Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

0fdf9a7549bee75f783b020989558bb5_N.jpg

 

Senhor Presidente da Federação Portuguesa de Patinagem

Dr. Luís Sénica

Carta Aberta

Lisboa, 27 de Março de 2019

 

Assunto: Incompreensível Ausência de Condenação Pública das Agressões no Jogo FCP vs SCP

 

Passaram onze dias desde os vergonhosos acontecimentos do Dragão Caixa no jogo do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins entre o FC Porto e o Sporting que culminaram nas cobardes e bárbaras tentativas e agressões ao Director Geral das Modalidades do Sporting CP e a sua esposa, também colaboradora do Sporting CP.

 

E passaram dez dias sem uma reacção, condenação e intervenção pública de V.Exa. e da Federação que representa.

 

Para o Sporting Clube de Portugal, uma instituição centenária com milhares de associados e milhões de adeptos, que têm aportado muito às modalidades e ao Hóquei em Patins em particular, é absolutamente incompreensível que os acontecimentos que visualizou e que certamente o chocaram não tenham merecido da Federação presidida por V.Exa. o mais firme repúdio.

 

A Federação Portuguesa de Patinagem é “uma pessoa colectiva de direito privado e de utilidade pública, constituída sob a forma associativa e sem fins lucrativos (...) e é a mais alta entidade da modalidade a nível nacional” (artigo 1º dos Estatutos da Federação Portuguesa de Patinagem).

 

São as atribuições da Federação, como Instituição de Utilidade Pública, reconhecida pelo Governo, que exigem uma fortíssima, mas corajosa, tomada pública de posição.

 

Tal como já afirmámos publicamente, este não é apenas um problema do Sporting Clube de Portugal, mas sim um problema do Desporto Nacional. As tomadas de posição públicas sobre os lamentáveis acontecimentos do Dragão Caixa são essenciais para a prevenção da violência e, por isso, são essenciais a todos os Desportos e, em particular, à modalidade.

 

O papel do Sporting CP é de total compromisso para valorizar o Desporto Nacional e sem qualquer interesse na gestão de alinhamentos e mandatos que parecem instalados na orientação do Dirigismo do Desporto Nacional.

 

Para acabar de vez com o problema da violência no Desporto Nacional é preciso coragem!


De Todos!


Com os melhores cumprimentos, 


Frederico Varandas
Presidente do Sporting Clube de Portugal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:49

 

img_770x433$2018_06_23_10_27_59_1413629.jpg

 

Dirigiu V. Exª os destinos do Sporting Clube de Portugal nos últimos anos, em conjunto com Bruno Miguel Azevedo de Carvalho, tendo tido a responsabilidade nas finanças do Clube e da SAD.

 

Durante praticamente todo o tempo que exerceu funções, raramente ouvimos de si qualquer explicação, por mais simples que fosse, sobre a realidade económica ou financeira do Clube e da SAD, mas assistimos a um discurso presidencial do " milagre da multiplicação dos pães ", onde até a apresentação de relatórios de sustentabilidade ( seguramente elaborados por empresas externas que cobram fortunas ) serviu para eludir a realidade económica e financeira do Clube e da SAD.

 

Ouvimos repetidamente a mentira apregoada pelo ex presidente " à boca cheia", que foi obra sua e dele a reestruturação financeira concretizada em 2014, apesar de todas as pessoas que directamente participaram nesse processo terem sempre negado tal facto e saberem que foi com o Engenheiro Luis Godinho Lopes e Dr Sikander Sattar que tal reestruturação foi negociada, à excessão do Dr. José Maria Ricciardi que precisou de mais de cinco anos para finalmente vir a público esclarecer tal facto.

 

Aliás pelas contas da SAD depositadas na CMCVM, é fácil constatar que não eram capazes de negociar qualquer reestruturação financeira. Já que ao contrário do que apresentaram e mostraram aos Sportinguistas, os vossos cinco anos de mandato trouxeram 100M de € de divida financeira adicional e 45 M€ de resultados operacionais negativos e isto apesar de :

 

- terem vendido nesse período 200M€ de jogadores

- terem antecipado receitas no valor de 60 M€ de televisão, publicidade e bilhética

- terem emitido 80M€ adicionais de VMOCs

- terem estendido o direito de superfície do estºadio até 2063 com um encaixe nulo,mas reflectido nas contas de 74 M€

 

Dado que lemos no passado dia 22 de Junho de 2018, finalmente, a uma entrevista dada por si ao DN, onde vem fazer afirmações que carecem de explicações, gostaríamos de ser esclarecidos:

 

1 - Afirma Vª Exª que "os desequilíbrios financeiros são uma realidade de todas as SAD´s que depois são compensadas com as vendas dos jogadores".

 

Apesar de ser escandalosa a sua afirmação, embora verdadeira pois como dizemos acima em 5 anos perderam operacionalmente 45M€, poderá esclarecer o Universo Leonino como pensava realizar a venda desses jogadores depois dos acontecimentos de 15 de Maio e da posição assumida pelos mesmos?

 

Porque não se demitiram naquele momento tão conturbado para evitar a rescisão e eventual perda dos activos, que permitiriam hoje o Sporting não estar em falência técnica?

 

2- Afirma que " empurrámos para Novembro a concretização da emissão do empréstimo obrigacionista, que não foi possível concretizar e que daria um apoio de tesouraria…".

 

Poderá explicar aos associados do Sporting porque foi necessário e como seria possível " empurrar " um empréstimo obrigacionista, que quebra com todas as regras da confiança, imprescindíveis na relação com o mercado, os investidores e as instituições financeiras que têm trabalhado com o Sporting? Não será isso a revelação da vossa deficiente gestão e portanto perca de liquidez?

 

Como explica aos associados do Sporting que a tesouraria dependia da emissão dum empréstimo obrigacionista, quando sempre propagandeou que o Clube e a SAD viviam uma situação única de desafogo financeiro, com resultados operacionais fantásticos?

 

3 - Afirma que " vai haver uma redução de massa salarial, à partida "…

 

Como tem a "destinta lata" de continuar a vir eludir os sócios do Sporting, quando aumentaram em mais de 74 % os gastos com pessoal, contrataram indiscriminadamente funcionários, regra geral no seio das famílias dos órgãos sociais do clube, e criaram uma quantidade de benefícios para os órgãos sociais nunca visto em Alvalade?

 

4 - Afirma que " não estão garantidas as condições de segurança para a emissão do empréstimo obrigacionista"…

 

Como foi possível, conhecedor deste factor, não ter apresentado a sua demissão imediata? Ou não perceberam que quem criou as deficientes condições de segurança, foi a vossa truculenta e danosa gestão?

 

Como foi possível deixar que o Sporting mergulhasse neste abismo financeiro, onde se perspectivava a incapacidade de cumprir com os seus compromissos ?

 

5 - Questionado se nos próximos dois meses o Sporting ficaria sem dinheiro, afirma. " não acho que isso vá acontecer"…

 

Como pôde fazer afirmações desta gravidade, quando sabemos hoje que uma série de compromissos não foram respeitados e o acordo com as instituições financeiras para recompra das VMOC´s não foi cumprido?

 

Poderá informar os sócios do Sporting qual o saldo do fundo de reserva criado para o efeito, à data da sua cessão de funções?

 

6 - Afirma "o revolving de 30 milhões, o empréstimo de 15 a 20 milhões e mais uns pózinhos e chegamos aos 60 milhões"

 

Pode explicar melhor a que "pózinhos" se refere? Ou qual a "fatia da tarte" que não quiseram dividir com o Dr José Maria Ricciardi?

 

7 - Rui Patricio esteve com um acordo fechado para ser vendido a um clube da liga inglesa, com uma proposta que permitiria cumprir, no imediato, uma série de compromissos financeiros.

 

Como explica que tal negociação não tenha sido concluída, a bem dos superiores interesses do Sporting? Se o valor era baixo, não percebem que foram vocês que destruíram valor pelas afirmações que fizeram?

 

Por último, como encara a forte possibilidade de virem a ser responsabilizados, civil e criminalmente, pelos actos de gestão danosa que praticaram e se está disposto a assumir pessoalmente, e com o seu património, todos os danos que causaram ao Sporting Clube de Portugal?

 

Lisboa, 27 de Junho de 2018

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:34

 

adeptos_sporting.jpg

 

Carta aberta a Bruno de Carvalho (sim, porque eu sei que estás fechadinho em casa a ver os blogues todos, inclusive este, para veres o que dizem de ti).

Bruninho... bruninho... sim... é mesmo a ti que escrevo. 


Pára um minuto para respirar e olha bem para os blogues e redes sociais, tira os olhos dos comentários dos teus apoiantes na tua página do Facebook (sim, aqueles 'amigos' que sobraram dos milhares que tu bloqueaste porque não diziam bem de ti).


Vai ver as partilhas, que tu não podes controlar, e vê o que dizem de ti... bruninho.. sim... és mesmo a chacota Nacional... és o prato do dia... aquela piada que as pessoas vão ver para rir um bocadinho durante um dia de trabalho árduo.

Agora lê bem o que te escrevo: Pensa nas tuas filhas, na tua mulher (por enquanto), na tua família e repara na vergonha pela qual os estás a fazer passar. Tem um pingo de respeito por eles e retira-te do Sporting, da vida pública , e do Facebook. Vais ver que daqui a uns meses já se esqueceram todos de ti. 

Grande abraço, bruninho :)

 

Leitor: Aníbal Silva

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:52

 

Eduardo-Barroso.jpg

 

José Pedro Rodrigues, que integrou a lista de Pedro Madeira Rodrigues no último acto eleitoral, publicou uma carta aberta a Eduardo Barroso, a propósito da defesa deste em relação a Bruno de Carvalho:

 

"A sua intervenção em defesa do 'seu' Bruno de Carvalho, 'distinto presidente' do SCP, e o sms que me enviou a 6 Fevereiro de 2018 que, desculpe-me a inconfidência, tenho que tornar público, motivam-me nesta minha necessidade de lhe escrever esta carta aberta, para conhecimento de todos os Sportinguistas que dia 17 terão a responsabilidade de comparecer na Assembleia Geral do Clube.

 

Escreve-me o Eduardo, e passo a citar : "você odeia o homem! Mas o nosso Sporting deve-lhe a sobrevivência!"

 

Respondo-lho do fundo do coração que ódio é um sentimento que não alimento. Também tenho um Amor Incondicional pelo Sporting, e lamento profundamente que o seu Bruno queira e tenha levado o nosso Clube para mais esta fase negra, onde as afrontas aos associados, a linguagem ordinária e brejeira, as calúnias e mentiras que teima em utilizar para denegrir quem dele discorda, democrática e civilizadamente, foram a sua imagem de marca ao longo dos seus mandatos.

 

Fala o Eduardo de sobrevivência, que deve ser um termo clínico que aqui se revela na plenitude. Parece que agora o seu Bruno inverteu a dialéctica, e os seus apelos patéticos a um sentimentalismo bacoco, revelam mais uma faceta de um homem, seguramente perturbado por alguma patologia, que provavelmente todos desconhecemos. Mas como o meu querido Eduardo é o seu distinto cirurgião, e recentemente operou o seu Bruno, a minha dúvida, e provavelmente a de 90 % dos Sportinguistas, é se existe alguma patologia identificada que todos deveríamos ter conhecimento. 90 % dos Sportinguistas têm ficado perplexos com este comportamento, errático e disfuncional, que ora ataca e amedronta, com discursos inflamados a lembrar os piores ditadores da história, ora escreve missivas enternecedoras de pai de família, a quem o nosso Sporting lhe retirou a capacidade e possibilidade de passear as filhas e sair para tomar um simples café.

 

Passo a comentar: o ego deste homem é surpreendente, o Sporting é derrotado, mas é ele que não merece isto... 99,9 % dos Sportinguistas sofrem pelo Clube, este homem quer que o Clube sofra por ele! A arbitragem desfaz-lhe a Alma! O ego deste homem continua a manifestar-se de forma patológica, a sua vida está nas mãos de 90% dos Sportinguistas, mas ninguém o compreende! 90 % dos Sportinguista não o compreendem, decididamente! 90% dos Sportinguistas sabem (ou pensam saber ) como deve ser feita a gestão do Clube e nunca precisariam de utilizar formas ofensivas de listas negras para gerir o Sporting.

 

A auto-proclamação levanta sempre dúvidas e interrogações; elas existem porque existem actos na gestão de Bruno de Carvalho que estão em investigação, ponto. Antes de Bruno de Carvalho o Sporting não existia? Auto-elogios, e estados de alma, são sempre reveladores de algum distúrbio, quando a racionalidade deveria ser a motivação para resolver os problemas. Alguém que vive das quotas pagas pelos sócios, e ainda acha que tem legitimidade para mandar calar quem lhe paga o ordenado, invertendo a ordem das coisas e ainda considerando que é a ele que não o deixam falar... A sua infelicidade deve ser genuína!

 

Confesso que neste sentido a minha preocupação cresceu... Depois de ouvir as explicações filosóficas do terceiro olho, será que o seu Bruno, num acto de interiorização assumida, iria cometer suicídio premeditado? A fome e o porteiro representam o quê? Quem abandonou pela primeira vez na história do Clube uma AG, enquanto presidente do CD foi o seu Bruno, e confesso que tentei encontrar explicação, mas provavelmente a minha inteligência é insuficiente para compreender tal personagem.

 

Faço um apelo ao Eduardo Barroso para que no próximo dia 17 compareça na AG e, caso os desígnios do Sporting fiquem momentaneamente sem liderança, assim 90 % dos sócios não consigam, até lá, compreender estes estados de alma, sejam tão ingratos e não consigam perceber o reconhecimento destes comportamentos, se apresenta candidato a presidente da direcção do Sporting, como afirmou publicamente recentemente.

 

Caso o Dr. Daniel Sampaio nos queira dar uma ajuda na interpretação destes actos, muito ficaríamos agradecidos, mas cuidado com o comunicador Saraiva, que pode interpretar o meu P.S. ( Post Scriptum ), como uma tentativa de envolver o poder político nesta nossa diligência".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:09

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo