Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sub-23 vencem no terreno do Boavista

Rui Gomes, em 11.03.21

_OU_9005.jpeg

O Sporting venceu, esta quinta-feira, fora de portas, o Boavista FC, por 2-1, em encontro da 13.ª e penúltima jornada da Fase Apuramento para a Taça Revelação. 

Num encontro disputado no Parque Desportivo de Avanca, os leões garantiram a vitória com tentos de Hevertton (33´) e Paulo Agostinho (60´). Os axadrezados haviam empatado por Jorge Silva (40´). Os boavisteiros ainda desperdiçaram um penálti aos 81´. 

Com este resultado, os leões seguram o segundo posto com 30 pontos, mais um que o Portimonense, terceiro classificado, que venceu o Rio Ave por 2-0. Com os dois primeiros classificados a garantirem o apuramento para a Taça Revelação, os algarvios, que têm um jogo em atraso, garantiram três preciosos pontos com golos de Felipe Dini (44') e Thiago Morais (66').

Os leões estão a três pontos do líder SL Benfica, que tem menos dois jogos.

SPORTING CP: Diego Calai, Rodrigo Rego, Hevertton (Cap.), Diogo Cabral (Diogo Brás, 65'), Daniel Rodrigues, Gonçalo Costa (Edson, 72'), R. Fernandes, Paulo Agostinho (Fati, 72'), Duarte, Renato Veiga e Joelson.
Suplentes: V. Gaspar, Chermiti, Samuel, Roberto M., R. Reis e Alex.
Treinador: Filipe Pedro
Disciplina: Cartão amarelo a Renato Veiga (44'), Diogo Cabral (44´), R. Fernandes (56') e Diogo Brás (82')

publicado às 16:45

Sub-23 regressam às vitórias

Rui Gomes, em 03.02.21

A equipa sub-23 do Sporting recebeu e venceu, nesta terça-feira, o Boavista FC por 2-1, no jogo referente à sexta jornada da fase de apuramento para a Taça Revelação. Depois de muito equilíbrio, Bruno Tavares colocou os leões a vencer mesmo em cima do intervalo. No segundo tempo, Diego Callai defendeu um penálti, segurando a vantagem, que seria depois aumentada por Lucas Dias.

Nos últimos minutos, a equipa verde e branca fechou-se e tentou defender a vantagem, mas o Boavista FC ainda chegaria ao golo. Contudo, o 2-1 seria mesmo o resultado final, que permite à formação orientada por Filipe Pedro assumir a liderança à condição com 18 pontos, mais um do que o Benfica, que tem menos um jogo.

Sporting: Diego Callai [GR], Hevertton Santos [C], Rodrigo Rêgo, Chico Lamba, Flávio Nazinho, Renato Veiga, Lucas Dias (Tiago Ferreira 80'), Duarte Carvalho (João Daniel 70'), Bruno Tavares (Babacar Fati 87'), Joelson Fernandes (D. Cabral 87') e Youssef Chermiti (Paulo Agostinho 70').

publicado às 03:32

A mensagem de Jesualdo Ferreira

Rui Gomes, em 27.01.21

Jesualdo Ferreira deixou mesmo uma mensagem a Pedro Porro: "Era escusado fazeres isso", 

publicado às 12:30

As Notas de Julius (7)

Rui Gomes, em 27.01.21

Palhinhaamrelobessa.jpg

Na 7.ª edição desta rubrica, temos a oportunidade de ler e comentar as notas (0-6) que o nosso leitor Julius atribuiu aos jogadores do Sporting e a outros intervenientes no jogo de ontem com o Boavista, no Bessa, a contar para a 15.ª jornada da Liga NOS, que o Sporting venceu por 2-0.

"Vitória justa do Sporting com muita competência, apesar de muito perdulário a falhar vários golos cantados que se os tem marcado teria evitado Rúben Amorim fazer entrar o João Palhinha para acabar crucificado pelo árbitro. Era de todo importante darem esta resposta muito positiva três dias depois de terem ganho a Taça da Liga. O Boavista só incomodou nos 15 minutos finais".

ANTONIO ADÁN - 3.5 - Foi espectador a maior parte do tempo, também muito ajudado pela eficácia dos centrais.

PEDRO PORRO - 4 - Grande jogo do espanhol, foi um muro do seu lado e acabou a marcar um grande golo, que deu mais justiça ao resultado e tranquilidade à equipa.

LUÍS NETO - 3 - Aquele passe atrasado para o Adán deu-nos calafrios a todos, quando tem que jogar a bola com os pés ......!!! Tem muita sorte em ter um parceiro ao seu lado com a qualidade do Porro.

SEBASTIÁN COATES - 4 - Geriu muito bem a sua usual agressividade no momento do desarme para não levar amarelo. Ele e Feddal controlaram sempre a situação e anularam as tentativas do adversário, não lhes dando espaço para rematarem.

ZOUHAIR FEDDAL - 4 - Está em grande forma e melhorou bastante na saída com bola. É imperial no jogo aéreo e bravo nos duelos físicos.

NUNO MENDES - 4 - Foi deveras incansável e percorreu muito melhor o espaço que o adversário estrategicamente lhe facultou durante a primeira parte, executando excelentes cruzamentos e um deles teve o prémio merecido na excelente antecipação do Nuno Santos para o primeiro golo.

MATHEUS NUNES - 3.5 - A desempenhar muito bem o transporte de bola e construção de jogo, apesar das pobres condições do relvado não o ajudarem. Faz-me recordar muito a forma de jogar do colombiano James Rodríguez.

JOÃO MÁRIO - 3 - Algo menos activo que o colega Matheus; podia e devia ter explorado melhor o espaço que teve na primeira parte, falhou um golo cantado, fez tudo bem tirando o adversário do caminho e depois atirou à figura do guarda redes a três metros da linha de golo. Esperamos ainda aquela primeira versão do João Mário que bem conhecemos mas que tarda a aparecer.

JOVANE CABRAL - 4 - Foi o que teve mais capacidade para desequilibrar o meio campo adeversário com frequência, sofreu muitas faltas e acabou esgotado.

NUNO SANTOS - 4 - Com mais espaço, consegue tirar melhor partido da sua grande velocidade e levou quase sempre a melhor nos duelos; marcou o golo mais dificil que é invariavelmente o primeiro do jogo; pleno de oportunidade num excelente movimento de antecipação à bola cruzada pelo Nuno Mendes.

ANDRAZ SPORAR - 2.5 - Por vezes projecta a ideia que não anda lá; falhou dois golos cantados que podiam ter feito muita falta no final.

DANIEL BRAGANÇA - 3 - Entrou no momento em que a equipa já dava indícios de algumas dificuldades em parar o meio campo do Boavista e ajudou a acalmar a situação. Tem muito futebol nos pés e na cabeça.

TIAGO TOMÁS - 2.5 - Entrou na fase menos conseguida da equipa, no momento que era mais importante gerir o resultado.

JOÃO PALHINHA - 3 - Quando entra "aquilo" é outra coisa, pega logo no jogo, merece a "rendição" do árbitro no grave pecado que cometeu e fazerem-lhe a justiça de lhe retirar o amarelo premeditado, num lance em que nem falta foi.

TABATA - 2 - Entrou aos 88 minutos e jogou os 5 finais.

RÚBEN AMORIM - 5 - Mais um teste difícil que foi ultrapassado; é sempre tarefa árdua dar uma boa resposta três dias após se ganhar uma final de muita luta e com tremendo desgaste. Preparou com muita mestria o jogo e acima de tudo soube manter em alta o foco dos jogadores relativamente à responsabilidade de ganhar estes três pontos num campo tradicionalmente complicado.

JESUALDO FERREIRA - 2.5 - Cometeu um erro grave na sua estratégia da primeira parte, metendo o autocarro lá atrás com três centrais e uma linha de cinco, convidando o Sporting á invasão e o resultado não ficou definido ao intervalo porque os avançados do Sporting foram demasiado perdulários; remendou na segunda parte mas o mal já estava feito.

FÁBIO VERÍSSIMO - 2 - Estava preparado para lhe dar nota 5 quando aos 79 minutos cometeu aquele monumental disparate de mostrar o amarelo ao Palhinha. Ficamos todos convencidos que não foi um erro casual, dado que nem falta foi.

ANTÓNIO NOBRE (VAR ) - 5 - Excelente decisão no lance do golo do Nuno Santos, uma decisão de 10 centímetros.

publicado às 03:34

publicado às 18:15

A título de curiosidade

Rui Gomes, em 25.01.21

21945096_ZeIGs.png

Nomeações da Secção Profissional do Conselho de Arbitragem da FPF para os jogos da 15.ª jornada da Liga NOS:

Boavista FC-Sporting CP
Árbitro: Fábio Veríssimo
Assistentes: Bruno Rodrigues e Sérgio Jesus
4.º árbitro: Hugo Silva
VAR: António Nobre
AVAR: Nélson Pereira

SL Benfica-CD Nacional
Árbitro: Rui Costa
Assistentes: Nuno Manso e João Bessa Silva
4.º árbitro: Flávio Lima
VAR: Nuno Almeida 
AVAR: André Campos

SC Farense-FC Porto
Árbitro: Manuel Mota
Assistentes: Jorge Fernandes e Luciano Maia
4.º árbitro: Marcos Brazão
VAR: Hélder Malheiro
AVAR: Rui Cidade

SC Braga-Gil Vicente FC
Árbitro: Manuel Oliveira
Assistentes: Tiago Leandro e Tiago Mota
4.º árbitro: João Gonçalves
VAR: Rui Oliveira

publicado às 14:30

Leões do andebol regressam a vencer

Rui Gomes, em 21.01.21

139616931_10157400871596923_5463688533219174363_o.

A equipa de andebol do Sporting foi a casa do Boavista FC, esta quarta-feira, vencer por 26-28, em jogo antecipado da 16.ª jornada do Campeonato Placard Andebol I.

Após cerca de um mês sem competir, a formação liderada por Rui Silva chegou ao intervalo empatada 13-13, conseguindo depois garantir a vitória já nos minutos finais da segunda parte.

Francisco Tavares, com seis golos, e Pedro Valdés, com mais quatro, estiveram em destaque e terminaram a partida como os melhores marcadores do conjunto verde e branco.

Com este triunfo, o Sporting CP mantém-se no segundo lugar da competição com 43 pontos, menos dois do que o líder isolado, o FC Porto.

Os Leões voltam a entrar em campo já este sábado, dia 23 de Janeiro, na deslocação a casa do CD Xico Andebol, em jogo referente aos oitavos-de-final da Taça de Portugal.

publicado às 03:42

Leoas do voleibol vencem a Norte

Rui Gomes, em 30.11.20

Voleibol-Feminino.jpg

A equipa feminina de voleibol do Sporting venceu, este domingo, o Boavista FC por 0-3 em jogo referente à 13.ª jornada da fase regular do Campeonato Nacional.

A formação liderada por Rui Pedro Costa conseguiu superiorizar-se à equipa da casa, após um primeiro set mais disputado, e venceu com os parciais de 22-25, 14-25 e 17-25.

O Sporting CP volta a jogar com o Boavista FC, mas em casa, em jogo a contar para a 14.ª jornada da prova, já na próxima terça-feira.

publicado às 03:32

119033656_10157141111216923_1076587519948538339_n.

O sete inicial foi composto por Matevz Skok (guarda-redes), Arnaud Bingo, Pedro Valdés, Frankis Carol, Darko Đukić e Théo Clarac, com Salvador Salvador a defender e a trocar com Carlos Ruesga para o ataque.

O ponta sérvio Darko Dukic foi o melhor marcador com 7 golos.

Sporting CP: Pedro Valdés (3), Théo Clarac (1), Carlos Ruesga (6), Frankis Carol [C] (2), Tiago Rocha, Tomás Van Zeller [GR], Francisco Tavares (3), Salvador Salvador (4), Manuel Gaspar [GR] (1), Duarte Seixas (1), Arnaud Bingo (1), Nuno Roque (1), Darko Dukic (7), Joel Ribeiro (1), Nilton Melo e Matevz Skok [GR].

publicado às 03:32

Foto do dia

Rui Gomes, em 24.02.20

2020-02-23 (3).png

Gonzalo Plata, o homem do jogo com o Boavista (Resumo)

publicado às 03:32

87951743_10156645845446555_7433350236203909120_o.j

Nota: No lance mais polémico do jogo, como sempre, o benefício da dúvida nunca é dado ao Sporting. Na minha opinião, Ricardo Costa devia ter sido expulso e grande penalidade assinalada, por aquela entrada aos pés juntos sobre Gonzalo Plata.

publicado às 19:32

Depois do empate frente ao FC Porto na ronda anterior, a equipa de andebol do Sporting recebeu e venceu o Boavista por 38-19, em jogo da 13.ª jornada do Campeonato Nacional Placard.

Com Manuel Gaspar a defender a baliza da equipa leonina e apesar do baixo ritmo de jogo, o Sporting chegou ao intervalo a vencer por 18-11.

41.jpg

Motivado por duas ou três grandes defesas de Manuel Gaspar, o Sporting ganhou força na segunda parte do desafio e, mesmo sem acelarar muito, a meio do período já vencia por 29-16, um resultado que acabava com as esperanças do Boavista em discutir o jogo.

Até ao final, os leões limitaram-se a elevar a vantagem para 38-19 com Tomás Van-Zeller a destacar-se com várias defesas de grande nível, para evitar uma diferença ainda maior.

Sporting: Pedro Valdés (4), Edmislon Araújo (1), Gonçalo Vieira (2), Carlos Ruesga, Frankis Carol (C, 5), Aljoša Čudić (GR), Tiago Rocha (6), Tomás Van Zeller (GR), Francisco Tavares (2), Manuel Gaspar (GR), Arnaud Bingo (1), Valentin Ghionea (4), Nemanja Mladenović (3), Ivan Nikčević (5), Marko Vujin (1) e Luís Frade (4).  

publicado às 03:02

Rever a obra do palhaço Jorge Sousa

Rui Gomes, em 17.09.19

"O Boavista jogou como gosta. O árbitro foi condescendente e complicou ainda mais a vida ao Sporting".

Rui Santos, no programa Play-Off  da SIC Notícias, aqui.

publicado às 03:48

Empate no Bessa em dia de estreias

Rui Gomes, em 16.09.19

download.jpg

Leonel Pontes teve isto para dizer após o seu primeiro jogo ao leme da equipa principal do Sporting:

"Foi um jogo equilibrado, sabíamos as características do Boavista, uma equipa que ia defender, baixar as linhas e jogar no nosso erro. Acabaram por marcar num erro nosso.

Reagimos muito bem a esse golo, não tivemos qualidade ofensiva na primeira parte, principalmente no corredor esquerdo; faltaram dinâmicas, o Acuña nunca jogou com os colegas novos.

Na segunda parte corrigimos vários aspectos importantes, criámos situações de golo, empatámos e podíamos ter justificado a vitória em função do número de ocasiões que criámos.

Agora é preparar a melhor estratégia para o PSV e seguir no nosso caminho, foi isso que me pediram.

img_920x518$2019_09_15_22_20_36_1602805.jpg

Lamentavelmente, e olhando a um passado recente, começamos a ver coisas um pouco estranhas… O futebol é um jogo simples, mas rodeado de coisas algo estranhas. Acho estranho não haver mais respeito por uma instituição com tantos anos e por jogadores que são dos melhores que estão em Portugal.

Temos um dos melhores médios portugueses da actualidade que é o mais massacrado em termos de faltas e agressividade. O Bruno Fernandes sofreu dez faltas, apenas cinco foram assinaladas. Seis faltas foi o mesmo jogador a fazer. Viu o primeiro amarelo por indignação e o segundo amarelo na única falta que cometeu no jogo. Se queremos os melhores dentro de campo, temos de os proteger e o Bruno não foi protegido".

_____________________________________________________________________________________________

Pode rever aqui as faltas sobre Bruno Fernandes e outras entradas,

numa noite de dualidade de critérios.

Além de Leonel Pontes, tivemos as estreias absolutas de Rosier, a lateral direito, Bolasie, a ponta de lança e Jesé Rodríguez, que entrou na segunda parte e alinhou como extremo esquerdo.

Valentin Rosier, não me surpreendeu, dado que sempre senti que é um bom jogador. Melhor fisicamente e integrado na equipa, vai ser uma importante mais valia.

mw-1280.jpg

Jesé Rodríguez trabalhou bem, bom posicionamento no terreno e veio atrás defender. Precisa de tempo e de minutos de jogo para elevar o seu nível de performance.

Yannick Bolasie, simplesmente o melhor do jogo, merecia outra sorte no remate à trave na segunda parte. Ponta de lança não é a sua principal ou preferida posição, mas demonstrou ampla capacidade para a desempenhar. Excelente reforço, se mantiver este nível.

Gonzalo Plata muitíssimo longe do que se espera dele e do que ele é certamente capaz. Terá de simplificar o seu jogo e reconhecer que em Portugal, com a maioria das equipas a jogar em linhas baixas, não vai ter muitos espaços para dribles constantes.

Luís Neto esteve seguro em substituição de Coates e foi um bom parceiro para Mathieu que fez mais uma excelente exibição, a defender, na construção de jogo e até a participar nas manobras ofensivas.

Acuña não se viu nos primeiros 45 minutos, como aliás foi referido por Leonel Pontes. Acho que deve alinhar sempre a lateral esquerdo e esquecer Borja, salvo em circunstâncias pontuais.

Doumbia esteve muito melhor neste jogo, especialmente no meio campo ofensivo, que ele até agora raramente penetrava. Também mostrou melhor eficácia de passe.

Jorge Sousa sentiu a necessidade de expulsar Bruno Fernandes, num tipo de lance que mais uma vez lança suspeitas sobre a competência/isenção da arbitragem portuguesa. O capitão terá de reconhecer que apesar das inúmeras faltas que sofre, deve minimizar os prostestos. Eles aproveitam, sempre que há a oportunidade.

Depois do palhaço do João Pinheiro a assinalar três grandes penalidades em Alvalade, também Jorge Sousa quis contribuir para o circo que é a arbitragem em Portugal. Mas tudo passa impune nos olhos da FPF e da Liga de Clubes. Tanto assim é, que Pinheiro teve prémio de imediato ao ser nomeado para arbitrar o jogo dos encarnados na Luz.

É verdade que se abdicou de mais dois pontos, o que não é agradável, obviamente. Leonel Pontes necessita de mais tempo para trabalhar a equipa, até porque pelas selecções, só teve o plantel completo disponível na quinta-feira.

O Sporting soma assim o oitavo ponto em cinco jogos; já vai com menos quatros pontos do que os rivais directos, Benfica e FC Porto, e menos cinco do que o líder, Famalicão, que na próxima jornada vai, precisamente, a Alvalade. Mas, antes, há Liga Europa, frente ao PSV. Ou seja, mais uma semana algo complicada.

publicado às 04:48

Convocatória para o Boavista

Rui Gomes, em 15.09.19

70971436_10156228466656555_3504225832115634176_n.j

A convocatória de Leonel Pontes para o embate com o Boavista, a sua primeira como treinador da equipa principal do Sporting.

Com 19 jogadores na lista, será muito provavelmente Diogo Sousa, o terceiro guarda-redes, a ser excluído do grupo que vai pisar o relvado do Bessa.

Alguns destaques nesta jornada; Ristovski e Jovane Cabral continuam de fora a tratar das respectivas lesões, Battaglia, ausente desde Novembro 2018, integra a convocatória pela primeira vez esta época e dois outros casos de lesão, Luiz Phellype e Luciano Vietto.

Algo complicado prever o primeiro onze de Leonel Pontes, mas este é o meu palpite:

Renan; Rosier, Luís Neto, Mathieu e Acuña; Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes; Bolasie, Gonzalo Plata e é expectável que por falta de alternativas Jesé Rodríguez vai ter a sua estreia de leão ao peito como ponta de lança. Ele já afirmou que alinha nas quatro posições do ataque, mas, mesmo assim, creio que esta será a menos apetecível.

publicado às 04:03

carlos_fernandes11721bbc.jpg

O antigo jogador Carlos Fernandes - passou pelo Sporting e pelo Boavista - em entrevista à Rádio Renancença, teceu algumas considerações sobre o embate do próximo domingo:

"Vamos ver o que o Sporting fará num estádio que é muito difícil. O Lito gosta de ver qualidade nas suas equipas, mas no Bessa, será sempre um jogo combativo, aguerrido, com muitas segundas bolas. Não será fácil, a estreia do novo treinador do Sporting, mas ele quererá um bom resultado para a sua equipa e isso só acontecerá se ganhar.

Estamos perante um Boavista a tentar afirmar-se na Liga, para, mais tarde, andar nas primeiras posições e lutar pelos lugares europeus, como nos habituou. O Sporting, por seu lado, é intermitente. Ainda não sabemos bem o que vale e está muito dependente de Bruno Fernandes".

publicado às 04:04

Convocatória para o Boavista

Rui Gomes, em 09.03.19

 

53464671_10155833512926555_7468798461018636288_n.j

 

Convocatória de 19 jogadores para o embate com o Boavista, da 25.ª jornada da Liga NOS.

 

Sem novidades, excepto pela ausência de Bas Dost, com um traumatismo no joelho direito. Talvez até que o jogo de descanso lhe faça bem e o ajude a sair da "crise" que tem vindo a atravessar. Luiz Phellype será, decerto, a escolha de Marcel Keizer para ponta de lança.

 

De resto, Battaglia e Bruno Gaspar continuam a recuperar de lesões e Petrovic e Jefferson novamente de fora por opção técnica do treinador.

 

Não vou adiantar o meu 'onze' preferido, mas sim o que eu antecipo que seja a preferência do técnico do Sporting:

 

Renan; Ristovski, Coates, Mathieu e Marcus Acuña; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Diaby e Luiz Phellype.

 

Apesar disto, Borja é uma alternativa óbvia para lateral esquerdo, com Acuña a subir no terreno em mais directo apoio ao ataque.

 

A explicação sobre a lesão de Bas Dost:

 

"1- Bas Dost saiu do treino de ontem após os primeiros 20 minutos, instantes depois de se iniciar a vertente de treino técnico e táctico, altura em que se queixou do joelho direito, na sequência de um toque sofrido.

2 - Informou o Treinador e o Departamento Médico, presente no treino, do sucedido, sendo autorizado a deslocar-se para a sala de tratamentos, onde foi avaliado.

3 - Avaliadas as queixas do jogador e o resultado das observações feitas, o Departamento Médico e a Equipa técnica decidiram não incluir Bas Dost na convocatória, como medida cautelar."

 

publicado às 06:02

Cristiano Ronaldo marca no Bessa

Rui Gomes, em 07.03.19

 

 

publicado às 20:02

Leoas levam a melhor sobre o Boavista

Rui Gomes, em 24.02.19

 

SCP_BOA_16.jpg

 

O Sporting recebeu e venceu, neste sábado, o Boavista, por 3-0, em partida da 17.ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol Feminino.

 

Ana Capeta, na primeira parte, e Tatiana Pinto e Solange Carvalhas, na segunda, fizeram os golos com que a equipa leonina venceu as boavisteiras.

 

Com este resultado, as leoas somam agora 46 pontos e continuam na perseguição ao líder SC Braga, que tem mais três pontos e que venceu nesta jornada o Atlético Ouriense por 5-1.

 

Jogaram de início pelo Sporting: Inês Pereira; Sydney Blomquist, Carole Costa, Nevena Damjanovic, Joana Marchão; Carlyn Baldwin, Neuza Besugo, Tatiana Pinto, Diana Silva, Ana Capeta e Carolina Mendes. Entraram: Solange Carvalhas, Joana Martins e Constança.

 

publicado às 04:16

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 03.12.18

 

img_920x518$2018_12_02_23_17_18_1479244.jpg

 

Luís Bernardo, director de comunicação do clube da Luz, reagiu à vitória do FC Porto frente ao Boavista, no Bessa, já nos descontos:

 

"Hoje assistimos a mais uma vitória suja numa liga sem verdade desportiva. O VAR voltou a avariar no lance do penálti nítido a favor do Boavista? O FC Porto ganha jogos sucessivos com erros clamorosos como o de hoje no Bessa, no Jamor com o Belenenses, em Setúbal ou em casa com o Feirense.

 

O que se assistiu foi também um espectáculo degradante de insultos, ameaças e pressões sobre tudo e todos que infelizmente parecem estar a resultar. Estamos a viver uma espécie de regresso a um passado de triste memória. Esta liga azul envergonha. Sempre queremos ver se também nos castigos vamos assistir a um apagão, é que existe um clube que vive em total impunidade".

 

Perante estas declarações, fica alguma ironia no ar face à ausência de um representante do FC Porto na conferência de imprensa pós-jogo, em suposto protesto pela expulsão de Sérgio Conceição. 

 

"O FC Porto foi a única equipa que quis que se jogasse futebol. A única". Palavras de Francisco J. Marques, no Twitter.

 

publicado às 05:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo