Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Recurso por Gelson ?

Rui Gomes, em 01.03.18

 

5CQY94J1.jpg

 

Partindo do princípio que a reportagem do Record tem fundamento, não dá para imaginar os argumentos que terão sido apresentados pelo Sporting para convencer o Conselho de Disciplina da FPF a recuar do castigo a Gelson.

 

A lei é muito clara neste sentido e vem da FIFA e do International Board. O jogador tirar a camisola durante um jogo é passível de cartão amarelo. Como foi o segundo do Gelson, resultou na sua expulsão.

 

Este recurso da Sporting SAD, não faz sentido algum. Considerações humanitárias, pela associação ao caso de Rúben Semedo, não são minimamente pertinentes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:25

 

img_770x433$2017_11_28_19_31_50_1339113.jpg

 

Estará explicada a expulsão de Ary Papel na derrota do Sporting B diante do Famalicão (0-6). O árbitro internacional Hugo Miguel tinha feito um gesto a indicar que tinha sido por palavras. Agora, o mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol discrimina aquilo que o angolano disse a um dos assistentes de Hugo Miguel.


"O agente, após uma falta, dirigiu-se ao árbitro assistente n.º 1 e d¡sse 'Onde é que ¡sto é falta, c...?'. tendo repetido de seguida: 'Vai mas é para o c...", conforme é relatado no Relatório do Árbitro", pode ler-se na justificação do castigo de um jogo e da multa de 536 euros.

 

Bem, sendo assim, o jogador leonino foi bem expulso. A primeira "boca" ainda se pode aceitar como linguagem "catedrática" muito comum em jogos de futebol, já a segunda é imperdoável. É evidente que temos a opção de aceitar ou não a fiabilidade do relatório do árbitro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:11

 

image.jpg

 

O Conselho de Justiça da FPF anunciou esta sexta-feira ter decidido pela anulação do acórdão do castigo de Samaris, o que na prática se traduz que o mesmo é devolvido ao Conselho de Disciplina. O caso refere-se ao lance em que o médio do Benfica aperta o pescoço a Paulinho, jogador do Braga, no jogo a contar para a Taça da Liga, disputado a 20 de Setembro.

 

Na altura, o Conselho de Disciplina decidiu-se por um castigo de três jogos a Andreas Samaris, na sequência do auto de flagrante delito aberto pela Comissão de Instrutores ao lance, já depois do apito final do jogo.

 

Agora, o Conselho de Justiça revela algumas dúvidas no relatório do árbitro, enviado por email, considerando que as dúvidas devem ser esclarecidas presencialmente. Assim sendo, a anulação do acórdão devolve a decisão ao CD, que por seu turno enviará o caso, de novo, para a Comissão de Instrutores da Liga, que deverá ouvir o árbitro do jogo Benfica-Braga, a contar para a Taça da Liga.

 

Pelos vistos, os "iluminados" do Conselho de Justiça não gostaram do relatório do árbitro. Será por ter sido enviado por email ?

 

Ainda bem que o clube da Luz não tem influência obscura nos corredores do poder. Se tivesse, Samaris já tinha sido completamente absolvido de todos os "delitos".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:06

 

image.jpg

 

Os castigos a Bruno de Carvalho tornaram-se numa prática tão rotineira, que já nem vale a pena perder muito tempo e energia a debater os prós e contras de qualquer um dos casos em questão.

 

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol suspendeu-o, esta sexta-feira, por três meses, devido a uma publicação de Facebook no final de 2016.

 

Em causa, na altura, estava o facto de a Federação apenas contabilizar 18 títulos nacionais para o Sporting, ao invés dos 22 reclamados por Bruno de Carvalho.

 

Condenado também a pagar uma multa de 510 euros, o presidente foi suspenso por "ameaças e ofensas à honra, consideração e dignidade".

 

Recorde-se que já estava suspenso por seis meses, devido ao "caso do túnel", num jogo da época passada com o Arouca.

 

Siga...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

Jorge Sousa suspenso por três jogos

Rui Gomes, em 23.08.17

 

Jorge Sousa vai ser suspenso por três jogos devido às palavras que dirigiu ao guarda-redes Vladimir Stojkovic, do Sporting B, no embate com o Real Massamá. A Comissão de Instrutores da Liga considerou que o internacional português infrigiu o artigo 198.º, que condena árbitros "que se dirijam de forma menos correcta e educada" a outros agentes, entre eles os jogadores.

 

img_770x433$2016_08_03_16_47_03_1138692.jpg

  

No documento redigido pelo Conselho de Disciplina, todo o lance é descrito ao pormenor, referindo que Jorge Sousa se dirigiu "de forma audível e exaltado" nos seguintes termos a Stojkovic:
 
"Mas estás a falar por mim para quê c...? Estás a falar para quem c...? Pá baliza. Mas que brincadeira? Eu não brinco com ninguém c.... Põe-te na p... da baliza pá. Que é isto? Quem é que está a brincar c...? Quem é que está a brincar?". 

Diga-se que a pena a que Jorge Sousa estava sujeita ia de um a cinco jogos, ao passo que uma infracção disciplinar grave incorria num castigo entre três e 15 partidas.

  

Luciano Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), não compreende o castigo de três jogos a Jorge Sousa:

«É inadequado, desajustado e completamente absurdo. Fico apreensivo ao imaginar como é que o Conselho de Disciplina vai agir quando um jogador usar esta linguagem daqui para a frente. Sei que há diferenças nas molduras disiciplinares, mas não me recordo de nenhum jogador que tenha apanhado um castigo tão severo por este tipo de linguagem. Não estou nada satisfeito.

Não se está aqui a falar se a linguagem foi correcta e se se utiliza ou não, mas sim de uma decisão de castigar um árbitro. Se for intenção do árbitro, a APAF estará ao lado dele para recorrer.

Confio plenamente no Conselho de Disciplina e quero ver de que forma as coisas vão acontecer daqui para a frente. Quero acreditar que o CD vai ter o mesmo comportamento para qualquer agente do futebol. Não me interessa o passado. Interessa como os casos vão ser julgados daqui para a frente».
 
Confesso que não sei avaliar o "peso" da suspensão no que a um árbitro diz respeito, nas circunstâncias. Parece-me, no entanto, que uma repreensão com um jogo de castigo, teriam sido suficiente.
 
Reacção expectável de Luciano Gonçalves a assumir uma postura "politicamente correcta", muito embora não tenha resistido à disparatada comparação a um jogador.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:39

 

21024904.jpg

 

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu suspender Bruno de Carvalho por 113 dias e Octávio Machado por 75. Tudo na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em Novembro de 2015.

 

O organismo, cuja decisão foi por unanimidade, considerou o presidente do Sporting culpado de três infracções de lesão da honra e reputação, enquanto que o director-geral do futebol foi punido por duas infracções. Além disso, ambos foram multados: 2.869 euros Bruno de Carvalho e 1.913 euros Octávio Machado.

 

As frases que levaram ao castigo de Bruno de Carvalho:

- A 15 de Janeiro de 2016, após o final do Sporting-Tondela, visando Vítor Pereira, então presidente do Conselho de Arbitragem:

"Os jogos não se jogam dentro das quatro linhas";

"Gosto pouco de estar a brincar ao futebol. O Senhor Vítor Pereira já ultrapassou todos os limites do ridículo".

- Nesse mesmo dia, desta feita através da sua página de Facebook:

"Inacreditável... A pressão aos árbitros já mete nojo! Querem provocar o pânico aos árbitros nos jogos que arbitram do Sporting e ainda passar a mensagem que os jogadores do Sporting têm de estar a ser sempre punidos. Vitor Pereira já não perdeu só o bom senso a nomear, já perdeu toda a noção do ridículo!".

- A 23 de Janeiro de 2016, num artigo de opinião no jornal 'A Bola':

"Tem sido evidente, não posso deixar de salientar, a falta de critério e bom senso em muitas nomeações este ano, nunca sendo de atribuir a culpa aos árbitros porque estes apenas são nomeados. Tem sido claro que após conflitos públicos existentes entre a instituição Sporting e alguns árbitros, no que diz respeito à sua actuação menos positiva, os mesmos têm sido constantemente escolhidos para arbitrar jogos do Sporting numa perfeita afronta ao clube e num total desrespeito com a própria defesa do respectivo árbitro";

"Significa apenas o total desnorte e falta de bom senso daquele que devia decidir em prol do futebol e da classe dos árbitros: Vítor Pereira";

"São exemplos e factos concretos de que o futebol continua a ser jogado fora da quatro linhas, de que a forma como é feito já nem sequer é velada".
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:16

FIFA suspende Messi por quatro jogos

Rui Gomes, em 28.03.17

 

A FIFA suspendeu Lionel Messi por quatro jogos, devido aos insultos que o jogador dirigiu a um árbitro assistente brasileiro, durante o Argentina-Chile, jogo da fase de qualificação para o Mundial 2018 realizado na semana passada. Exemplo claro que nem os melhores do Mundo estão imunes a sanções disciplinares.

 

O episódio aconteceu quando o jogador reclamou uma falta assinalada pelo auxiliar, por ter empurrado um adversário, no meio-campo, junto à linha lateral. No final da partida, Messi repetiu a cena e não cumprimentou o assistente, Dewson Silva.

 

170328155600-messi-referee-exlarge-169.jpg

 

O jogador não viu qualquer cartão, mas a FIFA recorreu às imagens para o punir com quatro jogos de suspensão. Isto significa que a Argentina não volta a contar com Messi na fase de qualificação sul-americana para o Mundial da Rússia. O castigo é relativo aos desafios da selecção. O jogador pode actuar pelo Barcelona.

 

Os argentinos estão no terceiro lugar, entre as dez equipas em prova, com apenas dois pontos de vantagem sobre o sexto classificado, o primeiro a ficar fora do Mundial. Os quatro primeiros colocados da qualificação têm acesso directo à fase final. O quinto classificado disputa um "play-off" com o vencedor da zona da Oceânia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:58

 

tad_news.jpg

 

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) aceitou a providência cautelar apresentada por Luís Filipe Vieira, que se referia aos 60 dias de suspensão impostos ao presidente do Benfica pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

 

De acordo com o comunicado emitido pelos encarnados, o TAD entendeu "procedentes" as razões invocadas por Luís Filipe Vieira, pelo que ordenou a "suspensão imediata" do castigo.

 

A acrescentar que o TAD considerou que existia uma limitação do exercício das funções de Vieira enquanto presidente do Benfica, com prejuízos para o clube, o que criava uma clara desigualdade competitiva, isto face à incerteza se o castigo seria efectivado.

 

Recorde-se que Luís Filipe Vieira foi sancionado após o empate do Benfica frente V. Setúbal (1-), a 21 de Agosto, uma vez que o presidente dos encarnados ter-se-á dirigido ao vice-presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, João Ferreira, alegadamente criticando a prestação do árbitro da partida, Manuel Oliveira.

 

É missão caricata não achar piada à determinação que uma limitação do exercício das funções de Luís Filipe Vieira, enquanto presidente do Benfica, criaria uma desigualdade competitiva e, ainda por cima, com prejuízos para o clube. "Valha-me Deus"... diria a minha falecida mãe, devota sportinguista.

 

Em inglês temos por hábito dizer que "where there is a will, there is a way", e não há dúvidas algumas que o Benfica consegue sempre descobrir os meios, por vezes bem obscuros, para resolver os seus problemas. É claro, no entanto, que não se pode dar ar a este género de acusações, não venham logo as "virgem-ofendidas" reclamar danos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15

 

naom_57c5c97167bb3.jpg

 

Por mera coincidência (comunicado), foi anunciado esta quarta-feira que o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) analisou o castigo imposto ao Dr. Frederico Varandas - expulso frente ao FC Porto pelas suas declarações para com o árbitro - tendo reduzido o castigo de 30 para 2 dias.

Num extenso documento é possível ler no ponto oito o seguinte:

«Nos termos e pelos fundamentos supra expostos, dá-se provimento parcial ao recurso e, em consequência, revoga-se parcialmente a decisão recorrida, substituindo a medida aplicada de 30 dias de suspensão e 1903 euros de multa, por dois dias de suspensão e 1434,78 de multa.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57

Nem a "ferver" se aproveitam

Rui Gomes, em 15.11.16

 

02.png

 

Acho que se puséssemos todos os presidentes de clubes de futebol portugueses num pote a ferver, pouco ou nada se aproveitava, por muito "tempero" que se utilizasse.

 

Entre muito mais envolvendo os "nossos" estimados líderes, surge a notícia que Luís Filipe Vieira pode ser suspenso entre dois meses a dois anos caso seja considerado culpado na sequência de um processo disciplinar instaurado depois de palavras dirigidas a João Ferreira no final do Benfica-V.Setúbal, da 2ª jornada.

 

O processo já terá sido enviado para o Conselho de Disciplina que tomará uma decisão sobre uma eventual pena a aplicar ao presidente "encarnado".

 

Vou esperar sentado !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:31

 

60.jpg

 

O Sporting está a fazer alvo crítico de Jorge Baptista - "press officer" da UEFA e habitual comentador na SIC Notícias - responsabilizando-o pelo agravamento do castigo a Jorge Jesus na Liga dos Campeões.

 

 O técnico terá agora de cumprir um segundo jogo de castigo e falha a partida com o Borussia Dortmund, tendo o assunto sido alvo de crítica severa pelo departamento de comunicação do Clube.

 

Jorge Baptista já reagiu a esta polémica e em declarações ao jornal Record fez questão de desvalorizar a acusação:

 

 «Essa acusação é um delírio. Estão a misturar alhos com bugalhos. O nível é tão baixo que não vale a pena responder».

 

Jorge Jesus tinha inicialmente sido punido com um jogo pela expulsão diante do Real Madrid, mas viu a sua suspensão agravada em mais um jogo devido ao alegado contacto com jogadores ou staff já depois de ter sido expulso.

 

Apesar da reacção do Sporting relativamente a Jorge Baptista, há fortes indicações que foi o quarto árbitro que registou os incidentes no seu relatório, entretanto avaliado pelo Conselho de Disciplina da UEFA.

 

O Sporting apelida de ridículas a fotos tiradas no Bernabéu já depois de Jorge Jesus ter sido expulso. Não sei bem o contexto da avaliação do Sporting, mas na foto aqui publicada, parece-me evidente que Jorge Jesus, da bancada, está em conversa com o seu adjunto Raul José.

 

Não temos conhecimento do que consta nos relatórios e não estamos aqui para defender Jorge Baptista - personagem que nos é completamente indiferente - mas, em abono da verdade, ridícula é esta declaração do departamento de comunicação do Sporting:

 

«As fotos ridículas, que estão a sair na comunicação social, de Jorge Jesus na bancada e que foram tiradas a pedido expresso de Jorge Baptista, facto presenciado por todos no banco do Sporting em Madrid, mostram alguém que já não fazia parte do jogo a gritar - afinal teremos de castigar todos os milhares de adeptos no campo pois todos eles se levantam e gritam - e a falar ao telemóvel, facto que também levará milhões a um castigo. Supor o que se grita ou com quem se fala é absolutamente ridículo e tendencioso, e são factos que não podem ser apanágio de profissionais».

 

De qualquer modo, mesmo depois de tanto alarido, o Sporting fez saber esta sexta-feira que não vai recorrer da suspensão ao seu treinador. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:33

 

2016-09-14t193232z_842634057_lr1ec9e1i9yx1_rtrmadp

 

Expulso nos instantes finais do encontro com o Real Madrid, Jorge Jesus viu-se obrigado a entregar a Raul José o comando da equipa na recepção ao Légia de Varsóvia, mas o mesmo poderá acontecer no encontro com o Borussia Dortmund.

 

De acordo com o jornal Record, ao contrário do que se pensava, o treinador do Sporting recebeu, não um, mas dois jogos de castigo pela expulsão no Santiago Bernabéu, algo que o Clube atribui a uma queixa feita por Jorge Baptista, "press officer" da UEFA.

 

Jorge Jesus terá impedido o jornalista português de marcar presença na conferência de imprensa, este terá dado conta do sucedido e, agora, o Sporting estará a preparar uma exposição à UEFA.

 

No entanto, a publicação cita fonte próxima de Jorge Baptista, que garante que a extensão do castigo está relacionada, sim, com o relatório de Christian Bordingardd, director de campo da UEFA, que terá referido que o treinador ‘leonino’, após a expulsão, continuou a dar ordens da bancada.

 

Indiferente de ser um ou mais jogos de castigo, deseja-se que Jorge Jesus passe a reflectir a sua conduta no banco, especialmente nas provas europeias. Ser relegado para a bancada em nada beneficia a equipa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:37

Mas que palhaçada !

Rui Gomes, em 02.06.16

 

hqdefault.jpg

Esta agressão de Samaris sobre Ryan Ruiz - no jogo da 8.ª jornada - não

tem importância, apenas o lance de Slimani da Taça de Portugal

 

 

Segundo o jornal Record, assente em alegada "fonte federativa", Islam Slimani foi castigado com uma partida de suspensão por agressão a Andreas Samaris. O avançado do Sporting tinha sido absolvido pelo Conselho de Disciplina (CD), mas o recurso das águias levou ao castigo do Conselho de Justiça (CJ).

 

Os factos remontam a Novembro, ao dérbi da Taça de Portugal entre os eternos rivais, que o Sporting venceu por 2-1. Os "encarnados" apresentaram uma queixa contra Slimani, alegando que tinha agredido o médio grego, num lance que passou despercebido ao árbitro Jorge Sousa.

Foi aberto um inquérito e, em Março, Slimani foi ilibado pelo CD. Agora, o CJ decidiu castigar Slimani, que terá de cumprir castigo no arranque da próxima temporada, caso se mantenha em Portugal. Se for transferido para o estrangeiro, a FPF poderá pedir à respectiva congénere que lhe aplique o castigo.

 

"Apenas" mais um caso "Made only in Portugal" !

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:42

UEFA castiga com mão severa

Rui Gomes, em 08.09.15

 

ng9E6F629B-BF7C-437B-8F72-7272032644C0.jpg

 

Não se discute que foi uma entrada imprudente de João Mário que o viu ser expulso já nos descontos do jogo da segunda mão do "play-off" da Champions diante o CSKA Moscovo. Contudo, parece-me que três jogos de suspensão é um castigo excessivamente severo por parte da UEFA.

 

Face à decisão do organismo de futebol europeu que foi anunciada esta segunda-feira, João Mário não poderá alinhar nos primeiros três jogos da fase de grupos da Liga Europa: dia 17 de Setembro contra o Lokomotiv de Moscovo, 1 de Outubro contra o Besiktas e 22 de Outubro contra o Skenderbeu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:38

Ponte de Ligação aos Leitores

Rui Gomes, em 27.08.14
 

 

«(...) Estranho que ainda não tenha sido abordado o caso do "castigo" aplicado a Jorge Jesus... Não estou propriamente interessado em saber se o Benfica vale mais ou menos com JJ no banco, o que eu quero manifestar é a minha incredulidade e revolta perante o que se passou no estádio do Boavista no passado domingo.

 

Não sei nem me interessa o que Jesus disse ao árbitro para além de "isto é uma vergonha". Mas espanta o silêncio, o branqueamento, perante as imagens que todo o País viu, de Jesus a dar instruções a Ola John, depois de ter ido para a bancada !

 

Na altura, vi e não quis acreditar. 48 horas depois, perante o que se está a passar, acho que é bom abordar este tema. Vamos calar-nos ?... Ah, preparemo-nos para os dislates da Comunicação Social até ao próximo domingo... .»

 

Leitor "J"

 

Nota: Pela sua conduta, o treinador do Benfica foi alvo de apenas uma repreensão e multa de 153 euros, por parte do Conselho de Disciplina da FPF.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:19

FIFA suspende Pepe apenas por um jogo

Rui Gomes, em 18.06.14
 

 

Foi esta tarde anunciado que a FIFA suspendeu Pepe apenas por um jogo, pelas suas acções no jogo com a Alemanha. Sem se pronunciar sobre a decisão em campo do árbitro, o organismo que superintende o futebol mundial, ao considerar a conduta do defesa como antidesportiva e não violenta, dá claramente a entender que a expulsão não se justifica, como aliás muitos de nós reclamamos na altura.

 

Esta decisão não atenua de modo algum a infantilidade cometida por Pepe no jogo, com consequências óbvias e graves, mas serve para acentuar o estado de espírito do árbitro, que agiu com rigor absoluto, sempre em detrimento da Selecção Nacional.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds