Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

O Canadá sagrou-se este domingo Campeão Mundial de sub-19 de basquetebol, ao bater a Itália por 79-60, com 51-36 ao intervalo, na final da 13.ª edição do Campeonato do Mundo de juniores, disputada no Cairo, no Egipto.

 

RJ Barrett, que brilhou nas meias-finais face aos bicampeões em título Estados Unidos, ao marcar 38 pontos, voltou a ser a maior ‘estrela’ dos canadianos, com 18 pontos, embora com três em 13 nos ‘tiros’ de campo, 12 ressaltos e quatro assistências. O ‘duplo-duplo’ (12 pontos e 10 ressaltos) de Abu Kigab foi também determinante no triunfo do conjunto canadiano, que tinha como melhor registo no Mundial da categoria o quinto posto da edição anterior (2015).

 

Os canadianos tornaram-se o sétimo país a arrebatar a prova, sucedendo a Estados Unidos (seis títulos), Sérvia (dois) e a Grécia, Lituânia, Austrália e Espanha (todos com um). Os espanhóis ganharam a edição realizada em Portugal, em 1999.

 

Depois de dois títulos consecutivos, os Estados Unidos ficaram-se pelo terceiro posto, ao baterem a Espanha por 97-72 no jogo de atribuição do bronze.

 

publicado às 03:54

 

2875289_full-lnd.jpg

 

A Espanha venceu esta quarta-feira pela primeira vez a Algarve Cup de futebol feminino, ao vencer o Canadá, vencedor em 2016, por 1-0, num encontro disputado no Estádio Algarve.

 

Leila Ouahabi marcou, logo aos cinco minutos, o único golo da partida, permitindo à Espanha ser a sétima equipa a inscrever o seu nome no historial de vencedores do torneio algarvio.

 

Após 24 edições, os Estados Unidos lideram destacadamente o palmarés de vencedores, com 10 títulos, mais seis do que a Noruega e sete do que Suécia e Alemanha.

 

publicado às 05:41

 

SOCCER-1.jpg

 

A equipa canadiana feminina de futebol derrotou há instantes a sua congénere do Brasil, por 2-1, conquistando assim a sua segunda consecutiva medalha de bronze olímpica.

 

Num jogo muito disputado, o Canadá chegou a estar a vencer por 2-0, através de golos da jovem Deanne Rose e da grande «capitã» Christine Sinclair, o 165.º golo da sua brilhante carreira internacional. Beatriz respondeu para o Brasil, aos 79 minutos.

 

Uma excelente campanha olímpica pelas mulheres canadianas, que até mereciam ter tido a oportunidade de disputar a medalha de ouro. Sofreram uma única derrota no torneio, por 2-0, contra a Alemanha, num embate perfeitamente ao seu alcance e diante uma equipa que já tinham derrotado na fase de grupos. Como sempre, o resultado é que conta e não os golos desperdiçados durante o encontro.

 

Parabéns Canadá !!!

 

publicado às 19:02

 

image.jpg

 

A selecção feminina de futebol do Canadá entrou para a história nesta quarta-feira, ao marcar o golo mais rápido de todas as edições do futebol nos Jogos Olímpicos.

 

Na Arena Corinthians, em partida do Grupo F, a atacante Janine Beckie marcou um golo contra a Austrália com apenas 19 segundos decorridos, assinalando um novo recorde na competição e abrindo caminho para a vitória por 2-0.

 

Antes desta marca, a selecção masculina do México era dona do recorde, justamente contra a selecção do Brasil. Na final dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, Peralta marcou aos 30 segundos de jogo.

 

publicado às 12:04

Portugal perde com o Canadá

Rui Gomes, em 29.06.16

 

L5H1GMFV.jpg

 

A Selecção Nacional despediu-se da incursão ao Canadá com uma derrota por 3-1 a contar para a Poule F2 do Grupo 2 da Liga Mundial. Portugal poderia ter conseguido outro resultado, já que, após uma excelente recuperação no 3º set (de 18-22 para 21-22), acabou por cometer erros no serviço – situação que se verificou ao longo de todo o jogo –, que foram fatais. De resto, a equipa portuguesa ganhou o 1º parcial (26-24), perdendo depois os seguintes por 25-15, 25-23 e 25-21.

 

A comitiva nacional vai agora jogar no próximo fim de semana, na Finlândia, a última poule da fase de grupos, antes de receber no próximo mês, em Matosinhos, a final-four.

 

publicado às 05:43

 

CdIuJz1W4AAxBnv.jpg

 

O Canadá conquistou pela primeira vez a Algarve Cup, ao derrotar o Brasil na final da edição de 2016. A equipa brasileira era a grande favorita à conquista do título, tendo vencido todos os jogos da fase de grupos, mas não se conseguiu sobrepor ao Canadá.

 

No Estádio Municipal da Bela Vista, depois de uma primeira parte sem golos, a selecção canadiana, 11ª do ranking FIFA, chegou à vantagem por Zadorsky, aos 60 minutos, e aumentou a diferença por Beckie, aos 67. Em cima dos 90, Cristiane reduziu para o Brasil, sétima da hierarquia e favorita ao triunfo na prova.

 

O Canadá, que até iniciou a prova com uma derrota, sucedeu aos Estados Unidos, que este ano não participaram na competição.

 

publicado às 03:35

 

GTH5OC43.jpg

 

O Brasil e o Canadá garantiram esta segunda-feira a presença na final da Algarve Cup de futebol feminino, na qual Portugal vai tentar, frente à Dinamarca, fugir ao último lugar da prova.

 

Frente à Nova Zelândia, que era, em teoria, o adversário mais acessível no Grupo B, a 'equipa das quinas' sofreu a terceira derrota em outros tantos encontros, por culpa de um golo de Amber Hearn, aos 68 minutos, após um lance confuso na área lusa.

 

Com este triunfo, as neozelandesas garantiram uma vaga no encontro de atribuição do terceiro lugar, ultrapassando, graças à diferença de golos, a Rússia, que foi batida por 3-0 pelo Brasil, única equipa ainda sem derrotas em prova.

 

Na final, marcada para quarta-feira, o Brasil, sétimo do 'ranking' mundial, vai procurar o seu primeiro título na Algarve Cup, tal como o Canadá, 11.º, que venceu o Grupo A, depois de bater a Islândia, por 1-0.

 

A vantagem no confronto directo beneficiou as canadianas em relação às islandesas, que caíram para o segundo posto, com os mesmos seis pontos da formação norte-americana.

 

Na luta pelo terceiro posto da 'poule', a Bélgica levou a melhor sobre a Dinamarca, por 2-1, com as belgas a somarem os primeiros pontos na prova, beneficiando igualmente do confronto directo para deixar o último lugar.

 

 

Agência Lusa

 

publicado às 04:17

 


Na final do hóquei no gelo masculino e no último evento dos Jogos Olímpicos de Sochi, o Canadá não deu hipótese alguma à Suécia, dominando do primeiro ao último minuto e assegurando um resultado final - 3-0 - que peca por escasso, tal foi a superioridade canadiana. O segundo título olímpico consecutivo para o Canadá através da magnífica prestação de porventura a equipa mais tacticamente disciplinada de sempre, em representação deste país norte-americano. Liderada por Sidney Crosby - o melhor jogador do mundo que esperou por esta final para fazer a  sua melhor exibição da competição - os canadianos abdicaram do seu natural instinto pela caça ao golo, a todo o custo, e nos 6 jogos em Sochi soferam somente 3 golos, marcando 17, no processo, um número muito modesto para o poderio atlético que consta no seu plantel.

Um momento muito gratificante para todos os canadianos e com destaque especial para alguns de nós, pela entrega da medalha de ouro ao "nosso" (lesionado) John Tavares, o luso-descendente (pai é português e a  mãe polaca), nascido nos subúrbios da cidade de Toronto, que joga na NHL para o New York Islanders e faz parte da elite mundial de jogadores desta modalidade, com apenas 23 anos. Ainda superior a Mike Ribeiro, o primeiro luso-descendente a ingressar na NHL, em 1998, por intermédio do Montreal Canadiens, por quem jogou durante algumas épocas. Hoje com 34 anos, o Mike alinha pelo Phoenix Coyotes, depois de passagens pelo Dallas Stars e Washington Capitals.

Parabéns Canadá !!!

 

publicado às 18:29

E o Canadá vai à final !

Rui Gomes, em 21.02.14
 

 

Depois das mulheres canadianas terem conquistado "ouro", é agora a vez dos homens que depois de terem derrotado os EUA, por 1-0, há instantes, vão defrontar a Suécia na final de domlngo dos Jogos Olímpicos de Sochi.

 

E... Barack Obama deve mais uma grade de cerveja ao primeiro-ministro canadiano, Stephen Harper, por perder a aposta pela segunda vez.

 

publicado às 19:33

 

 

Jogos Olímpicos de Sochi, final do hóquei no gelo feminino entre os históricos rivais Canadá e Estados Unidos da América. Já no terceiro período e a perder por 2-0, o Canadá reduziu a diferença no marcador com um golo quando faltavam apenas 3:26 minutos para jogar. Dando o tudo por tudo, a guarda-redes foi então retirada para permitir uma sexta atacante no gelo e deu resultado; com somente 55 segundos por jogar o Canadá empatou o jogo. Antes deste muito festejado momento, uma jogada muito invulgar e curiosa: um dos árbitros inadvertidamente travou o "puck", permitindo a uma jogadora americana um remate sem oposição à baliza canadiana sem guarda-redes: bateu no poste. Foi precisamente na subsequente jogada ofensiva que o Canadá empatou o jogo.

 

O golo que valeu a vitória e a medalha de ouro para as mulheres canadianas surgiu aos 8:10 minutos do prolongamento, curiosamente, instantes depois de uma flagrante grande penalidade contra os EUA não ter sido assinalada. A histórica quarta medalha de ouro consecutiva em Jogos Olímpicos, para a equipa canadiana feminina de hóquei no gelo. Até ao momento que escrevo este post (ooh00 fuso horário de Portugal), o Canadá regista 7 medalhas de ouro, 9 de prata e 4 de bronze nos Jogos de Sochi.

 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fica agora a dever uma grade de cerveja ao primeiro-ministro canadiano, Stephen Harper, pela aposta que fizeram neste jogo. Uma segunda grade está apostada na meia-final de homens do hóquei no gelo, também entre os dois países, que será disputada esta sexta-feira.

 

Em uma nota mais triste, John Tavares, o luso-canadiano que é um dos melhores jogadores do mundo e uma das estrelas da equipa canadiana de hóquei no gelo, lesionou-se gravemente e não só está fora dos Jogos Olímpicos mas também vai falhar o resto da época da NHL, que consta de 23 jogos do campeonato mais os "play-offs".

 

publicado às 00:05

Um trabalho ainda em progresso

Rui Gomes, em 22.07.13
 

  

Dando seguimento ao breve apontamento de ontem, é importante os sportinguistas não embandeirarem o que é obviamente ainda um trabalho em progresso - recado para Jaime Marta Soares, Paulo Andrade e outros - e que terá servido para revelar a Leonardo Jardim - se é que ele tinha dúvidas - que há muito por fazer para a equipa atingir o nível de competitividade adequado às responsabilidades que a esperam na época oficial. 

A defesa mostrou muita intranquilidade, porventura, pela integração de Maurício, que ainda só tem pouco mais de uma semana de treinos com o conjunto. Jefferson, do lado esquerdo, também está longe da forma que se reconheceu enquanto no Estoril.

A melhor fluidez de jogo verificou-se do meio campo para a frente, com a combinação de André Martins, Labyad e Diego Capel a mais produtiva e ofensivamente penetrante. É também de admitir que os jogadores estão numa fase de adaptação ao que aparenta ser o sistema de jogo que Leonardo Jardim vai querer estabelecer: no lugar do 4x3x3 clássico, a que o Sporting tem sido associado nos últimos anos, o novo técnico dá indicações de preferir um variável na forma do 4x2x3x1, faltando, para o efeito, o tal ponta-de-lança de referência, que poderá ou não ser Fredy Montero. No Sporting deste momento, verifica-se, sem ser novidade, a ausência do 10, o organizador de jogo e patrão do meio campo e, claro, o finalizador de área, especialmente depois da saída de Ricky. Salim Cissé dá sinais de querer contribuir e os jovens Cristian Ponde e Chaby também têm impressionado, mas ainda não representarão a solução ideal. Existem ainda questões diversas a exigir clarificação, dentro e fora de relvado, e é de esperar que os próximos dias, com mais amistosos agendados e outros movimentos da SAD, possam contribuir nesse sentido.

 

Como já tinha escrito em um outro post, a organização destes encontros de pré-época no Canadá deixa muito a desejar. Para além de ser a pior altura do ano para amistosos do género, a promoção levada a cabo foi deveras insuficiente, especialmente considerando duas equipas de pouco cartaz no mercado actual. O Sporting, como era de esperar, esteve mais representado no estádio - constando a presença de devotos sportinguistas de cidades distantes como Montreal e Boston, EUA, mas, mesmo assim, não deu para mais de cerca de 3000 espectadores. Muitíssimo pouco e nem dá para imaginar a origem das receitas para fazer face aos 700 mil dólares de despesa que os organizadores citaram na  conferência de imprensa realizada escassos dias antes da chegada da equipa ao Canadá. Terão havido, decerto, outras contrapartidas, e a iniciativa não deixa de ser louvável, especialmente pelo espectáculo.

 

publicado às 19:40

Um teste mais sério

Rui Gomes, em 21.07.13

 

publicado às 07:48

À partida para o Canadá

Rui Gomes, em 15.07.13

 

À partida para o Canadá o presidente do Sporting falou aos jornalistas mas além de um discurso politicamente correcto, pouco ou nada adiantou que contribua para o melhor esclarecimento do futebol do Clube para a próxima época: "Aquilo que eu acredito é que vamos fazer o nosso trabalho sério, que nunca prometemos nada e aquilo que prometo é que vamos continuar neste caminho, de muito rigor e competência sem criar ilusões. O Sporting é o Sporting, sempre será, mas volto a dizer que não vamos passar da pior época de sempre para a melhor época de sempre. O nosso objectivo é entrarmos em cada jogo e honrarmos a nossa camisola, só isso é um grande objectivo para o Sporting."

 

Admitiu, ainda, que o plantel não está fechado - deixando a ideia mais de saídas do que de entradas - "há uma série de situações que se têm de resolver e o mercado só fecha no final de Agosto." Justificou a ausência de Jeffrén e Viola pela necessidade de haver jogadores para disputar a Taça de Honra mas, na realidade, essa disposição deve-se muito mais às suas eminentes saídas do Sporting do que participar no torneio de Lisboa.

 

Recusou, igualmente, abordar o caso de Bruma e de adiantar qualquer explicação sobre a contratação de Fredy Montero, servindo de indicação, porventura, que o negócio do avançado do Seattle Sounders ainda não está finalizado.

 

Penso que o presidente não se deve preocupar tanto com "criar ilusões" porque a vasta maioria de sportinguistas não as alimentam, especialmente quando ele sublinha que o principal objectivo passa por honrar a camisola em cada jogo disputado. O que é por de mais evidente é que a verdadeira constituição do plantel e da equipa só será conhecida a partir de Setembro, depois do mercado de Verão fechar. Até lá, a SAD vai continuar a tentar eliminar jogadores e reduzir salários.

 

publicado às 16:31

Convocatória para o Canadá

Rui Gomes, em 14.07.13

 

Como já é do conhecimento geral, o Sporting vai estagiar no Canadá entre o dia 15 e 23 de Julho, com a comitiva hospedada no Nottawasaga Inn Resort, sita Alliston, Ontário, cerca de uma hora ao norte de Toronto. Dois amistosos estão agendados durante o estágio: no dia 17 frente ao K-W United FC, clube que milita na "USL Premier Development League", com o encontro a realizar-se na cidade de Kitchener. O segundo, no dia 21, frente ao Penãrol no estádio "BMO Field" - casa do Toronto FC - em Toronto.

 

Para o efeito, Leonardo Jardim convocou 24 jogadores:

 

Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck

Defesas: Marcos Rojo, Eric Dier, Rúben Semedo, William Carvalho, Jefferson, Cédric Soares, Seejou King e Maurício.

Médios: Rinaudo, Adrien Silva, André Santos, André Martins, Zezinho, Filipe Chaby, Diego Capel, André Carrillo, Labyad e Diogo Salomão. 

Avançados: Wilson Eduardo, Nii Plange, Cristian Ponde e Cissé.

 

Surpreendente Betinho e Diego Rubio estarem fora das contas e o novo reforço, Fredy Montero, também não ser mencionado. Tiago Ilori fica em Portugal por ter sido operado à mão que fracturou. Também invulgar, são somente dois guarda-redes para um estágio. Se um sofrer qualquer contratempo, a equipa fica dependente só do outro, para os jogos e treinos. Jeffrén ficar de fora não é surpresa de maior, mas penso que isto vai mexer muito com o jogador. Indicação clara que o tentarão transferir a todo o custo, até pelo seu salário. Mas, entre todos, a exclusão de Valentin Viola requere a maior explicação.

 

Sei que este meu próximo reparo irá ser interpretado como crítica gratuita, mas sinto alguma dificuldade em compreender que com tantos dossiês por resolver - entre outras questões - o presidente do Sporting venha passar uma semana no Canadá, especialmente considerando que ele tem intervenção directa e pessoal nos afazeres da SAD.

 

publicado às 19:33

 

 

 

 

A Sporting SAD e Leonardo Jardim já elaboraram o planeamento da pré-época, com a apresentação ao trabalho no dia 1 de Julho e com um estágio no Canadá do dia 15 a 22, que incluirá dois amistosos ainda por agendar. Como já referimos neste post, o estágio será realizado no Nottawasaga Inn Resort sita em Alliston, cerca de 90 quilómetros da cidade de Toronto, onde já estagiaram a Selecção de sub-21 de Portugal, o Marítimo, a Juventus, e a Selecção da Alemanha, entre outros. Ainda não foram anunciados quaisquer jogos de pré-época.

 

publicado às 20:55

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds