Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



andebol2_3.jpg

A equipa principal de andebol do Sporting CP recebeu e venceu, neste sábado, o FC Gaia por 42-36 em jogo da 7.ª jornada do Campeonato Nacional, disputado no Pavilhão Desportivo Ginásio Clube do Sul (Pavilhão João Rocha não estava disponível).

Depois do grande triunfo europeu a meio da semana, conquistado nos últimos segundos da partida, em Almada, a turma de Alvalade teve de suar para vencer a formação de Gaia. Um jogo disputadíssimo do início ao fim, com o marcador sempre renhido, mas os leões souberam controlar.

Francisco Costa foi o melhor marcador do encontro, com 10 golos, numa partida em que todos os jogadores de campo marcaram.

Os leões continuam assim na liderança do Campeonato Nacional, com sete vitórias, e são o ataque mais concretizador da prova com 262 golos até ao momento.

O Sporting CP volta agora a jogar na quarta-feira, na Hungria, diante do Tatabánya KC em jogo da segunda jornada do grupo D as EHF European League.

publicado às 03:30

img_920x5192019_11_08_12_33_52_1624029.jpg

Recém-declarações de Manuel José - antigo treinador do Sporting, entre outros - à Antena 1, sobre o campeonato em curso e, mais especificamente, sobre a posição do Sporting:

"Era uma inevitabilidade o Sporting perder pontos, mas ainda tem oito de vantagem para o segundo classificado. Nada estava decidido, mas com a vantagem tudo indica que é o grande candidato a ser campeão nacional. A luta maior vai entre Benfica e FC Porto pelo segundo lugar, já que o SC Braga atrasou-se um pouco.

O Sporting perdeu dois pontos, é verdade, o FC Porto podia ter perdido dois pontos. O Benfica ganhou, podia ter vencido por três ou quatro mas também podia ter empatado. O SC Braga ganhou mas o Farense até podia ter vencido. Foram resultados apertados.

Enquanto os outros ganharam os jogos nos últimos minutos, o Sporting perdeu pontos com o empate. O campeonato ficou mais entusiasmante.

O VAR devia ter visto que um jogador do Moreirense teve uma entrada bárbara que nem para amarelo era. E um fora de jogo de dois centímetros é uma aberração. Às tantas vai ser ao milímetro".

publicado às 03:16

Golos não faltaram no futsal

Rui Gomes, em 05.11.20

123947350_10157246874351923_3984324194546809297_o.

A equipa de futsal do Sporting CP venceu, esta quarta-feira, o GRC Dínamo Sanjoanense por 1-14, em jogo referente à sexta jornada da Liga Placard.

Ao intervalo os leões já venciam por 1-5 e na segunda parte marcaram mais nove golos. Destaque para Rocha que assinou um hat-trick.

Com este resultado, o Sporting CP alcançou a sexta vitória consecutiva na Liga Placard – a mais folgada da temporada -, voltando a entrar em campo já no próximo domingo para receber o FC Azeméis.

publicado às 03:30

121648034_10157212293711923_8356713908974765147_n.

publicado às 03:31

120228670_10157169266631923_1115184474686356729_n.

No final da vitória da equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal sobre o ABC por 32-29, Rui Silva admitiu não ter gostado da exibição do conjunto verde e branco:

"Não estou nada contente. É incompreensível como a equipa do ABC joga em nossa casa com mais motivação, mais empenho, mais garra, mais atitude. É inaceitável. Se no início do Campeonato podíamos aceitar que nos faltavam jogos para ganharmos ritmo, começamos a chegar a uma altura em que essa desculpa já não funciona.

Na minha opinião, o que mais nos faltou foi atitude em termos defensivos. Alguns atletas vieram cá, mas não jogaram. É impensável que uma equipa como o Sporting CP, com o nível que tem, tenha mais de dez bolas perdidas sem pressão. É incompreensível que atletas como os que temos falhem tantas vezes em situações facilitadas. Marcámos 32 golos, que é um bom número, mas falhámos muitas bolas.

