Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2019-09-27 (1).png

A CMTV divulgou uma conversa privada de Bruno Fernandes, em que este supostamente critica alguns jogadores do plantel do Sporting. A conversa terá ocorrido depois do jogo com o Famalicão.

Miguel Pinho, empresário de Bruno Fernandes, reagiu em comunicado à divulgação dos áudios na Internet:

"1. Na sequência da divulgação de mensagens privadas, alegadamente de Bruno Fernandes para um amigo, o Bruno Fernandes deseja lamentar a divulgação ilícita de conversas privadas, ainda por cima de forma truncada e descontextualizada, que não tem qualquer outro intuito que não seja denegrir a sua imagem pública e provocar danos a si próprio e ao Sporting Clube de Portugal.

2. O Bruno Fernandes quer deixar claro que não autorizou nunca a divulgação da sua voz obtida em qualquer tipo de conversa privada.

3. O Bruno Fernandes quer também expressar a sua firme convicção de que, por mais que tentem, os seus detractores não conseguirão quebrar o espírito de grupo e a união do plantel do Sporting Clube de Portugal, uma vez que todos os jogadores do Sporting Clube de Portugal, sem excepção, sabem que o Bruno Fernandes é um homem e colega solidário, que tem por todos os Colegas consideração e amizade, não se deixando estes iludir pela velhacaria e patifaria da divulgação de expressões proferidas numa conversa de amigos que têm que ser entendidas no contexto do enorme descontentamento pelo momento vivido pelo Sporting Clube de Portugal e no desenrolar de uma conversa em que reage ao que é dito pelo seu interlocutor.

4. Desiludam-se aqueles que, armados em virgens pudicas, acham que os jogadores do Sporting não conhecem o seu capitão de equipa e não sabem distinguir a expressão da dor, do desânimo, da raiva de perder e do empenho em fazer sempre melhor, de qualquer outra motivação".

Tudo isto, não por mera coincidência, no dia em que a nova equipa técnica do Sporting é apresentada. Não olham a meios para atingir fins e em Portugal tudo passa impune. Que tristeza de país!!!

publicado às 03:32

Reflexão do dia

Rui Gomes, em 08.09.19

img_920x518$2019_03_28_09_27_29_1526266.jpg

"Tenho mais respeito pelas baratas do que por

esta pessoa que está ao lado de Varandas".

 

Comentário de Paulo Futre na CMTV, em que alega que alguém próximo de Frederico Varandas na estrutura do Sporting terá enganado o presidente nas contratações de Jesé Rodríguez e Fernando.

Nível muito baixo do aliado de Dias Ferreira, em referência à pessoa não identificada, alvo da sua verborreia, relativamente a uma acusação por comprovar.

Acho piada que o excelente jogador que ele foi, indiscutívelmente, fora das quatro linhas, por falta de cabeça para mais, era inteiramente governado pelo seu recém-falecido pai e irmão. Agora, no entanto, como 'paineleiro' de serviço, é um expert em tudo.

publicado às 03:32

 

img_920x518$2018_10_09_21_18_26_1458405.jpg

 

Em entrevista à CMTV, na qual se declarou como oposição clara a Frederico Varandas, José Maria Ricciardi explicou por que assume essa posição, criticando veemente a gestão financeira que até ao momento tem sido feita pelo recém-eleito presidente:

 

"Sou oposição neste momento porque ao fim de um mês o Sporting não tem um tostão. Deve 54 milhões de euros a fornecedores e, ao contrário do que disse a Comissão de Gestão, que estava tudo controlado, o Sporting ainda não pagou a parcela do Acuña, do Raphinha e do Battaglia.

 

O Sporting não paga o que tem de pagar e há clubes que ameaçam ir para a FIFA. O Empréstimo Obrigacionista foi travado, segundo notícias que li, e até hoje não houve desmentido. O Sporting está em falência técnica. Preparamo-nos para vender Gelson e Patrício ao desbarato.

 

Sempre pensei que ao fim de um mês se estaria a resolver o problema financeiro do Sporting. Tinha avisado que a situação era gravíssima. Muitos entendem que o futebol é o fundamental e Frederico Varandas apresentou-se como 'expert' no futebol. As pessoas entenderam que o sucesso do futebol é que é o importante.

 

Não vislumbro o mínimo de capacidade nesta Direcção para resolver o problema. O Sporting encontra-se em situação de pré-falência. Não vejo capacidade nesta direção para resolver. Sem dinheiro não há futebol".

 

A actual realidade financeira do Sporting Clube de Portugal só os Órgãos Sociais vigentes poderão eventualmente explicar, mas não vejo como José Maria Ricciardi está a ajudar o Clube ao vir a público com estas declarações e a assumir-se como oposição.

 

A credibilidade dele é mínima, se alguma, porque projecta a ideia que ainda não aceitou a monumental derrota que sofreu no recém-acto eleitoral, situando-se muito distante de João Benedito e do eleito Frederico Varandas.

 

Tudo isto, e mais, após uma derrota no futebol. Incrível!!!

P.S.: Frederico Varandas viaja hoje para Coimbra para participar na IV Cimeira de Presidentes da Liga (principia às 14h30) e reagirá, nessa circunstância, às declarações de José Maria Ricciardi.

 

varandas_sporting-649x365.jpg

 

Frederico Varandas respondeu a José Maria Ricciardi:

 

"Sei que há muitas pessoas que se habituaram ao Sporting ser um circo, um produto televisivo de chacota e de risota para os nossos adversários. Esse tempo acabou.

 

Para a grande tristeza de alguns, o empréstimo obrigacionista é uma realidade e o seu refinanciamento é em Novembro. Também será uma tristeza para vários, mas o caso das rescisões será resolvido defendendo sempre os interesses do Sporting Clube de Portugal. E para tristeza de alguns, o Sporting nem está em pré-falência nem vai falir.

 

Esta Direcção tomou posse a 8 de Setembro, não a 8 de Junho. Tomámos posse com o mercado fechado, a época a decorrer, com os vários casos das rescisões a decorrer, com o dito empréstimo obrigacionista a precisar de ser refinanciado a dois meses, quando na realidade esse processo estava praticamente a zero. E todas essas dificuldades estão a ser ultrapassadas. Temos um equipa muito competente e com credibilidade.

 

 Agradeço  a todos os parceiros com quem o Sporting tem negociado estas longas quatro semanas. Quero agradecer o facto de confiarem em nós, porque acreditam que esta Direcção vai mudar o Sporting e o futebol português".

 

publicado às 16:30

Manifestação inaugural de ideias

Rui Gomes, em 09.08.18

 

image.jfif

 

Assisti ao debate de ontem à noite na CMTV, em que participaram José Maria Ricciardi, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues e Rui Jorge Rego, mas não me vou alongar em comentário. Estamos em Agosto, a vasta maioria dos nossos leitores estão de férias e participação em debate, no blogue, nesta altura, será necessariamente limitada. Aliás, já verifiquei que neste momento milhares recorrem diariamente ao Facebook para assim fazerem uma leitura do que publicamos.

 

Começo por lamentar a ausência de três candidatos. Compreendi a tomada de posição inicial de João Benedito, muito embora nada seja missão impossível. Frederico Varandas fez mal em recuar - opção estratégica -, e desconheço as razões de Fernando Tavares Pereira.

 

Este primeiro encontro entre candidatos serviu sobretudo para um apuramento inaugural de ideias. Muito terá de ser aprofundado da parte de cada candidato até ao dia de os sportinguistas irem às urnas. Não se trata, portanto, de alguém ter vencido ou perdido esta primeira ronda e até seria um erro limitar a análise a esse enquadramento. A bem dizer, o real vencedor foi o Sporting.

 

Uma questão que veio a debate por sugestão de Dias Ferreira, foi da votação ir a uma segunda volta, alegando que não vê nada nos actuais Estatutos impeditivo desse processo. Os outros candidatos não aprovaram a ideia, nomeadamente por não ser especificamente reconhecido estatutariamente. Também me parece que não é.

 

Em termos gerais, ficou a ideia, entre estes candidatos, que a candidatura a atacar é a de José Maria Ricciardi. Se é por ser a mais temida ou se existem outras razões, é obviamente muito subjectivo. De qualquer modo, acho que a manifestação pública de ideias é sempre positivo e que contribui para a decisão final de 8 de Setembro.

 

Na minha opinião, os próximos debates exigem um melhor moderador.

 

publicado às 03:34

O primeiro debate entre candidatos

Rui Gomes, em 08.08.18

 

exchange-of-ideas-222786_960_720.jpg

  

O primeiro debate entre candidatos às eleições do Sporting vai ser esta noite na CM TV. Cinco dos homens que concorrem à presidência do clube de Alvalade vão estar no Capitólio, em Lisboa, para um confronto de ideias, onde também haverá participação de sócios leoninos, que terão a possibilidade de fazer algumas perguntas aos intervenientes.

 

Frederico Varandas, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Dias Ferreira e Rui Jorge Rego são os candidatos que estarão no debate, que será conduzido pelos jornalistas José Carlos Castro e Mariana Águas. Temas como futebol, modalidades e finanças, entre muitos outros, estarão em cima da mesa e cada candidato poderá explicar os seus planos caso seja eleito no dia 8 de Setembro.

 

O debate está marcado para iniciar pouco antes das 21 horas e a emissão irá prolongar-se durante três horas, até à meia-noite.

 

Ausentes, portanto, Fernando Tavares Pereira e João Benedito. Este último afirmou que está disponível para debates, mas só após a aceitação final das candidaturas. E talvez tenha razão. Só esta quarta-feira é que foram apresentadas as candidaturas de Dias Ferreira, Tavares Pereira e Rui Jorge Rego, havendo agora um período de 48 horas para a sua aceitação. Qualquer debate devia poder contar com todos os legítimos candidatos.

 

publicado às 17:19

 

maxresdefault (1).jpg

 

Com este breve post não pretendemos defender nada nem ninguém, no entanto, ao ler o comunicado desta quinta-feira da CMTV e Correio da Manhã, fomos confrontados com a realização que credibilidade - a de Paulo Silva, neste caso - não é uma estrada de um só sentido:

 

"É totalmente falso. A CMTV e o Correio da Manhã nunca pagaram nada a esse senhor. Todos os nossos contactos processaram-se sempre através dos advogados. Os nossos jornalistas fizeram a investigação a partir do momento em que tomaram conhecimento dos factos". 


Foi assim que Carlos Rodrigues, director executivo do Correio da Manhã/CMTV, reagiu à notícia de que o empresário Paulo Silva, um dos detidos no caso "Cashball", teria dito em tribunal que recebeu dinheiro dos jornalistas do Correio da Manhã.
 

De acordo com um documento em evidência no Tribunal Judicial da Comarca do Porto, a que o jornal Expresso teve acesso, o notório 'arrependido' disse às autoridades que deu a entrevista ao diário "porque já andava a ser abordado e pressionado pelos jornalistas para esse efeito" e ainda porque "precisava de dinheiro para sustentar os filhos e se encontrar desempregado desde o início do ano de 2018 até ao fim de Abril".

 

Paulo Silva, que é um dos quatro arguidos neste caso, afirmou ainda que "aceitou dar essa entrevista, por lhe ter sido oferecido, em contrapartida, quantia monetária de valor elevado".

Entretanto, a Cofina Media também divulgou um comunicado esta sexta-feira a refutar as declarações de Paulo Silva:

"Face às alegadas declarações do arguido Paulo Silva ao Ministério Público, em que afirmou que terá recebido dinheiro do Correio da Manhã e da CMTV, a Cofina Media desmente categoricamente estas alegadas afirmações e informa que tomará todas as medidas necessárias ao seu dispor para que a verdade seja reposta.

O jornalismo independente dos órgãos de comunicação social da Cofina Media não se coaduna, nem aceita, qualquer tipo de comportamento menos ético".
 
Não deixamos de reconhecer a ironia ao ver órgãos da comunicação social portuguesa - e muito em especial o Correio da Manhã - evocar "comportamentos éticos".
 

publicado às 18:32

 

img_770x433$2016_10_11_00_24_42_569119.jpg

 

Segundo a revista Sábado, a procuradora Carla Paiva da 5ª Secção do Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa decidiu não acompanhar a acusação particular do Sporting contra o comentador da CMTV André Ventura.

 

O Sporting alegou que Ventura, no programa Pé em Riste de 3 de Outubro de 2016, tinha proferido declarações "falsas, lesivas da honra, consideração e bom nome" do Clube e do próprio presidente, Bruno de Carvalho, quando o comentador se referiu a eventuais factos passados numa Assembleia Geral do Clube. Porém, num despacho de 15 de Dezembro, a referida procuradora considerou não terem sido "recolhidos indícios suficientes" de que as expressões em causa configurassem os crimes imputados pelo Sporting.

No programa em questão, André Ventura afirmou ter obtido um relato "fidedigno" de um suposto sócio do Sporting que, a 2 de Outubro, não conseguiu entrar na Assembleia Geral do Clube.  O comentador da CMTV acrescentou que tal relato fazia crer que Bruno de Carvalho estava aparentemente a "recorrer" aos seus antigos amigos da Juve Leo para condicionar as assembleias do Sporting.

 

O Sporting contestou, considerando que Ventura estava a insinuar pressões a sócios do Sporting presentes na tal Assembleia Geral por parte do grupo organizado Juve Leo, sendo que ao mesmo tempo estaria a imputar ao presidente e ao próprio clube o "patrocínio" de tais actos. Bruno de Carvalho e o Sporting acrescentaram que, em programas posteriores, André Ventura "não se coibiu de prosseguir as suas afirmações falsas e lesivas".

Porém, tal não convenceu o Ministério Público, que irá sair do processo, restando ao Sporting manter e defender a acusação particular.

 

publicado às 03:29

A dor de cotovelo de Paulo Futre

Rui Gomes, em 06.10.17

 

x240-dqa.jpg

 

Por razões explanadas mas mesmo assim deveras ambíguas, Paulo Futre, antigo jogador e actual "paineleiro" at large de tudo quanto é mediático, sente-se incomodado com a despedida de Adrien Silva em pleno Estádio José Alvalade, no intervalo do jogo entre o Sporting e o FC Porto.

 

Na sua óptica, o Sporting não tinha que "homenagear" o Adrien e que o jogador nem sequer merecia a consideração.

 

Enviaram-me o vídeo do programa em que o personagem comenta este assunto, mas infelizmente o blogue não aceita o respectivo URL, impedindo a sua publicação, como eu gostaria.

 

Se há pessoas a quem eu prefiro não dar "tempo de antena", Paulo Futre está muito perto do topo da lista, mas entendi que devia pelo menos fazer este breve reparo sobre sua aparente "dor de cotovelo".

 

Há dias, em conversa generalizada com um amigo, surgiu-me a reflexão que por este andamento mediático, não faltará muito para termos mais comentadores/paineleiros nos ecrãs televisivos do que jogadores de futebol no País.

 

P:S.: Depois do aeroporto na Madeira com o nome de Cristiano Ronaldo e a avenida, em Setúbal, com o nome de José Mourinho, acho que Futre pretende fazer uma chamada de atenção à Câmara Municipal do Montijo.

 

publicado às 15:50

Se é que ainda há interesse

Rui Gomes, em 20.07.17

 

octaviobruno.jpg

 

Uma entrevista surpresa de Octávio Machado, desta vez à CMTV - a que eu não assisti e sobre a qual apenas li umas frases soltas - em que o antigo dirigente da Sporting SAD fala em "passarinhos" na estrutura, que havia uma "estratégia traçada" nas suas costas e, como era de esperar, dá um autêntico banho de elogios a Jorge Jesus, que aparentemente se opôs à sua saída. Abordou a relação com Bruno de Carvalho, acusando o presidente de não ter tido a coragem de falar com ele "olhos nos olhos", e, em geral, vários outros temas, mais vezes do que não com a sua notória ambiguidade.

 

Para mim já chega de Octávio Machado. Retirou-se (ou foi obrigado a retirar-se) e faz parte do passado.

 

publicado às 03:58

O Sporting está mais isolado

Naçao Valente, em 27.01.17

 

20211624_nWkLR.jpg

 

Assisti à última entrevista de Pedro Madeira Rodrigues (PMR) à CMTV. Quer o jornalista moderador, João Ferreira, quer o jornalista comentador, José Manuel Freitas (JMF), não lhe facilitaram a vida. Já Paulo Futre esteve apenas para compor o ramalhete. Com uma ou outra hesitação, PMR, passou no teste sem deslumbrar.

 

José Manuel Freitas, numa apreciação à prestação do candidato, considerou que este precisava de ter mais “sal”. Se interpreto bem a sua formulação, referia-se a este produto como tempero e não como alimento pernicioso para a saúde. De facto, sou levado a concordar que Madeira Rodrigues precisa de ter um discurso mais empolgante. Mas por outro lado, dá para perceber, que a arte da retórica não é um dos seus melhores atributos. Contudo, tem um discurso calmo, ponderado e coerente. Pensa no que diz antes de dizer o que pensa. A boa retórica quase sempre é gémea da demagogia, e os demagogos sabem que os potenciais alvos, são facilmente convencidos pela arte do engano pelas promessas vãs. Podem ter competência para ganhar eleições, mas isso não significa que sejam bons governantes.


PMR, tanto quanto sei, tem formação na área da gestão, onde tem feito a sua carreira com elevada competência. Não terá no seu ADN, características naturais de bom orador. Pergunto: é esta uma condição "sine qua non", para exercer com proficiência a Presidência de um grande clube como o Sporting? O que é que nós queremos à frente do nosso clube? Um “fala-barato”? O presidente de uma instituição com o prestígio do Sporting, tem de ser uma personalidade que cultive a temperança, o bom senso, a coerência no pensamento e na acção, a capacidade diplomática, a inteligência racional emocional. O que os últimos anos nos mostraram foi o contrário de tudo isto. Os resultados estão à vista.


Na sua apreciação positiva, JMF considerou como pontos fortes do entrevistado a intenção de estabelecer um bom relacionamento com outras instituições, incluindo os empresários do futebol. Depois da destruição feita por esta Direcção, que desprestigiou o Sporting em várias áreas, esta não será uma tarefa fácil. O Sporting não será um clube vencedor, isolado e perdido no seu labirinto. Tem de manter ou estabelecer pontes com todas as instâncias que estão associadas ao desporto, sem prescindir da firmeza, na defesa dos interesses do clube. Como diz PMR o Sporting tem que ter influência nessas instâncias, visando melhorar o seu funcionamento, para a construção de uma actividade desportiva mais transparente.


Contudo, e apesar de ter feito alguns progressos na vertente comunicativa, o candidato PMR tem de construir uma mensagem mais acutilante. Tem de se focar em aspectos muito específicos, e que impliquem uma mudança de processos e atitudes. Tem de completar a sua equipa, valorizá-la e coloca-la no campo de “batalha”. Ninguém vence isolado. As forças que defronta são sagazes e têm o campo todo minado. Já deu para perceber que PMR se move por princípios e não por promessas irrealizáveis. Que actuará com base em atitudes racionais e não emocionais. Que quer servir o Sporting e não se servir dele. Mas não se deve deixar de cair na tentação de afirmar que consigo os títulos vão cair do céu. O futebol é uma actividade muito imprevisível. Deve prometer que vai criar as condições para que isso aconteça. Com rigor, com determinação, sem ziguezagues precipitados. Que aprenda com as boas práticas e não com os erros que estão dentro de casa.


PS: PMR é ainda o único candidato. No entanto, não podemos esquecer que, em teoria, outras candidaturas podem aparecer até ao dia 2 de Fevereiro.

 

publicado às 11:00

 

drronaldoCMTV.jpg

 

Durante o passeio matinal da selecção, em Lyon, Cristiano Ronaldo foi abordado por um repórter da CMTV que lhe perguntou: «Ronaldo, sente-se preparado para o jogo ?».

 

O «capitão» respondeu atirando o microfone do repórter para o lago.

 

Uma reacção que não se recomenda, obviamente, mas dá para questionar o desempenho dos seguranças que acompanhavam os jogadores, que não deviam ter permitido a intrusão do repórter, e a falta de bom senso deste.

 

Mais munição para os anti-Ronaldo cá do burgo, que não deixarão de aproveitar o ensejo.

 

publicado às 12:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds