Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Treinadores gostam de inventar

Rui Gomes, em 12.06.16

 

352A623300000578-0-image-a-79_1465678395775.jpg

 

O treinador de futebol, com o seu omnipresente ego e apetência pelo protagonismo via tomadas decisão algo descomunais, sempre gostou de inventar. Por vezes, as "invenções" até resultam, e é nessas ocasiões que se eleva o treinador a "bestial". Contudo, quando o inverso ocorre, na realidade mais vezes do que é desejável, "besta" é o termo do dia.

 

Assistindo ao Inglaterra - Rússia, no sábado, reparei numa coisa muito estranha e, não por mera coincidência, hoje é alvo de enorme controvérsia em terras de Sua Majestade, especialmente depois do empate concedido pela turma inglesa, nos descontos, depois de se ter adiantado no marcador através de um livre directo executado de forma brilhante por Eric Dier, aos 73 minutos.

 

A polémica até é muito simples: ninguém compreende o raciocínio do seleccionador Roy Hodgson em delegar a marcação de pontapés de canto a Harry Kane, ponta de lança do Tottenham que foi apenas o melhor marcador da English Premier League com 25 golos. Durante o jogou de ontem executou seis cantos, em vez de estar na área à procura de fazer aquilo que faz melhor: marcar golos.

 

Uma decisão que foi tomada nos encontros de preparação para a fase final e que Roy Hodgson acredita ser a melhor solução: "Não tenho de pedir desculpas por isto, principalmente quando na equipa não tenho ninguém com a qualidade dele a levantar a bola."


Em declarações à 'Sky Sports', Jamie Redknapp, antigo internacional inglês e ex-jogador do Liverpool, mostrou incompreensão: "Temos bons jogadores tecnicamente - Dele Alli, Rooney -, por isso, por que motivo deixamos Kane marcar os cantos? Ele cruza bem mas de certeza que há outros jogadores que também o fazem. Precisamos de Kane é na área."
 
Alan Shearer, lendário goleador inglês, teve isto para dizer: "Se um treinador me tivesse pedido para marcar cantos, teria de lhe responder para pedir a outro".
 
Disse ainda uma outra figura do futebol inglês: "Pedir a Harry Kane para marcar cantos é equivalente a pedir a Cristiano Ronaldo para jogar a defesa-central".
 
Há quem diga que isto faz parte da beleza do futebol, e até se admite que assim seja, mas quando o resultado final não é favorável, há consequências para todos.
 

publicado às 18:13

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo


subscrever feeds