Do ponto de vista defensivo, uma equipa que sofre 29 golos é sempre candidata a estar no limite do jogo e a não ganhar. Nós, equipa técnica, trabalhamos todos os dias para que a nossa defesa seja das melhores do Campeonato e isso não está a funcionar. Vamo-nos empenhar para mudar rapidamente esta atitude porque os nossos adeptos merecem mais".

publicado às 03:46

Pão e circo

Naçao Valente, em 12.05.20

BreadAndCircusImage.jpg

Podemos viver sem futebol? Teoricamente sim, mas na prática, na vida do dia a dia, é complicado. Há um velho ditado que diz que nem só de pão vive o homem. Verdade incontestável, sendo igualmente certo que sem pão não se vive. Mas para além disso, o homem vive também de circo. É assim desde tempos imemoriais, com grande expressão a partir da Antiguidade. A componente lúdica da vida, que acompanha a manifestação das emoções, sempre assumiu uma expressão fundamental no quotidiano da humanidade.

O futebol, ou outros desportos de massas, conforme as preferências, por países, são o circo dos tempos contemporâneos. Desempenham a função que este desempenhava no tempo antigo, canalizando as emoções para fora das actividades profissionais e políticas. Criando um enorme espaço marginal para descarregar frustrações, esquecer dificuldades, exprimir agressividades. Esse papel é desempenhado pelo futebol, com as rivalidades, muitas vezes doentias, expressas nos campos, e mais recentemente na comunicação social.

Mas com a evolução tecnológica, com o refinamento do sistema capitalista, o futebol ao contrário do circo antigo, tornou-se em mais uma indústria privada que produz mais valias financeiras. No fundo, são sustentadas pelos seus espectadores, seja através de pagamento directo, ou indirecto, dando corpo e sustentabilidade a outras grandes indústrias, as redes de comunicação e a publicidade.

Py0cjC8R5oxs1FNJqzmKtS1-z8UL0Oi9iPRbZHPChbI.jpg

Deste modo, é impensável a falência do futebol. Para além do óbvio papel que desempenha no condicionamento das massas populares, tem uma relevância muito determinante no sector económico. Pelos postos de trabalho directos e indirectos que promove e mantém, pelos rendimentos que propicia aos cofres dos Estados. 

Daí a grande preocupação do poder político, envolvendo-se, apesar dos riscos sanitários, com o recomeço dos campeonatos interrompidos. Os clubes precisam do financiamento pelos operadores de conteúdos, como de pão para a boca. E para estes, sem circo não há pão. Isso explica, à saciedade, a urgência de retomar a actividade, com os riscos inerentes. Os estados modernos não podem como os antigos financiar o circo, dada a multitude de outras e emergências.

Por fim, será que esta grave crise sanitária com os seus condicionalismos e consequências provocará mudanças na organização do futebol? Será que os malefícios desta indústria, que atrai para o seu dirigismo global o oportunismo, a irresponsabilidade, a ilegalidade e a corrupção, serão substituídos por comportamentos mais virtuosos? Pelo que conheço da natureza humana arriscaria dizer que não.

E se numa primeira fase, terá de haver alguma contenção nos gastos, nomeadamente na especulação de passes de atletas, logo que a situação normalize vai ser tudo como dantes. No nosso circo caseiro os chamados 'três grandes' vão continuar a hegemonizar as receitas televisivas. Neste mundo cão, igualdade e solidariedade são palavras meramente vãs. O futebol precisava de outras mentalidades. O mundo pode ser feito de mudança, mas o pão e o circo vão continuar, como sempre, apesar de metamorfoseados.

publicado às 03:04

Pedro-Proenca-presidente-da-Liga-Portuguesa-de-Fut

Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, admitiu que a I liga poderá ser completada à porta fechada e mantém confiança de que as competições de futebol em Portugal possam regressar “rapidamente à normalidade”.

O presidente da Liga de Clubes discutiu a actual situação do futebol em Portugal durante uma entrevista à TSF, na qual admitiu que a Liga continua “dependente das instâncias governamentais e das próprias instâncias internacionais”.

Pedro Proença reforça a ideia de que “é fundamental que as ligas nacionais terminem as épocas desportivas, permitindo deste modo que se termine a presente época com a maior normalidade possível. Haverá campeão e equipas a subir e a descer”.

A paragem das competições desportivos a nível nacional e internacional têm, obviamente, impacto na saúde financeira dos clubes, como tal, para Pedro Proença tudo vai depender “do tempo que ainda vai demorar a retoma da actividade”. Para já, não está descartada a possibilidade no futebol português, e o presidente da Liga de Clubes sublinha que existem “instrumentos que o Governo coloca à disposição das empresas e o futebol também terá de colocar em cima da mesa todas as possibilidades”.

Sobre a adopção de medidas dentro dos clubes, nomeadamente a redução dos salários dos jogadores (à semelhança do que está a acontecer no estrangeiro), Pedro Proença assegura que o organismo está a “criar condições para evitar que surjam processos de rotura”.

"Mantém confiança de que as competições em Portugal possam regressar rapidamente à normalidade”...

Parece-me que estamos perante um Pedro Proença a sofrer de uma boa dose de irrealismo.

publicado às 13:06

Juniores com vitória forasteira

Rui Gomes, em 14.12.19

79840308_10156459934806555_2714229252999348224_o.j

A equipa de juniores do Sporting visitou e venceu o Estoril Praia, por 2-1, em jogo a contar para a 1.ª Fase do Campeonato Nacional, Série Sul.

Depois de estar em desvantagem no marcador, os leões operaram uma reviravolta através de golos por Daniel Rodrigues e João Daniel.

Com a vitória deste sábado, a equipa leonina ultrapassou a formação canarinha na tabela classificativa, ascendendo ao segundo lugar, com 32 pontos.

Na 17.ª jornada, agendada para 21 de Dezembro, o Sporting recebe a Académica, actual nona classificada no campeonato.

publicado às 14:55

Voleibol leonino continua vitorioso

Rui Gomes, em 26.10.19

A equipa principal de voleibol do Sporting CP recebeu e bateu o Leixões SC por 3-0 na 2.ª jornada do Campeonato Nacional Honda, somando assim o segundo triunfo em outros tantos desafios.

O primeiro set provou por não ser nada fácil para os leões, mas o conjunto de Alvalade acabou por vencer por 25-23.

voleibolleixoes_8.jpeg

No segundo set o Sporting foi superior em toda a linha e confirmou o natural favoritismo, com um resultado de 25-16.

O terceiro e último set foi o mais disputado até ao último ponto. Com muito equilíbrio, os dois adversários entraram para os decisivos momentos com um empate no marcador, mas o Sporting CP foi mais forte e fechou o desafio com um ponto de Ángel Dennis. No final, vitória por 26-24 e 3-0 no resultado do encontro, com a equipa de Gersinho a somar mais três pontos no Campeonato Nacional.

O Sporting CP volta a entrar em acção já este domingo, 27 de Outubro, com uma recepção ao Vitória SC no Pavilhão João Rocha. O jogo tem início às 17h30.

publicado às 18:30

Voleibol feminino entra a ganhar

Rui Gomes, em 14.10.19

2019-10-13 (9).png

A equipa sénior feminina de voleibol do Sporting CP foi a casa do GC Vilacondense vencer por 2-3 na primeira jornada do Campeonato Nacional da I Divisão, escalão ao qual as leoas ascenderam no final da última temporada.

O conjunto verde e branco venceu os dois primeiros sets com vantagens confortáveis (16-25 e 17-25), com o GC Vilacondense a triunfar por 28-26 e 25-22 nos dois sets que se seguiram.

No 5.º e derradeiro set, o Sporting voltou a ser mais forte e venceu por 13-15, confirmando assim a vitória.

Na próxima jornada, o Sporting recebe o AVC Famalicão, jogo agendado para as 12h00 de domingo, 20 de Outubro, no Pavilhão João Rocha.

publicado às 05:32

Leoas com goleada caseira

Rui Gomes, em 14.10.19

1_10.jpeg

O futebol feminino do Sporting continua em grande na Liga BPI e este domingo foi dia de receber e golear a AD Ovarense por 6-1 na terceira jornada da competição.

Hannah Wilkinson em destaque com um hat-trick e duas assistências, com os restantes golos leoninos a serem apontados por Rita Fontemanha, Raquel Fernandes e, por fim, a capitã Nevena Damjanović, que facturou depois de um remate à trave de Fátima Pinto.

3_3.jpeg

Momento menos feliz da partida, com a norte-americana Carlyn Baldwin a sair lesionada ainda antes da meia hora de jogo.

Sporting e Benfica lideram a tabela classificativa, ambos com 9 pontos, e vão-se defrontar na próxima jornada do campeonato.

Nos outros jogos deste domingo, o SC Braga goleou a UR Cadima por 7-0, o Valadares Gaia FC bateu o Clube Albergaria/Durit por 3-1, o CA Ouriense/Eurodemolições foi ao Estádio Francisco Lázaro vencer o CF Benfica por 2-1, e o CS Marítimo Madeira recebeu e venceu o GDC A-dos-Francos/Credilogo/Jns por 6-2. 

publicado às 05:31

72723345_10156254008906923_3756899359434735616_n.j

A equipa principal de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal entrou com o pé direito no Campeonato Nacional com uma vitória por 4-1 em casa do Riba d’Ave HC.

Ferrant Font abriu o marcador aos 16 minutos de jogo, vantagem que o Sporting preservou até ao intervalo.

No segundo período seguiram-se golos de Toni Peréz, João Souto e Ferrant Font a 'bisar'.

Ângelo Girão em grande plano a defender uma grande penalidade e um livre directo.

publicado às 03:32

Juvenis regressam aos triunfos

Rui Gomes, em 15.09.19

A equipa de juvenis do Sporting regressou este domingos aos triunfos no Campeonato Nacional, assegurando uma vitória por 3-0 frente ao SG Sacavenense, em jogo da quinta jornada da primeira fase da prova, realizado no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.

Um resultado que começou a ser construído logo na primeira parte, com um golo de André Gonçalves, aos 22 minutos, e um segundo de Duarte Maneta, aos 32.

69993114_10156230368666555_800283863308828672_o.jp

No segundo período os jovens leões consolidaram a vantagem com mais um golo, através de grande penalidade convertida por Flávio Nazinho, após falta sobre André Gonçalves.

Até ao final do encontro, o SG Sacavenense ainda levou uma bola ao poste, mas o Sporting CP continuou virado para a baliza contrária, vendo Tomás Godinho negar um resultado mais expressivo.

A formação verde e branca volta a jogar no dia 29 de Setembro em Ponte de Sor, casa do Eléctrico FC.

publicado às 17:00

70383233_10156183935606923_8538827835547058176_n.j

A equipa principal de andebol do Sporting recebeu e venceu esta quarta-feira o ABC por 30-26 em jogo a contar para a quarta jornada do Campeonato Nacional Andebol  1.

Depois de uma primeira parte em que os leões lideravam por 17-11, viu-se um segundo período com o «capitão» Frankis Carol em grande destaque, com sete golos.

O Sporting lidera a tabela classificativa em igualdade pontual com o FC Porto, ambos com 12 pontos em quatro jogos. Segue o Belenenses com 9 pontos.

Na 5.ª jornada, agendada para 18 de Setembro, o Sporting recebe o Avanca. No próximo domingo, no entanto, a equipa viaja até à Macedónia para defrontar o Eurofarm Rabotnik, no primeiro jogo da Liga dos Campeões.

Comentário do treinador Thierry Anti:

"Foi suficiente. Ganhámos por quatro golos. Começámos a 2.ª parte com a posse de bola mas alguns jogadores não me pareceram estar muito concentrados. Estou desapontado por isso mesmo e penso que, a cada jogo, a equipa precisa de progredir. Esse momento da segunda parte deixou-me um pouco chateado porque não é aceitável".

publicado às 04:16

Utopias

Naçao Valente, em 13.05.19

 

Utopia-Slider-1024x716.jpg

 

Bastou o Sporting empatar um jogo que naturamente devia ter ganho (é futebol, acontece com todas as equipas) para voltarem à luz do dia os brunistas (quase desaparecidos) e outros ressabiados com esta Direcção, para atacarem o treinador e os jogadores. Não vale a pena perder tempo com essa gente, que espera ansiosamente que haja maus resultados, para criarem intabilidade com a esperança que volte um passado de má memória.

 

Numa outra vertente, também a comunicação social, de uma forma geral, focou os seus títulos no falso facto de que o Sporting perdeu o segundo lutar. Não o perdeu porque só se perde o que se tem e o Sporting nunca o teve. Não o teve e vir a tê-lo a dois jogos do fim, com seis pontos de atraso, para um adversário que luta pelo título, nunca passou de uma utopia.

 

Utopia inventado pela imprensa local, aludindo que a estrutura do futebol leonino ainda acreditava. Não sei até que ponto isso é real, mas estou convencido que na estrutura existe gente com os pés bem assentes na terra. Vejamos... no mundo do jogo da bola redonda têm acontecido coisas que parecem deveras improváveis, mas que não passam de excepções, em cujo contexto existe alguma possibilidade.

 

Como se pode acreditar que o FC Porto fosse perder três pontos com o Nacional uma das piores equipas da Liga?... E se é verdade que podíamos ter esperança de ganhar no Dragão no jogo de tripla, o certo é que não dependíamos apenas de nós. E quem anda atento ao mundo do futebol, percebe que aquele empate com o Rio Ave, nos últimos cinco minutos, aconteceu porque o FC Porto foi para o balneário antes do apito final. Uma coisa dessas não voltaria a acontecer.

 

O segundo lugar estava perdido há muito tempo. E como não gosto de viver da construção de castelos no ar, conquistar o terceiro lugar depois das condições de partida, tem que ser valorizado. Conseguiu-se graças à vontade de um colectivo unido, com somente meia dúzia de jogadores de classe superior, e também com a quebra do nosso adversário directo pela conquista desse lugar.

 

Portanto toda essa conversa que perdemos o segundo lugar não passa de uma lenga lenga de jornais e comentadores, alguns adeptos por ingenuidade e outros por oportunismo.

 

O que devemos salientar é ter-se conseguido chegar ao terceiro lugar, quando havia quem não acreditasse, e até quem rezasse, para que não acontecesse. Deve-se muito ao trabalho de um colectivo, onde militam meia dúzia de futebolistas, se tanto, de classe superior, e em certa medida à quebra da equipa adversária que lutava pelo mesmo lugar. 

 

O que devemos elogiar é a conquista de um troféu e a possibilidade de conquistar outro, apesar da valia do adversário que ainda nada conquistou. Com confiança, concentração e humildade vamos lutar com total fervor até ao fim para vencer o que pode ser vencido. Realismo sim. Utopias não.

 

P.S.: Mais uma grande vitória europeia no hóquei em patins. Com profissionalismo e sem arrogância. Parabéns. É esse o caminho.

 

publicado às 14:00

 

_ale0398.jpg

 

A equipa de andebol do Sporting recebeu e bateu o Águas Santas por 29-27 em desafio em atraso da 16.ª jornada do Campeonato Nacional, colocando assim um ponto final na série de doze jogos consecutivos sem perder para a equipa nortenha. Numa partida entre os bicampeões nacionais e os quartos classificados da prova, o Pavilhão João Rocha assistiu a um jogo muito disputado até à última.

 

Luís Frade, com oito golos, foi o melhor marcador leonino, seguido por Carlos Ruesga e  Valentin Ghionea, ambos com cinco.

 

No final, tudo correu de feição para o Sporting, mas não sem uma grande luta. Triunfo por 29-27 antes da recepção ao Fermentões no próximo sábado, 9 de Fevereiro, pelas 21h00.

 

Sporting: Pedro Valdés (3), Bosko Bjelanovic, Carlos Ruesga (5), Frankis Carol, Pedro Solha, Aljosa Cudic, Tiago Rocha, Carlos Carneiro (4), Fábio Chiuffa (3), Nuno Reis, Valentin Ghionea (5), Salvador Salvador, Ivan Nikcevic (1), Joel Ribeiro, Luís Frade (8) e Matevz Skok.


Treinador: Hugo Canela

 

publicado às 16:09

Juvenis superam Sacavenense

Rui Gomes, em 27.01.19

 

juvenis_2.jpeg

 

A equipa de juvenis do Sporting recebeu e venceu este domingo o Sacavenense, por 3-2, em partida a contar para a oitava jornada da segunda fase do Campeonato Nacional de Juvenis- Zona Sul, onde venceu por 3-2.

 

O Clube de Sacavém abriu o marcador logo aos três minutos, mas Bruno Tavares fez o golo do empate aos 13'.O Sacavenense voltaria a colocar-se em vantagem devido a um auto-golo de Tiago Tomás, mas o mesmo jogador acabou por fazer 2-2. Bruno Tavares viria a bisar na partida e a fechar o resultado em 3-2, segurando os três pontos em casa. 

 

Os leões, que estão em segundo no campeonato, visitam o Loures na próxima jornada.

 

publicado às 15:57

Iniciados foram ao Seixal empatar

Rui Gomes, em 27.01.19

 

ramon_slbscp_iniciados_1.jpeg

 

A equipa de iniciados do Sporting deslocou-se este domingo a casa do Benfica para empatar (1-1) na 8.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional do escalão.

 

O Sporting chegou ao golo através de uma excelente jogada colectiva que terminou com o golo de Luís Gomes. 0-1 para os leões era o resultado que se via ao intervalo, sendo a vantagem um prémio para a superioridade dentro das quatro linhas.

 

No segundo tempo, contudo, o Benfica empatou graças ao tento de Nuno Félix e o 1-1 não viria a sofrer mais alterações.

 

O conjunto de Alvalade continua, assim, no primeiro lugar da tabela classificativa com 18 pontos, mais um que o Benfica e mais quatro que o Cova da Piedade.

 

Sporting: Diego Callai, David Monteiro, David Moreira, Ricardo Piedade (João Pereira 48'), Martim Marques, Tiago Octávio, Isnaba Mané (Lucas 55'), Tiago Sousa, Youssef, Samuel Justo e Luís Gomes.


Treinador: Pedro Coelho

 

publicado às 15:51

 

sporting1.jpg

 

A equipa de andebol do Sporting bateu o Boa Hora para a décima jornada do campeonato nacional, por 26-19, em jogo realizado no Pavilhão João Rocha.

 

Os actuais campeões registaram a sua terceira vitória consecutiva, segunda para jogos da competição interna. Fábio Chiuffa, Edmilson Araújo, Carlos Carneiro e Tiago Rocha foram os melhores marcadores dos leões, com quatro golos cada um.

 

Os verdes e brancos, que este sábado jogam frente aos russos do Chekhovskiye Medvedi para a Liga dos Campeões, seguem no terceiro posto com 28 pontos, menos três do que FC Porto e Benfica, sendo que ambos têm mais um jogo. Já o Boa-Hora é 9º, com 17.

 

publicado às 04:00

 

mw-1600.jpg

  

Falta apenas uma jornada para terminar o campeonato, o FC Porto já festejou a conquista do título, mas não parece que a história desta época vá ficar por aqui. Para o Benfica, este foi um “campeonato sujo”.

 

Segundo o Correio da Manhã esta quarta-feira, caso se venham a confirmar as suspeitas de aliciamento a jogadores pelo FC Porto, o Benfica deverá avançar com um pedido de impugnação do campeonato para as instâncias desportivas e criminais. Esta informação terá sido veiculada por uma fonte do clube da Luz ao matutino.

 

O clube encarnado sente-se prejudicado (e tem fortes suspeitas de corrupção) pela forma como o venerado penta lhe escapou. Enquanto esperam pelos resultados das investigações do Ministério Público, os responsáveis do clube da Luz já estão a elaborar um dossiê sobre casos que consideram poder ter influenciado o desfecho da Liga. As águias admitem ir com este caso “até às últimas consequências”.

 

O Benfica desconfia, por exemplo, que as alegadas ameaças dos Super Dragões a árbitros possam ter tido reflexos no critério de nomeação de árbitros para os jogos da Liga. Mas há ainda mais polémicas no crivo encarnado: o pagamento de 784 mil euros do FC Porto ao Estoril antes da realização da segunda parte do jogo que foi interrompido na Amoreira e a denúncia anónima sobre um alegado aliciamento dos dragões a Vagner, guarda-redes do Boavista.

 

O clube liderado por Luís Filipe Vieira acusa ainda o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de ter dois pesos e duas medidas, pois é “mais rápido a decidir os processos quando são contra o Benfica”.

 

publicado às 04:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo