Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As Notas de Julius 2021/22 (12 )

Julius Coelho, em 16.10.21

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com Os Belenenses no Estádio do Restelo para a Taça de Portugal, que resultou numa vitória leonina por 4 - 0. Golos apontados por Tiago Tomás ( 2' e 67') Jovane ( 77' gp) e Nuno Santos (80'gp).

O Sporting apresentou- se no velho Estádio do Restelo com um 'onze' titular com muitos jovens, mas que deram muito bem conta do recado. Marcaram 4 golos, como podiam ter marcado outros tantos, não fosse a displicência na cara do guarda-redes adversário que também rubricou excelentes intervenções, negando por várias vezes o golo aos leões. De registar a excelente dinâmica apresentada pela equipa na primeira parte, com lances bem conseguidos e vistosos, principalmente pelo lateral Rúben Vinagre que reapareceu rejuvenescido, mostrando ganas de querer voltar e vingar no lugar.

img_920x519$2021_10_16_00_38_56_1916201.jpg

DESTAQUE - TIAGO TOMÁS - 4.5 -  Marcou os 2 primeiros golos do jogo com destaque para o segundo em salto de peixe a aproveitar o passe de cabeça do Feddal, mas podia e devia ter marcado mais 3 ou 4, teve oportunidades soberanas na cara do guarda redes. Tem que crescer e melhorar na finalização. Falhou lances difíceis de desculpar; num jogo contra um adversário de outro calibre e com menos oportunidades para marcar, podem fazer grande diferença.

JOÃO VIRGÍNIA - 3.5 - Os adeptos sportinguistas viram-no a actuar pela primeira vez. Apresentou-se tranquilo e atento, resolvendo sempre bem as poucas situações a que foi chamado a intervir, terá com certeza testes mais complicados no futuro contra adversários com outros argumentos.

GONÇALO ESTEVES - 4 - Também uma estreia feliz na equipa titular, tem um futebol muito irreverente e repleto de energia, ataca de frente os seus adversários sem medo de falhar, sempre muito combativo e nunca se esconde, tem tudo para evoluir e ser um grande lateral. Tem 17 anos, mas já joga um futebol adulto e moderno. 

RICARDO ESGAIO - 3.5 - Voltou a ser novamente testado a central desta vez ao lado de Gonçalo e Feddal, cumpriu o quanto baste mas percebe-se que não se sente à vontade ali. Sabemos da sua usual lentidão quando na recuperação e em espaço mais aberto fica mais visível essa lacuna, embora seja verdade que o Belenenses raramente conseguiu chegar à área do Sporting, o que ajudou.

GONÇALO INÁCIO - 4 - Foi surpresa ter aparecido no jogo quando se disse que ainda não estava curado da lesão. Fez uma boa exibição e foi o melhor no eixo da defesa; comandou bem os movimentos dos colegas ao seu lado e vimo-lo seguro com a bola no pé.

ZOUHAIR FEDDAL - 3.5 - Esteve bem melhor na área adversária, ganhando vários lances aéreos, do que a defender, em que mostrou lentidão e com alguns passes sem lhe dar o melhor critério. Deu nas vistas a ganhar uma bola de cabeça na área do Belenenses a que o Tiago Tomás lhe deu o melhor seguimento fazendo o segundo golo do jogo e falhou um golo cantado bastava um pequeno toque na bola.

RÚBEN VINAGRE - 4.5 - Candidatou-se ao melhor jogador da equipa no jogo. Fez uma excelente primeira parte ganhando várias vezes em velocidade ao seu adversário directo, cruzou quase sempre bem e deu de bandeja o primeiro golo ao Tomás. Teve outros bem direccionados mas acabaram desperdiçados por Jovane e Tiago Tomás.

MANUEL UGARTE - 3.5 - Fez o seu primeiro jogo como titular do Sporting, fez bem a sua parte de matar o jogo do adversário no meio campo, mas teve algumas dificuldades a ligar o jogo de construção com os colegas, precisa de competição para se sentir mais confiante e entrosado. Sabe procurar os espaços com a bola bem grudada ao pé.

DANIEL BRAGANÇA - 4 - Parecia arrancar para uma grande exibição, marcando bem o ritmo de jogo na saída para o ataque. Voltou a dar nas vistas com os seus excelentes passes e a forma como se desenvencilhava dos adversários, mas não conseguiu ser mais constante desaparecendo algumas vezes do jogo. Tem capacidade para o agarrar de princípio ao fim e será o trabalho do treinador ajudá-lo a conseguir chegar a esse patamar.

PEDRO GONÇALVES - 3.5 - O seu reaparecimento deixou todos os sportinguistas muito satisfeitos, já tinham saudades de o ver no relvado. Precisa de ganhar ritmo competitivo. Jogou 60' a ritmo algo moderado e sem correr grandes riscos e ainda se isolou dentro da área adversária após uma excelente desmarcação, mas não escolheu o melhor lado para o remate. 

JOVANE CABRAL - 3.5 - Exibição cheia de altos e baixos, ainda não foi desta que "voltou o Jovane". Provocou alguns ameaços com lances de muito bom recorte técnico mas voltou a pecar na eficácia e critério do passe. Faltou-lhe feeling na área em vários lances. Marcou de forma irrepreensível a grande penalidade. Mas espera-se sempre mais e tem capacidade para isso.

PEDRO PORRO - (-) - Dez minutos dos piores que conheceu certamente na sua carreira; mal entrou viu um amarelo e pouco depois sofre uma entrada assassina e saiu de maca em lágrimas. A excelente notícia é que pelas redes sociais ele próprio informou que afinal foi mais o susto e pode não ser grave. 

NUNO SANTOS - 3.5 - Quase tudo lhe saiu (torcido) até a grande penalidade que marcou o guarda redes quase que defendeu, teve por duas vezes na cara do golo e não conseguiu matar. Cruzou para a cabeça do Feddal que acabou no segundo golo da equipa, cruzou no lance que deu o primeiro penálti mas aquela perdida depois do passe genial do Jovane...

MATHEUS NUNES - 3 - Jogou o último quarto de hora para manter o ritmo competitivo para o jogo decisivo em Instambul. Cumpriu sem grandes registos e ainda ajudou a equipa a marcar os últimos dois golos.

MATHEUS REIS - 3 - Entrou para o lugar do Feddal mas o jogo já estava resolvido, Viu a equipa ampliar a vantagem com mais dois golos, teve uma boa iniciativa em que quase se isola na área do Belenenses mas preferiu voltar para trás e manter a bola segura.

JOÃO GOULART - 3 - Outra estreia absoluta na equipa. Dez minutos que decerto nunca esquecerá na sua carreira. Deu nas vistas pela tremenda estampa física e na coragem que disputa os lances pelo ar, tem perfil de patrão da defesa.

RÚBEN AMORIM - 5 - Apresentou uma equipa nova repleta de jovens com alguns a serem titulares pela primeira vez. Apesar das muitas alterações, a equipa não perdeu dinâmica fazendo um boa primeira parte, com um futebol quase sempre em boa velocidade e eficaz na construção de várias claras oportunidades de golo. Podia ter acontecido uma goleada das antigas no Restelo.

NUNO OLIVEIRA - 3 - Equipa com muito poucos argumentos para uma missão quase impossível. Conseguiu, com alguma sorte à mistura, retardar o segundo golo do Sporting que só viria a acontecer na segunda parte. Livrou-se de uma goleada à antiga e a isso pode agradecer ao seu guarda-redes e também à ineficácia dos avançados do Sporting.

GUSTAVO CORREIA (Árbitro) - 2.5 - Arbitragem fraca, com várias decisões erradas no capítulo técnico. Percebeu-se a sua falta de experiência em ajuizar vários lances de forma correcta. No lance em que Pedro Porro se lesionou não teve coragem de expulsar o jogador do Belenenses que fez uma 'tesoura' por trás às pernas do lateral espanhol; ficou também um penálti claro por marcar na parte final do jogo sobre o Jovane.

VAR - Não houve nesta eliminatória da Taça de Portugal.

publicado às 03:33

ta2.jpg

Tiago Tomás, autor de dois golos frente ao Os Belenenses, teve isto para dizer no final da partida, aos microfones da TVI24:

"Foi um bom jogo da equipa, tivemos sempre dispostos a dar o máximo e foi isso que o mister nos pediu. Acho que fizemos um bom jogo, podíamos ter feito mais golos, eu inclusive podia ter feito pelo menos o dobro dos golos, mas estou feliz pelo jogo e também pela minha exibição".

Primeiro 'bis' enquanto sénior

"Claro, é um orgulho. Mas queria ter feito mais golos e vou continuar a trabalhar para isso."

Como é voltar depois dos compromissos nas selecções

"É igual, dou sempre o meu máximo onde quer que eu esteja. Quando voltei da Selecção mudei o 'chip' para o clube e mostrei que estava disponível para jogar e o míster deu-me a oportunidade."

Sentia que precisava de marcar?

"Também já precisava, sim. Consegui marcar os dois golos, que servem para ganhar confiança e mais moral para os próximos jogos."

Amorim disse que o Sporting era candidato a ganhar a Taça de Portugal

"Vamos encarar cada jogo como uma passagem para a próxima fase e vamos querer sempre ganhar. Como é uma eliminatória, queremos vencer esta competição."

Uma mensagem para os adeptos

"Dar uma palavra aos adeptos, que se fizeram ouvir aqui e é muito bom para nós sentir o apoio deles."

Disponível para ajudar sempre a equipa

"É mostrar que estamos disponíveis e que estamos bem, é o que tento mostrar ao mister. A valência desta equipa é mostrar que todos queremos jogar".

publicado às 03:32

Pedro Porro descansa adeptos

Rui Gomes, em 16.10.21

Screenshot (365).png

Pedro Porro entrou aos 63' e acabou por ser substituído aos 75', com muitas queixas, o que de imediato levantou suspeitas sobre uma eventual mazela grave, após uma entrada dura de André Frias.

"Não parece nada de grave. Boa vitória. Vamos", disse o defesa no Twitter.

Rúben Amorim comentou, no final da partida:

"Não sabemos ainda o que tem, temos de esperar, pode ser até mais o susto, não sei, vamos esperar... Não vale a pena sofrer por antecipação. Cabe ao treinador e à equipa técnica ver se pode jogar no próximo jogo. Se não, joga o Esgaio ou o Esteves, estão os dois preparados".

P.S.: Pelos vistos, Porro está a contas com uma entorse traumática no tornozelo direito e já faz tratamento. O tempo de paragem não foi esclarecido pelo Sporting.

Ainda, ao que consta, André Frias no final do jogo com o Sporting fez questão de deslocar-se ao balneário leonino para pedir desculpas a Porro. O jogador do Belenenses nunca teve qualquer intenção de lesionar o seu adversário, e assim que viu o internacional espanhol sair de maca arrependeu-se da forma impetuosa com que abordou o lance.

publicado às 03:30

publicado às 19:30

Taça_de_Portugal_logo.jpg

A equipa principal masculina de futebol do Sporting vai defrontar o CF “Os Belenenses” na terceira eliminatória da Taça de Portugal, ditou o sorteio realizado esta quarta-feira pela Federação Portuguesa de Futebol na Cidade do Futebol. 

O encontro diante do emblema da Cruz de Cristo, que ocupa a terceira posição na série E do Campeonato de Portugal, está agendado para o fim-de-semana de 16 e 17 de Outubro, no Estádio do Restelo. 

Recorde-se que esta é a primeira eliminatória da prova em que participam os 18 clubes da Liga Portugal.

publicado às 04:16

Iniciados com nulo em Belém

Rui Gomes, em 12.09.21

241715325_235342788606037_6089106315751818775_n.jp

A equipa sub-15 de futebol do Sporting não foi além de um empate (0-0), neste domingo de manhã, no terreno do CF "Os Belenenses", um encontro que contou para a quarta jornada da série E do Campeonato Nacional do escalão.

Após dois triunfos consecutivos, os jovens leões de Bernardo Bruschy não conseguiram desfazer o nulo na partida em Belém e empataram pela primeira vez em 2021/2022.

Assim, os iniciados do Sporting CP seguem no quarto lugar, com sete pontos depois de duas vitórias, um empate e uma derrota acumulados neste arranque de época. Na próxima jornada, visitam a AD Oeiras. 

Onze do Sporting CP: Miguel Gouveia [GR], Rodrigo Cabrito, Atanásio Cunha, Afonso Lee, João Rodrigues, Eduardo Felicíssimo, Winilson Lopes, Rafael Camacho, Rafael Melo, João Simões, Tomás Mendes.

publicado às 16:15

Ainda é pré-época...

Rui Gomes, em 16.07.21

Screenshot (207).png

Um jogo menos divertido (para mim) e porventura com menor qualidade, em parte pelas muitas alterações na equipa do Sporting, tanto ou mais por ter pela frente um adversário treinado por Petit, cuja prioridade nem sempre é dar na bola. Porro saiu aos dez minutos lesionado e ainda não sabemos a gravidade da lesão. Perdi conta ao número de faltas que Nuno Santos sofreu.

O SportingCP entrou em campo com: Luís Maxiliano; Porro, Neto, Feddal e Nazinho; Rodrigo Fernandes, Dário Essugo e Tabata; Jovane, Nuno Santos e Tiago Tomás.

img_920x519$2021_07_15_22_34_57_1877029.jpg

Além de Rúben Vinagre, que entrou para o lugar do lesionado Porro, a segunda parte viu os internacionais do Europeu entrar em campo. As férias fizeram mal a Pote e Palhinha, só Nuno Mendes (com os mesmos 2/3 treinos) mostrou alguma forma digna do nome.

De qualquer modo, mais uma oportunidade para Rúben Amorim observar alguns jovens em acção. Rodrigo Fernandes sem cometer erros mas muito tímido na saída com bola. Ter Luís Neto e Feddal ao seu lado também não ajudou muito nesse sentido.

O próximo jogo é na terça-feira, dia 20, contra os franceses do Angers, o último embate do estágio no Algarve.

publicado às 03:03

Juvenis regressam com goleada

Rui Gomes, em 08.05.21

an8i0127.jpg

A equipa sub-17 do Sporting CP recebeu e venceu, este sábado, o CF "Os Belenenses" por 5-1 na primeira jornada da série B do Torneio Nacional da categoria – prova criada pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que marcou o regresso à competição para estes jovens, depois de mais de um ano de paragem devido à pandemia.

Golos leoninos por Rodrigo Ribeiro (3), João Pereira e Luís Gomes.

Os jovens leões visitam agora o Benfica (16 de Maio) e recebem depois o SG Sacavenense (23 de Maio). A esta fase seguir-se-á o cruzamento com os emblemas da série A (SC Braga, Rio Ave FC, FC Porto e Vitória SC). No total estarão 38 equipas em prova, distribuídas por nove séries formadas consoante o ranking dos clubes nas últimas três épocas no respectivo escalão. Embora cada vitória corresponda aos usuais três pontos, a competição decorre sem classificações ou atribuição de títulos.

Sporting CP: Francisco Silva [GR]; Diogo Travassos, João Pereira, Marlon Júnior, David Moreira, Tiago Otávio, Rafael Besugo, Samuel Justo [C], Luís Gomes, Afonso Moreira e Rodrigo Ribeiro. Jogaram ainda: Carlos Santos, Rodrigo Dias, Óscar Garcia, Gustavo António, Sana Fernandes, Guilherme Santos.

publicado às 20:15

As Notas de Julius (20)

Julius Coelho, em 22.04.21

176331661_10157678884936555_8544851048806170064_n.

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting e a outros intervenientes do jogo de ontem com o Belenenses - a contar para a 28.ª jornada da Liga NOS - que terminou num empate por 2-2, golos leoninos de Sebastián Coates (84') e Jovane Cabral (90+6').

Quarenta e cinco minutos e dois golos oferecidos ao adversário, dão de certo modo a ideia de masoquismo de uma equipa que parece não ter assim tanta necessidade de ser campeã. Com uma segunda parte de um só sentido, viu-se muito desacerto e gritante falta de eficácia nas zonas de finalização. Mas o onze inicial trazia equívocos; Tiago Tomás perdeu condição para a titularidade, parece desgastado e não consegue ter reacção. Chegou a hora do Jovane? 

DESTAQUE- NUNO MENDES - 5 - Carregou a equipa às costas a maior parte do tempo, voltou à sua grande forma e foi o maior desequilibrador da equipa, foram dele as melhores movimentações e iniciativas que mais danos provocaram no adversário, esteve sempre uns furos bem acima dos colegas da equipa.

ANTONIO ADÁN - 2 - Acontece, mas ao Sporting nestas alturas acontece sempre tudo; um tremendo disparate aquele deslize em que ofereceu de bandeja o segundo golo ao colombiano Cassierra. Ficou então mais difícil dar a volta ao resultado.

PEDRO PORRO - 2 - Continua uma sombra do que já lhe vimos fazer, voltou a ser dos mais fracos da equipa e viu de novo uma bola a sobrevoar-lhe para as suas costas e que acabou em golo do adversário (o primeiro) e já vão três em 4 jornadas seguidas.

GONÇALO INÁCIO - 2.5 - Também muito hesitante nos duelos com o Miguel Cardoso e deu-lhe demasiado espaço no lance do primeiro golo; deixou a imagem de alguma perda de confiança.

SEBASTIÁN COATES - 3.5 - Se jogasse a ponta de lança seria por esta altura o melhor marcador da Liga. O treinador, a perder por 0-2, deveria ter logo arriscado e colocá-lo na frente. Jogo muito ingrato, anda preocupado com aquele lado direito da equipa. Marcou um bom golo e foi ele que rompeu o esquema defensivo que o Petit trabalhou durante a semana para este jogo.

MATHEUS REIS - 3 - Não consegue fazer esquecer o Feddal quando em forma, esforça-se bastante mas com pouca utilidade visível; menos mal a proteger as costas do Nuno Mendes mas também porque o adversário raramente lá chegou.

JOÃO PALHINHA - 2.5 - Ainda em recuperação daquela queda de forma que tem vindo a apresentar nos últimos jogos, melhor no jogo aéreo em que já conseguiu ganhar vários lances mas sem dar à bola a direcção da baliza. A velocidade e intensidade que se exigia logo na primeira parte esbarraram na sua lentidão em resolver.

JOÃO MÁRIO - 3 - Fala-se da falta de estofo que os jovens da equipa ainda apresentam com excepção do Nuno Mendes, neste momento mais crítico ao nível exibicional colectivo, e por isso esperava-se que os mais velhos e experientes como o João Mário empurrassem a equipa. Também mostrou algumas dificuldades e ainda falhou uma grande penalidade num momento chave, a acabar a primeira parte, em que poderia dar o golo do empate e melhores condições para a equipa dar a volta no segundo tempo.

POTE - 2.5 - Muito estático ao contrário do que fez e jogou em Faro, deixou-se amarrar e nunca se libertou, mesmo quando recuava a procurar jogo esteve lento e trapalhão e raramente decidiu bem. Tem que procurar ser mais constante e consistente.

TIAGO TOMÁS - 2 - Está a ser o maior equívoco do treinador ao trazê-lo para titular, está fora "dela"....e anda a maior parte das vezes perdido mostrando uma notável crise de confiança talvez porque se sente desgastado e perde por isso os duelos na velocidade que antes não perdia, teve pouco discernimento a finalizar quando lhe apareceu por duas vezes a bola em boas condições já dentro da área. 

PAULINHO - 2 - Ainda não foi desta e a falta de confiança que demonstra em cada lance contagia negativamente a equipa; parece que pode engatar a qualquer momento mas os jogos vão passando e os  pontos vão ficando pelo caminho; ainda há tempo, é um facto, mas......vai já ficando um sentimento de angústia nos adeptos.

NUNO SANTOS - 3 - Não foi tão consequente como se previa com a sua entrada para dar a volta ao resultado, mas foi dele o excelente cruzamento para Coates fazer o primeiro golo da equipa.

BRUNO TABATA - 2.5 - Entrou com vontade e quis ser protagonista; foi servido várias vezes mas raramente saiu dali bom sumo; desperdiçou bons lances ao rematar sem nexo e sem direcção, conseguiu espaço para alguns cruzamentos que acabaram por não ter efeito prático; tem de procurar ser mais pragmático e eficaz nas suas decisões.

DANIEL BRAGANÇA - 2 - Não foi muito feliz na ideia que trazia de ajudar a empurrar a equipa para a reviravolta, mostrou alguma precipitação e teve iniciativa de remate a alguma distância da baliza adversária mas se não olhar para ela no momento do remate dificilmente dará a melhor direcção à bola.

JOVANE CABRAL - 3.5 -Quiçá seja a hora do treinador apostar no Jovane a titular ou colocá-lo mais cedo em jogo; voltou a entrar bem e a conseguir espaços no meio da defesa adversária; teve o mérito do cruzamento que foi cortado pelo braço do Tiago Esgaio para penálti; assumiu a marcação dessa penalidade e fez o golo do empate no último lance da partida.

MATHEUS NUNES - 3 - Entrou nos 15 minutos finais quando o resultado ainda estava em 0-2, já se mostrou mais solto e ajudou a empurrar a defesa do Belenenses para trás e com isso teve papel importante por a equipa ainda ter ido a tempo de sacar o empate.

RÚBEN AMORIM - 3 - É o lider de uma equipa que ainda não perdeu e segue na frente a 6 jornadas do final, mas neste momento os adeptos anseiam por muito mais do que a equipa tem vindo a mostrar nos últimos jogos; na época passada deixou escapar 12 pontos nas últimas 10 jornadas e agora nas mesmas 10 jornadas finais em 4 já deixou escapar 6 pontos ;esperamos que não se repita o mesmo e comece a dar a volta já no jogo em Braga. A equipa apesar do empate mostrou ter condições de segurar a vantagem na tabela. Terá que analisar melhor tudo e todos na equipa e arriscar com quem se apresenta em melhores condições.

PETIT - 4 - O futebol que as suas equipas apresentam raramente agrada aos adeptos, mas ontem foi eficaz e quase tudo lhe saiu bem. Mesmo sem rematar à baliza do Sporting viu a sua equipa marcar dois golos e esteve a um fio de conseguir a primeira derrota do líder; e é importante registar que não recorreu ao odioso anti-jogo.

NUNO ALMEIDA (Árbitro) - 5 - Realizou uma excelente exibição o que surpreendeu com uma arbitragem sem erros e merece nota elevada, mostrou coragem de decisão nos lances das penalidades na área do Belenenses.

ANDRÉ NARCISO (VAR) - 5 - Um jogo com vários casos e todos a serem muito bem decididos. Merece levar nota elevada.

publicado às 06:00

A título de curiosidade

Rui Gomes, em 19.04.21

21945096_ZeIGs.png

Nomeações da Secção Profissional do Conselho de Arbitragem da FPF para os jogos da 28.ª jornada da Liga NOS:

Sporting CP-Belenenses SAD
Árbitro: Nuno Almeida
Assistentes: André Campos e Pedro Felisberto
4.º árbitro: Hugo Silva
VAR: André Narciso
AVAR: Paulo Brás

SC Braga-Boavista FC
Árbitro: Luís Godinho
Assistentes: Rui Teixeira e Valter Rufo
4.º árbitro: João Gonçalves
VAR: Rui Costa
AVAR: João Bessa Silva

publicado às 13:30

143065314_10158559012530873_8719202330278408707_o.

(Atletas da formação dos dois clubes)

A equipa feminina de voleibol do Sporting clube de Portugal visitou e venceu, este sábado, o CF "Os Belenenses" por 0-3, no Pavilhão Acácio Rosa, em jogo referente à 22.ª jornada da primeira fase do Campeonato Nacional. As leoas dão assim continuidade à boa fase de resultados, averbando o quinto triunfo consecutivo.

O CF "Os Belenenses" revelou-se um obstáculo realmente difícil de ultrapassar, mas as leoas nunca viraram a cara à luta. Com a vitória final no horizonte, a turma verde e branca entrou melhor no terceiro set (5-8) e foi avançando na frente do marcador (11-16) de forma mais folgada. Até ao fim, o Sporting CP seguiria sem sobressaltos até ao 16-25 final.

Com este resultado, as comandadas de Rui Pedro Costa somam cinco vitórias consecutivas e fazem 54 pontos em 20 jogos, situando-se no topo da tabela classificativa em igualdade pontual com o AJM/FC Porto, que tem menos um jogo.

publicado às 02:33

"Há dores de crescimento..."

Rui Gomes, em 28.12.20

img_467x599$2020_12_28_01_30_56_1796383.jpg

Ainda sobre o jogo de ontem, eis, em síntese, algumas considerações de Rúben Amorim na conferência de imprensa pós-jogo:

"O que fica são os três pontos. Foi muito complicado mas já sabíamos que ia ser assim. O Belenenses adaptou-se muito melhor ao relvado e nós tivemos algumas dificuldades. Nesse aspecto... o Petit esteve melhor do que eu na preparação do jogo. Nós quisemos construir de trás. Mas não é desculpa, pois atuámos no mesmo relvado. Atrás, quando devíamos meter mais na frente e depois tentar uma segunda bola, tentávamos sair logo a jogar, pois estamos trabalhados assim.

Devíamos ter feito ao contrário. E depois muitas vezes abusámos também no lançamento logo. Faltou se calhar o treinador preparar melhor o jogo para estas condições, mas os jogadores deram tudo. Já na segunda parte não demos tanto espaço para o Belenenses jogar".

"É ainda muito cedo sonhar com o título... Estes jogos dão-nos essa clara noção. Diante do primeiro classificado todos querem mostrar e garantir pontos. É sempre muito difícil. Mas somos sempre uma equipa solidária".

"Os atletas começam a ficar habituados, eles agradecem muito o apoio dos adeptos. Os sportinguistas estão connosco. É sempre bom chegar ao estádio e sentir isso. Daí a nossa força. Muitas vezes estamos a jogar mal mas temos sempre a mesma atitude."

"A estrelinha de campeão? Para isso teríamos de ter jogos a sofrer muitas ocasiões e a vencer. Estamos a vencer porque somos melhores e solidários. Estamos sim a usar os 90 minutros para marcar. Estamos a trabalhar muito bem mas há muito para melhorar."

"O Inácio não só está preparado como é uma opção válida. Não fizemos poupanças. Eles têm de estar preparados, pois são a base do nosso plantel. Não temos dois por posição e depois um da formação. Se algum com estatuto facilitar, eles sabem que perdem o lugar para os miúdos. Mas o Inácio jogava nos juniores, há dores de crescimento".

"Nuno Mendes saiu na segunda parte com algumas queixas físicas mas ele está a crescer. A pancada que levou na Selecção limitou-o. Quando começa a recuperar tem a lesão na anca. Ele precisa de treino. Está a voltar a ter andamento. Sentiu cansaço num terreno pesado mas vai apresentar-se melhor."

publicado às 04:03

133426109_10157420707611555_5682854383216624590_o.

publicado às 22:00

A título de curiosidade

Rui Gomes, em 26.12.20

21945096_ZeIGs.png

Nomeações da Secção Profissional do Conselho de Arbitragem da FPF para os jogos da 11.ª jornada da Liga NOS:

Belenenses SAD-Sporting CP
Árbitro: Rui Costa
Assistentes: Nuno Manso e João Bessa Silva
4.º árbitro: João Malheiro Pinto
VAR: André Narciso 
AVAR: Paulo Brás

FC Famalicão-Gil Vicente FC
Árbitro: Artur Soares Dias
Assistentes: Rui Licínio e Paulo Soares
4.º árbitro: Cláudio Pereira
VAR: Vasco Santos
AVAR: Bruno Rodrigues

SC Farense-FC Paços de Ferreira
Árbitro: Luís Godinho
Assistentes: Rui Teixeira e Valter Rufo
4.º árbitro: Nuno Almeida
VAR: João Pinheiro
AVAR: Luciano Maia

As equipas de arbitragem para os jogos do Benfica, FC Porto e SC Braga ainda não foram divulgadas, nota-se, no entanto, Artur Soares Dias e Luís Godinho em plena actividade.

publicado às 03:00

Sub-23 vencem o primeiro jogo

Rui Gomes, em 28.09.20

1_90.jpg

A equipa sub-23 de futebol do Sporting Clube de Portugal venceu, nesta segunda-feira, o Belenenses SAD por 2-1 em jogo da quarta jornada da Liga Revelação.

Depois de muito tentarem, os jovens Leões orientados por Filipe Pedro, conseguiram sair vencedores com todo o mérito diante de uma boa equipa e que se apresentou no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete, com oito seniores e três juniores - precisamente o contrário do Sporting CP, que foi a jogo com oito juniores e três seniores.

A formação azul adiantou-se na partida, com um golo de Zack Blackwel, aos nove minutos, mas o Sporting CP conseguiu operar a reviravolta na segunda parte, graças à pontaria de Tiago Ferreira (49 minutos) e Gonçalo Costa (73 minutos).

SPORTING CP: V. Gaspar, R. Rego, Hevertton - Cap., Daniel R. (L. Dias, 59'), B. Tavares (Nazinho, 93'), Edson (João Daniel, 46'), Tiago Ferreira (Duarte, 76'), Gonçalo Costa, Rodrigo Fernandes, Paulo A. (N. Skoglund, 76'), R. Veiga.

Suplentes não utilizados: D. Almeida, Carlos S., Tiago S., G. Batista.

A competição vai agora parar durante duas semanas, para dar a vez às selecções nacionais e, por isso, o Sporting CP só jogará no dia 17 de Outubro em casa do Portimonense SC.

publicado às 20:42

Sporting responde a Rui Pedro Soares

Rui Gomes, em 28.06.20

img_920x518$2020_06_27_22_32_11_1718658.jpg

O Sporting negou este sábado em comunicado ter qualquer dívida para com o Belenenses SAD relativamente à transferência de Eduardo Henrique no início da temporada. A reação surge na sequência do duro comunicado dos azuis, no qual a formação liderada por Rui Pedro Soares acusou o Sporting CP de ter uma dívida de 450 mil euros relativos à mudança do médio para Alvalade.

A Sporting SAD deixou ainda um reparo à atitude de Rui Pedro Soares para com Hugo Viana, assumindo até que esperava um pedido de desculpas.

C O M U N I C A D O

"A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD esclarece que nada deve à Belenenses SAD relativamente à transferência do jogador Eduardo Henrique. O atleta foi contratado ao SC Internacional e quaisquer dívidas ou litígios entre esses clubes não dizem respeito à Sporting CP - Futebol, SAD.

Depois do comportamento deveras lamentável e das insinuações proferidas ontem pelo presidente da Belenenses SAD nas bancadas do estádio da Cidade do Futebol da Federação Portuguesa de Futebol, esperava-se um pedido de desculpas à Sporting CP - Futebol, SAD e a Hugo Viana e não um texto do teor que foi publicado pela Belenenses SAD".

"Paga é o que deves!"... terá sido a "boca" que Hugo Viana dirigiu a Rui Pedro Soares na bancada da Cidade do Futebol durante o jogo, numa altura em que o dirigente gritou "A equipa não volta do balneário"... após a decisão da arbitragem em mandar repetir o penálti.

Reagiu bem o Sporting ao responder prontamente a um dos homens que é sobejamente conhecido por enlamear os corredores do futebol português.

publicado às 05:03

Foto do dia

Rui Gomes, em 27.06.20

4_9.jpeg

Coates dedica golo a Jérémy Mathieu

publicado às 02:31

image.jpg

Hélder Malheiro foi o "apitador" escolhido pelo Conselho de Arbitragem de Federação Portuguesa de Futebol para dirigir Belenenses SAD vs Sporting, jogo da 28.º jornada da Primeira Liga.

O encontro terá lugar na Cidade do Futebol, 'casa' do Belenenses SAD e Santa Clara nesta retoma da I Liga.

O árbitro da Associação de Futebol de Lisboa terá Rui Cidade e Rodrigo Pereira como assistentes. No VAR estará Luís Ferreira, que terá Inácio Pereira como assistente de vídeo-árbitro.

O Sporting é 3.º na I Liga com 49 pontos, o Belenenses SAD ocupa o 13.º posto com 30 pontos.

Nota: Uma das "obras" de Hélder Malheiro a trabalhar um jogo do Sporting, levou-nos a publicar este post em Fevereiro 2019.

publicado às 03:03

Recordar é viver

Rui Gomes, em 18.04.20

publicado às 21:00

Recordar é viver

Rui Gomes, em 22.03.20

publicado às 14:46

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo