Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ameaças a colaboradores ?

Rui Gomes, em 24.02.18

 

images.jpg

 

Na sequência da última edição do programa Verde No Branco, da Sporting TV, em que, dando a cara, foram denunciados factos concretos que são exemplos da má Comunicação Social existente em Portugal refém dos interesses de outros clubes, chegaram ao conhecimento do Sporting Clube de Portugal ameaças feitas a colaboradores seus como retaliação às revelações feitas no canal do Clube, anunciando que as máquinas de propaganda de rivais iriam começar a denegri-los e a caluniá-los. 

 

O Sporting Clube de Portugal não tolera que os seus funcionários e colaboradores sejam intimidados ou coagidos seja por quem for.

 

As mensagens recebidas estão a ser coligidas e guardadas para terem o tratamento adequado nas instâncias devidas, na defesa intransigente dos seus colaboradores que pugnam pela verdade e pela transparência, não apenas no desporto como também na sociedade em que vivemos.

 

O Sporting Clube de Portugal, porque são esses os valores porque se rege, estará sempre na primeira linha de denúncia das más práticas jornalísticas contaminadas por cartilhas e por interesses obscuros que nada têm que ver com o desporto em geral e com o futebol em particular.

 

Lisboa, 23 de Fevereiro de 2018

 

publicado às 04:23

 

Publicamos aqui o Comunicado do Conselho Directivo relacionado com as propostas anunciadas para apresentação na Assembleia Geral agendada para esta sexta-feira.

 

Estas alterações é um princípio, mas ficam ainda muito longe de nos satisfazer. Queremos acreditar que o CAMAROTE  LEONINO, através do controverso post do nosso redactor Ricardo Leão, contribuiu para esta reflexão do Conselho Directivo, ou seja, de Bruno de Carvalho.

 

O nosso colega Leão Zargo irá publicar um outro post, hoje ou amanhã, com extenso comentário sobre o que foi apresentado pelo Conselho Directivo e as intenções de Bruno de Carvalho.

 

untitled.png

 

Esclarecimento das dúvidas suscitadas no espaço

público pela Família Sportinguista

 

Tendo o Conselho Directivo do Sporting Clube de Portugal tomado conhecimento das dúvidas suscitadas no espaço público pela Família Sportinguista, no âmbito das propostas a serem discutidas e votadas na próxima Assembleia Geral, entende fazer os seguintes esclarecimentos:

- Qualquer alteração que venha a ser aprovada com implicação nos Órgãos Sociais só entrará em vigor a partir do próximo mandato resultante de acto eleitoral;

- Por considerar que, de facto, a redacção da alínea i do Nº 3 do artigo 28.° da sua proposta para o ponto 6 da Ordem de Trabalhos não era a mais correcta, entendeu o Conselho Directivo submeter uma nova proposta de redacção que abaixo se transcreve:

"Para efeito do disposto no N.º 1, consideram-se infracções disciplinares, nomeadamente, as seguintes:

(...)

i) Praticar actos ou adoptar comportamentos, no âmbito da actividade de grupos reconhecidos ou identificados com o Sporting Clube de Portugal, ofensivos ou injuriosos de qualquer membro dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal, ou em violação dos deveres previstos nos presentes estatutos."

 

publicado às 11:49

 

Damos seguimento ao post do nosso leitor PSousa, intitulado O que é que se pretende promover ?, sobre o spot publicitário do Benfica na RTP (que entretanto retirou o vídeo, mas que pode ser visto aqui) ao qual o Sporting já surgiu a criticar via Comunicado:

 

 
 
Sporting Clube de Portugal
 

Tendo tomado conhecimento de uma promoção ao jogo Benfica-Nápoles, referente à próxima jornada da Liga dos Campeões, produzida pela RTP, vem o Sporting CP afirmar o seguinte:

 

1 - O Sporting CP repudia de forma veemente o tom provocatório da parte final da referida promoção em que alguém atira uma baforada de fumo para a cara de outro interveniente;

 

2 - O Sporting CP entende que a utilização desta imagem para fazer uma evidente piada de mau gosto é um insulto ao Clube e aos Sportinguistas;

 

3 - O Sporting CP não pode deixar de lamentar que o Canal Público de Televisão, que é pago por todos os contribuintes em que se incluem mais 3,5 milhões de Sportinguistas, se preste ao papel de amesquinhamento de uma instituição que tem 110 anos de História e que, também por isso, é merecedora de mais respeito.

 

4 - O momento escolhido pela RTP para colocar no ar esta promoção, dia em que recebemos o Arouca em Alvalade, não deixa também de ser infeliz tendo em consideração o contexto anterior a este jogo.

 

5 - O Sporting CP exige à RTP, como a todos os órgãos de comunicação social, respeito pela instituição e pelos seus dirigentes. E consideramos que não é com recurso a este tipo de provocação gratuita que se promove o bom ambiente e relacionamento no desporto em geral e no futebol em particular.

 

Lisboa, 30 de Novembro de 2016

 

publicado às 05:03

 

publicado às 19:45

 

sem_titulo_33_artigo.png

 

Os processos não têm fim. A seguir o exemplo da Juve Leo, o Sporting anunciou esta quinta-feira que também vai processar André Ventura, advogado e comentador afecto ao Benfica na CMTV, depois deste ter afirmado que elementos da claque leonina fizeram pressão e condicionaram os sócios presentes na última Assembleia Geral da SAD do Sporting, a 30 de Setembro.

 

 

Esclarecimento do Clube em resposta ao comentador André Ventura

 

Comunicado na íntegra do Presidente da Assembleia Geral do Sporting CP, Jaime Marta Soares:

 

«Na sequência das declarações do comentador televisivo André Ventura sobre a última reunião da Assembleia Geral, a que eu presidi, em nome do Sporting CP informamos que vamos activar os mecanismos legais, que estão ao nosso alcance, no sentido de interpor uma acção judicial por calúnia e difamação. Há situações que efectivamente não se podem tolerar e permitir isto era deixar que o valer tudo imperasse. As informações proferidas por este senhor, afecto ao Sport Lisboa e Benfica, são de enorme gravidade pelo que não podem passar impunes e ele terá de responder por elas no local próprio.

 

André Ventura não só difamou como caluniou o Presidente do Sporting CP Dr. Bruno de Carvalho, como também o órgão máximo da representação dos Sócios do Clube. Como Presidente da Assembleia Geral não posso tolerar este tipo de conduta caluniosa e difamatória, pelo que já dei instruções ao departamento jurídico do Sporting CP para que avance com a competente acção judicial.

 

Eu quero reafirmar que foi uma extraordinária Assembleia Geral, que demonstrou inequivocamente a coesão e a dinâmica que neste momento se vive no Sporting CP e terminou até de uma forma que não vejo em muitas assembleias gerais deste país. Eu diria que terminou em apoteose com os Sócios todos de pé, numa aclamação que durou alguns minutos, saudando o bom trabalho da Direcção e afirmando o seu clubismo. Portanto, uma Assembleia geral desta dimensão em que se tratou de tudo o que estava na ordem de trabalhos, mas na qual as pessoas também não perderam a oportunidade de afirmar o seu clubismo e o seu amor ao Sporting CP. Depois disto serem, desta forma, utilizadas para guerrilhas em que o Sporting CP não se envolve, não posso admitir em circunstância alguma».

 

publicado às 04:34

 

ng5781417_png (2).jpg

 

A Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga decidiu arquivar os inquéritos relativos às denúncias do Sporting sobre as ofertas do Benfica aos árbitros. Eis o teor da decisão:

«A oferta sub judice ingressa no conceito de ofertas de mera cortesia, lembrança entregue por ocasião dos jogos (sempre no final dos mesmos e na presença de delegados da Liga) a todos os agentes de arbitragem e delegados da LPFP intervenientes, de modo generalizado e indiferenciado e admitido na regulação desportiva vigente.

As ofertas do Benfica constituem um montante bastante inferior aos 300 euros indicados nas regras dos árbitros. O Kit Eusébio poderá chegar ao valor de 59,90 euros, a que acresceria, caso fosse usado, o voucher para quatro refeições (30 euros por pessoa) no valor de 120 euros, num total de 179,90 euros.

O valor de 200 francos suíços referido nos autos do Sporting como limite para as ofertas foi alterado para 300 euros com a entrada em vigor do normativo da UEFA a partir de setembro de 2014, o que explica que nos jogos dessas competições o Benfica entregue não só aquele 'kit Eusébio' e os vouchers, como alguns artigos adicionais, contendo-se ainda assim dentro do montante admitido.

Ainda, a queixa do Benfica sobre as declarações de Bruno de Carvalho, não atingem o patamar da dignidade disciplinar. É assim porque tais declarações assentam num facto principal que corresponde à verdade, não tendo nunca sido afirmado que correspondiam a práticas de corrupção.»
 
A Sporting SAD reagiu formalmente à decisão da Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga, sublinhando que não era esperada outra decisão. Eis o comunicado do Sporting:

«Infelizmente pelo próprio decurso do inquérito promovido pela Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga, pelas questões colocadas, nomeadamente aos árbitros, e pela condução da inquirição no que diz respeito ao Presidente do Sporting Clube de Portugal (que, no momento certo, irá pelo mesmo ser revelada), não era expectável outra decisão diferente da que hoje foi conhecida.

4137_1c84bb79fe2b8de578af9c071d5a10f4.pngInfelizmente o Futebol Português parece continuar a querer ser reconhecido na Europa como um excelente formador de talentos, uma nação com Clubes de dimensão europeia mas um dos países com piores práticas de futebol.

O Sporting Clube de Portugal irá recorrer da decisão hoje conhecida e não serão estas tomadas de decisão, que prejudicam gravemente o futebol, que irão demover o nosso Clube, em todas as instâncias necessárias, para a penalização de quem comete actos como os ora mencionados (relembramos que se trata da oferta de 1120 jantares por época a árbitros, delegados e observadores) e para a modernização, credibilização e dignificação do Futebol que, decisões como esta ou a criação de conceitos inexistentes como o de “dolo sem intenção”, não permitem.»

 

publicado às 04:31

 

1381252206.jpguntitled.png

 

Impacientes, alguns leitores, que abordaram esta temática sob um outro post, antes de termos oportunidade de nos informarmos devidamente sobre os acontecimentos desta segunda-feira.

 

Começo por admitir que é uma pessoa e um cenário que nunca me surgiram, em contexto, e ainda não tenho ideias totalmente formadas neste sentido.

 

Na reunião entre clubes, que decorreu hoje em Coimbra, com a participação de 14 emblemas da I Liga (inclusive do Benfica e FC Porto) e outros tantos da II - nota de relevo para a ausência do Sporting que, segundo informações, não terá recebido a convocatória - foi determinado que a eleição dos respectivos órgãos sociais terá lugar no próximo dia 27 de Outubro e, também, por unanimidade, que vão dar o seu apoio à apresentação de listas encabeçadas pelos seguintes:

 

Luís Duque para presidente da Liga; José Mendes para a Assembleia Geral e Carlos Carvalho para  a presidência do Conselho Fiscal. Referiu Tiago Ribeiro:

 

«Luís Duque é uma pessoa com vasta experiência no futebol e tem tudo para conduzir, de maneira pacífica, as mudanças que terão de ser feitas na Liga, a começar na alteração estatutária. Aliás, depois de ter aceite o convite, Luís Duque comprometeu-se a marcar, de imediato, uma Assembleia Geral para se alterar os estatutos.

 

O todo deste processo da Liga Portugal é nada menos do que uma enorme luta pelo poder, muito assente nos direitos de transmissão televisiva dos jogos pela Olivedesportos de Joaquim Oliveira.  

 

Não vou conjecturar sobre a posição oficial do Sporting no que diz respeito a Luís Duque, mas é de esperar que hajam sportinguistas que não vejam de bons olhos a liderança da Liga a seu cargo. Para ser sincero, sinto-me dividido, porque enquanto não sou fã de Luís Duque, também não vejo, neste momento, tendo em conta o nebuloso clima em que o futebol português vive, qualquer outra figura cem por cento desejável e, sobretudo, disponível para assumir a posição. 

 

Não há dúvida alguma que Luís Duque é uma pessoa muito experiente - foi durante anos presidente da Associação de Futebol de Lisboa, além de dirigente do Sporting - e conhece como poucos os meandros do futebol nacional. Se a sua postura vai ser uma de submissão aos interesses vigentes, só o passar do tempo esclarecerá. De qualquer modo, não vejo a sua nomeação como uma ameaça directa ao Sporting. Que ele não anda de braço dado com Bruno de Carvalho é facto, mas quero crer que nunca agirá deliberadamente em detrimento do Clube.

 

Poderá ser alegado um qualquer conflito de interesse pelo processo em curso perante o Tribunal. Sinto que uma coisa não deve ser associada à outra e que não terá influência alguma na sua condução dos destinos da Liga. Além do mais, há apenas um processo e não uma decisão e esta poderá levar alguns anos a ser pronunciada.

 

Por fim, reitero o que já disse em comentário: o Sporting é membro da Liga e deve participar em todas as suas actividades, indiferente da sua posição para com os diversos assuntos sobre a mesa. Não tenho conhecimento de causa, por conseguinte, não comento a alegada causa da sua ausência na reunião desta segunda-feira em Coimbra. Também é de admitir que o presidente tenha viajado com a equipa para a Alemanha.

 

Adenda: Sem ser surpresa alguma, pela conhecida postura de Bruno de Carvalho, a Sporting SAD emitiu um comunicado através do qual manifesta a sua oposição à nomeação de Luís Duque a candidato à presidência da Liga.

 

publicado às 06:17

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 09.09.14
 

 

O Sporting emitiu um comunicado, esta segunda-feira, para informar sobre a forma como serão disponibilizados os 8,93 milhões de euros por parte da Sporting SAD, para a construção do Pavilhão das Modalidades.

 

Não hesito em admitir que sou um autêntico leigo nesta matéria. Será possível alguém explicar-me o significado técnico desta operação ?

 

O comunicado está disponível aqui.

 

publicado às 04:53

Slimani reintegrado

Rui Gomes, em 23.08.14
 

 

Sem o impacte dramático do pedido de desculpas de Marcos Rojo no canal televisivo, o Sporting acaba de anunciar, via comunicado, que Islam Slimani assinou a nota de culpa pelo seu menos do que ideal comportamento, com os respectivos reconhecimentos, e que será reintegrado no plantel principal a  partir de segunda-feira.

 

Com as notícias em torno do emblema turco a insistir na sua contratação, não será surpresa alguma vir-se a verificar que este processo é apenas o inevitável preâmbulo para a há muito esperada transferência.

 

Entretanto, salvo rumores noticiosos, muito pouco de concreto consta sobre um novo reforço para a frente do ataque leonino. Isto, com o mercado a fechar dentro de uma semana.

 

publicado às 16:46

 
 
O Sporting fez aquilo que se esperava e desejava, enviando um muito longo comunicado à CMVM explicando o desenrolar das negociações com o Flamego e o Corinthians, com o primeiro desde Dezembro de 2013 e com ambos até ao fecho do período de transferências no Brasil, no dia 2 de Abril de 2014.
 
Como referido acima, o comunicado é bastante extenso embora claro nas informações que transmite, por conseguinte, não nos vamos dar ao trabalho de fazer uma análise detalhada neste momento, deixando com os leitores a incumbência de ler o mesmo com muita atenção, comentando então de acordo com as conclusões apuradas por cada um.
 
Face à informação disponibilizada pelo Sporting e dando ao Clube o benefício de qualquer dúvida, até provas em contrário, compete-nos expressar o nosso acordo com a conclusão final da Sporting SAD:
 
«Face ao exposto, a Sporting SAD entende que há indícios de que nem o Flamengo nem o Corinthians tiveram em tempo algum capacidade financeira para adquirirem o atleta, pretendendo sempre chegar a acordo para um simples empréstimo. Parece assim tratar-se na realidade de uma manobra de diversão e de uma operação de marketing junto dos associados dos seus respectivos clubes, prejudicando gravemente a Sporting SAD e o jogador Elias.»
 
A única parte da posição do Sporting em que não estou inteiramente de acordo, é em referência ao interesse e subsequente proposta de um clube asiático - país e clube não são identificados - no valor de 7,3 milhões de euros pelos direitos económicos do jogador - também não é especificado a que percentagem este montante era aplicável - e uma oferta de salário para Elias de cerca de USD 6 milhões, que foi "prontamente rejeitada pelo pai e pelo jogador". Isto, porque este ou qualquer outro jogador está no seu pleno direito de aceitar ou rejeitar qualquer oferta e, além do mais, entendo que é perfeitamente compreensível Elias, neste momento da sua carreira, não desejar jogar em um país asiático.
 
O comunicado, na íntegra, pode ser lido aqui.
_________________________________________

Adenda: Surge novo comunicado do Corinthians (pode ser lido aqui) em resposta ao comunicado do Sporting, declarando: "surpreendida com a carta do Conselho de Administração do Sporting, emitida na tarde desta quinta-feira (03), a direcção do Sport Clube Corinthians Paulista se vê na obrigação de vir a público esclarecer a perda parcial de memória do clube lusitano".
 
Termina a missiva declarando que a proposta apresentada "era tão real que está mantida" nas seguintes condições: "4 milhões de euros por 50% dos direitos" e que dá ao Sporting 24 horas para aceitar a proposta, desde de que:
 
"1. Sobre esse montante (4 milhões de euros) seja descontado o valor do salário do atleta nos meses em que ele não poderá actuar por conta do fechamento da janela (só poderá jogar em Julho);
 
2. Não exista a absurda multa de 100% do valor da negociação em caso de atraso da parcela." 
 
E a "novela" continua...
 

publicado às 22:55

A problemática dos números

Rui Gomes, em 14.03.14
 



O Sporting recorreu ao site oficial para publicar mais um artigo relacionado com a arbitragem - este intitulado " A verdade dos números" -, onde apresenta um mosaico de números e incidências sobre o que considera terem sido erros de arbitragem que no seu parecer "feriram de morte este campeonato", argumentando que o Sporting deveria ocupar o primeiro lugar com um ponto de avanço sobre o Benfica e 11, "que poderiam até ser 13", sobre o FC Porto.

O artigo completo pode ser lido aqui.

Ainda relacionado com a mesma temática, refere a uma publicação no jornal "Sporting", onde todos os casos, jornada por jornada, podem ser conferidos.

O balanço dos jogos em que os três "grandes" foram beneficiados ou prejudicados pode de facto reflectir a verdade, mas a sua apresentação neste momento só poderá ser interpretada como uma estratégia tendo em vista o jogo de domingo e a importância do mesmo para o 2.º lugar no campeonato. Creio que o resultado deste jogo não será decisivo, como poderia ter sido, caso o Sporting tivesse ganho os três pontos em Setúbal, que lhe daria um "colchão" de 7 pontos sobre a equipa portista e ainda colocaria pressão no Benfica, apenas a 5 pontos de distância.

Ainda hoje a almoçar com dois amigos benfiquistas lhes disse que apesar muito do "inexplicável" que ocorre no futebol português, como desportista que sempre fui, não me sinto bem sabendo que o meu clube ganhou através de beneficências indevidas ou erros de arbitragem, por natural que estes últimos possam ser quando são meramente humanos. Curiosamente - ou talvez não - estes meus amigos não replicaram a este meu comentário.

Espero, por conseguinte, que ganhe o que estiver melhor no dia, sem Pedro Proença e os seus auxiliares terem influência no resultado. Se esta estratégia do Sporting contribuir para garantir essa disposição, já ficarei satisfeito.

 

publicado às 21:48

Sporting descarta Sami

Rui Gomes, em 20.02.14

 

Na edição desta quinta-feira do jornal do Clube, o Sporting surge a esclarecer que descarta por completo a contratação de Sami, avançado do Marítimo. O jogador esteve em equação precisamente na mesma altura das negociações que trouxeram Heldon para Alvalade e, adianta o Sporting, chegou a haver um acordo com o clube do Funchal, mas que não houve entendimento com o empresário do jogador. Recorde-se que Sami está no seu último ano de contrato e que fica livre a partir do dia 1 de Julho.

  

É muito provável que este esclarecimento por parte do Sporting tenha sido motivado pelo noticiado interesse do FC Porto, no jogador. Com as negociações então goradas pelo luso-guineense, o clube do Norte, com ou sem interesse genuíno, apareceu a tentar dificultar o que entendeu ser a intenção do Sporting em garantir o avançado na próxima abertura do mercado.

 

Desconhece-se as condições salariais que terão sido propostas ao jogador, mas constou que o eventual contrato com o Sporting teria a duração de cinco anos. Esta declaração não obstante, também não se sabe, ao certo, se a intenção do Sporting corresponde à realidade ou se também faz parte de uma qualquer estratégia negocial.

 

Para ser sincero, salvo pelas estatísticas disponíveis e por o ter visto em jogos contra o Sporting, não conheço o jogador o suficiente para avaliar se seria, ou não, uma mais-valia desportiva para o Clube. Quando primeiro escrevemos sobre este assunto aqui no Camarote Leonino, surgiram leitores a sugerir  que Sami não tem qualidade para o Sporting mas, como bem sabemos, é tudo muito relativo e subjectivo.

 

publicado às 18:51

 

 
Através do site oficial do Clube, o Conselho Directivo do Sporting emitiu um excelente comunicado em defesa de Cristiano Ronaldo.
 
O comunicado pode ser lido aqui.
 

publicado às 20:33

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 29.10.13

 

 

Ontem à noite (segunda-feira), o Sporting emitiu um extenso comunicado através do qual denuncia uma série de alegados episódios ocorridos no âmbito do clássico de domingo no Dragão que, na sua consideração, visaram perturbar e destabilizar o Sporting e adeptos sportinguistas. Os casos citados são inúmeros e deixamos comentário aos mesmos ao critério dos leitores.

 

O comunicado pode ser lido.

 

publicado às 00:12

O objectivo da Auditoria de Gestão ?

Rui Gomes, em 10.10.13

 

 

O Sporting emitiu esta quarta-feira um comunicado sobre a Auditoria de Gestão, através do qual basicamente informa que esta analisará os últimos 17 anos - de 2 de Junho de 1995 até 27 de Março de 2013 -, abrangendo os mandatos de Pedro Santana Lopes, José Roquette, Dias da Cunha, Filipe Soares Franco, José Eduardo Bettencourt e Luís Godinho Lopes. O processo decorrerá ao longo de 13 meses, divido em cinco fases, focando quatro áreas distintas: gestão imobiliária, gestão desportiva, gestão de fornecimento de bens serviços e gestão de recursos humanos. As dez propostas que foram recebidas por parte de empresas de auditoria estão a ser analisadas.

 

Sobre esta temática, verificam-se comentários deste cariz nos espaços públicos:

 

«Acho muito bem a auditoria e que os prevaricadores vão parar à barra do tribunal. Prisão com eles!»

 

«Nem mais. Espero que no final se responsabilize civil e criminalmente todos os que se serviram do Sporting Clube de Portugal em vez de serviram o Sporting Clube de Portugal. Estou muito curioso com as gestões de PSL, JEB e GL, embora JR, DC e FSF estejam longe de ser meninos de coro e com decoro.»

 

«Agora é que se vai descobrir a corrupção que existiu no Sporting ao longo dos últimos anos.»

 

«Ainda há muita porcaria escondida debaixo do tapete !.»

 

«Cheira-me que alguém vai partilhar cela na prisão !»

 

«Agora é que os javalis sujos e capitalistas dos antigos presidentes/políticos vão procurar um buraco e não se irão conseguir esconder. Cambada de corruptos são todos iguais. Desde a politica ao futebol.»

 

Já publiquei um post a explanar as razões que me levam a discordar com a realização da Auditoria de Gestão e, entre estas, não existe qualquer preocupação em querer defender as individualidades citadas, assim como também não me preocupa, minimamente, o parecer de terceiros sobre esta minha posição.

 

Os acima referidos comentários serão somente representativos de uma minoria de sportinguistas ?... É possível, não faço a mais pequena ideia, já que não disponho dos meios para quantificar o vasto leque de apreciações provenientes do universo verde-e-branco. Mas nem por isso deixo de me sentir menos envergonhado, como sportinguista, consciente de que todo o Mundo - sim, todo o Mundo - que visita os espaços noticiosos, lê estas "eloquentes" dissertações. É este o objectivo da Auditoria de Gestão ?

 

publicado às 05:26

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 05.09.13

 

 

 

O Sporting Clube de Portugal condena e demarca-se de qualquer acto de violência dentro ou fora dos recintos desportivos.

 

O Sporting é uma instituição centenária promotora de princípios e valores de urbanidade e respeito pelo próximo.

 

O desporto tem que ser vivido como uma festa em que cada um deverá expressar livremente as suas opções clubísticas, numa base de respeito mútuo.

 

O Sporting Clube de Portugal é um clube hospitaleiro e, desde sempre, um dos principais promotores do fair-play nas diversas modalidades, com um importante papel na sociedade ao nível desportivo e social.

 

publicado às 23:58

 

O empresário do Atila Turan, Sébastien Thiery, fez ontem uma série de declarações em relação ao que ele entende ser uma atitude intolerável do Sporting para com o jovem lateral esquerdo, seu cliente. Fizemos referência às suas palavras neste post.

 

Sporting reagiu ao que foi veiculado nos Órgãos da Comunicação Social através do seguinte comunicado:

 

1.º Atila Turam é jogador do Sporting Clube de Portugal, e é à equipa técnica que compete decidir em que equipa o jogador deve treinar.

 

Isto, depreende-se, em reacção à queixa de que o jogador tem apenas treinado com jovens de 18 anos na equipa B e que não lhe é permitido participar, mesmo em jogos particulares.

 

2.º A declaração onde é confirmado que o clube francês "Stade de Reims", tem já um acordo com o jogador para a sua transferência, sem qualquer conhecimento do Sporting, confere violação dos regulamentos da FIFA, podendo o mesmo incorrer em sanções disciplinares.

 

Isto, relativamente à declaração de Sébastien Thiery que o Sporting divulgou na praça de agentes que procurava transferir o jogador e que foi apresentada uma proposta ao Sporting há três semanas - pelo Stade Reims - à qual o Sporting ainda não respondeu.

 

3.º As afirmações atribuídas ao empresário do atleta, Sébastien Thiery, ao jornal "Le 10 Sport", configuram crime de difamação, pois são totalmente falsas.

 

O Departamento Jurídico do Clube e da SAD vão iniciar os devidos procedimentos perante os factos acima referidos.

 

Isto, decerto, em referência às queixas do empresário quanto ao clube ter participado ao jogador que o mês de Julho não lhe vai ser pago e a despesa do hotel onde ele se encontra à espera que o seu futuro seja definido terá de ser assumida pelo próprio pela recusa do clube em o fazer. Além disto, o empresário também afirmou que o Sporting pretende que o jogador assine por um clube para onde ele não quer ir, a troco de receber algum dinheiro pelo seu passe.

 

Não sendo novidade alguma, em cada história há três versões: a de cada uma das partes e a verdade. Onde esta reside, neste diferendo, fica ao critério de cada um. O adepto, por natureza, tende sempre dar o benefício da dúvida aos dirigentes do seu clube, e não é de esperar que sportinguistas sejam diferentes neste contexto.

 

Dito isto, aparentam existir algumas considerações que desafiam a lógica, onde lógica existe, e requerem clarificação: não é segredo algum que o jogador não faz parte dos planos da SAD, desde que ele chegou da Turquia, pelo empréstimo da época passada. É perfeitamente aceitável que tenha feito saber que o pretende transferir, de preferência a título definitivo. Segundo, o jogador chegou ao Sporting a custo zero e, entretanto, também não auferiu de salário pelos empréstimos ao Beira-Mar e ao Orduspor. Considerando que tem contrato até 2016, era de supor que o Sporting facilitaria a sua saída para, como o empresário diz: "economizar entre 1,5 e 2 milhões de euros até ao final do contrato". Terceiro, o objectivo do Sporting será de assegurar algum encaixe financeiro porque, entretanto, 10 por cento do seu passe foi alienado a um fundo de investimento, não sendo claro se ao Sporting Portugal Fund se à Holdimo. Quarto, nem o Sporting nem clube algum no mundo, pode obrigar um jogador a jogar onde ele não quer.

 

Em análise final, mesmo sem conhecimento de causa, dá para perceber que o problema reside com a posição de força que o Sporting assumiu para "persuadir" o atleta a ir para um clube do seu desejo que providencie algum encaixe financeiro. Para o efeito, terá recorrido a medidas que pela óptica do jogador não são muito agradáveis, porventura até pouco éticas. Aparenta ser a política desta nova SAD, que ainda está por esclarecer se produz resultados. Este caso é muito semelhante ao que foi noticiado com a situação de Pranjic e o Panathinaikos, em que o Sporting não se satisfaz em se livrar do contrato até 2015 do jogador e do seu elevado salário, tendo exigido uma verba pelo seu passe que o clube grego declarou não estar ao seu alcance. Até admito que esta política da SAD possa resultar, mas parece-me arriscada quando se considera os diversos casos dos chamados "excedentários" por resolver e que, salvo resolução, obrigará o Sporting a continuar a assumir uns milhões em salários sem os jogadores entrarem em campo, a exemplo de Onyewu, Evaldo, Bolahrouz e Bojinov. Além destes, aparenta existir um excesso de jogadores nas equipas A e B, face ao número que foi anunciado, e decisões adicionais terão de ser tomadas, especialmente com aqueles cujos contratos terminam em 2014.

 

publicado às 18:05

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 02.05.13

 

O Sporting acabou de emitir um comunicado no sentido de refrear as especulações noticiosas e afins sobre os movimentos internos do Clube, nomeadamente ao que concerne a estruturação do plantel e os movimentos, quer sejam renovações contratuais ou vendas, de jogadores. Indo um pouco mais além, este comunicado terá servido para dar aviso aos empresários que os seus meios de promoção dos jogadores e outros que representam não irá mover os dirigentes do Clube no sentido pretendido pelos mesmos.

 

É um comunicado oportuno e bem claro mas, não obstante a firmeza do discurso do Conselho Directivo, bem sabemos que o Sporting do momento não negoceia assente numa posição forte e, por isso, torna-se mais vulnerável às manipulações e exigências dos empresários, especialmente em relação às renovações dos vínculos contratuais de algumas «pérolas» da formação. Até que não há nada de novo nisto, já que o Sporting há muitos anos não possui os meios adequados para contrariar as eventuais elevadas ofertas que possam surgir de emblemas com superior poderio financeiro. É óbvio que a intenção é de defender os interesses do Clube até ao ponto possível, o que faz sentido.

 

Quanto à comunicação social, nenhum comunicado vai ter o impacto desejado. Esta, pelos seus interesses comerciais, e outros, nunca deixará de publicar notícias sem fundamento concreto, conjecturas com um potencial destabilizador e outros tipos de desinformação. O Sporting, como já fez em tempos, poderá impedir o acesso às suas instalações de determinados jornalistas de certos periódicos mas, a ser justo, o Sporting precisa tanto da comunicação social como esta precisa do Clube.

 

publicado às 15:45

Um comunicado tardio mas necessário

Rui Gomes, em 19.04.13

 

O Sporting emitiu um extenso comunicado a desmentir praticamente todos os rumores noticiosos que surgiram nos últimos dias, sublinhando a tentativa de destabilização por terceiros. Inclusive, especifica que não existem contactos com outros treinadores, já que o Sporting tem um que se chama Jesualdo Ferreira.

 

Um comunicado necessário, como já mencionámos aqui, mas um pouco tardio no que à pesuda-notícia sobre o técnico brasileiro Celso Roth concerne. Na nossa opinião, a gravidade da (falsa) revelação exigia refutação logo no mesmo dia, para não dar azo a mais conjecturas e informações sem fundamento e em segunda mão. Esperamos que esta reacção da Direcção do Sporting contribua para a redução de ruídos propagados pela comunicação social desportiva. A bem dizer, o facto de alguns dos rumores terem originado fora fronteiras, não significa, necessariamente, que não tiveram condução por intermediários portugueses.

 

publicado às 02:41

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 19.03.13

 

«O Conselho Directivo manifesta preocupação perante o crescente descontentamento dos Sócios relativamente ao atraso na implementação do processo de voto por correspondência e da própria organização da AG Eleitoral do próximo dia 23 de Março.

 

Por outro lado, o Conselho Directivo recorda que no âmbito da cooperação inicial prestada no Projecto do Voto Electrónico, existia uma recomendação de implementação faseada, progressiva, devidamente testada, junto dos Sócios, o que infelizmente não veio a suceder.

 

Finalmente, esclarece o Conselho Directivo que a organização de toda a AG eleitoral é, nos termos dos estatutos, da exclusiva responsabilidade da Mesa da Assembleia Geral, que tem conhecimento das alterações estatutárias desde Junho de 2011, nada tendo feito para a sua cuidada, atempada e responsável implementação.»

 

Fundamentalmente, o comunicado reitera o que já era do conhecimento geral, não obstante a irresponsabilidade de Eduardo Barroso em clamar que a «MAG não teve responsabilidade». Esta, é toda dos elementos da Mesa e recai sobre estes garantir o competente funcionamento do todo do processo eleitoral. Um cínico diria, até, que a sua falta de preparação é compreensível, uma vez que andaram meses sem fim preocupados em destituir o presidente e o Conselho Directivo e o tempo não deu para tudo.

 

publicado às 16:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo