranha situação, ele respondeu: "Estive relaxado na bancada. Foi só para ver melhor o campo e ter uma visão diferente do que os meus jogadores faziam no relvado. Além disso, não quis estar perto do treinador do Benfica. Tem que haver respeito, seja por um treinador ou por uma pessoa na rua. Dou-lhe os parabéns. Seguiu em frente e tem hipótese de mostrar mais dedos  outros treinadores nesta competição."

 

Deve ser a primeira vez na história do futebol que um treinador opta por ir para a bancada durante um jogo da sua equipa apenas e tão só para não estar perto do treinador adversário. Se nada mais, serve para confirmar que o impacte (?) que Jorge Jesus tem nas pessoas, não tem limites.

 

publicado às 04:49

Som da Bancada

Rui Gomes, em 21.02.14
 

 

«Anedota é os benfas virem para aqui armados em vítimas ! Então os regulamentos foram cumpridos no último Benfica-Sporting ? Certamente que se tivessem sido levados à risca, o Benfica devia também ter sido punido com pena de derrota ! Tal só não aconteceu porque as "comadres" da 2ª Circular andam de braço dado.

 

E há outra verdade que vai virar FACTO ! Quem se trama com esta amizade das "comadres" da 2ª Circular é o Sporting, porque mais uma vez não vai ganhar nada ! O Benfica vai aproveitar-se da situação ! Aliás, já o está a fazer. O Sporting se tivesse gente esperta no seu comando, só defendia os seus interesses.»

 

Migoliv69

 

Onde é que eu já ouvi isto ?

 

publicado às 21:47

O talento a ser "educado" na bancada

Rui Gomes, em 29.10.13

 

 

Dizem que o talento cria as suas próprias oportunidades mas, como em tudo na vida, não há regra sem excepção. Neste caso a excepção vai pelo nome de Zakaria Labyad e representa um talento que está a ser "educado" na bancada. Treina com a equipa B, não está inscrito na Liga e, por isso, não pode jogar. Por falta de alternativas, assiste aos jogos da bancada. Eis ele aqui nesta segunda-feira em Alvalade a assistir ao empate da equipa B com o Académico de Viseu.

 

Está à vista que é uma opção lógica e sensata por parte da Sporting SAD dado a profundidade qualitativa da equipa principal, onde foras de série abundam, especialmente médios ofensivos. Dizer mais para quê ?

 

publicado às 07:39

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds