Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A magia de Bruno Fernandes

Rui Gomes, em 25.04.18

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

A perseguição continua...

Rui Gomes, em 22.04.18

 

image.jpg

 

O Sporting acusou o desgaste do jogo de quarta-feira da Taça de Portugal, mas fez o suficiente na primeira parte para merecer a vitória, com um resultado que até acaba por ser simpático para o Boavista.

 

O 'onze' inicial: Rui Patrício; Ristovski,  Sebastián Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Battaglia, Bryan Ruiz, Gelson Martins e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

 

O golo surgiu através de uma grande penalidade convertida por Bas Dost, num lance, aos 23', que o árbitro Fábio Veríssmo, incompreensivelmente, necessitou de recorrer ao VAR para assinalar a falta.

 

Com estes três pontos, o Sporting continua na perseguição ao FC Porto e Benfica no pódio da I Liga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:21

Leoas continuam imparáveis

Rui Gomes, em 25.02.18

 

image.jpg

 

A equipa feminina de futebol do Sporting continua imparável, goleando o Boavista por 6-0, em jogo a contar para a 16.ª jornada da Liga Allianz.

 

Os golos foram marcados por Bárbara Marques (4'), Tatiana Pinto (18'), Carole Costa (29'), Fátima Pinto (36'), Carol e Carolina Venegas com um bis aos 80 e 82 minutos.

 

Este resultado permite às campeãs nacionais manter a distância de 5 pontos em relação ao segundo classificado, o SC Braga e dar mais um passo importante rumo à revalidação do título.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

 

1024.jpg

 

Pode faltar muita coisa a este Sporting, mas há uma garantia absoluta: entre presidente e treinador não faltam insultos, a tudo e a todos, mesmo que seja 'mensalmente'.

 

Eis o que o sempre modesto Jorge Jesus teve para dizer da vitória do Sporting no Bessa, entre mais umas "caneladas" na língua de Camões:

 

"O objectivo foi atingindo sabendo que não é fácil aqui ganhar. Começou a ser ganho em Barcelona. A estratégia que colocámos, os três melhores jogadores que não pus de início provou-o. O Gelson esteve endiabrado, se não fizesse o que fiz em Barcelona, não tinha ganho aqui. Estamos na corrida para o título e é fundamental ganhar. Sabendo que ganhas, continuas em primeiro. Foi fundamental para o foco e a equipa está com uma mentalidade de campeão. Somos mais realistas, mais pragmáticos.

 

Tenho a noção que as coisas ficaram mais fáceis ao chegarmos ao intervalo a ganhar por 1-0. Obrigámos o Boavista a ir à procura do resultado. Enquanto houve 0-0, o Boavista tirou uns cinco, seis minutos de jogo, com anti-jogo do guarda-redes. Mas isso também é uma arma que faz parte das equipas. É tudo normal. Ganhar aqui no Bessa não é fácil, tem que se ter qualidade defensiva e estar preparado para o jogo em todos os momentos.

 

Respondendo àqueles ‘atrasados mensais’... esta noite os melhores jogadores do Sporting foram só Gelson, Bas Dost e Fábio Coentrão, porque estiveram sem fadiga muscular, levezinhos e fizeram a diferença. Temos de ver as coisas de uma maneira diferente: os adeptos olham para o jogo e vêem que não joga o A e joga o B, mas não entendem o resto. Por isso é que nós somos treinadores. Foi nas minhas decisões em Barcelona que ganhámos hoje este jogo. Nós treinadores temos de ver estas coisas de uma maneira diferente. Os adeptos olham para os jogadores, não joga o A, joga o B, mas não atendem ao resto".

 

Já não tenho energia para debater este cavalheiro. Ou talvez seja paciência. Entre as muitas declarações bombásticas que tem feito ao longo dos anos, esta estará muito perto do topo: "Se não fizesse o que fiz em Barcelona, não tinha ganho aqui".

 

Fantástico !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:27

 

leonardo_ruiz_foto_sporting_cp510872eb.jpg

 

A exemplo do que sucedeu com Iuri Medeiros na época passada, o Sporting estará receptivo a ceder Leonardo Ruiz ao Boavista até ao final da temporada.

 

O avançado de 21 anos, que até marcou um golo ao Belenenses no primeiro jogo de pré-época, não tem espaço na equipa principal e mais uma campanha da equipa B não irá contribuir muito para o seu desenvolvimento.

 

Assegurando a titularidade numa equipa da I Liga, só pode ganhar maior ritmo competitivo e experiência, para um dia mais tarde poder integrar o plantel do Sporting.

 

Recorde-se que o jovem chegou a Alvalade em Julho de 2016, por empréstimo, entretanto adquirido a título definitivo por 500 mil euros. Tem contrato com o Sporting até Junho de 2022. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:52

Boa sorte "leoas" !

Rui Gomes, em 20.05.17

 

18519644_10154396773376555_3151964003524137540_n.j

 

O jogo que pode garantir o título, na cidade do Porto, contra o Boavista, começa dentro de minutos. Lamentavelmente, não há transmissão televisiva. Teremos de nos contentar com os juniores às 17h00.

 

Boa sorte "leoas"... queremos celebrar a conquista do Campeonato Nacional !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:54

Sporting naturalmente superior

Rui Gomes, em 09.04.17

 

17796127_10154285105066555_882806273250126145_n.pn

 

O Sporting não sentiu grandes dificuldades em exercer a sua superioridade, num encontro entre duas equipas sem objectivos em disputa. Um "hat-trick" de Bas Dost (29', 48' e 63'), com duas soberbas assistências de Bruno César, que registou uma bela exibição e foi o melhor jogador em campo. O outro golo leonino foi da autoria de Alan Ruiz, aos 20'.

 

Bas Dost continua a realizar uma temporada de estreia excepcional em Portugal. Com os seus três golos, saltou novamente para a liderança da Bota de Ouro europeia, ao lado de Lionel Messi, ambos com 54 pontos. O avançado leonino já por diversas vezes ocupou este posto mas havia perdido algum terreno nas últimas jornadas. Agora, voltou em força e aproveitou o facto dos rivais do Barcelona terem ficado em branco esta noite.

 
CLASSIFICAÇÃO DA BOTA DE OURO EUROPEIA:

1.º Bas Dost (Sporting) - 54 pontos/27 golos
2.º Lionel Messi (Barcelona) - 54 pontos/27 golos
3.º Lewandowski (Bayern) - 52 pontos/26 golos
4.º Aubameyang (Dortmund) - 50 pontos/25 golos
5.º Luis Suárez (Barcelona) - 48 pontos/24 golos
 
 

 

O «capitão» Adrien Silva regressou ao relvado após uma ausência de cerca de dois meses, entrando em campo aos 63', em substituição de Bryan Ruiz.

 

Pela lesão de Gelson Martins, Jorge Jesus concedeu a titularidade a Daniel Podence, e o jovem avançado, sem fazer tudo bem, excita sempre pela sua criatividade e velocidade. Francisco Geraldes teve finalmente a oportunidade para jogar algum tempo, entrando no jogo aos 76 minutos.

 

Na próxima jornada, o Sporting visita o Vitória de Setúbal, com o jogo agendado para sexta-feira, dia 14, às 20h30.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:15

 

img_770x433$2017_01_19_15_31_32_1210437.jpg

 

O Boavista cimentou este domingo a candidatura a um lugar europeu, ao receber e vencer o Marítimo por claros 3-0, numa partida que contou com Iuri Medeiros em grande destaque.

 

O extremo cedido pelo Sporting aos axadrezados marcou dois golos de livre directo, aos 29 e 51 minutos, e ainda assistiu para o terceiro, da autoria de Bulos.

 

Com este resultado, o Boavista passou a somar 33 pontos e aproximou-se da formação insular, que leva 37 e está na sexta posição. A equipa do Bessa é sétima classificada, ainda a sete pontos do V. Guimarães (com um jogo a menos), que ocupa o quinto lugar, o último a dar acesso à Liga Europa. No entanto, pode abrir-se uma vaga no sexto posto da tabela, dependendo das equipas que se apurarem para a final da Taça de Portugal.

 

"Apenas" mais um jovem que, segundo Jorge Jesus, ainda não está preparado, precisa de aprender tácticas, etc., etc.. Curiosamente, não há um único jogador no actual plantel do Sporting capaz de marcar livres com eficácia, uma característica preponderante de Iuri Medeiros.

 

Na época em curso, Iuri Medeiros participou em 22 jogos até este ponto, 21 como titular, acumulando 1854 minutos de jogo (média de 84,2 minutos por jogo), com 5 golos marcados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

"Cada cavadela uma minhoca"

Rui Gomes, em 27.11.16

 

NNDSSX1D.jpg

 

«A eficácia da concretização… Isso faz parte do jogo e de todas as equipas do mundo. Tirando alguns jogos, ninguém tem cinco oportunidades de golo e faz cinco ou quatro golos.

 

O ideal, para todos os treinadores, era que tivessem seis, cinco oportunidades, e metessem lá. Cada cavadela uma minhoca. Mas o futebol não é nada disso. Estes momentos fazem parte do jogo. Mesmo que estivessem Messi e Ronaldo na mesma equipa, iam falhar golos durante o jogo».

 

                                                                                                       Jorge Jesus

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:48

O problema é sempre o mesmo !

Rui Gomes, em 27.11.16

 

Boavista-vs-Sporting (2).jpg

 

Não desvalorizo a vitória e os respectivos importantes três pontos, mas sinto que devo dar início a esta crónica com a seguinte pergunta: "Qual é o problema desta equipa do Sporting ?".

 

Mais uma vez não conseguiu "matar" um jogo e um adversário que controlou praticamente o tempo inteiro, permitindo-lhe alimentar esperanças de pontuar, quando pouco ou nada fez para merecer isso.

 

Não sei se é a resposta à minha pergunta, mas continua-se a verificar ineficácia de último passe - nem sequer é a finalização, porque não são criadas oportunidades suficientes para finalizar - e falta de criatividade e penetração pelo corredor central no último terço do terreno. A consequência óbvia é que a equipa leonina permanece num estado constante de vulnerabilidade a sofrer um golo, e a perder pontos, através de um qualquer lance fortuito. Neste jogo, muito em evidência, especialmente depois da expulsão de Rúben Semedo, na minha opinião, decisão ridícula do árbitro.

 

554606_png.jpg

Bryan Ruiz ficou no banco desta vez para dar lugar a Joel Campbell. Este teve alguns lances interessantes, mas não fez o suficiente para continuar a merecer a titularidade. Bruno César com mais um bom jogo. Merecia golo naquele remate à trave. Confesso que apesar de alguns momentos de menor inspiração, tem sido uma surpresa agradável.

 

Schelotto integrou o onze inicial para acabar por sair lesionado no início da segunda parte. Mais do mesmo, a bem dizer, com muito empenho e pouca qualidade. Não obstante os anos nas pernas de João Pereira, podendo este, a escolha é evidente. Schelotto não é jogador para a equipa que o Sporting pretende ser. Entretanto, Zeegelaar, deu algumas indicações que o seu jogo está a melhorar, embora ainda esteja longe do que se deseja de um lateral nos dias de hoje.

 

Bas Dost fez o seu melhor quando foi "servido de bandeja" por Gelson Martins. Este jovem impressiona cada vez mais, mas a equipa deve reconhecer, quanto antes possível, que a criatividade ofensiva não pode depender exclusivamente dele.

 

Com esta jornada realizada, vem aí o último jogo da fase de grupos da Liga de Campeões, que determinará se o Sporting segue ou não para a Liga Europa.

 

O resumo do jogo está disponível aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:34

Caso haja dúvidas

Rui Gomes, em 24.02.16

 

 Gelson Martins  -  Boavista  -  22/02/2016

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:31

Foto do Dia

Rui Gomes, em 23.02.16

 

1023_gif.jpg

Ewerton - autor do primeiro golo do Sporting esta

época na I Liga, marcado por um defesa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:49

 

18235905_bhz0S (2).jpg

O Sporting levou bem perto de meia hora para se organizar no jogo, muito por mérito do Boavista, que entrou na partida a exercer pressão alta e com muita determinação, que resultaria em anular muitas das iniciativas dos jogadores leoninos.

 

Jorge Jesus voltou a mexer no onze inicial - à excepção do "intocável" Gutiérrez, lamentavelmente - com Schelotto e Zeegelaar a substituir João Pereira e Jefferson, respectivamente. William Carvalho ficou fora da convocatória, não sendo claro se por impedimento físico ou opção técnica. Coube a Adrien Silva recuar um pouco no terreno e desempenhar a função de "6", com João Mário a regessar ao meio campo para o complementar.

 

1456174172528380.jpg

Pouca penetração pelo Sporting e escassas oportunidades de golo, durante aquele período de maior pressão do Boavista, salvo o incrível falhanço de Gutiérrez, aos 18', que rematou três ou quatro metros ao lado com a baliza completamente à sua mercê. Mais um jogada para justificar a aposta nele por Jorge Jesus !!!

 

O eixo defensivo do Sporting esteve muito bem, com Ewerton ainda a contribuir com um belo golo de cabeça, aos 37', pela execução de um pontapé de canto por Bryan Ruiz. O jogador costa-riquenho viria a sentenciar a vitória do Sporting com o seu golo ao cair do pano da primeira parte, pela marcação de um livre directo que teve a felicidade de tabelar na barreira e trair o guarda-redes Mika.

 

Em geral, uma exibição do Sporting de muito trabalho, sem ser brilhante. Os laterais não estiveram mal, Schelotto o mais activo dos dois, mas não deu para esquecer João Pereira e Jefferson. Talvez mais em destaque neste jogo, João Mário - a jogar ao nível que nos habituou - e o incansável Adrien Silva. Gelson Martins com alguns bons pormenores e também muito activo nas jogadas de transição. Slimani fez o seu usual jogo de grande entrega, sem conseguir marcar um golo.

 

1456174334452732.jpg

Estamos perante uma situação que eu considero preocupante e que me surpreende ter sido permitida por Jorge Jesus. Adrien Silva anda no limite do segundo ciclo de cartões amarelos (8) desde o jogo com a Académica, no dia 30 de Janeiro. Partindo do principio que irá alinhar na próxima jornada diante o V. Guimarães, corre o grande risco de então falhar o jogo com o Benfica. Já houve ampla oportunidade para "limpar" o registo - a exemplo do jogo de hoje com o Boavista - mas claramente não é esse o pensamento do treinador. Correr riscos, desnecessariamente !

 

Nota: Lapso da minha parte, que me esqueci que William Carvalho cumpriu hoje um jogo de castigo, por acumulação de amarelos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

Foto do Dia

Rui Gomes, em 27.09.15

 

600.gif

 

"O que lhe disse foi gravíssimo. Vou levar 50

chicotadas nos Restauradores."

 

Bruno de Carvalho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:56

Oportunidade desperdiçada !

Rui Gomes, em 26.09.15

 

untitled.png

 

Só podia ter havido um vencedor neste jogo no Bessa mas, lamentavelmente, o Sporting continua a não conseguir traduzir a sua superioridade em golos. Uma exibição com mais dinâmica e superior à que se assistiu diante do Nacional, com o resultado final a saber a muito pouco.

 

Jorge Jesus surpreendeu com a inclusão de Fredy Montero no onze inicial - especialmente tendo em consideração as suas palavras de ontem, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo - mas o colombiano, mesmo não estando mal, não deixou a ideia que aproveitou a oportunidade. Foi substituído aos 58' por Teo Gutiérrez e o avançado rotulado de goleador por alguns sonhadores cá da casa, destacou-se por ter tido a baliza à sua mercê, aos 60', a excelente passe de Gelson Martins, rematando três metros ao lado.

 

ng9DB1A6E8-CD52-4BF9-B3F5-6AB13E683C2E.jpg

Arbitragem de Artur Soares Dias com influência directa no resultado: golo anulado a Slimani, aos 28', por alegada falta do argelino que não se conseguiu perceber mesmo após se rever inúmeras repetições do lance; um fora de jogo mal assinalado a João Pereira, aos 38', quando este se isolou diante o guarda-redes; e, ainda, um lance de cabeça de Slimani desviado pela mão de um defesa, que passou impune. Muito tempo desperdiçado pelo Boavista, sem ser devidamente compensado pelo árbitro.

 

Esta equipa do Sporting continua a não funcionar como se espera e deseja, especialmente contra adversários a jogar em linhas baixas. Falta muito ao rendimento colectivo, com alguns elementos a destacarem-se individualmente pela negativa. Jefferson continua muito mal, mas com Jonathan Silva fora da convocatória, não havia alternativa. Bryan Ruiz, na minha opinião, não dá rendimento a extremo, mas Jorge Jesus continua a insistir nessa opção. Começou a aparecer em zonas mais centrais na segunda parte e esteve melhor. Ainda há quem se dê ao desplante de questionar Slimani. Sem ser uma fora de série, onde estaria o nosso ataque sem ele ? 

 

QW412X6N.jpg

Gostei de ver William Carvalho regressar aos relvados após a sua longa ausência, mas senti alguma dificuldade em compreender a substituição naquele momento do jogo. João Mário era importante para as manobras ofensivas e Adrien Silva, muito embora tenha subido no terreno, já não tinha a frescura física necessária para dar maior ímpeto ao ataque. Gelson Martins continua o seu processo de crescimento. Ainda não faz a diferença, mas alguns excelentes pormenores, a exemplo daquele soberbo passe para servir Gutiérrez.

 

 

E assim se desperdiçou uma boa oportunidade para liderar a tabela classificativa isolados.

 

 

P.S.: Matheus Pereira foi de facto convocado, mas não integrou a linha de jogo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

A convocatória para o Boavista

Rui Gomes, em 26.09.15

 

12063546_10153050533916555_450317186389352832_n.pn

 

Finalmente que a convocatória para o jogo com o Boavista foi oficialmente anunciada. Deixa a ideia que estão a ser tratadas como segredo de Estado.

 

Nada muito revelador, uma vez que a chamada de Matheus Pereira já era conhecida. João Pereira equipa hoje, assim como Ricardo Esgaio, e é a vez de Jonathan Silva ficar fora. É difícil não questionar o jovem não ter lugar na equipa, dado o momento paupérrimo de Jefferson, mas mais uma vez Jorge Jesus prefere apostar na experiência.

 

É de esperar que William Carvalho entre no jogo, a dúvida é se o fará como titular, ou a sair do banco na segunda parte. Dispensa comentário a sua falta de ritmo depois de tão longa ausência. Se entrar no onze inicial, Jorge Jesus terá de prescindir de João Mário ou de um dos médios/ofensivos ou avançados.

 

Tanaka fica a ver o jogo na TV, como é usual, e a linha da frente será indubitavelmente constituída por Slimani e o extraordinário Teo Gutiérrez.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

 

jorge-jesus-benfica-640x480-gettyimages.jpg

 

Esclareci aqui, logo a partir do primeiro dia, que não sou e nunca fui fã de Jorge Jesus, tanto pelo seu carácter como pela sua capacidade técnica futebolista, e não é por ele se encontrar no Sporting de momento, que vou mudar de ideias. Tenho vindo a evitar ser muito crítico porque, ao fim e ao cabo, até lhe desejo os maiores sucessos, uma vez que estes representarão sucessos para o meu Clube, e sabe Deus que bem precisa deles.

 

Dito isto, como aliás tenho feito pontualmente, não posso deixar de comentar algumas das suas mais mediáticas declarações assim como algumas decisões no decorrer da campanha de 2015/16.

 

Não vou comentar o seu papel na novela Carrillo, porque, sobretudo, é mais do que evidente que o seu poder de decisão sobre este atleta está inteiramente condicionado pela SAD e Bruno de Carvalho. Prefiro, por isso, focar algumas questões do foro técnico, o seu maior domínio de desempenho.

 

Jorge Jesus teceu diversas considerações na conferência de imprensa de antevisão ao jogo deste sábado com o Boavista. Uma delas foi esta:

Os jogadores conquistam o seu espaço durante a semana e também nos jogos que jogam. O Montero entrou bem, mas isso de momento não lhe dá estatuto de primeira solução, embora tenha dado essas indicações, é um facto. Para mim, treinador, é óptimo, saber que tens dois jogadores para segundo avançado, com o Teo e o Montero. Têm muito valor e isso é que faz a qualidade do plantel.

 

 

Por outras palavras, não obstante a sua total improdutividade, Teo Gutiérrez vai ser novamente titular frente ao Boavista. Tento encontrar alguma explicação lógica para esta insistência de Jorge Jesus, mas muito além de pura teimosia, a única outra plausível - acreditando no próprio treinador - é que o avançado colombiano impressiona nos treinos durante a semana e será então essa disposição que lhe confere "estatuto de primeira solução".

 

Por conseguinte, não temos alternativa senão aguardar pelo dia - se ele chegar - em que as suas impressionantes exibições nos treinos se verifiquem onde mais conta: nos jogos. Até lá, adeptos como eu terão de ser mais tolerantes e sobretudo desejar que esta teimosia de Jorge Jesus não se traduza em perca de jogos e pontos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:59

 

jesus6.jpg

 

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Boavista, realizada esta sexta-feira, era inevitável que Jorge Jesus fosse confrontado com a situação de André Carrillo, mais uma vez ausente da convocatória. O treinador leonino não fugiu ao tema, mas tornou-se aparente que não se sente muito confortável a comentá-lo. Eis o que ele teve para dizer:

O Carrillo não está convocado. Por eu ser líder é que não o convoquei. Amanhã vou jogar contra quem ? Contra o Carrillo ? Vamos jogar com o Boavista. Já disse que não está convocado, portanto não há novidade nenhuma. Estamos aqui a partir pedra para nada.

 

 

Curiosa esta afirmação "por eu ser líder é que não o convoquei". Deixo a interpretação ao critério de cada um, mas parece-me razoável depreender que, desta vez, a exclusão do atleta não foi por imposição de Bruno de Carvalho. Ou terá sido ?...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:49

Não vamos exagerar...

Rui Gomes, em 24.09.15

 

12036882_10153047806046555_2241751425568240703_n.p

 

... Mas sem dúvida alguma que o possível regresso de William frente ao Boavista, é uma excelente notícia. Agora só esperamos que Jorge Jesus reconheça, de uma vez por todas, que tem de alinhar com dois genuínos pontas de lança !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:39

O golo mais rápido da época

Rui Gomes, em 19.04.15

 

790.gif

 

Adrien Silva marcou o primeiro golo na vitória do Sporting sobre o Boavista, por 2-1, em jogo a contar para a 29.ª jornada da I Liga, edição 2014/15.

 

Oficialmente, fica no registo como tendo sido o 54.º golo do Sporting, marcado ao 1', mas, na realidade, a bola entrou na baliza da equipa do Bessa aos 15 segundos.

 

Nota: Para um outro ponto de vista sobre o jogo, recomendo o artigo intitulado "Sporting-Boavista: Manobras de auto-motivação" no blogue A Norte de Alvalade. Não concordo, necessariamente, com a soma das apreciações do nosso amigo Leão de Alvalade, mas vale a pena ler o artigo.

 

Adenda: O nosso amigo Mário Casquilho informou-nos, há instantes, que este golo de Adrien Silva é o segundo mais rápido da história do Sporting, só batido pelo de Liedson, marcado contra o Marítimo (4-0) - aos 11 segundos - no dia 13 de Abril de 2007. Curiosamente, quem fez a assistência foi... Yannick Djaló.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo