Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



21933450_DbcuU.png

Miguel Braga, director de comunicação do Sporting, reagiu à nomeação de Tiago Martins por parte do Conselho de Arbitragem (CA) para o jogo de hoje com o Mafra, para a Taça da Liga:

"Como não acredito que o CA faça provocações ao Sporting vejo um sinal de confiança neste árbitro. Espero que tenha muito mais sorte que nos últimos dois jogos, frente ao Moreirense como árbitro - empate 0-0 em Julho com um agarrão a Coates na área contrária a não ser assinalado nos descontos -, e no clássico como VAR onde não viu a agressão do Zaidu ao Porro, e depois chamou o Luís Godinho que reverteu o penálti do Zaidu sobre o Pote.

Estamos bem tranquilos com os processos em curso. Reclamámos porque tínhamos de reclamar. Não faltámos ao respeito a nada nem a ninguém, e se voltássemos a atrás faríamos o mesmo. Foi uma opinião de revolta, vinda de dentro, por isso encaramos os processos com normalidade. Vamos ver como correm".

publicado às 02:48

 

6f7ed894d511c809b64c4a2f5488222c.jpg

 

O Conselho de Arbitragem emitiu um esclarecimento sobre as instruções dadas aos árbitros para lances como o que resultou na anulação do golo a Doumbia, no jogo entre o Sporting e o Feirense. Sem nunca se referir especificamente ao golo mal anulado a Doumbia, apontou  uma "interpretação desajustada" da equipa de arbitragem num lance da 22ª jornada do campeonato.

 

O termo mais correcto não é uma "interpretação desajustada", mas sim um erro grosseiro e negligente. Perante o cenário de registo, não se deve andar no bico dos pés para evitar ferir sensibilidades, especialmente quando as pessoas em questão foram acentuadamente incompetentes.

 

Eis o comunicado do Conselho de Arbitragem, publicado no site da FPF:

 

"O Protocolo VAR define que se uma equipa cometer uma infracção na fase de ataque e, como resultado dessa acção, obtiver golo ou beneficiar de um pontapé de penálti o lance deve ser revertido. Ou seja, o golo ou pontapé de penálti deverão ser anulados e assinalada a falta O IFAB, num recente esclarecimento feito aos árbitros portugueses, definiu que a fase de ataque consiste numa jogada que vá rapidamente na direcção da baliza adversária.

 

Quando a equipa que desenvolve uma fase de ataque decide recuar em direcção ao seu meio-campo ou a defesa adversária joga a bola passa a ser uma nova jogada, eliminando-se as eventuais infracções técnicas cometidas na anterior fase de ataque. Na 22ª jornada da Liga NOS verificou-se um lance em que a equipa de arbitragem teve uma interpretação desajustada desta indicação do protocolo VAR, o que conduziu à errada anulação de um golo. O Conselho de Arbitragem entende divulgar este esclarecimento para não restarem quaisquer dúvidas sobre a definição de fase de ataque à luz do protocolo VAR.

 

O CA recorda que a implementação do projecto VAR se encontra em ano de testes, pelo que se torna especialmente relevante a partilha de informação. Só assim todos os agentes e adeptos terão ao seu dispor os dados que lhes permitam compreender esta nova ferramenta ao serviço do futebol".

publicado às 17:52

Ainda sobre João Capela

Rui Gomes, em 23.04.13
 

 

O jornal Correio da Manhã não será a fonte noticiosa mais credível do nosso milieu, no entanto, reporta hoje uma história interessante sobre a aparente preocupação da Federação Portuguesa de Futebol e do seu Conselho de Arbitragem sobre o que é considerada uma mudança radical na forma de apitar de João Capela no polémico «derby». Muito além de averiguar as circunstâncias em torno das suas decisões mais controversas, diz o jornal que os elementos do CA receberam instruções para analisarem à lupa todos os casos relevantes.

A situação é grave de mais para adiantar conjecturas sem comprovativos, mas tudo isto, confirmando-se, dá para entender que poderão existir dúvidas muito sombrias em relação à actuação do árbitro. O Sporting aguarda o parecer das entidades superintendentes antes de tomar uma posição no sentido de assegurar uma qualquer medida de esclarecimento e, se possível, justiça, sobre o que o clube considera ter sido um indevido comportamento de arbitragem.

 

 

publicado às 03:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds