Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

Seria fácil fingir que o Sporting não está a atravessar a pior crise da sua honrosa história centenária e virar as atenções para o rival da Segunda Circular.

 

Neste momento, acho muito mais importante focar o que se passa em nossa casa, uma situação muito grave e com a tendência para piorar, antes de melhorar.

 

Publico este vídeo que a nossa estimada colaboradora Carlinha teve a gentileza de me enviar, mas não vou adiantar quaisquer comentários sobre a reportagem especial da SIC.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:46

 

img_770x433$2018_05_26_12_22_53_1402504.jpg

 

O Sporting bateu o Benfica no dérbi de hóquei em patins na Luz, por 4-7, e salvaguardou a primeira posição do campeonato, ficando agora mais perto do título.

Os leões começaram melhor e dominaram a primeira parte, chegando ao intervalo a vencer por 0-3, mas o Benfica reagiu bem a seguir ao intervalo e igualou a partida graças a três golos de Adroher.

 

O Sporting, no entanto, não perdeu a confiança e em seis minutos marcou três golos e recuperou a vantagem. O Benfica ainda reduziu para 4-6 e dispôs de um livre directo para colocar a diferença na vantagem mínima, mas Girão levou a melhor e, na resposta, Pedro Gil fez o 4-7.

 

 

Com esta vitória, o Sporting fica com 65 pontos, um ponto de vantagem sobre o FC Porto e quatro sobre o clube da Luz, mantendo a esperança de voltar a ser campeão nacional, 30 anos depois do último título, que aconteceu na época 1987/88. Para isso os leões estão dependentes apenas de si e só têm de vencer o FC Porto na 25ª jornada do campeonato, que será disputada no Pavilhão João Rocha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:46

 

mw-860.jpg

 

Este breve escrito é num contexto totalmente independente da derrota do Sporting frente ao Marítimo, na Madeira. Como tal, não visa atenuar de modo algum a desfalecida exibição a que assistimos.

 

Não assisti ao jogo do Benfica, como é natural, e nem sequer tenho opinião alguma sobre a exibição encarnada. Achei um resultado algo "magro" perante um Moreirense, na Luz, num jogo tão decisivo, mas o desfecho foi obviamente favorável, coincidentemente, para as duas equipas. Disse Petit, técnico da equipa de Moreira de Cónegos, ... "nunca festejei tanto uma derrota".

 

Deparei com este comentário de jornalista, integrado numa crónica do jogo:

 

"Foi isso que o Benfica jogou, esta tarde, na Luz, para conseguir o 2º lugar na Liga 2017/18: nem muito, nem pouco. Mesmo que a vitória tenha valido (impressionantes) €40 milhões, em caso de qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões da próxima época (antes ainda tem de disputar a a pré-eliminatória).

 

Pormenorizando: "pouco" não foi, porque o Benfica, jogando em casa, assumiu as despesas do jogo, tendo mais bola, mais remates e mais ataques. Mas "muito" também não foi, porque, apesar de tudo isso, o Benfica foi sempre pouco criativo, pouco intenso e, a certas alturas, até pouco interessado num jogo que valia tanto para o clube".

 

"O Benfica foi a certas alturas até pouco interessado num jogo que valia tanto para o clube"... Sendo verdade, parece então que não é a atitude colectiva dos jogadores leoninos a única questionável. Claro, estes não tiveram o benefício de uma grande penalidade para resolver a contenda.

 

Vi o vídeo do lance em questão - curiosamente, as imagens focam mais a execução da grande penalidade do que a falta assinalada por Fábio Veríssimo. Uns árbitros assinalam, outros não. Somos obrigados a aceitar a decisão.

 

Só lamento que as duas mãos de Pizzi não tenham sido alvo de semelhante critérios.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:17

 

2d5a3a1f8edd1f3024d36d6ecdc23484.jpg

 

O Sporting carimbou a passagem à final da Taça de Portugal de futsal ao vencer o Benfica por 4-2. Os golos deste dérbi foram apontados por Diogo, Cavinato, Déo e João Matos para a formação leonina, enquanto Robinho e Tiago Brito fizeram os tentos dos encarnados.

 

Na final da prova, agendada para este domingo às 12h30, a equipa leonina vai defrontar o GD Fabril, que bateu o Modicus.

Ficha de jogo


Meias-finais da Taça de Portugal de futsal
Pavilhão Multiusos de Gondomar

 

Árbitros: Nuno Bogalho e Tiago Silva
3.º árbitro: Filipe Duarte
Cronometrista: Sérgio Magalhães

Benfica 2-4 Sporting (0-1 ao intervalo)

 

Benfica: Diego Roncaglio, Robinho, Bruno Coelho (cap.) Fernandinho e Deives Moraes
Jogaram ainda: André Correia, Cristiano, Tiago Brito, Afonso Jesus, Fábio Cecílio, Fernandinho, Miguel Ângelo, Bruno Pinto e Raul Campos


Treinador: Joel Rocha


Golos: Robinho (23') e Tiago Brito (36')

 

Sporting CP: André Sousa, João Matos (cap.), Merlim, Cavinato e Dieguinho
Jogaram ainda: Gonçalo Portugal, Varela, Divanei Pedro Cary, Deo, Pany e Cardinal


Treinador: Nuno Dias


Golos: Diogo (3') e Cavinato (26'), Deo (27') e João Matos (29')

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

 

mw-1600.jpg

  

Falta apenas uma jornada para terminar o campeonato, o FC Porto já festejou a conquista do título, mas não parece que a história desta época vá ficar por aqui. Para o Benfica, este foi um “campeonato sujo”.

 

Segundo o Correio da Manhã esta quarta-feira, caso se venham a confirmar as suspeitas de aliciamento a jogadores pelo FC Porto, o Benfica deverá avançar com um pedido de impugnação do campeonato para as instâncias desportivas e criminais. Esta informação terá sido veiculada por uma fonte do clube da Luz ao matutino.

 

O clube encarnado sente-se prejudicado (e tem fortes suspeitas de corrupção) pela forma como o venerado penta lhe escapou. Enquanto esperam pelos resultados das investigações do Ministério Público, os responsáveis do clube da Luz já estão a elaborar um dossiê sobre casos que consideram poder ter influenciado o desfecho da Liga. As águias admitem ir com este caso “até às últimas consequências”.

 

O Benfica desconfia, por exemplo, que as alegadas ameaças dos Super Dragões a árbitros possam ter tido reflexos no critério de nomeação de árbitros para os jogos da Liga. Mas há ainda mais polémicas no crivo encarnado: o pagamento de 784 mil euros do FC Porto ao Estoril antes da realização da segunda parte do jogo que foi interrompido na Amoreira e a denúncia anónima sobre um alegado aliciamento dos dragões a Vagner, guarda-redes do Boavista.

 

O clube liderado por Luís Filipe Vieira acusa ainda o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de ter dois pesos e duas medidas, pois é “mais rápido a decidir os processos quando são contra o Benfica”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

 

mw-860.jpg

 

Algumas considerações de Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão ao dérbi deste sábado:

 

"Se pensarmos em cartas, temos de fazer algum bluff. No jogo em si, é importante os treinadores terem a sua estratégia e aí eles podem lançar alguns jokers. Quanto maior o equilíbrio entre equipas, mais estratégia tem que haver. O treinador do Benfica vai ter essa responsabilidade de lançar os trunfos e o Sporting é a mesma coisa. Mas não há muita coisa a esconder, ambas as equipas são conhecidas nos pormenores do jogo”.

 

Esses três jogadores que mencionou [Mathieu, William e Piccini] estão clinicamente aptos e apesar de amanhã ainda termos treino, à partida, estão convocados. Os três jogadores têm 99,9% de possibilidades de estar no jogo de amanhã. Em relação a quem está melhor ou pior.... A minha experiência diz-me que isso não tem influência. A emoção do jogo, a rivalidade, a paixão e o foco ultrapassam todos os pormenores. Não tenho a certeza absoluta acerca de quem está melhor. O Sporting está à procura de recuperar os primeiros lugares e o Benfica está a tentar defender a sua segunda posição”.

 

DcbjccOW4AEgfRw.jpg

  

A segunda posição é muito importante para os dois clubes. A pasta - atenção que não é pasta que é massa, em italiano, é pasta que são euros - é importante. E aqui há um dado que é mesmo muito importante que é o ranking, que faz com que o Sporting esteja em desvantagem para os rivais, porque têm garantias financeiras maiores. É o ranking dos últimos 10 anos das equipas, não é? Eu tenho 9. Tentámos recuperar nesse aspecto. Hoje estamos no 30.º e não sei quantos lugar, quando chegámos o Sporting estava no lugar 50… ”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:57

Mais um dérbi para o título

Rui Gomes, em 04.05.18

 

31947291_10155231897236555_2730038941716578304_n.j

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:03

 

0.jpg

 

Chegou à Internet esta semana um email supostamente de Rui Pereira, chefe de segurança do Benfica, em que este revela que deu instruções de como enganar a polícia, em Maio de 2009, para fazer entrar no Pavilhão da Luz adeptos das claques encarnadas à revelia das autoridades, num jogo a contar para o terceiro e decisivo jogo do playoff das meias-finais de andebol, diante do Sporting.

 

Segundo reportagens desta quarta-feira, Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica que está agora a ser investigado pelo Ministério Público” no caso dos e-mails, terá pedido a Domingos Soares de Oliveira 50 bilhetes para elementos da claque dos “No Name Boys”.

 

De forma a ludibriar a PSP, Rui Pereira deu indicações como “candongar” os bilhetes para Nuno Gago, porta-voz dos NN, já no exterior do Pavilhão da Luz.

 

No encontro em questão, lembremos, um adepto caiu das bancadas do Pavilhão da Luz.

 

Como tudo o resto que tem constado de há uns tempos a esta parte, deve ser mais uma mentira que chegou à praça pública, até porque o clube da Luz não tem claques.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

 

 

Com um pouco de inspiração, talvez que Bruno Fernandes

consiga duplicar o feito no próximo sábado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57

 

Gabinete de crime - RS.jpg

 

Luís Bernardo, director de comunicação do Benfica, explica o que consta o recém-criado "Gabinete de Crise". É sempre aconselhável mantermos bem informados das démarches do nosso rival, por oblíquas que sejam:

 

"O Gabinete de Crise é uma estrutura que foi criada para fazer o acompanhamento diário e permanente de tudo o que sai em relação ao caso dos emails. É composta por elementos dos gabinetes de Comunicação, Jurídico e também da equipa de advogados que tem acompanhado todo este processo, liderada pelo dr. João Correia.

 

A grande preocupação do Gabinete são aspectos jurídicos, não é andar a fazer denúncias anónimas ou a controlar o que os jornalistas fazem e escrevem - isso é completamente falso e absurdo. Se existe alguma suspeita sobre o modus operandi, fazemos aqui um convite para que estejam presentes numa das nossas reuniões para perceber o trabalho meticuloso que fazemos. Estamos a lidar com um crime extremamente complexo, como é o caso do cibercrime.

 

Vejamos o que está em causa: houve ou não houve um roubo de toda a correspondência privada do Benfica dos últimos 10/11 anos? Houve, ninguém tem dúvidas! Quem é que foi o porta-voz desse roubo? O director de comunicação do FC Porto foi a primeira pessoa a aparecer, no Porto Canal, a relatar o conteúdo do teor de alguns emails, o que é um crime.

 

Também temos vindo a assistir a vários blogues afectos ao FC Porto e ao Sporting a divulgarem sistematicamente essa correspondência, alguma até de teor pessoal. Eu pergunto: para as fontes da justiça não há nada de suspeito nesta situação?

 

As evidências são óbvias, só não vê quem não quer. A quem interessava o roubo? Isto acontece por acaso? Mas estamos a brincar? Ninguém percebe? O Gabinete de Crise foi criado para que uma instituição como o Sport Lisboa e Benfica se possa defender com total transparência.

 

Todo este ambiente surge numa fase histórica em que o Benfica acabava de ganhar o tetracampeonato, sendo também o clube mais sólido a nível financeiro. O FC Porto está intervencionado pela UEFA, o Sporting está com muitas dificuldades para pagar um empréstimo obrigacionista e por meio de uma análise rigorosa à sua contabilidade percebe-se que há ali o risco de insolvência.

 

Em termos de infra-estruturas de futuro, o Benfica tem uma série delas programadas. O Sporting não tem, procura ganhar o próximo Campeonato para salvar uma situação caótica. Tudo isto levou, como se sabe, a uma espécie de união de esforços entre aqueles clubes. E os factos vêm demonstrar que há aqui um nexo de relação".

 

Ora bem, se há que haviam dúvidas sobre o funcionamento deste novo órgão "encarnado", ficamos completamente esclarecidos, nomeadamente no que diz respeito às futurologias benfiquistas e à nossa própria iminente insolvência.

 

Note-se que a acusação de Luís Bernardo dirigida a "blogues afectos ao Sporting", não inclui o Camarote Leonino.

 

Com tudo isto, ainda bem que Bruno de Carvalho já não vive no Facebook, caso contrário teríamos mais uma missiva sua de metro e meio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:46

 

mw-680.jpg

 

Até este sábado, este chuvoso sábado, nenhuma equipa tinha conseguido marcar mais que um golo na Luz neste campeonato. Até que chegou o Tondela e marcou três. Marcou três e o sonho do penta ficou mais difícil de apanhar, num jogo em que se formou uma daquelas tempestades perfeitas nas quais muito dificilmente se sai ileso: o Benfica desabou na defesa, desperdiçou no ataque e ainda teve pela frente um muro chamado Cláudio Ramos.

 

Sem Jardel e Fejsa atrás e Jonas lá à frente, a formação da tempestade só se precipitou e caiu em cima da cabeça de um Estádio da Luz que não estaria à espera que o Benfica, a escorregar, escorregasse frente ao Tondela. Mas não foi só uma escorregadela, foi uma queda sem amparo, cujas feridas só seriam tratáveis se o FC Porto não tivesse vencido no Funchal, no domingo.

 

E quase já parece tarde para o Benfica, que desabou na altura mais crítica e praticamente ofereceu o título ao FC Porto e, talvez, a Champions ao Sporting.

 

Entretanto, com Luís Filipe Vieira no balneário exigir a Liga milionária, serão os adeptos a segurar Rui Vitória, talvez para poupar 4 milhões de euros ao Benfica. Curiosamente, ou talvez não, já se ouvem rumores sobre... Marco Silva.

 

(Texto baseado parcialmente num artigo de Lídia Paralta Gomes, jornal Expresso)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:22

 

mw-860.jpg

 

A Polícia Judiciária (PJ) e o Ministério Público (MP) estão a investigar todos os 163 jogos realizados pelo Benfica no campeonato nas últimas cinco temporadas – leia-se, desde 2013/14, primeiro ano do tetra, até à 31.ª jornada da edição actual. A informação é avançada pelo semanário ‘Expresso’, hoje nas bancas. Segundo a mesma fonte, as autoridades estão a recolher todos os indícios possíveis e, em breve, serão constituídos arguidos.
 

O semanário garante que em investigação estão resultados alegadamente combinados em benefício dos encarnados, com abordagens, por parte de intermediários, a jogadores adversários para facilitarem. O 'Expresso' revela ainda que existem SMS e mensagens trocadas entre investigados que estão neste momento a ser analisadas pelo MP e PJ, assim como vários atletas monitorizados.

As autoridades desconfiam que as denúncias anónimas que esta semana chegaram à Procuradoria-Geral da República terão sido da autoria do próprio Benfica. O gabinete de crise das águias também é investigado e fonte judicial adiantou ao 'Expresso' que existem razões para desconfiar da legitimidade do modo de actuar deste gabinete.
 

Leia o artigo na íntegra na edição do Expresso deste sábado AQUI.

 

Nota da direcção do Expresso sobre as investigações ao Benfica

 

Esta terça feira, o canal de televisão do Benfica noticiou uma denúncia anónima entregue na véspera sobre um alegado plano contra o clube orquestrado por clubes rivais, com a conivência do sistema judicial e a participação de jornalistas.

 

A Justiça suspeita que a referida denúncia anónima está ligada ao próprio Benfica. Na peça da BTV, o Benfica revela o que ninguém escrevera, identificando nomes de jornalistas supostamente envolvidos no plano. Entre eles, estão jornalistas do Expresso.

 

A informação da denúncia anónima é caluniosa, mas o que o Benfica fez é ainda pior, é um ataque pessoal que visa intimidar jornalistas identificados, condicionar o seu trabalho e acicatar os adeptos contra eles.

 

A direcção do Expresso repudia actos cobardes ad hominem e defende todos e cada um dos seus jornalistas, e o seu trabalho, no caso da investigação ao Benfica como noutras, como as que já revelaram negócios do Sporting com a Doyen, comissões obscuras em compras de jogadores do FC Porto ou suspeitas de fuga aos impostos de ídolos como Cristiano Ronaldo.

 

Em todas estas investigações fomos sempre acusados de estar a favor de alguém ou contra outrem. Estamos só a fazer jornalismo. Todas estas investigações não são de A nem de B, são do Expresso. E todas vão prosseguir.

 

A direção do Expresso

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:45

 

nuno-saraiva-á-sportingTV.png

 

Considerações de Nuno Saraiva - director de comunicação do Sporting - esta quinta-feira, no programa Verde no Branco, da Sporting TV:

 

"Tudo parece conjugar-se para que isto que tem vindo a lume entronque numa entrevista dada por Luís Filipe Vieira, em que ele dizia que o Benfica estava 10 anos à frente dos seus rivais. Diria que está, até, infinitamente à frente, pelo menos do Sporting. Nós em nenhuma circunstância queremos estar à frente neste tipo de comportamentos. Hoje é 26 de Abril, estamos na ressaca da comemoração da liberdade, e parece que caminhamos para uma ditadura benfiquista.

É o que podemos designar como um estado vermelho, que subjuga tudo e todos. Pelo domínio da comunicação social, pelo influenciar e condicionar do poder político, da inoperância constante do IPDJ e que também passava por influenciar e controlar o poder nas diversas instâncias do futebol.
 

mw-1600.jpg

 

Chegámos ao cúmulo do ridículo - e isto é uma belíssima semana depois do que vimos no Estoril-Benfica - de o presidente do IPDJ vir dizer publicamente que as claques do Benfica não são nem nunca foram um problema para as autoridades. Todos sabemos que na Amoreira os adeptos do Benfica, do tal grupo organizado, criaram problemas gravíssimos de segurança, atacando adeptos do Estoril. E o Dr. Augusto Baganha continua a dizer que nunca aquelas pessoas foram problema para a polícia e para o IPDJ. Tem de haver aqui uma máquina muito poderosa de condicionamento, até de intimidação".
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:25

 

mw-320.jpg

 

As mais recentes suspeitas sobre um alegado esquema do Benfica para controlar o futebol português estiveram em análise no programa Tempo Extra. Segundo Rui Santos (acertou na lotaria), há indícios de que o clube da Luz tentou influenciar os principais órgãos de decisão. 

 

Um breve vídeo disponível aqui.

 

domingosoliveira2.jpg

 

Ainda relacionado com o clube da Luz e a novela dos emails, mais um episódio com Domingos Soares Oliveira em suposta conversação com Ana Correia Mendes, assessora da Provedora da Justiça:

Ana Correia Mendes

 

«Estás comigo estás com Deus (uinda franse!! É mesmo à trenga do Benfica). O que lhes interessa, que retém e compilam informações que possam comprometer as nossas relações laborais, designadamente se estamos ou não a agir dentro da legalidade. A ver se compras uns árbitrozinhos e se eu estou no tráfico e a receber luvas para safar algum.»

 

Domingos Soares Oliveira

 

«O meu problema não é com os senhores da Judiciária, até porque eles nunca chateiam.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:00

"Dono disto tudo"

Rui Gomes, em 22.04.18

 

20986018_GW7BO.jpeg

 

"O documento do Benfica que O JOGO hoje revela, na sequência de outro revelado anteontem pela revista "Sábado", é um facto. Branqueiem-no, manipulem-no, mintam, mas, no fim, aquele plano à génio do mal de um filme do 007 continuará a ser um facto. Um facto ao qual o futebol decidiu, de livre vontade, fechar os olhos. Durante todo este tempo, nem uma pergunta institucional foi feita ao Benfica. Outro facto".

 

José Manuel Ribeiro, O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:49

VAR "encarnado"

Rui Gomes, em 22.04.18

 

img_770x433$2018_04_21_23_55_57_1389554.jpg

 

Golo mal anulado pelo VAR ao Estoril, no embate de ontem frente ao Benfica. O jogador que acabou por marcar o golo está em linha com o colega que fez o passe. O árbitro-auxliar está perfeitamente colocado no lance e nada assinalou, correctamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:48

 

download (1).jpg

 

O Sporting derrotou este sábado o Benfica, em casa, por 3-0, no segundo jogo da final do Campeonato Nacional de voleibol, e anulou a vantagem dos campeões nacionais, que tinham vencido o primeiro encontro.

 

No Pavilhão João Rocha, em Lisboa, o Sporting, primeiro classificado da fase regular, ganhou com os parciais de 25-19, 25-20 e 25-21, desforrando-se da derrota sofrida há uma semana na Luz, também por 3-0 (25-21, 25-23 e 25-18).

 

O terceiro encontro da final, disputada à melhor de cinco, realiza-se no domingo, de novo no recinto dos 'leões', enquanto o quarto jogo está marcado para 28 de Abril, na Luz. Uma eventual quinta partida terá lugar a 01 de Maio, no Pavilhão João Rocha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:50

 

img_797x448$2018_04_20_08_27_17_296223.jpg

 

Uma reportagem Carlos Rodrigues Lima, da Sábado, sobre novos emails recém-chegados à praça pública, que aparentam revelar que já em 2012 o SL Benfica assumiu como "desafio" o "reforço/controlo" sobre "conselhos de arbitragem", "poder político", "media" e "judicial".

 

"Tantos como cinco anos antes de uma juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, para autorizar buscas ao estádio da Luz no chamado "caso dos emails" (Outubro 2017), se referir a suspeitas sobre responsáveis do Benfica de exercerem "pressão" e "influência junto de responsáveis da arbitragem e de outras estruturas do futebol nacional", já a própria sociedade desportiva, numa reunião de quadros, terá assumido tal objectivo como um desafio para o futuro.

 

A mensagem consta de uma apresentação em "powerpoint", que terá sido apresentado aos quadros da SAD do Benfica a 18 de Junho de 2012, documento este que consta de um novo conjunto de emails divulgados pelo blog «mercadodebenficapolvo.wordpress.com».

 

A caixa de correio divulgada pertence a Domingos Soares Oliveira, administrador da SAD do Benfica, e os emails situam-se entre 2009 e 2012. Foi já neste último ano, no início do mês de Junho, que Soares Oliveira e outros elementos da SAD trocaram correspondência sobre a apresentação a ser feita na reunião de quadros, que teve lugar no dia 18 daquele mês. O documento em "powerpoint", além de metas desportivas e financeiras, estabeleceu ainda "desafios" na "vertente externa", os quais passariam por, em primeiro lugar, "definir e implementar uma estratégia coerente a cinco anos" (...)".

 

A reportagem completa da revista Sábado está disponível aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:38

 

mw-640.jpeg

 

SC BRAGA - SPORTING CP

 

Comecemos pelo jogo na Pedreira onde Luís Godinho não teve uma noite fácil. Num jogo intenso, muito disputado entre as duas equipas em campo, há dois lances que marcam particularmente o encontro deste sábado, que terminou com a vitória dos bracarenses.

 

Matheus choca com Bas Dost


Ao minuto 12, após cruzamento da esquerda, o guarda-redes do SC Braga sai da baliza e acaba por chocar com as pernas de Bas Dost. O árbitro não assinalou falta.

 

A decisão divide o painel do “Record”. Se Jorge Faustino considera “falta imprudente” do brasileiro na tentativa de fazer a mancha, Marco Ferreira entende que se trata de um “lance normal” de contacto no jogo.

 

Duarte Gomes, por sua parte, é da opinião de que “a bola já passou” quando Matheus e Bas Dost se encontram. “A melhor decisão, depois da acção do VAR, seria marcar penálti”, considera o ex-árbitro em "A Bola”.

 

Vários imbróglios num só


O minuto 44 é, provavelmente, o mais central deste jogo. Mathieu marcou na própria baliza mas o golo acabou anulado, uma vez que o árbitro Luís Godinho, depois de consultar o VAR, entendeu que houve falta de Paulinho sobre Gelson no início da jogada. Pelo meio, o SC Braga reclama um penálti por falta de Piccini sobre Ricardo Horta.

 

Sobre o lance que está na origem da decisão - se há ou não falta de Paulinho sobre Gelson - o painel de “O Jogo” é unânime: há toque sobre o jogador do Sporting. A falta foi bem assinalada. Essa não é, contudo a opinião de Duarte Gomes, que considera não ser evidente: “nenhuma imagem deixa claro ter havido toque”, diz.

 

Quanto à grande penalidade, mais uma vez, a opinião é dividida. No “Record” Jorge Faustino acha que há falta, opinião com a qual concorda José Leirós e Duarte Gomes, muito embora este dê o “benefício da dúvida ao árbitro” por não ser evidente a intensidade do toque do braço de Piccini.

 

Marco Ferreira, Jorge Coroado e Fortunato Azevedo acabam por equilibrar a balança, ao considerarem que esteve bem o árbitro ao nada assinalar.

 

Golo ao cair do pano


Quanto ao golo que decidiu a partida, tudo de acordo: Raúl Silva sai de posição regular para cabecear a bola e fazer o tento que deu os três pontos ao Sporting de Braga.

 

SL BENFICA - VITÓRIA DE GUIMARÃES

 

Golo de Raphinha bem anulado


Na Luz, há dois lances de maior evidência. O primeiro, ao minuto 23, conduziu ao golo do Vitória de Guimarães, que seria o primeiro do jogo, mas que foi anulado.

 

Tudo certo, de acordo com a análise dos painéis de arbitragem. O fora de jogo de Jubal no momento do cruzamento justifica a anulação do golo de Raphinha.

 

Mão na bola ou bola na mão?


Ainda na primeira parte, o outro lance a deixar dúvidas foi aquele que levou Carlos Xistra a assinalar grande penalidade a favor do Benfica por mão de João Aurélio dentro da área vimaranense.

 

Aqui a opinião dominante é que o árbitro decidiu bem por se considerar que a mão de João Aurélio estava aberta de forma injustificada, não estava em posição natural. Neste lance, só Jorge Coroado discorda por considerar que o cabeceamento de Jardel “deu uma trajectória diferente e imprevista à bola".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28

 

final-o-leitor-quer-saber.jpg

 

O Sporting venceu o dérbi do andebol frente ao Benfica por 29-24 e reforçou a liderança do campeonato de andebol.No Pavilhão da Luz, os 'leões' foram mais fortes e chegaram a estar a vencer por sete golos de diferença.

 

Perto do final, o Benfica equilibrou o marcador com uma boa recuperação, mas acabou por ceder deixando os verde e brancos ganharem vantagem até ao final do encontro.

 

Pedro Portela foi o melhor marcador dos leões, com seis golos, enquanto Belone Moreira foi o mais concretizador dos encarnados, com sete.

As águias continuam sem conseguir vencer o actual campeão nacional esta época: terceira derrota em três partidas disputadas, depois dos desaires na fase regular (24-27 e 29-33).

Com este resultado, o Sporting reforça a liderança na prova, agora 44 pontos, mais três que o FC Porto (2.º classificado) e mais quatro que o rival lisboeta (3.º classificado).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds